Curso Online de TRABALHO EM ALTURA 8 HRS

Curso Online de TRABALHO EM ALTURA 8 HRS

TRABALHO EM ALTURA 8 HORAS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DE TRABALHO EM ALTURA NR 35 E EM CONJUNTO COM AS NORMAS NR 10 E NR 06 E NR 18.o pre...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 70,00 Por: R$ 45,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

TRABALHO EM ALTURA 8 HORAS DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO DE TRABALHO EM ALTURA NR 35 E EM CONJUNTO COM AS NORMAS NR 10 E NR 06 E NR 18.o presente treinamento, você usuário pode ultilizalo para o treinamento de 8 horas sendo que este treinamento dá para ultilizalo para uma carga horaria de 6 horas de teoria e você usuário complementa com duas horas de pratica.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO E SUPERVISOR DE TRABALHO EM ALTURA, TRABALHO ATUALMENTE NA ÁREA HOSPITALAR, MAS PRESTO SERVIÇOS EM EMPRESAS EM GERAL NO MEU ESTADO.OK



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • TREINAMENTO DE TRABALHO EM ALTURA 8 HORAS.

    TREINAMENTO DE TRABALHO EM ALTURA 8 HORAS.

  • NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

    NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

    18.23 Equipamentos de Proteção Individual
    18.23.1 A empresa é obrigada a fornecer aos trabalhadores, gratuitamente, EPI adequado ao risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento, consoante as disposições contidas na NR 6 – Equipamento de Proteção.

  • Individual - EPI.

    Individual - EPI.

    18.23.2 O cinto de segurança tipo abdominal somente deve ser utilizado em serviços de eletricidade e em situações
    em que funcione como limitador de movimentação.
    18.23.3 O cinto de segurança tipo pára-quedista deve ser utilizado em atividades a mais de 2,00m (dois metros) de
    altura do piso, nas quais haja risco de queda do trabalhador.
    18.23.3.1 O cinto de segurança deve ser dotado de dispositivo trava-quedas e estar ligado a cabo de segurança
    independente da estrutura do andaime. (incluído pela Portaria SSST n.º 63, de 28 de dezembro de 1998)
    18.23.4 Os cintos de segurança tipo abdominal e tipo pára-quedista devem possuir argolas e mosquetões de aço forjado, ilhoses de material não-ferroso e fivela de aço forjado ou material de resistência e durabilidade equivalentes.

  • 18.28 Treinamento

    18.28 Treinamento

    18.28.1 Todos os empregados devem receber treinamentos admissional e periódico, visando a garantir a execução de
    suas atividades com segurança.
    18.28.2 O treinamento admissional deve ter carga horária mínima de 6 (seis) horas, ser ministrado dentro do horário
    de trabalho, antes de o trabalhador iniciar suas atividades, constando de:
    a) informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho;
    b) riscos inerentes a sua função;
    c) uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual - EPI;
    d) informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva - EPC, existentes no canteiro de obra.
    18.28.3 O treinamento periódico deve ser ministrado:
    a) sempre que se tornar necessário;
    b) ao início de cada fase da obra.
    18.28.4 Nos treinamentos, os trabalhadores devem receber cópias dos procedimentos e operações a serem realizadas com segurança.

  • NR 10 - Instalações e Serviços em Eletricidade

    NR 10 - Instalações e Serviços em Eletricidade

    10.1. Esta Norma Regulamentadora - NR fixa as condições mínimas exigíveis para garantir a segurança dos empregados que trabalham em instalações elétricas, em suas diversas etapas, incluindo projeto, execução, operação, manutenção, reforma e ampliação e, ainda, a segurança de usuários e terceiros. Incluindo as diversas situações de altura encontradas na área (postes, torres de energia, seccionadores, subestações).

  • ABNT

    ABNT

    Fundada em 1940, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão responsável pela normalização técnica no país, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro.

    É uma entidade privada, sem fins lucrativos, reconhecida como único Foro Nacional de Normalização através da Resolução n.º 07 do CONMETRO, de 24.08.1992.

    É membro fundador da ISO (International Organization for Standardization), da COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e da AMN (Associação Mercosul de Normalização).

    A ABNT é a representante oficial no Brasil das seguintes entidades internacionais: ISO (International Organization for Standardization), IEC (International Eletrotechnical Comission); e das entidades de normalização regional COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e a AMN (Associação Mercosul de Normalização).

  • CONCEITOS

    CONCEITOS

    Para um bom entendimento e também para facilitar a comunicação no trabalho, faz-se necessário um conhecimento dos principais termos, siglas e conceitos:

  • TERMO E SIGLAS

    TERMO E SIGLAS

    Back Up: Ponto extra de segurança que só entra em ação se o ponto principal falhar.
    Nó: entrelaçamento efetuado em, uma corda sobre si mesma.
    Sistema de ancoragem: Equalização de pontos de ancoragem de modo a distribuir a carga entre eles.
    Rappel: Técnica de descida através de uma corda.
    ID: (industrial Descensor): Descensor Industrial auto blocante para uma corda ideal para o trabalho em altura.
    ABS: absorvedor de energia.

  • FSE: Fator de segurança estático.
    APB: (a prova de bomba): Ponto de ancoragem que nunca irá romper.
    EPI: Equipamento de proteção individual: é todo dispositivo de uso individual destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Exemplos: cinto de segurança tipo pára-quedista, capacete, talabarte, trava-quedas para posicionamento mais talabarte em “Y” para proteção contra quedas, luva, óculos, bota de segurança.
    EPC: Equipamento de proteção coletiva: são todos os equipamentos de uso coletivo: exemplos: cordas, fitas de ancoragem, etc.
    Cinto de segurança tipo pára-quedista: cinto de proteção contra quedas e/ou parada de quedas com fixação peitoral, ventral, lateral e dorsal.

  • Cinto abdominal: conhecido também como cinto quebra-coluna, o qual não é adequado contra queda. Muito utilizado na elétrica (trabalhos em poste) e também na área esportiva (conhecido como cadeirinha).
    Talabarte de posicionamento: Equipamento limitador de movimento; posiciona o trabalhador e o deixa com as mãos livres para o trabalho.
    Talabarte em Y: Equipamento de proteção contra quedas e deslocamento. Possui dois tirantes permitindo deslocamentos sempre fixo a estrutura.
    Mosquetão: Peça metálica (de aço ou liga de alumínio) de alta resistência à tração que funciona como conector no sistema de segurança.
    Ganchão: Peça metálica de aço ou liga de alumínio ligada ao talabarte em Y, com abertura de 55 a 110cm.

  • Malha rápida: Peça metálica de aço ou alumínio, utilizada para conexões diversas.
    Fitas ou anéis de ancoragem: São fitas planas ou tubulares com proteção de couro ou não, utilizadas em sistemas de segurança.
    Sistema de segurança: É o conjunto de todos os elementos, incluindo pessoas, equipamentos, instalações, plano de trabalho, plano de resgate e treinamento que auxiliam na prevenção de acidentes.
    Ponto de ancoragem: Ponto de sustentação do sistema de segurança.
    Corda de segurança: Corda projetada para suportar vidas humanas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 45,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • TREINAMENTO DE TRABALHO EM ALTURA 8 HORAS.
  • NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO
  • Individual - EPI.
  • 18.28 Treinamento
  • NR 10 - Instalações e Serviços em Eletricidade
  • ABNT
  • CONCEITOS
  • TERMO E SIGLAS
  • Noções de Física
  • FATORES DE IMPACTO
  • Acidentes e incidentes no Trabalho  
  • Acidente
  • Incidente  
  • Causas de um acidente
  • Considerações
  • Fixação Dorsal x Peitoral
  • Resistência dos materiais
  • Cinto abdominal
  • Trauma de suspensão inerte
  • EFEITOS E CONSEQUÊNCIAS FUTURAS
  • Medidas de prevenção
  • Resgate
  • Talabarte em ?Y?
  • Mosquetões
  • Processo de Fabricação
  • Cuidados
  • Classificação
  • Resistência
  • Carga Multidirecional
  • Malha Rápida
  • Cordas
  • FIM