Curso Online de Hermenêutica avançada

Curso Online de Hermenêutica avançada

Capacitar o aluno de teologia no entendimento do texto sagrado

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 80,00 Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Capacitar o aluno de teologia no entendimento do texto sagrado



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Página 1 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ® CURSO BACHAREL EM TEOLOGIA Matéria: HERMENÊUTICA

    INTRODUÇÃO

    Procuramos ao máximo fazer um resumo de cada questão, pois caso contrário a disciplina se tornaria muito extensa, razão pela qual sugerimos que se há algum tópico que seja de interesse do aluno, ele pesquise por conta própria, para enriquecimento de sua cultura teológica.
    LIVROS HISTÓRICOS O QUE É HISTÓRIA?

    História é: Narração dos fatos notáveis ocorridos na vida dos povos, em particular, e da humanidade em geral. Conjunto de conhecimentos adquiridos através da tradição e/ou mediante documentos, acerca da evolução da humanidade.

    HERMENÊUTICA BÍBLICA

    Definição de Hermenêutica:

    É a arte e a interpretação da linguagem. Objetivos da Hermenêutica:

    Relação entre: Autor - Leitor:

    O objetivo é tornar o autor contemporâneo do leitor, aproximando-os à compreensão da mesma época. O leitor deve compreender o escritor na época em que o texto foi escrito e não na época em que o texto está sendo lido.

    Um segundo objetivo da hermenêutica e esclarecer tudo que haja de obscuro.

    Tornar o assunto compreensível para uma posterior exposição - II Pedro 3:15 e 16.

    É possível dizer a verdade de forma errada. Nas escrituras encontramos a verdade, mas por falta de conhecimento é possível ensinar ela de forma errada.

    “Concordamos, também, que o pregador ou professor está por demais inclinados a escavar primeiro, e a olhar depois, e assim encobrir o significado claro do texto, que freqüentemente

    Página 2 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    está na superfície. Seja dito logo de início, e repetido a cada passo, que o alvo da boa interpretação não é a originalidade, não se procura descobrir aquilo que ninguém jamais viu”
    – Fee/Stuart, Entendes o que lês? Página 13.

    Hermenêutica:

    A palavra hermenêutica deriva do termo grego Hermeneutikos, por sua vez deriva de um verbo “hermeneou” cujo significado é: arte de interpretar os livros sagrados e os textos antigos. De modo geral e mais abrangente, se fala da teoria da interpretação de sinais e símbolos de uma cultura e a arte de interpretar leis.

    Ciência - Porque contém regras definidas, organizadas.

    Arte - Porque na hora de aplicar as regras há necessidade de bom senso, sensibilidade.

    Há espaço para a criatividade no estudo da Bíblia, porém, esta só deve ocorrer quando ela é dirigida pelo Espírito Santo. O máximo cuidado é sugerido quando levamos a imaginação a criar “verdades” sem base bíblica e a expor estas mesmas como “doutrina” quando na verdade não passa de uma questão da imaginação e fruto
    muitas vezes de uma dedução.

    “Há uma diferença enorme entre interpretação e aplicação”.

    Interpretação - Só é o significado pretendido pelo autor, ou seja, por Deus. A interpretação bíblica deverá extrair do texto apenas o que o Deus pretendia dizer através do autor humano, e não o que nós pretendemos que o texto diga.
    Aplicação - Podem ser várias, dependendo da situação em que as pessoas se encontram. Hermenêutica Bíblica - Geral e Especial

    Geral - É aquela que trata as Escrituras como um todo. Princípios gerais, básicos. Elabora os princípios. Os princípios de estudos de hermenêutica são a base para uma teologia sadia e bíblica.

    Especial - É aquela que trata de questões particulares das Escrituras. Esta classe de hermenêutica não pode elaborar princípios.

    Distinção acadêmica, didática:

    Hermenêutica - Parte teórica do processo (teoria).

    Exegese - Parte prática do processo interpretativa (prática); tirar para fora o significado do texto.

    Página 3 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Página 4 de 52

    CÂNON

    Não nos compete mais a pesquisa para determinar os livros canônicos (inspirados), o estudo da formação do Cânon é um estudo de outra disciplina.

    Existem muitos livros inspirados que não foram incluídos no cânon bíblico pelo fato de se tratarem de problemas específicos para aquela região, igreja ou pessoa.

    Exemplos: I Cor. 5:9 (uma Carta anterior a esta que é considerada a primeira) --- Col. 4:16 (havia uma carta para os Laodicenses).
    Obs: O profeta é inspirado no exercício de sua função. Crítica Textual

    Ciência que estuda as possíveis mudanças que ocorrem com o texto bíblico.
    Como foi escrito? Crítica Histórica

    É aquela que estuda os fatos históricos envolvidos com o texto.

    Quem escreveu? Para quem escreveu?

    Em que circunstâncias? Relação da Hermenêutica com outros campos do estudo bíblico.

    CÂNON CRÍTICA TEXTUAL

    CRÍTICA HISTÓRICA

    EXEGESE - BÍBLICA E - SISTEMÁTICA

    Vê se o texto é o melhor em grego, o mais próximo ao original

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br
    Quando foi escrito Porque foi escrito
    Quem foi o autor Para quem escreveu

    Depois de definir os aspectos históricos, chegamos à exegese. De uma correta exegese depende a minha teologia.

    Teologia:

    Bíblica - Limita o estudo a um livro ou um grupo de livros. Ela focaliza o livro em sí. Focaliza o livro.

    Sistemática - Pega um tema bíblico e nos vamos para toda a Bíblia para ver o que se fala sobre esse tema. Focaliza o tema.

    Exemplo: - O problema do sofrimento humano no livro de Jó (Teologia Bíblica).

    O problema do sofrimento humano em toda a Bíblia (Teologia Sistemática).

    Não fica limitada a situação de Jó apenas, mas vemos tudo o que Deus mostrou sobre o sofrimento humano.

    Conhecido:

    Deus só pode ser compreendido na medida em que Ele se revela.

    Nas Escrituras, nós temos uma revelação necessária e não revelação absoluta, pois Deus não nos revelou tudo, apenas o necessário para a nossa salvação.
    A teologia sistemática do ponto de vista acadêmico é formulada em bases filosóficas. Nas Escrituras Sagradas temos apenas revelação necessária e não revelação absoluta. A necessidade da Hermenêutica

    Mesmo as Escrituras defendem a necessidade de uma Hermenêutica Bíblica.

    a) - II Pedro 3:15, 16

    Algumas coisas difíceis de serem entendidas.

    Página 5 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    É possível torcer as Escrituras.
    Pedro tinha dificuldade para entender alguns dos escritos de Paulo Naquela época, alguns já torciam a Bíblia.

    Página 6 de 52

    - Lucas 24:27

    Os apóstolos estavam deprimidos por não interpretarem devidamente as profecias messiânicas.
    O próprio Senhor Jesus reconheceu a necessidade de explicar as Escrituras. “Expunha-lhes” – Em grego (diermeneuo).

    Jesus fez hermenêutica com os discípulos.

    - II Tim. 2:15

    “Manejar bem a palavra da verdade”
    Explorar bem e ensinar corretamente a palavra da verdade. Paulo recomenda a Timóteo que maneje bem as Escrituras. Entender bem e ensinar corretamente a palavra da verdade.
    - II Cor. 2:17 “Mercadejando” - Falsificando

    Do grego (capeleuo) = corromper, falsificar, adulterar

    Não devemos corromper, falsificar as Escrituras.

    BLOQUEIOS À COMPREENSÃO ESPONTÂNEA DA BÍBLIA

    1o - Histórico
    Estamos largamente separados da época dos escritores bíblicos. A Bíblia cobre um período de cerca de 1.500 anos.

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Com o tempo, muita coisa se perde.

    Quando compreendemos os fatos históricos, nos podemos compreender melhor os fatos bíblicos.

    2o - Cultural
    Um dos mais difíceis a serem transpostos. A cultura distinta dos povos bíblicos.
    Nos apenas vemos aquilo que estamos condicionados a ver. O ideal é nos colocarmos em uma posição neutra.

    - Costumes

    Gen. 15:2 - Foram achados documentos na cidade enterrada de Nuzu (c. 2000 - c.1500 a.C.), que mostraram que o costume daquela época era adotar um filho quando não se tinham filhos legítimos para herdar a herança. Se, porém, o primogênito nascesse, o adotado passaria para segundo plano.

    Gên. 31:34 - Ídolos do lar (no hebr. - Terafins), eram pequenos objetos que serviam como documentos que comprovavam a posse das terras e propriedades. Raquel roubou a herança de seu pai.

    Prov. 22:28 - Marcos das propriedades das terras. O documento que garantia o terreno, assim como as escrituras de uma casa de hoje.

    Deut. 22:5 - Naquela época, as roupas dos homens e mulheres eram iguais, a diferença estava apenas nas roupas íntimas. Muitos naquela época, como hoje, usavam as roupas íntimas do sexo oposto por perversão.

    - Pensamento

    A maneira oriental de pensar é totalmente diferente da ocidental.

    Silogismo - A análise de argumento formal baseando-se na proposição de uma premícia maior e de outra menor, as quais se verdadeiras levam à conclusão de que determinado fato é verdadeiro.

    Silogismo é a estrutura do pensamento grego.

    * Premícia maior: Toda virtude é louvável

    Página 7 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Premícia menor: Ora, a bondade é virtude.
    Conclusão: Logo, a bondade é louvável. No Velho Testamento não existe “silogismo”

    No Velho Testamento a lógica baseia-se na experiência humana e não no raciocínio dedutivo.
    O pensamento hebraico é um pensamento concreto e não abstrato. O hebreu aceita o fato quando este fato se traduz em experiência. O que é Deus para estes homens?
    Davi - Deus é o meu refúgio e minha fortaleza Moisés - O Senhor é forte e poderoso

    Hagar - Deus é um Deus que ouve

    Personagens bíblicos não estão preocupados com a fisionomia, mas de acordo com a experiência de cada um.

    Um teólogo deve ser conhecido com um profundo conhecedor da Bíblia. Temos conseguido viver isto em nossa vida, nossa experiência diária. Este conhecimento de nada nos aproveitará se não traduzirmos este conhecimento em vida.

    É por isso que não devemos fazer certas perguntas à Bíblia. Exemplo: Como foi a fusão em Cristo (Humanidade e Divindade)?
    3o - Lingüístico - (Hebraico, aramaico e grego) Nas melhores traduções há problemas.
    Idiomalismo: expressão específica de uma língua, de um povo. Falta de equivalência entre as palavras traduzidas.

    I Pedro 1:20 – Qual é verdadeiro significado da palavra: (grego = epílucis) = iniciativa, impulso.

    Nenhuma profecia da Escritura foi feita pelos profetas ou de sua conta, mas iluminados por Deus.

    Página 8 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Produção da profecia e não interpretação.

    O CONCEITO BÍBLICO DE INSPIRAÇÃO

    Defendemos o ponto de vista ortodoxa sobre a inspiração.

    Inspiração Bíblica: A Bíblia conquanto tenha mantido os estilos pessoais de expressão e liberdade dos escritores humanos, é a palavra de Deus em suas fontes originais, toda e totalmente inspirada por Deus mediante o Espírito Santo, sem nenhuma diferença qualificativa na inspiração de qualquer de seus livros, cuja autoridade é assim normativa para a fé e a vida, para a doutrina e proclamação, para pensamento e investigação.

    I Cor. 7:10 - “Digo eu, não o Senhor”.
    Paulo faz uma distinção entre o que Cristo diz e o que ele (Paulo), diz. Ensino indireto por meio do Espírito Santo (Paulo era apóstolo).

    Não se trata de inspiração e sim, de uma posição:

    Algo que havia sido dito por Jesus e algo que apenas Paulo havia falado e não Jesus. Porém, é inspirado do mesmo modo, pois provém de Deus.

    (1) A Unicidade da Bíblia
    Somente a Bíblia apresenta uma dupla natureza: 1o - Sua origem divina.

    2o - Sua dimensão humana.

    Por causa de sua origem divina, a Bíblia é a palavra de Deus (Aqui temos duas grandes posições em relação ao significado de inspiração bíblica, uma posição defende que a Bíblia contem a palavra de Deus, enquanto que outra posição defende que a Bíblia é a palavra de Deus).
    1 - Origem Divina II Pedro. 1:20
    Iniciativa, ímpeto, impulso II Pedro. 1:21

    Vontade, desejo, intenção

    Página 9 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    Os profetas bíblicos não tiveram desejo nem iniciativa para escrever as Escrituras Sagradas. Ser levado, ser movido.

    Usado na época para dizer o que o vento fazia com um barco a velas, era levado, conduzido pelo vento.
    Do mesmo modo, os profetas eram movidos e conduzidos pelo Espírito Santo. II Tim. 3:16

    Inspiração de Deus

    2 - Sua dimensão humana

    Linguagem humana (Hebraico, Aramaico e Grego, eram línguas usadas na época, não só pelo povo de Deus, mas também por povos vizinhos).

    Características peculiares (os profetas tinham sua própria personalidade e peculiaridades na forma de escrita, e isso foi vertido para seus escritos).

    a) - Linguagem

    A linguagem bíblica é humana.

    A linguagem não é mecânica, não é verbal.

    Podemos concluir com certeza de que o profeta é preservado de erro quando se trata de uma doutrina.

    II Pedro. 1:21 - Homens falaram.

    João 1:1

    “E Deus era o verbo” - Diz que só há um Deus? (Não há Pai e Filho?).

    “E o verbo era um Deus” - um – em grego de fato é um artigo indefinido, porque antes do substantivo Deus não tem artigo.

    “E o verbo era Deus” - o fato de “Deus” vir antes do verbo torna o artigo indefinido anulado.

    Isto é uma regra: Torna-se claramente definido. Sistema este facilmente comprovado em diversos escritos do grego normal da época. Isto comprova que os escritores se valiam das regras de gramática da época para seus escritos em linguagem humana. Daí a importância do

    Página 10 de 52

  • UNIVERSIDADE DA BÍBLIA ®

    www.universidadedabiblia.com.br

    conhecimento da época para entender melhor a Bíblia, caso contrário faremos confusão doutrinária. Este é um dos trabalhos da hermenêutica.

    A Bíblia não nos foi dada numa elevada linguagem, acima da compreensão humana, pois se assim fosse perderia sua finalidade que é revelar Deus ao homem.

    Tudo quanto é humano é imperfeito. Por essa razão devemos ter em mente que muitas vezes os escritores escreveram de forma errada, isto é, cometeram certos erros gramaticais. Mas devemos fazer uma clara distinção, veja:

    A linguagem da Bíblia é imperfeita

    A mensagem da Bíblia é perfeita.

    O Senhor falou aos seres humanos em linguagem compreensível (a fim de que os seres humanos possam entender). Devia, portanto, utilizar uma linguagem e idioma da época e não de uma linguagem sobre humana, incompreensível.

    O fato de a linguagem ser imperfeita não afeta a perfeição moral da mensagem.

    A Bíblia foi escrita por homens inspirados, mas a maneira em que eles escreveram não é a maneira de pensar e exprimir-se de Deus, notamos isso ao comprovar a variedade de estilos literários entre Paulo e Pedro, entre Pedro e João, entre Marcos e Mateus, e assim por diante.

    Perfeita como o é, sem por isso deixar de ser simples, a Bíblia não corresponde às grandes idéias de Deus. Se Deus pudesse expressar Seu pensamento ao nível de divindade, com certeza o homem finito não poderia compreender esse pensamento.
    Os dois Aspectos das Escrituras: Moral
    Física Bíblia
    Santa (Mensagem) Imperfeita (Linguagem).

    b) - Característicos peculiares dos profetas:

    Página 11 de 52


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.