Curso Online de CURSO DE CERVEJA ARTESANAL 100% NATURAL SEM ADITIVOS QUÍMICOS

Curso Online de CURSO DE CERVEJA ARTESANAL 100% NATURAL SEM ADITIVOS QUÍMICOS

É um curso completo, possui todos os passos para aprender a fazer a melhor cerveja. Você aprenderá a arte de fazer cerveja, com o máximo...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

Por: R$ 100,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

É um curso completo, possui todos os passos para aprender a fazer a melhor cerveja. Você aprenderá a arte de fazer cerveja, com o máximo de informações para elaborar uma cerveja de qualidade.
O que você ira apreender
O que e a Cerveja Artesanal
01) A história da cerveja
02) Teoria sobre o processo de fazer cerveja
03) Conhecendo equipamentos
04) Definindo qual cerveja realizar
05) Moendo os maltes
06) Inserindo os ingredientes e a água
07) Estabelecendo as rampas de temperatura
08) Clarificação e transporte do mosto
09) Fervura
10) Adicionando os lúpulos
11) Técnica de whirlpool e Resfriamento
12) Adicionando a levedura
13) Processo de maturação
14) Processo de filtragem
15) Engarrafando



Veja todos os meus cursos ,e escolha o que mais lhe interessar e bons estudos.O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso de Cerveja Artesanal 100% Natural Sem Aditivos Químicos

    Curso de Cerveja Artesanal 100% Natural Sem Aditivos Químicos

  • O que é Cerveja Artesanal?

    O que é Cerveja Artesanal?

    Cerveja é a bebida nacional do Brasil, isso não tem como negar. Nós somos o terceiro maior produtor do mundo em volume e a cerveja está presente nos mais diversos momentos, das tardes preguiçosas de sábado até festas de casamento.
    Quem aprecia cerveja já deve ter notado que os botecos da esquina estão dividindo espaço com novos bares e lojas especializadas que têm uma grande variedade de cervejas artesanais.

  • O que é cerveja?

    O que é cerveja?

    Respondendo de forma simplificada: cerveja é uma bebida fermentada na qual o álcool é obtido pela fermentação de amido sacarificado, normalmente advindo do malte de grãos como cevada, trigo e centeio.
    A cerveja é uma bebida muito antiga e que acompanha a humanidade desde as primeiras civilizações. Desde o seu surgimento na Suméria há mais de 8.000 anos atrás, vários povos continuaram produzindo cerveja, cada um do seu jeito, conforme os ingredientes e a tecnologia da época permitiam. Com o passar dos anos, isso foi dando origem a diversos tipos  denominados tecnicamente de “estilos”  diferentes de cerveja, que nos acompanham até hoje.
    Só que um destes estilos de cerveja, criado na República Tcheca, caiu no gosto do povo e suas variações vieram a dominar o mundo. Em 1842, na cidade de Plze, surgia a famosa cerveja Pilsner. E uma das adaptações deste estilo desenvolvida no pós-guerra, a American Lager, veio a representar mais de 90% do consumo mundial de cerveja.

  • Cerveja Artesanal, Especial, Premium ou Gourmet

    Cerveja Artesanal, Especial, Premium ou Gourmet

    American Lager é o nome técnico daquelas cervejas de sabor massificado que no Brasil se chama de “tipo Pilsen”. Elas têm cor amarelo-palha, com aromas tímidos de malte e quase nada de aroma e amargor dos lúpulos. São cervejas muito fáceis de beber e baratas de se produzir, dois fatores fundamentais para a sua popularização e eventual domínio do mercado cervejeiro mundial, reduzindo as cervejas tradicionais produtos carregados de história e de enorme variedade sensorial  em uma bebida meio sem graça, para se beber em quantidade e sem muita atenção.

  • Mas as dezenas de outros estilos de cerveja continuaram vivos e, especialmente a partir dos anos 1970 nos EUA e mais recentemente aqui no Brasil, estão voltando aos copos e taças dos consumidores.
    São estas cervejas que se convencionou chamar de “cervejas artesanais”, também chamadas de “especiais”, “premium” ou “gourmet”. São cervejas produzidas com foco na variedade de cores, aromas e gostos, utilizando técnicas e receitas tradicionais. São produtos gastronômicos, que harmonizam com os mais diversos pratos, assim como o vinho e outras bebidas. Quase sempre são produzidas em pequenas quantidades, por empresas familiares, que atendem principalmente a região onde estão inseridas, fortalecendo a economia local e gerando empregos.

  • E quanto ao consumo em quantidade? Alguns podem pensar que, pelo fato de muitas das cervejas artesanais terem teor alcoólico mais elevado que as cervejas massificadas (mas isso não é uma regra!), o abuso de álcool seja ainda maior. Mas o contrário acontece. Como estamos falando de um produto gastronômico, com intensidade e complexidade sensorial, bebe-se com mais atenção e em menor quantidade. As próprias cervejarias, bares e lojas especializadas promovem o lema “Beba menos, beba melhor”. E ainda existem diversas cervejas artesanais com baixo teor alcoólico, como as Berliner Weisse e Session Beers.

  • O termo “cerveja artesanal” surgiu apenas para diferenciá-las das “tipo Pilsen” massificadas, que aqui chamamos pelo nome técnico de American Lager, mas na prática é tudo cerveja.
    Cada estilo tem o seu lugar de acordo com os momentos e preferências de cada um, inclusive as American Lager por que não? Existem diversas opções de excelente qualidade neste estilo, que vão muito bem em dias de calor.

  • História da Cerveja
    Pode-se dizer que a fabricação de cerveja é tão antiga quanto a civilização que conhecemos hoje em dia.  Principalmente porque o homem precisou deixar de ser nômade e passou a viver de forma fixa para cuidar das plantações.
     

  • Assim esta bebida foi se tornando popular e foi até exportada, chegando ao Egito. Ela chegou a ser mais popular que a própria água que, naquele tempo, geralmente era contaminada. Alguns estudos recentes, realizados em 1996 em Cambridge, indicam que o processo de fabricação era mais refinado do que se pensava. Ao invés de somente deixar o pão descansar na água foi no Egito que a cerveja ganhou os primeiros aprimoramentos na sua técnica de produção chegando próximo aos modelos atuais. Lá eram adicionadas ervas para melhorar o sabor da bebida e há evidências que algumas cervejas tinham, inclusive, nome. 

  • Através da escrita dos hieróglifos ou caracteres cuneiformes que os historiadores conseguiram traçar as raízes da cerveja ao antigo Egito e as tribos Sumérias. Muitos consideram os Sumérios como os inventores de um líquido fermentado a partir do pão. Aquela cerveja era turva e não filtrada além de ser muito amarga. Já no império Babilônico foi Hamurabi, um importante rei, que criou diversas leis e códigos. Uma destas leis previa o pagamento de funcionários com cerveja, de acordo com a posição social do mesmo: 2 litros diários para trabalhadores normais, 3 para funcionários públicos e 5 para administradores e altos sacerdotes. A cerveja não chegava a ser vendida, mas era utilizada como moeda no escambo por outras mercadorias. Outra lei previa a morte por afogamento para quem diluísse a cerveja ou alterasse o volume dos recipientes para ter lucro. Isto demonstra a importância da cerveja no equilíbrio social das nações antigas. 

  • Elaborar cerveja a partir de Kits Elaborar cerveja a partir de Kits é extremamente simples e acarreta um custo muito reduzido face aos resultados obtidos Elaborar cerveja a partir de extracto de malte  Acabaste de entrar no mundo da cerveja, nesta secção vais aprender como fazer cerveja recorrendo a extracto de malte, maltes de especialidade e lúpulos de amargor, aroma Podes agora recorrer ás mais variadas receitas, dos mais distintos tipos de cerveja existentes! Verás que as dificuldades são nulas e a recompensa de valor incalculável!


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 100,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Curso de Cerveja Artesanal 100% Natural Sem Aditivos Químicos
  • O que é Cerveja Artesanal?
  • O que é cerveja?
  • Cerveja Artesanal, Especial, Premium ou Gourmet
  • Extrato de Maltejá Lupulado ArteBrew
  • 5) Deixe fermentar por 3 a 4 dias entre 18°C e 25C°
  • Se preferir pode bater o malte no liquitificador
  • Fervura do mosto
  • Agora outra tarefa é resfriar este mosto. Resfrie até aproximadamente 25C este processo também pode ser feito por serpentina
  • Coloca o fermento no mosto
  • Agite o mosto com uma colher
  • Este mosto deverá ficar fermentando por cerca de 3 dias a uma temperatura entre 18°C e 25°C.
  • RECEITAS DE CERVEJA ARTESANAL 5 ESTILOS MAIS FÁCEIS PARA VOCÊ COMEÇAR
  •  SMASH PALE ALE
  • Dicas
  • IPA AMERICANA
  • Dicas
  • WEISSBIER
  • Dicas
  • SAISON BELGA
  • Dicas
  • DRY STOUT
  • Dicas 
  • Ph da cerveja Qual o pH ideal para cerveja artesanal?
  • PH para brassagem
  • Fatores que afetam o pH do mosto
  • Medição e ajuste do pH
  • INGREDIENTES DA CERVEJA | Qual a função de cada um na produção de cerveja?
  • FUNÇÃO DOS INGREDIENTES DA CERVEJA
  • MALTE
  • LÚPULO
  • FUNÇÃO
  • LEVEDURA
  • ÁGUA
  • Tipos de lúpulos para cerveja Variedades Regionais
  • O que é eficiência de brassagem e como calcular?
  • Existem duas formas de calcular a eficiência de brassagem:
  • Dicas
  • Onde comprar insumos: Ingredientes e equipamentos para fazer cerveja em casa