Curso Online de Educação Infantil, organização curricular e peculiaridades.
5 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de Educação Infantil, organização curricular e peculiaridades.

O curso descreve a história da Educação Infantil, o desenvolvimento da autonomia da criança, a organização do currículo nesse nível de en...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

Por: R$ 29,99
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso descreve a história da Educação Infantil, o desenvolvimento da autonomia da criança, a organização do currículo nesse nível de ensino e as suas peculiaridades.

Pedagoga, Psicopedagoga, Pós Graduada em Projetos e Implementação de Educação à Distância, Pós Graduanda em Coordenação Pedagógica, Pós Graduada em Espaços Educadores Sustentáveis e Graduada em Engenharia Ambiental.Atua como Coordenadora Pedagógica na Educação Infantil.


- Anelise Delázari

- Ellen Padilha Barros

- Valderez Elisabete Camargo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • História da Educação Infantil A infância e suas singularidades 2013

    História da Educação Infantil A infância e suas singularidades 2013

  • INTRODUÇÃO Os slides abordam o estudo da história da Educação Infantil como um todo e demonstra as mudanças ao longo dos tempos, bem como os pensadores que contribuíram para as teorias do desenvolvimento das crianças na fase dos 0 aos 5 anos e as formas que se pode utilizar na Educação infantil.

    INTRODUÇÃO Os slides abordam o estudo da história da Educação Infantil como um todo e demonstra as mudanças ao longo dos tempos, bem como os pensadores que contribuíram para as teorias do desenvolvimento das crianças na fase dos 0 aos 5 anos e as formas que se pode utilizar na Educação infantil.

  • Fotos de turmas da Educação Infantil (crianças de 0 a 5 anos) entre 1950 e 1970 Escola Municipal Habib Carlos Kyrillos. Zona sul de São Paulo.

    Fotos de turmas da Educação Infantil (crianças de 0 a 5 anos) entre 1950 e 1970 Escola Municipal Habib Carlos Kyrillos. Zona sul de São Paulo.

    http://sergiospires.blogspot.com.br/2009/01/fotos-antigas-de-escola.html

  • Estudantes da turma de 1958 do Instituto Braz Cubas (Irmãos Teixeira), que ficava na Rua da Paz, esquina com a praia, posam para o fotógrafo.. A foto pertence a Cyd Nogueira Quadros (o primeiro à esquerda, na quarta fila)
    Foto publicada em 30 de maio de 2008 na seção Foto do passado do jornal A Tribuna, pág. A-13

    Número de meninos e meninas
    Nesta imagem, pode se perceber que números de meninas e meninos é diferenciado. Existem mais meninos do que meninas.

    Vestimenta das crianças
    A vestimenta das crianças era bem homogênea. Todas as crianças estavam com os uniformes.

    Organização das crianças para a foto – posicionamento. Para a organização da fotografias as crianças se posicionaram de forma que os maiores ficaram atrás e os menores sentados à frente.
    Expressão das crianças: As crianças estavam bem sérias e não sorriam muito. Pode ser pelo fato de não poderem se expressar livremente.

    http://www.novomilenio.inf.br/santos/h0250t.htm

  • Fazendo uma analogia entre as fotos de década diferente, pode-se notar que as crianças eram submetidas a uma determinada posição, determinada vestimenta e seguiam regras básicas, sendo mais uma preparação para o Ensino Fundamental. Nos dias de hoje a Educação Infantil tem um papel fundamental no processo de desenvolvimento da criança e na sua aprendizagem, já que é o primeiro nível de ensino.

    Fazendo uma analogia entre as fotos de década diferente, pode-se notar que as crianças eram submetidas a uma determinada posição, determinada vestimenta e seguiam regras básicas, sendo mais uma preparação para o Ensino Fundamental. Nos dias de hoje a Educação Infantil tem um papel fundamental no processo de desenvolvimento da criança e na sua aprendizagem, já que é o primeiro nível de ensino.

  • Entrevistas com pessoas que estudaram em décadas diferentes.

    Entrevistas com pessoas que estudaram em décadas diferentes.

  • Hamilton – 48 anos Pré –escola: 1969  Tipos de materiais escolares utilizados. : Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 6 cores, borracha, régua de madeira.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Tênis quichute, camiseta, short,meias brancas.  Formas de agrupamento.: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores. : Os professores utilizavam materiais diversos como cartolinas, onde faziam cartazes com as cores verde par aos meninos e rosa para as meninas. Contavam histórias clássicas, cantavam músicas infantis e brincavam de rodas.  Memórias positivas. Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome.  Músicas cantadas: Meu pé de laranja lima, ciranda cirandinha,  Histórias ouvidas.: Chapeuzinho Vermelho, Cachinhos de Ouro, Rei Arthur.  Formas de elogios.:A professora não fazia muitos elogios.  Instrumentos de avaliação.: Era mais por participação nas atividades.  Organização e participação das festividades As festas juninas eram as que mais se destacavam., onde eram feito os casamentos e depois a quadrilha. No dia das mães dos pais, faziam-se desenhos para comemorar.

    Hamilton – 48 anos Pré –escola: 1969  Tipos de materiais escolares utilizados. : Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 6 cores, borracha, régua de madeira.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Tênis quichute, camiseta, short,meias brancas.  Formas de agrupamento.: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores. : Os professores utilizavam materiais diversos como cartolinas, onde faziam cartazes com as cores verde par aos meninos e rosa para as meninas. Contavam histórias clássicas, cantavam músicas infantis e brincavam de rodas.  Memórias positivas. Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome.  Músicas cantadas: Meu pé de laranja lima, ciranda cirandinha,  Histórias ouvidas.: Chapeuzinho Vermelho, Cachinhos de Ouro, Rei Arthur.  Formas de elogios.:A professora não fazia muitos elogios.  Instrumentos de avaliação.: Era mais por participação nas atividades.  Organização e participação das festividades As festas juninas eram as que mais se destacavam., onde eram feito os casamentos e depois a quadrilha. No dia das mães dos pais, faziam-se desenhos para comemorar.

  • Arquivo Pessoal

  • Fabiana – 32 anos Pré –escola: 1985   Tipos de materiais escolares utilizados.: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 cores, borracha, régua de madeira, gis de cera, tinta guache.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Saia de prega, camisa de botão com bolso bordado EI.  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: Os professores utilizavam materiais diversos . A professora colocavas as criança sem mesinhas com quatro cadeiras. Cada dia ela mudavam as crianças de lugar par socializar.  Memórias positivas: O que mais me chamava a atenção era as histórias.  Músicas cantadas: Bom dia, Histórias ouvidas: Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve.  Formas de elogios: Os professores elogiavam as atividades oralmente e também por meio de carimbos com dizeres de parabéns, jóia. Instrumentos de avaliação.: Não era feita avaliação escrita. Esta era feia apenas por participação do aluno e observação do professor.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles).: Lembra apenas da festa junina, que envolvia a escola e a familia.  

    Fabiana – 32 anos Pré –escola: 1985   Tipos de materiais escolares utilizados.: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 cores, borracha, régua de madeira, gis de cera, tinta guache.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Saia de prega, camisa de botão com bolso bordado EI.  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: Os professores utilizavam materiais diversos . A professora colocavas as criança sem mesinhas com quatro cadeiras. Cada dia ela mudavam as crianças de lugar par socializar.  Memórias positivas: O que mais me chamava a atenção era as histórias.  Músicas cantadas: Bom dia, Histórias ouvidas: Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve.  Formas de elogios: Os professores elogiavam as atividades oralmente e também por meio de carimbos com dizeres de parabéns, jóia. Instrumentos de avaliação.: Não era feita avaliação escrita. Esta era feia apenas por participação do aluno e observação do professor.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles).: Lembra apenas da festa junina, que envolvia a escola e a familia.  

  • Arquivo Pessoal

  • Juliana – 24 anos Pré –escola: 1993   Tipos de materiais escolares utilizados: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 ou 24 cores, borracha, régua de madeira giz de cera, canetinhas, tinta guache  Uniformes e preparativos para ir à escola: camiseta da escola  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala. A professora juntaqva as turmas em mesinhas de quatro crianças.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: as professoras contavam histórias, ensinavam músicas, fazíamos passeios fora da escola e ela intervinha na sala de aula com perguntas e rodas de conversas para verificar o conhecimentos prévio dos alunos.  Memórias positivas: Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome e ainda histórias  Músicas cantadas.: borboletinha, bom dia, cirandas, cravo brigou com a rosa.  Histórias ouvidas: clássicos como Pinóquio, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel, Os três porquinhos, entre outras.  Formas de elogios: a professora elogiava o que os alunos produziam, com opor exemplo os desenhos.  Instrumentos de avaliação.: avaliação era feita por participação do aluno. Cada aluno também tinha um portfólio com atividades desenvolvidas ao longo do tempo.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles). Todas as datas comemorativas eram realizadas na própria escola com a particiáção da família dos alunos  

    Juliana – 24 anos Pré –escola: 1993   Tipos de materiais escolares utilizados: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 ou 24 cores, borracha, régua de madeira giz de cera, canetinhas, tinta guache  Uniformes e preparativos para ir à escola: camiseta da escola  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala. A professora juntaqva as turmas em mesinhas de quatro crianças.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: as professoras contavam histórias, ensinavam músicas, fazíamos passeios fora da escola e ela intervinha na sala de aula com perguntas e rodas de conversas para verificar o conhecimentos prévio dos alunos.  Memórias positivas: Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome e ainda histórias  Músicas cantadas.: borboletinha, bom dia, cirandas, cravo brigou com a rosa.  Histórias ouvidas: clássicos como Pinóquio, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel, Os três porquinhos, entre outras.  Formas de elogios: a professora elogiava o que os alunos produziam, com opor exemplo os desenhos.  Instrumentos de avaliação.: avaliação era feita por participação do aluno. Cada aluno também tinha um portfólio com atividades desenvolvidas ao longo do tempo.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles). Todas as datas comemorativas eram realizadas na própria escola com a particiáção da família dos alunos  


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • História da Educação Infantil A infância e suas singularidades 2013
  • INTRODUÇÃO Os slides abordam o estudo da história da Educação Infantil como um todo e demonstra as mudanças ao longo dos tempos, bem como os pensadores que contribuíram para as teorias do desenvolvimento das crianças na fase dos 0 aos 5 anos e as formas que se pode utilizar na Educação infantil.
  • Fotos de turmas da Educação Infantil (crianças de 0 a 5 anos) entre 1950 e 1970 Escola Municipal Habib Carlos Kyrillos. Zona sul de São Paulo.
  • Fazendo uma analogia entre as fotos de década diferente, pode-se notar que as crianças eram submetidas a uma determinada posição, determinada vestimenta e seguiam regras básicas, sendo mais uma preparação para o Ensino Fundamental. Nos dias de hoje a Educação Infantil tem um papel fundamental no processo de desenvolvimento da criança e na sua aprendizagem, já que é o primeiro nível de ensino.
  • Entrevistas com pessoas que estudaram em décadas diferentes.
  • Hamilton – 48 anos Pré –escola: 1969  Tipos de materiais escolares utilizados. : Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 6 cores, borracha, régua de madeira.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Tênis quichute, camiseta, short,meias brancas.  Formas de agrupamento.: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores. : Os professores utilizavam materiais diversos como cartolinas, onde faziam cartazes com as cores verde par aos meninos e rosa para as meninas. Contavam histórias clássicas, cantavam músicas infantis e brincavam de rodas.  Memórias positivas. Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome.  Músicas cantadas: Meu pé de laranja lima, ciranda cirandinha,  Histórias ouvidas.: Chapeuzinho Vermelho, Cachinhos de Ouro, Rei Arthur.  Formas de elogios.:A professora não fazia muitos elogios.  Instrumentos de avaliação.: Era mais por participação nas atividades.  Organização e participação das festividades As festas juninas eram as que mais se destacavam., onde eram feito os casamentos e depois a quadrilha. No dia das mães dos pais, faziam-se desenhos para comemorar.
  • Fabiana – 32 anos Pré –escola: 1985   Tipos de materiais escolares utilizados.: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 cores, borracha, régua de madeira, gis de cera, tinta guache.  Uniformes e preparativos para ir à escola: Saia de prega, camisa de botão com bolso bordado EI.  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: Os professores utilizavam materiais diversos . A professora colocavas as criança sem mesinhas com quatro cadeiras. Cada dia ela mudavam as crianças de lugar par socializar.  Memórias positivas: O que mais me chamava a atenção era as histórias.  Músicas cantadas: Bom dia, Histórias ouvidas: Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve.  Formas de elogios: Os professores elogiavam as atividades oralmente e também por meio de carimbos com dizeres de parabéns, jóia. Instrumentos de avaliação.: Não era feita avaliação escrita. Esta era feia apenas por participação do aluno e observação do professor.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles).: Lembra apenas da festa junina, que envolvia a escola e a familia.  
  • Juliana – 24 anos Pré –escola: 1993   Tipos de materiais escolares utilizados: Caderno brochura, lápis preto, caixa de lápis com 12 ou 24 cores, borracha, régua de madeira giz de cera, canetinhas, tinta guache  Uniformes e preparativos para ir à escola: camiseta da escola  Formas de agrupamento: Meninas e meninos na mesma sala. A professora juntaqva as turmas em mesinhas de quatro crianças.  Procedimentos que ficaram na memória sobre as intervenções feitas pelos professores: as professoras contavam histórias, ensinavam músicas, fazíamos passeios fora da escola e ela intervinha na sala de aula com perguntas e rodas de conversas para verificar o conhecimentos prévio dos alunos.  Memórias positivas: Socialização entre as crianças e as primeiras letras do nome e ainda histórias  Músicas cantadas.: borboletinha, bom dia, cirandas, cravo brigou com a rosa.  Histórias ouvidas: clássicos como Pinóquio, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel, Os três porquinhos, entre outras.  Formas de elogios: a professora elogiava o que os alunos produziam, com opor exemplo os desenhos.  Instrumentos de avaliação.: avaliação era feita por participação do aluno. Cada aluno também tinha um portfólio com atividades desenvolvidas ao longo do tempo.  Organização e participação das festividades (dia das mães, dia das crianças, formaturas e desfiles). Todas as datas comemorativas eram realizadas na própria escola com a particiáção da família dos alunos  
  • Escolas de Educação Infantil da época atual Podemos perceber através do estudo que a Educação Infantil teve várias mudanças. O Ensino Fundamental, hoje é parte da educação básica e parte fundamental do processo ensino aprendizagem.
  • Cemei Maria Pereira Catarino - Barretos – são Paulo Organização das crianças para a foto – posicionamento. As crianças tiraram as fotos sem fazer pose. Foi uma fotografia tirada quando as crianças estavam em momento descontraído. Expressão das crianças As crianças estavam bem descontraídas . Como estavam em atividade de passeio estavam todas admirando o que muitas vezes não se tem dentro da sala de aula. Portanto tudo o que vivenciam nos ambientes externam é de extrema importância para o processo ensino aprendizagem . Número de meninos e meninas: O número de meninos e meninas é equilibrado. Vestimenta das crianças as crianças se encontram todas de uniforme, não havendo diferenças entre uniformas masculinos e femininos. È um uniforme padrão.
  • Centro de Educação Infantil Luís Abílio . Maceió – Alagoas Organização das crianças para a foto – posicionamento. : As crianças tiraram as fotos sentadas em suas carteiras, sem uma pose ideal. Expressão das crianças : As crianças estavam todas sérias, com certeza esperando o momento da foto. Número de meninos e meninas: O número de meninos e meninas é equilibrado. Vestimenta das crianças : somente duas crianças estão com uniforme. O restante está com roupas comuns de passeio
  • Tipos de avaliações Existem variados tipos de avaliações que podem contribuir para a melhora da prática pedagógica na Educação Infantil. Entre elas: Portfólio: É uma técnica inovadora, de avaliar o progresso das crianças através de um conjunto de procedimentos contínuo, são instrumentos de estimulação do pensamento reflexivo. Essa técnica, pode-se dizer que é uma avaliação contínua mais autêntica, objetiva e compreensiva, permitindo acompanhar todos os processos de aprendizagem. Avaliação contínua: é considerada um método de avaliação onde o aluno é avaliado por inteiro, ou seja, a avaliação não deve acontecer somente ao final de um bimestre através das famosas provas bimestrais. É preciso que o processo de avaliação seja constante. Avaliação por observação: A observação permite investigar as características individuais e grupais dos alunos, para a identificação das suas potencialidades e fragilidades, assim como dos aspectos facilitadores e dificultadores do trabalho. É importante conhecer como os alunos aprendem, como se relacionam, como percebem a escola e a atuação do professor suas preferências (na escola, na família e em outros espaços). (VILLAS BOAS, 2007) Avaliação por participação: o professor avaliará o aluno por sua forma de participação, respeitando suas peculiaridades
  • Múltiplas Linguagens
  • VALÊNCIAS DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • INSTITUIÇÕES DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • OBJETIVOS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Artigo 10.º da Lei n.º 5/97
  • OBJETIVOS ESPECÍFICOS DOS CATL (Despacho Normativo nº 96/89 de 21 de Outubro de 1989, Norma II):
  • CRECHE
  • ESTABELECIMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
  • ATIVIDADES PEDAGÓGICAS
  • ATIVIDADES PEDAGÓGICAS: METODOLOGIA
  • CANÇÕES INFANTIS
  • TÉCNICAS DE DESENHO
  • DESENHO INFANTIL
  • EVOLUÇÃO GRÁFICA
  • PINTURA
  • ORGANIZAÇÃO DA SALA
  • MATERIAIS DE PINTURA
  • EXERCICIOS DE PSICOMOTRICIDADE
  • FUNÇÃO DO ANIMADOR
  • PLANIFICAÇÃO E ESCOLHA DOS JOGOS
  • NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS
  • MODALIDADES DE REPRESENTAÇÃO
  • FUNÇÕES DA AUXILIAR DE ACÇÃO EDUCATIVA
  • INTRODUÇÃO:
  • Autonomia no Piazito
  • Maternal 1
  • Maternal 2
  • Recreação 2
  • Pré – Escola
  • “A autonomia, definida como a capacidade de se conduzir e tomar decisões por si próprio, levando em conta regras, valores, sua perspectiva do outro, é, nessa faixa etária, mais do que um objetivo a ser alcançado com as crianças, é um princípio das ações educativas. Conceber uma educação em direção à autonomia significa considerar as crianças como seres com vontade própria, capazes e competentes para construir conhecimentos e dentro de suas possibilidades, interferir no meio em que vivem. Exercitando o auto-governo em questões situadas no plano das ações concretas, poderão gradualmente fazê-lo no plano das ideias e valores.” (MEC, 1998, p.)
  • Creche e pré-escola Objetivos e Funcionamento
  • Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)
  • Educar significa...
  • Educação infantil: lúdico e educativo
  • Objetivos específicos das creches
  • Devem oferecer
  • Compartimentos
  • Funcionamento
  • PERFIL PROFISSIONAL
  • Governo faz planos de educação para 2011
  • Referência
  • Perspectivas da atualização das Diretrizes Nacionais Curriculares para a Educação Infantil
  • Organização das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil
  • aos conhecimentos de diferentes linguagens, à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e à interação com outras crianças.
  • § 1º Na efetivação desse objetivo, as propostas pedagógicas das instituições de Educação Infantil deverão prever condições para o trabalho coletivo e para a organização de materiais, espaços e tempos que assegurem:
  • § 3º - As propostas pedagógicas da Educação Infantil das crianças filhas de agricultores familiares, extrativistas, pescadores artesanais, ribeirinhos, assentados e acampados da reforma agrária, quilombolas, caiçaras, povos da floresta, devem:
  • Principais desafios
  • O papel dos Conselhos de Educação
  • Processo de implementação das DCNEI nos municípios
  • Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil
  • Questões envolvidas na revisão das DCNEIs
  • METODOLOGIA E DESENVOLVIMENTO
  • Debates preliminares
  • Diretriz
  • Direcionamentos básicos:
  • Caracterização das unidades de Educação Infantil
  • FUNÇÃO SOCIOPOLÍTICA E PEDAGÓGICA DA EDUCAÇÃO INFANTIL (art. 7º)
  • Concepção curricular (Art. 3º)
  • Noção de criança (Art. 4º)
  • As propostas pedagógicas de EI devem respeitar os seguintes princípios:
  • OBJETIVO GERAL DA PROPOSTA PEDAGÓGICA DAS INSTITUIÇÕES DE EI (Art. 8º)
  • PARA ALCANÇAR ESSE OBJETIVO AS PROPOSTAS DEVEM
  • AS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS DAS INSTITUIÇÕES DE EI DEVEM ASSEGURAR:
  • EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGENS
  • EDUCAÇÃO INFANTIL INDÍGENA
  • EDUCAÇÃO INFANTIL DO/NO CAMPO
  • SOBRE A AVALIAÇÃO (ART.10)
  • TRANSIÇÃO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL
  • VALÊNCIAS DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • INSTITUIÇÕES DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • OBJECTIVOS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Artigo 10.º da Lei n.º 5/97
  • OBJECTIVOS ESPECÍFICOS DOS CATL (Despacho Normativo nº 96/89 de 21 de Outubro de 1989, Norma II):
  • CRECHE
  • ESTABELECIMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
  • ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS
  • ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS: METODOLOGIA
  • EXECUÇÃO DAS DIFERENTES ATIVIDADES LÚDICO PEDAGÓGICAS
  • EXECUÇÃO DAS DIFERENTES ATIVIDADES LÚDICO-PEDAGÓGICAS
  • CANÇÕES INFANTIS
  • TÉCNICAS DE DESENHO
  • DESENHO INFANTIL
  • EVOLUÇÃO GRÁFICA
  • PINTURA
  • ORGANIZAÇÃO DA SALA
  • MATERIAIS DE PINTURA
  • EXERCICIOS DE PSICOMOTRICIDADE
  • FUNÇÃO DO ANIMADOR
  • PLANIFICAÇÃO E ESCOLHA DOS JOGOS
  • NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS
  • MODALIDADES DE REPRESENTAÇÃO
  • ROTINAS
  • EXEMPLO DE ROTINA
  • ATIVIDADES DIÁRIAS NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • ATIVIDADES NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • FUNÇÕES DA AUXILIAR DE ACÇÃO EDUCATIVA
  • FUNÇÕES DA AUXILIAR DE AÇÃO EDUCATIVA
  • TAREFAS NO PERÍODO DO SONO
  • TAREFAS NO PERÍODO DA ALIMENTAÇÃO
  • REGRAS NO PERÍODO DA ALIMENTAÇÃO
  • SOCIALIZAÇÃO
  • PAPEL/ESTATUTO
  • CULTURA
  • Direitos da Criança Qualidade na Educação Infantil Ensino de 9 anos
  • O caminho percorrido .....
  • O caminho percorrido...
  • Mudanças no percurso...
  • A criança, parte de uma sociedade, vivendo em nosso país, tem direito:
  • EDUCAÇÃO INFANTIL AS MÚLTIPLAS LINGUAGENS EXPRESSIVAS DAS CRIANÇAS
  • II – A AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA NOVE ANOS
  • TEORIAS DO CURRÍCULO
  • Teorias do Currículo
  • Ponto de partida
  • Um exemplo grego de currículo
  • Currículo e o nascimento da escola moderna
  • O nascimento da escola
  • Surgimento do currículo tradicional
  • Ameaça ao status quo
  • Negação do curricular clássico
  • Currículo inspirado no modelo fabril
  • Por um currículo democrático: Dewey X Bobbit
  • Crise curricular
  • TEORIAS CRÍTICAS DO CURRÍCULO
  • Teoria crítica do currículo
  • Principais autores
  • Teoria da reprodução social: Althusser
  • A Teoria da Reprodução Cultural: Bourdieu e Passeron
  • Violência Simbólica: conceito
  • Habitus
  • Educação
  • Crítica à crítica
  • Contribuição da teoria crítica do currículo
  • Teorias pós-críticas
  • Influências: pós-modernidade e pós-estruturalismo
  • O currículo multiculturalista
  • Pós-estruturalismo
  • TEORIAS DE CURRÍCULO
  • Referências
  • Avaliação por entrevista: a adoção da entrevista como procedimento de avaliação requer a existência de relacionamento amigável entre professor e aluno, para que este se sinta à vontade e não a perceba com temor. A palavra “entrevista” nem precisa ser empregada; o termo coloquial “conversa informal” talvez seja o mais apropriado, inicialmente. (VILLAS BOAS, 2007) REFERÊNCIAS BIBLOIGRÁFICAS http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/avaliacao-continua.htm    ttp://www.marylins.eev.com.br/?area=texto&pg=O+QUE+%C9+PORTF%D3LIO%3F VILLAS BOAS, Benigna Maria de Freitas.. Mo692 Módulo III : A avalição na escola. Universidade de Brasília. Centro de Educação a Distância.Brasília : Universidade de Brasília, 2007.  
  • Autora: Fabiana Ramos de Souza Pedagoga/ Psicopedagoga 2013