Curso Online de Organização da Educação Infantil

Curso Online de Organização da Educação Infantil

O curso destaca a organização da Educação infantil e a metodologia mais adequada para o trabalho na Educação Infantil.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

Por: R$ 29,99
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso destaca a organização da Educação infantil e a metodologia mais adequada para o trabalho na Educação Infantil.

Pedagoga, Psicopedagoga, Pós Graduada em Projetos e Implementação de Educação à Distância, Pós Graduanda em Coordenação Pedagógica, Pós Graduada em Espaços Educadores Sustentáveis e Graduada em Engenharia Ambiental.Atua como Coordenadora Pedagógica na Educação Infantil.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Creche e pré-escola : Objetivos e Funcionamento

    Creche e pré-escola : Objetivos e Funcionamento

    Educação Infantil

  • Da Educação Infantil – LDB 9394/96:

    Art. 29º. A educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até cinco anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.

  • Art. 30º. A educação infantil será oferecida em:

    I - creches, ou entidades equivalentes, para crianças de até três anos de idade;
    II - pré-escolas, para as crianças de quatro a seis anos de idade.

  • Art. 31º. Na educação infantil a avaliação far-se-á mediante acompanhamento e registro do seu desenvolvimento, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental.

  • Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)

    Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)

    Creche e pré-escola diferenciam-se pela idade das crianças incluídas nos programas – a creche se definiria por incluir crianças de 0 a 3 anos e a pré-escola de 4 a 5.

  • Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)

    Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)

    A creche se caracterizaria por uma atuação em “horário integral”, e a pré-escola por um funcionamento semelhante ao da escola, em “meio período” ou turno.

  • A creche e a pré-escola representam alternativas concretas para viabilizar a liberação da mulher (homem) para o mercado de trabalho. Esta etapa não tem caráter meramente assistencial, mas principalmente educativo.

  • Assim, além da garantia do atendimento nutricional, de saúde e de segurança, se reconhece a importância de existirem condições de funcionamento e de recursos materiais e humanos que propiciem benefícios sociais e culturais para as crianças.

  • Nesse sentido, creches e pré-escolas são instituições de educação infantil a que todas as crianças de 0 a 5 anos têm direito.

  • O EDUCAR

    Considerando-se as especificidades afetivas, emocionais, sociais e cognitivas das crianças de zero a seis anos, a qualidade das experiências oferecidas que podem contribuir para o exercício da cidadania devem estar embasadas nos seguintes princípios:

  • O EDUCAR

    O respeito à dignidade e aos direitos das crianças, consideradas nas suas diferenças individuais, sociais, econômicas, culturais, étnicas, religiosas etc.;

    O direito das crianças a brincar, como forma particular de expressão, pensamento, interação e comunicação infantil;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Creche e pré-escola : Objetivos e Funcionamento
  • Infância e educação da criança de 0 a 5 anos: (questões conceituais)
  • Educar significa...
  • Educação infantil: lúdico e educativo
  • Objetivos específicos das creches
  • Devem oferecer
  • Compartimentos
  • Funcionamento
  • PERFIL PROFISSIONAL
  • Governo faz planos de educação para 2011
  • Referência
  • Perspectivas da atualização das Diretrizes Nacionais Curriculares para a Educação Infantil
  • Organização das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil
  • aos conhecimentos de diferentes linguagens, à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e à interação com outras crianças.
  • § 1º Na efetivação desse objetivo, as propostas pedagógicas das instituições de Educação Infantil deverão prever condições para o trabalho coletivo e para a organização de materiais, espaços e tempos que assegurem:
  • § 3º - As propostas pedagógicas da Educação Infantil das crianças filhas de agricultores familiares, extrativistas, pescadores artesanais, ribeirinhos, assentados e acampados da reforma agrária, quilombolas, caiçaras, povos da floresta, devem:
  • Principais desafios
  • O papel dos Conselhos de Educação
  • Processo de implementação das DCNEI nos municípios
  • Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil
  • Questões envolvidas na revisão das DCNEIs
  • METODOLOGIA E DESENVOLVIMENTO
  • Debates preliminares
  • Diretriz
  • Direcionamentos básicos:
  • Caracterização das unidades de Educação Infantil
  • FUNÇÃO SOCIOPOLÍTICA E PEDAGÓGICA DA EDUCAÇÃO INFANTIL (art. 7º)
  • Concepção curricular (Art. 3º)
  • Noção de criança (Art. 4º)
  • As propostas pedagógicas de EI devem respeitar os seguintes princípios:
  • OBJETIVO GERAL DA PROPOSTA PEDAGÓGICA DAS INSTITUIÇÕES DE EI (Art. 8º)
  • PARA ALCANÇAR ESSE OBJETIVO AS PROPOSTAS DEVEM
  • AS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS DAS INSTITUIÇÕES DE EI DEVEM ASSEGURAR:
  • EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGENS
  • EDUCAÇÃO INFANTIL INDÍGENA
  • EDUCAÇÃO INFANTIL DO/NO CAMPO
  • SOBRE A AVALIAÇÃO (ART.10)
  • TRANSIÇÃO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL
  • VALÊNCIAS DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • INSTITUIÇÕES DE APOIO À INFÂNCIA E JUVENTUDE
  • OBJECTIVOS EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Artigo 10.º da Lei n.º 5/97
  • OBJECTIVOS ESPECÍFICOS DOS CATL (Despacho Normativo nº 96/89 de 21 de Outubro de 1989, Norma II):
  • CRECHE
  • ESTABELECIMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
  • ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS
  • ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS: METODOLOGIA
  • EXECUÇÃO DAS DIFERENTES ACTIVIDADES LÚDICO PEDAGÓGICAS
  • EXECUÇÃO DAS DIFERENTES ACTIVIDADES LÚDICO-PEDAGÓGICAS
  • CANÇÕES INFANTIS
  • TÉCNICAS DE DESENHO
  • DESENHO INFANTIL
  • EVOLUÇÃO GRÁFICA
  • PINTURA
  • ORGANIZAÇÃO DA SALA
  • MATERIAIS DE PINTURA
  • EXERCICIOS DE PSICOMOTRICIDADE
  • FUNÇÃO DO ANIMADOR
  • PLANIFICAÇÃO E ESCOLHA DOS JOGOS
  • NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS
  • MODALIDADES DE REPRESENTAÇÃO
  • ROTINAS
  • EXEMPLO DE ROTINA
  • ATIVIDADES DIÁRIAS NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • ATIVIDADES NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • ACTIVIDADES NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • ATIVIDADES NAS ENTIDADES DE APOIO À INFÂNCIA
  • FUNÇÕES DA AUXILIAR DE AÇÃO EDUCATIVA
  • TAREFAS NO PERÍODO DO SONO
  • TAREFAS NO PERÍODO DA ALIMENTAÇÃO
  • REGRAS NO PERÍODO DA ALIMENTAÇÃO
  • SOCIALIZAÇÃO
  • PAPEL/ESTATUTO
  • CULTURA
  • Direitos da Criança Qualidade na Educação Infantil Ensino de 9 anos
  • O caminho percorrido .....
  • O caminho percorrido...
  • Mudanças no percurso...
  • A criança, parte de uma sociedade, vivendo em nosso país, tem direito:
  • EDUCAÇÃO INFANTIL AS MÚLTIPLAS LINGUAGENS EXPRESSIVAS DAS CRIANÇAS
  • II – A AMPLIAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA NOVE ANOS
  • TEORIAS DO CURRÍCULO
  • Teorias do Currículo
  • Ponto de partida
  • Um exemplo grego de currículo
  • Currículo e o nascimento da escola moderna
  • O nascimento da escola
  • Surgimento do currículo tradicional
  • Ameaça ao status quo
  • Negação do curricular clássico
  • Currículo inspirado no modelo fabril
  • Por um currículo democrático: Dewey X Bobbit
  • Crise curricular
  • TEORIAS CRÍTICAS DO CURRÍCULO
  • Teoria crítica do currículo
  • Principais autores
  • Teoria da reprodução social: Althusser
  • A Teoria da Reprodução Cultural: Bourdieu e Passeron
  • Violência Simbólica: conceito
  • Habitus
  • Educação
  • Crítica à crítica
  • Contribuição da teoria crítica do currículo
  • Teorias pós-críticas
  • Influências: pós-modernidade e pós-estruturalismo
  • O currículo multiculturalista
  • Pós-estruturalismo
  • TEORIAS DE CURRÍCULO
  • Referências
  • Avanços e recuos na trajetória da história da Educação Infantil no Brasil
  • Os primeiros passos da Educação Infantil no Brasil
  • A proclamação da República
  • Criação de uma série de instituições de educação infantil
  • Movimento operário (dec. De 20 e 30)
  • Na década de 1940 as propostas de “proteção à infância” estavam marcadas:
  • Na década de 1950
  • Década de 1960
  • Política de ajuda governamental às entidades filantrópicas e assistenciais ou as iniciativas comunitárias:
  • Década de 1970
  • A ida das mulheres de classe média para o mercado de trabalho
  • Final da década de 1970 e inicio dos anos 80
  • Década de 1980
  • Década de 1990
  • Avanços da LDB:
  • FUNDEB
  • questões polêmicas
  • Coexistência de diferentes espaços e modelos de formação de professores para a educação infantil
  • 1998 – Formulado pelo MEC o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil
  • RCNEI
  • Questionamentos
  • Alguns desafios
  • Questionamento inicial:
  • Relação com a comunidade o espaço é social
  • A VEZ E A VOZ DA CRIANÇA NO PROJETO PEDAGÓGICO: AS MÚLTIPLAS LINGUAGENS
  • Obrigada a todos!!! Fabiana Ramos de Souza Pedagoga, Psicopedagoga, Especialista em Projeto, Gestão e implementação de Educação à distância, Graduanda de Engenharia Ambiental – UFSCAR. 2013