Curso Online de Fundamentos da Educação Inclusiva
5 estrelas 100 alunos avaliaram

Curso Online de Fundamentos da Educação Inclusiva

Este curso tem como objetivo colocar em prática uma nova definição, tornando a educação capaz de acolher todo indivíduo, independente das...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 40 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso tem como objetivo colocar em prática uma nova definição, tornando a educação capaz de acolher todo indivíduo, independente das diferenças, eliminando os preconceitos existentes entre os diversos povos e culturas.

O IEP (Programa de Ensino Interdisciplinar) foi criado com a finalidade de oferecer cursos educacionais regulares, especiais e de capacitação em situações que refletem as necessidades da sociedade. O objetivo do Programa é oferecer, a todos os alunos, um material para suplementar seus estudos e avaliar seus conhecimentos, aperfeiçoando-se e qualificando-se cada vez mais com qualidade na modalidade EAD, ou seja, cursos de formação virtual dedicada ao ensino a distância. Com fundamentos em parâmetros interdisciplinares e contextuais, o IEP organizou seu quadro curricular para a Formação Interdisciplinar em vários cursos interdisciplinares, com conteúdos abrangentes a temáticas interdisciplinares oportunas, com apropriadas cargas horárias, e que estão organizados em interface interativa que exige a dedicação dos alunos. O IEP será constantemente alimentado com conteúdos ? novos cursos, seminários, congressos, palestras e fóruns on line, além de outros materiais. Por isso, não deixe de acessá-lo sempre.


- Jorge Freitas Aires

- Adriana Camargo Garcia

"Os cursos da Buzzero são excelentes, já participei de vários"

- Katia Messias Cunha

- Marileide Alves Feitoza Rozendo

- Maria Aparecida Gomes De Lima

"O curso foi ótimo.Atendeu minhas expectativas."

- Adriana Aparecida De Oliveira

"O curso foi ótimo.Atendeu as minhas expectativas."

- Adriana Aparecida De Oliveira

- Marcio Ramaldes Fonseca

"O curso foi ótimo, embasado com teóricos de renome e com bastante dicas"

- Nara Raquel Bezerra De Sousa Lima

- Cleice Karine Griebler Duarte

"Boa tarde!!! Gostei bastante do curso"

- Marimarcia Brito Mueller

"Otimo,me ajudou bastante"

- Maria Aparecida Oliveira De Jesus Silva

- Rosangela Nieiro Capucho

- Nalva Atanásio

"ótimo"

- Adriana Santos Da Silva

"Eu gosteio foi excelente."

- Maria Helenilda De Sousa

"muito bom"

- Claudiana Mendes Figueiredo

- Jane Lopes Da Silva Biaggii

- Claudia Roberta Pelegrini Da Silva

- Priscila Rocha Fernandes Dos Anjos

"muito,bom o curso bem explicado,com bastante informação."

- Vanda Regio De Lara

- Lucineide De Brito Feitosa

- Patricia Justo Machado

"excelente, gostaria de fazer vários nesta área, e pagaria por eles quanto fosse."

- Alisson Barros Alves

- Catarina Do Rosário

- Andréa Da Silva Almeida

"Nossa, amei o conteúdo, muito bom mesmo e já indiquei a várias amigas, o conteúdo dele é excelente para o trabalho na educação, obrigadão mesmo por ter fornecido este curso...ameiiiiiiiiiiii"

- Patrícia Cristina De Lima

- Vanessa Rodrigues Da Costa

"maravilhoso um conteudo bom e muito produtivo"

- Silvia Regina De Oliveira

- PatrÍcia Regina Costa Leite Baioco Cruz

- Francisca Pereira De Lima

- Marilia Piconi Longo

- Luciana Brisola Temporini

"O curso foi muito instrutivo é uma pena que tenha que atingir nota máxima para passar. Acertei 8 questões e não consegui atingir os 100% necessário para concluir o curso e imprimir o certificado."

- Carla Fabiane Pereira

- Solange Pereira Dos Santos

"excelente,adorei"

- Francisca Salileia Rodrigues Amaro

- Newdelia M. Reis Moraes

"Um excelente curso, principalmente para quem tem interesse na área....."

- Ana Paula

- Gervania Nascimento Gois

- Patrícia Alves

"O CURSO FOI DE GRANDE VALIA PARA MIM POIS,APRENDIR MUITO E ESPERO QUE VOCES DIVUGA-SE MAIS CURSOS PARA QUE POSAMOS FAZER MAIS."

- Sinara Maria Santos

- Meirilopesteixeira

- Luciane De Freitas Oliveira

"excelente"

- Lucilene Maria Da Silva Gomes

- FabrÍcia Dos Santos Eskelsen

- Paula Oliveira Ferrianci

"Otimo!!!!!!!!!!!!!!!"

- Tania Aparecida Ferreira Lima

- Merci Aparecida Gonçalves Martins

- Simone Rodrigues Catarino

- Gláucia Aparecida Gomes Soares

- Denise De Morais Pina

"gostei muito."

- Edivania Soares Ribeiro Massuia

"Estou terminando meu tcc e esse curso contribuiu bastante.Eu recomendo!"

- Adeir Pires Coelho

"bem explicativo,rapido e gratuito;quer melhor?"

- Maria De Fatima Costa Isidorio

- Diene Alves Parente Sabino

- Sabrina Paiva Barbosa

- Denise Aparecida Pires Correa

- Simone Da Silva

"ótimo"

- Roselene Da Silva Maurina

"Achei o curso muito bom."

- Antonia Valquiria Torrezan Borba

- Josefina De Jesus Chaves Mota

- Dorvileia Sobrinho Costa

- Vanessa Teixeira Vecchi Da Silva

- Vanessa Souza Santos

"adorei o curso foi muito importante. Me ajudou bastante, so tenho a agradecer,muito obrigada."

- Maria Cicera Silva Soares

"Perfeito Curso!! Ele abrange com clareza o percauso da educação pedagógica...."

- Luis Fábio Castro Ferreira

- Roberta Coelho De Oliveira

- Ana Maria Aparecida Martins

- Estela Cáceres Franco

"Ainda estou no processo de desenvolvimento do curso, pelo conteudo lido até o momento, posso dizer que estou gostando muito, o tema é pertinente e vem sendo colocado de maneira clara e apropriada. Espero que no decorrer continue nesses moldes."

- Patrícia De Souza Vieira Damaceno

- Eliete Aparecida Lopes Mendes

- Cleiry Lilian Silva

- Silvana De Lourdes Da Costa Santos

- Ana Paula Melchiori

- Cássia Regina Pelligrino

"Foi ótimo"

- Risonete Gouveia Alves

- Rosângela Beatris Da Silva Filereno

"muito coerente o curso estou fazendo pedagogia e este curso me ajudou muito"

- Rosa Eterna ArÊba

- Maria Cristina De Almeida Pereira

"Foi de muita valia. O curso é muito bom, seu conteúdo é de fácil compreensão."

- Andréa Beraldo Ribeiro

- Solange Pereira Dos Santos

- Joseane Ricarda Santos

"Só gostaria de fazer novamente!"

- Luciana Xavier Da Silva

"muito bom, me dispertou a querer conhecer mais, para por em pratica."

- José Eduardo De Santana

- Leda Mara Mierro

"muito bom..."

- Bianca Oliveira

"Consegui ampliar meus conhecimentos."

- Roseli Oliva Ferreira

- Mainara Guse

- Erika Benjamin Teles

- Rosimeire De Souza Apolinario

- Cleuzimar Gomes De Siqueira

"Um curso que nos ajuda a entender onde temos problemas na educação e o que devemos fazer para resolvê-los"

- Cinthia Rodrigues Dos Santos Silva

- Dayane Neres Da Silva

- Samantha Carvalho Vieira Fernandes

"Muito bom aprendi mt com o curso."

- Rafaela Aniceto Da Silva

- João Carlos Dos Santos

- Debora Cavalcante De Souza Ramalho

- Luciana Tomaz Da Silva Aquino Mendes

"o conteudo é muito grande e achei que na hora da avaliação levou muito tempo para carregar as questoes"

- Paula Fernandes Santos Da Silva

- Ana Paula Nascimento Soares

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Fundamentos da Educação Inclusiva

    fundamentos da educação inclusiva

  • A Inclusão como uma Força para a Renovação da Escola

    a recuperação do sentido de nosso ofício de mestre não passará por desprezar a função de ensinar, mas reinterpretá-la na tradição mais secular, no ofício de ensinar a ser humanos. podemos aprender a ler, escrever sozinhos, podemos aprender geografia e a contar sozinhos, porém não aprendemos a ser humanos sem a relação e o convívio com outros humanos que tenham aprendido essa difícil tarefa. que nos ensinem essas artes, que se proponham e planejem didaticamente essas artes. que sejam pedagogos, mestres desse humano ofício. (arroyo, 2000, p. 54)

    a inclusão como uma força para a renovação da escola

  • Visão Geral Histórica das Leis da Educação Inclusiva

    1948 – declaração universal dos direitos humanos
    "todos os seres humanos nascem livres e iguais, em dignidade e direitos...(art. 1°.), ...sem distinção alguma, nomeadamente de raça, de cor, de sexo, de língua, de religião, de opinião política ou outra, de origem nacional ou social, de fortuna, de nascimento ou de qualquer outra situação" (art. 2°.).
    em seu artigo 7°., proclama que "todos são iguais perante a lei e, sem distinção, têm direito a igual proteção da lei...".

    visão geral histórica das leis da educação inclusiva

  • no artigo 26°, proclama, no item 1, que "toda a pessoa tem direito à educação. a educação deve ser gratuita, pelo menos a correspondente ao ensino elementar fundamental. o ensino elementar é obrigatório. o ensino técnico e profissional deve ser generalizado..";
    no item 2, estabelece que "educação deve visar à plena expansão da personalidade humana e ao reforço dos direitos do homem e das liberdades fundamentais e deve favorecer a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e todos os grupos raciais ou religiosos..."

    visão geral histórica

  • o artigo 27° proclama, no item 1, que "toda a pessoa tem o direito de tomar parte livremente na vida cultural da comunidade, de usufruir as artes e de participar no progresso científico e nos benefícios que deste resultam".
    de maneira geral, esta declaração assegura às pessoas com deficiência os mesmos direitos à liberdade, a uma vida digna, à educação fundamental, ao desenvolvimento pessoal e social e à livre participação na vida da comunidade.

    visão geral histórica

  • 1990 – Declaração de Jomtien

    os países relembram que "a educação é um direito fundamental de todos, mulheres e homens, de todas as idades, no mundo inteiro".
    declararam, também, entender que a educação é de fundamental importância para o desenvolvimento das pessoas e das sociedades, sendo um elemento que "pode contribuir para conquistar um mundo mais seguro, mais sadio, mais próspero e ambientalmente mais puro, e que, ao mesmo tempo, favoreça o progresso social, econômico e cultural, a tolerância e a cooperação internacional".

    1990 – declaração de jomtien (conferência mundial sobre educação para todos – tailândia)

  • tendo isso em vista, ao assinar a declaração de jomtien, o brasil assumiu, perante a comunidade internacional, o compromisso de erradicar o analfabetismo e universalizar o ensino fundamental no país.
    para cumprir com este compromisso, o brasil tem criado instrumentos norteadores para a ação educacional e documentos legais para apoiar a construção de sistemas educacionais inclusivos, nas diferentes esferas públicas: municipal, estadual e federal.

    declaração de jomtien

  • 1994 – Declaração de Salamanca

    nela, os países signatários, dos quais o brasil faz parte, declararam:
    todas as crianças, de ambos os sexos, têm direito fundamental à educação e que a elas deve ser dada a oportunidade de obter e manter um nível aceitável de conhecimentos;
    cada criança tem características, interesses, capacidades e necessidades de aprendizagem que lhe são próprios;
    os sistemas educativos devem ser projetados e os programas aplicados de modo que tenham em vista toda a gama dessas diferentes características e necessidades;
    as pessoas com necessidades educacionais especiais devem ter acesso às escolas comuns, que deverão integrá-las numa pedagogia centralizada na criança, capaz de atender a essas necessidades;

    1994 – declaração de salamanca (conferência mundial sobre necessidades educativas especiais – espanha)

  • as escolas comuns, com essa orientação integradora, representam o meio mais eficaz de combater atitudes discriminatórias, de criar comunidades acolhedoras, construir uma sociedade integradora e dar educação para todos;
    a declaração se dirige a todos os governos, incitando-os a:
    dar a mais alta prioridade política e orçamentária à melhoria de seus sistemas educativos, para que possam abranger todas as crianças, independentemente de suas diferenças ou dificuldades individuais;
    adotar, com força de lei ou como política, o princípio da educação integrada, que permita a matrícula de todas as crianças em escolas comuns, a menos que haja razões convincentes para o contrário;

    declaração de salamanca

  • criar mecanismos descentralizados e participativos, de planejamento, supervisão e avaliação do ensino de crianças e adultos com necessidades educacionais especiais;
    promover e facilitar a participação de pais, comunidades e organizações de pessoas com deficiência, no planejamento e no processo de tomada de decisões, para atender a alunos e alunas com necessidades educacionais especiais;
    assegurar que, num contexto de mudança sistemática, os programas de formação do professorado, tanto inicial como contínua, estejam voltados para atender às necessidades educacionais especiais, nas escolas integradoras.

    declaração de salamanca

  • a assembléia geral das nações unidas sobre a criança, analisou a situação mundial da criança e estabeleceu metas a serem alcançadas.
    entendendo que a educação é um direito humano e um fator fundamental para reduzir a pobreza e o trabalho infantil e promover a democracia, a paz, a tolerância e o desenvolvimento, deu alta prioridade à tarefa de garantir que, até o ano de 2015, todas as crianças tenham acesso a um ensino primário de boa qualidade, gratuito e obrigatório e que terminem seus estudos.
    ao assinar esta declaração, o brasil comprometeu-se com o alcance dos objetivos propostos, que visam a transformação dos sistemas de educação em sistemas educacionais inclusivos.

    declaração de salamanca


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Fundamentos da Educação Inclusiva
  • A Inclusão como uma Força para a Renovação da Escola
  • Visão Geral Histórica das Leis da Educação Inclusiva
  • 1990 – Declaração de Jomtien
  • 1994 – Declaração de Salamanca
  • 1999 – Declaração da Guatemala
  • O Brasil e as Leis da Educação Inclusiva
  • CENSO 2000
  • Inclusão: Benefício para todos
  • PLANEJAMENTO E AÇÃO DOCENTE
  • O que é planejamento?
  • PLANO
  • PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
  • CULTURA NEGATIVA EM RELAÇÃO AO PLANEJAMENTO
  • É PRECISO RE-SIGNIFICAR A PRÁTICA DO PLANEJAMENTO
  • PLANEJAMENTO ESCOLAR
  • TEORIAS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS
  • Sócrates através de Platão 470 – 399 a.C.
  • O mito da caverna
  • O QUE NOS DIZ O MITO?
  • São Tomás de Aquino 1224 a 1274
  • Aprender é um ato Mecânico ou Autopoiético?
  • A escolástica
  • Jean Jacques Rousseau – 1712 - 1778
  • Pedagogia Renovada ou Escola Nova
  • Construtivismo pós-piagetiano
  • Complexidade e Transdisciplinaridade
  • PEDAGOGIA DAS COMPETÊNCIAS
  • CONSTRUTIVISMO
  • A ESCOLA E O DESENVOLVIMENTO DO PSIQUISMO
  • TRABALHO COLETIVO
  • Visão tradicional – aluno passivo; professor como detentor e transmissor do saber; objetivo: recepção e retenção dos conteúdos da aprendizagem, sem criticidade da realidade que o cerca. Visão atual – aluno ativo; professor mediador; ênfase na exploração e na descoberta; objetivo: apropriação e compreensão dos conteúdos das aprendizagens e no desenvolvimento do raciocínio e do pensamento (Consed, Progestão: 2001, p.22).
  • Roteiro de Análise das Avaliações
  • Avaliação na ótica do exame
  • Indisciplina na Escola: Alternativas teóricas e práticas
  • Relação professor-aluno
  • Causas de Indisciplina
  • Moralidade e indisciplina
  • Categorias comunicacionais
  • Ensinar e aprender na escola: O que sabemos hoje?
  • Princípios de aprendizagem
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  • RESPONSABILIDADE PELA NÃO APRENDIZAGEM
  • A DIFERENÇA NA ESCOLA
  • ESCOLAS INCLUSIVAS