Curso Online de FERRAMENTAS DE QUALIDADE

Curso Online de FERRAMENTAS DE QUALIDADE

A Equipe Promovendo Conhecimento está melhorando os cursos e aceitamos sujestoes e criticas via painel de contato O curso oferecido ac...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 30 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A Equipe Promovendo Conhecimento está melhorando os cursos e aceitamos sujestoes e criticas via painel de contato

O curso oferecido acima é totalmente completo e garantimos que os usuarios tenham um excelente desempenho e aprendizado

Atenciosamente,
Promovendo Conhecimento

ESTAMOS OFERECENDO CURSOS DE TODAS AS AREAS A MAIORIA DELES EM TI (TECNOLOGIA DA INFORMAÇAO) POREM OFERECEMOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, GESTÃO EM GERAL, ANALISE, DESENVOLVIMENTO, ENGENHARIA E MUITOS OUTROS CONFIRAM



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • FERRAMENTAS DA QUALIDADE

    ferramentas da qualidade

  • definição

    são ferramentas, algumas simples, outras mais complexas, que permitem trabalhar e analisar não apenas informações numéricas (dados quantitativos), mas também informações verbais (dados qualitativos).

    as ferramentas auxiliam no planejamento, organização e análise de dados.

    ferramentas da qualidade

  • as ferramentas de solução de problemas podem ajudar a:

    trabalhar em equipe;

    contribuir com suas idéias e sugestões de maneira efetiva;

    classificar e analisar dados;

    pensar de forma criativa;

    aumentar a efetividade do seu trabalho diário, etc.

    ferramentas da qualidade

  • brainstorming
    tempestade de idéias

  • brainstorming

    de autoria de alex osborn, o brainstorming (ou "tempestade de idéias") mais que uma técnica de dinâmica de grupo é uma ferramenta para geração de novas idéias, conceitos e soluções para qualquer assunto ou problema, num ambiente livre de críticas e de restrições à imaginação.

    foi difundida e inserida em diversas áreas tais como: educação, negócios, publicidade, propaganda e outras situações técnicas.

    pode ser utilizada para: desenvolvimento de novos produtos, idéias, gestão de processos, projetos, formação de equipes, etc.

  • como usar o brainstorming?

    prepare o grupo: esclareça para o grupo (equipes de 4 a 8 pessoas) os propósitos da sessão de brainstorming e as cinco regras que devem ser seguidas:

    suspensão do julgamento: estão proibidos os debates e as críticas às idéias apresentadas, pois causam inibições e desvios dos objetivos;

    2. quantidade é importante: quanto mais idéias, melhor;

    3. liberdade total: nenhuma idéia é suficientemente esdrúxula para ser desprezada. pode ser que ela sirva de ponte para idéias originais e inovadoras;

    4. mudar e combinar: em qualquer momento, é permitido que alguém apresente uma idéia que seja uma modificação ou combinação de idéias já apresentadas por outras pessoas do grupo. contudo, as idéias originais devem ser mantidas.

    5. igualdade de oportunidade: assegure-se de que todos tenham a chance de apresentar suas idéias.

  • como usar o brainstorming?

    defina o problema:

    a clara definição do problema é um dos pontos mais importantes e, freqüentemente, um dos mais negligenciados. descreva o problema para o qual estão procurando idéias e assegure que todos o tenham compreendido. uma boa medida é escrever a definição de forma que o grupo possa vê-la.

    geração de idéias:

    nesta etapa as idéias são criadas e anotadas. siga os seguintes passos:

    1. estabeleça o tempo máximo de duração da sessão de geração de idéias (indicado de 30 a 60 minutos);

    2. comunique o tópico a ser analisado na forma de uma pergunta e assegure-se que todos o entendam;

  • como usar o brainstorming?

    conceda alguns minutos para que todos pensem sobre a pergunta e peça que eles apresentem suas idéias. defina se as idéias serão solicitadas de forma estruturada ou não estruturada:

    estruturada: o facilitador define uma seqüência de maneira que cada pessoa contribua com uma idéia em cada rodada. se a pessoa não tem uma idéia, passa a vez.

    não estruturada: as pessoas apresentam suas idéias à medida que vão surgindo. este método requer que o facilitador monitore de perto o processo para assegurar que todas as pessoas tenham a chance de participar.

    4. anote as idéias e disponha-as de forma que todos possam vê-las. isto evita duplicidades, mal entendidos e ajuda a estimular o pensamento criativo no grupo.

    anote as idéias exatamente como foram faladas. não as interprete e tente obter uma lista mais longa possível até que todos os participantes tenham esgotado suas idéias ou que o tempo tenha expirado.

  • como usar o brainstorming?

    5. terminada a sessão de geração, esclareça o significado das idéias apresentadas e pergunte se alguém tem dúvidas. nesse caso, você pode pedir ao autor da idéia que a explique melhor.

    6. se alguma idéia se repetir, você deve combiná-la ou eliminá-la desde que, para isto, obtenha a concordância de seu autor. se não concordarem, mantenha as idéias intactas e separadas.

    após o brainstorming:

    reúna as idéias afins e as classifique em temas e categorias;
    selecione as melhores idéias para serem analisadas, melhoradas e aproveitadas;
    dê ao grupo um feedback sobre o resultado final do brainstorming e mostre como suas contribuições foram valiosas.

  • como usar o brainstorming?

    variações:

    brainwriting: as idéias são anotadas em tiras de papel e passadas ao facilitador que as anota numa folha de flipchart, sem identificar os autores.

    brainstorming individual: algumas pessoas pensam melhor quando trabalham sozinhas. neste caso, elas podem usar as regras do brainstorming para apoiar a geração de idéias.

  • diagrama de ishkawa

    também é conhecido como: espinha-de-peixe, diagrama causa-efeito ou diagrama 6m, pois em sua estrutura, todos os tipos de problemas podem ser classificados como sendo de seis tipos diferentes: método, matéria-prima, mão-de-obra, máquinas, medição, meio ambiente.

    este sistema permite estruturar hierarquicamente as causas de determinado problema ou oportunidade de melhoria, bem como seus efeitos sobre a qualidade. permite também estruturar qualquer sistema que necessite de resposta de forma gráfica e sintética.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • FERRAMENTAS DA QUALIDADE
  • GUT – GRAVIDADE URGÊNCIA E TENDÊNCIA
  • Quando não se entende o processo:
  • FLUXOGRAMA
  • FLUXOGRAMA (SIMBOLOGIA)
  • CRONOGRAMA (GRÁFICO DE GANTT)