Curso Online de Nova Ortografia

Curso Online de Nova Ortografia

O que mudou na acentuação gráfica;hifen,acento difer.encial

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O que mudou na acentuação gráfica;hifen,acento difer.encial

Graduada em Língua Portuguesa e Pós- graduada e educação: Supervisão Escolar. Professora de Educação Básica: Ensino Médio



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Língua Portuguesa

    língua portuguesa

    nova ortografia

  • 1. Mudanças no alfabeto

    1. mudanças no alfabeto

    o alfabeto passa a ter 26 letras. foram reintroduzidas as letras k, w e y.

    o alfabeto completo passa a ser:
    a b c d e f g h i j k l m n
    o p q r s t u v w x y z

  • as letras k, w e y, que na verdade não tinham desaparecido da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em várias situações. por exemplo:
    na escrita de símbolos de unidades de medida: km (quilômetro), kg (quilograma), w (watt);
    b) na escrita de palavras estrangeiras (e seus derivados): show, playboy, playground, windsurf, kung fu, yin, yang, william, kaiser, kafka, kafkiano

  • 2. Trema

    2. trema

    não se usa mais o trema (¨), sinal colocado sobre a letra u ( átono) para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos gue, gui, que, qui.

  • como era

    como fica

    agüentar
    argüir
    belíngüe
    cinqüenta
    delinqüente
    eloqüente
    ensangüentado
    eqüestre
    freqüente
    lingüeta

    aguentar
    arguir
    belingue
    cinquenta
    delinquente
    eloquente
    ensanguentado
    equestre
    frequente
    lingueta

  • lingüiça
    qüinqüênio
    sagüi
    seqüência
    seqüestro
    tranqüilo




    lingüiça
    quinquênio
    sagui
    sequência
    sequestro
    tranquilo

    atenção: o trema permanece apenas nas palavras estrangeiras e em suas derivadas. exemplos: müller, mülleriano.

  • 3.Mudanças nas regras de acentuação

    3.mudanças nas regras de acentuação

    não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).
    atenção: essa regra é válida somente para palavras paroxítonas. assim, continuam a ser acentuadas as palavras oxítonas e os monossílabos tônicos terminados em éis e ói(s).
    exemplos:
    papéis, herói, heróis, dói (verbo doer), sóis etc.

  • como era

    como fica

    alcalóide
    alcatéia
    andróide
    jibóia
    apóia
    apóio
    asteróide
    bóia
    colméia
    basiléia

    alcaloide
    alcateia
    androide
    jiboia
    apoia
    apoio
    asteroide
    boia
    colmeia
    basileia

  • 3.1. nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no i e no u tônicos quando vierem depois de um ditongo decrescente.
    atenção:
    3.2. se a palavra for oxítona e o i ou o u estiverem em posição final (ou seguidos de s), o acento permanece. exemplos: tuiuiú, tuiuiús, piauí;
    3.3 se o i ou o u forem precedidos de ditongo crescente, o acento permanece.
    exemplos: guaíba, guaíra.

  • como era

    como fica

    baiúca
    bocaiúva
    cauíla
    feiúra

    baiuca
    bocaiva
    cauila
    feira

  • 3.4. Não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo(s).

    3.4. não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo(s).

    abençôo
    crêem (verbo crer)
    dêem (verbo dar)
    dôo (verbo doar)
    enjôo
    lêem (verbo ler)
    magôo (verbo magoar)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Língua Portuguesa
  • 1. Mudanças no alfabeto
  • 2. Trema
  • 3.Mudanças nas regras de acentuação
  • 3.4. Não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo(s).
  • 4. Não se usa mais o acento que diferenciava os pares :
  • 5. Não se usa mais o acento agudo no u tônico das formas :
  • 6. Há uma variação na pronúncia dos verbos terminados em:
  • 4.Uso do hífen com compostos
  • 4.1. Usa-se o hífen nas palavras compostas que não apresentam elementos de ligação. Exemplos:
  • 4.2. Usa-se o hífen em compostos que têm palavras iguais ou quase iguais, sem elementos de ligação.
  • 4.3. Não se usa o hífen em compostos que apresentam elementos de ligação.
  • 4.4. Usa-se o hífen nos compostos entre cujos elementos há o emprego do apóstrofo.
  • 4.5. Usa-se o hífen nas palavras compostas derivadas de topônimos (nomes próprios de lugares), com ou sem elementos de ligação.
  • 4.6. Usa-se o hífen nos compostos que designam espécies animais e botânicas (nomes de plantas, flores, frutos, raízes, sementes), tenham ou não elementos de ligação.
  • Observações:
  • 5.Uso do hífen com prefixos
  • 5.1. Usa-se o hífen diante de palavra iniciada por h.
  • 5.3. Não se usa o hífen se o prefixo terminar com letra diferente daquela com que se inicia a outra palavra
  • 6. Casos particulares
  • 6.1. Com os prefixos sub e sob, usa-se o hífen também diante de palavra iniciada por r.
  • 6.2. Com os prefixos circum e pan, usa-se o hífen diante de palavra iniciada por m, n e vogal.
  • 6.3. Usa-se o hífen com os prefixos ex, sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró, vice.
  • 6.4. O prefixo “co” junta-se com o segundo elemento, mesmo quando este se inicia por o ou h. Neste último caso, corta-se o h. Se a palavra seguinte começar com r ou s, dobram-se essas letras.
  • 6.5. Com os prefixos pre e re, não se usa o hífen, mesmo diante de palavras começadas por e.
  • 6.6. Na formação de palavras com ab, ob e ad, usa-se o hífen diante de palavra começada por b, d ou r
  • 7.Outros casos do uso do hífen
  • 7.1. Não se usa o hífen na formação de palavras com não e quase
  • 7.2. Com mal*, usa-se o hífen quando a palavra seguinte começar por vogal, h ou l.
  • 7.3. Usa-se o hífen com sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas, como açu, guaçu, mirim.
  • 7.4. Usa-se o hífen para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam,formando não propriamente vocábulos, mas encadeamentos vocabulares.
  • 7.5. Para clareza gráfica, se no final da linha a partição de uma palavra ou combinação de palavras coincidir com o hífen, ele deve ser repetido na linha seguinte.
  • 8.Bibliografia: