Curso Online de Novas Regras da Ortografia

Curso Online de Novas Regras da Ortografia

Objetivo e uma breve demonstração sobre as alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 39,05
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Objetivo e uma breve demonstração sobre as alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste.

FORMADA EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR ,PEDAGOGIA ,LETRAS,TÉCNICA EM TERAPIAS ORIENTAIS, CONSULTORA DE VENDAS,CULINÁRIA E PALESTRANTE DE AUTO-AJUDA



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • GUIA PRÁTICO

    NOVAS REGRAS
    DA ORTOGRAFIA

  • Apresentação

    Apresentação

    Este guia é composto de alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste.
    No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo Legislativo nº 54, de 18 de abril de 1995.

  • Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

    Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

    Objetivo do Acordo:
    Defender a unidade essencial da Língua Portuguesa e o seu prestígio internacional.

  • Mudanças no alfabeto

    Mudanças no alfabeto

    O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser:
    A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
    As letras k, w e y, que na verdade não tinham desaparecido da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em várias situações. Por exemplo:
    na escrita de símbolos de unidades de medida:
    km (quilômetro),
    kg (quilograma),
    W (watt);
    na escrita de palavras e nomes estrangeiros (e seus derivados):
    show, playboy, playground, windsurf, kung fu, yin, yang, William, kaiser, Kafka, kafkiano.
     

  • Mudanças nas Regras de Acentuação

    Mudanças nas Regras de Acentuação

    Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).

    ANTES DA REFORMA DEPOIS DA REFORMA
    Alcalóide alcaloide
    alcatéia alcateia
    Andróide androide
    apóia (verbo apoiar) apoia
    apóio (verbo apoiar) apoio
    asteróide asteroide
    bóia boia
    celulóide celuloide
    Clarabóia claraboia
    Colméia colmeia
    Coréia Coreia
    Debilóide debiloide

  • Epopéia epopeia
    Estóico estoico
    Estréia estreia
    estréio (verbo estrear) estreio
    geléia geleia
    Heróico heroico
    idéia ideia
    Jibóia jiboia
    Jóia joia
    odisséia odisseia
    paranóia paranoia
    paranóico paranoico
    Platéia plateia
    Tramóia tramoia

  • Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no I e no U tônicos quando vierem depois de um ditongo.

    Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no I e no U tônicos quando vierem depois de um ditongo.

    ANTES DEPOIS
    Baiúca baiuca
    Bocaiúva Bocaiuva
    cauíla cauila
    Feiúra feiura

    O ACENTO PERMANECE QUANDO:
    a palavra for oxítona e o I ou o U estiverem em posição final ou seguidos de s. Exemplos: tuiuiú, tuiuiús, Piauí.

  • NÃO SE USA MAIS O ACENTO DAS PALAVRAS TERMINADAS EM ÊEM E ÔO(S)

    NÃO SE USA MAIS O ACENTO DAS PALAVRAS TERMINADAS EM ÊEM E ÔO(S)

  • Acentos diferenciais que não serão mais usados:

    Acentos diferenciais que não serão mais usados:

    • péla (do verbo pelar) e pela (a união da preposição com o artigo);
    • pólo (o substantivo) e polo (a união antiga e popular de por e lo);
    • pélo (do verbo pelar) e pêlo (o substantivo);
    • pêra (o substantivo) e péra (o substantivo arcaico que significa pedra), em oposição a pera (a preposição arcaica que significa para);
    • pára (forma verbal), a fim de não confundir com para (a preposição), entre vários outros exemplos.
    • pêra (o substantivo) e péra (o substantivo arcaico que significa pedra), em oposição.
     

  • Portanto, NÃO SE USA MAIS O ACENTO QUE DIFERENCIAVA OS PARES: pára/para, pêlo(s)/pelo(s), pólo(s)/polo(s) e pêra/pera.

    Portanto, NÃO SE USA MAIS O ACENTO QUE DIFERENCIAVA OS PARES: pára/para, pêlo(s)/pelo(s), pólo(s)/polo(s) e pêra/pera.

    ANTES DEPOIS
    Ele pára o carro. Ele para o carro.
    Ele foi ao pólo Norte Ele foi ao polo Norte.
    Esse gato tem pêlos brancos. Esse gato tem pelos brancos.
    Comeram a pêra. Comeram a pera.
    OBS: nem todos os acentos diferenciais foram suprimidos. Sendo assim, tenha sempre muita atenção.

  • FIQUE ATENTO PARA:
    -PERMANECE O ACENTO DIFERENCIAL EM pôde/pode.
    Pôde é a forma do passado do verbo poder (pretérito perfeito do indicativo), na 3a pessoa do singular.
    Pode é a forma do presente do indicativo, na 3a pessoa do singular.
    Ex: Ontem, João não pôde ir ao cinema, mas hoje ele pode.
    Ele pôde chegar mais cedo ontem.  Ele pode chegar tarde hoje.
    - PERMANECE O ACENTO DIFERENCIAL EM pôr/por.
    Pôr é verbo. Por é preposição.
    Ex: Vou pôr o livro na estante que foi feita por mim.
    Você pode pôr o cobertor no armário? 
    Passe o açucareiro, por favor! 
    Você vai por esse caminho? 
    Eu vou por aí.  A garota vai pôr o material escolar sobre a carteira.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,05
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Apresentação
  • Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa
  • Mudanças no alfabeto
  • Mudanças nas Regras de Acentuação
  • Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no I e no U tônicos quando vierem depois de um ditongo.
  • NÃO SE USA MAIS O ACENTO DAS PALAVRAS TERMINADAS EM ÊEM E ÔO(S)
  • Acentos diferenciais que não serão mais usados:
  • Portanto, NÃO SE USA MAIS O ACENTO QUE DIFERENCIAVA OS PARES: pára/para, pêlo(s)/pelo(s), pólo(s)/polo(s) e pêra/pera.
  • VERBOS TER e VIR E SEUS DERIVADOS (manter, deter, reter, conter, convir, intervir, advir etc.) permanecem com os acentos que diferenciam o singular do plural.
  • Oo acento diferencial é sempre CIRCUNFLEXO, e sempre no plural.
  • FORMA/FÔRMA.
  • 1ª - SE FOREM PRONUNCIADAS COM A OU I TÔNICOS, ESSAS FORMAS DEVEM SER ACENTUADAS.
  • Uso do hífen
  • 2. Não se usa o hífen
  • 3-Quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por r ou s. Nesse caso, duplicam-se essas letras. Ex:antirrábico – antirracismo - antirreligioso – antirrugas – antissocial - biorritmo - contrarregra – contrassenso - cosseno – infrassom – microssistema – minissaia – multissecular – neorrealismo - neossimbolista semirreta – ultrarresistente – ultrassom.
  • Quando o prefixo termina por consoante, usa-se o hífen se o segundo elemento começar pela mesma consoante. Ex: hiper-requintado inter-racial inter-regional sub-bibliotecário super-racista super-reacionário super-resistente super-romântico
  • Com o prefixo sub, usa-se o hífen também diante de palavra iniciada por r: sub-região, sub-raça etc.
  • Com os prefixos ex, sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró, usa-se sempre o hífen.
  • Deve-se usar o hífen com os sufixos de origem tupi-guarani: açu, guaçu e mirim. Ex: amoré-guaçu, anajá-mirim, capim-açu.
  • Para clareza gráfica, se no final da linha a partição de uma palavra ou combinação de palavras coincidir com o hífen, ele deve ser repetido na linha seguinte. Exemplos: Na cidade, conta- -se que ele foi viajar. O diretor recebeu os ex-  -alunos.                         -
  • O trema (¨), Não se usa mais o trema (¨), sinal colocado sobre a letra u para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos gue, gui, que, qui.
  • cinqüenta cinquenta delinqüente delinquente eloqüente eloquente ensangüentado ensanguentado eqüestre equestre freqüente frequente lingüeta lingueta lingüiça linguiça qüinqüênio quinquênio sagüi sagui seqüência sequência seqüestro sequestro tranqüilo tranquilo
  • RESUMO REGRAS BÁSICAS DA NOVA ORTOGRAFIA
  • Emprego do hífen com prefixos
  • Pratique Leia as frases a seguir e analise se a palavra destacada está certa ou errada, de acordo com a nova ortografia. Quando terminar, confira o seu desempenho e as respostas comentadas.  
  • Gabarito Comentado