Curso Online de INSPEÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA EM QUEIJOS

Curso Online de INSPEÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA EM QUEIJOS

Este curso destina-se aos profissionais de diversas áreas, como analista de laboratório, queijeiros, técnicos em alimentos, e em laticíni...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 14 horas

De: R$ 100,00 Por: R$ 70,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso destina-se aos profissionais de diversas áreas, como analista de laboratório, queijeiros, técnicos em alimentos, e em laticínios. Neste curso você aprendera Inspeção industrial e sanitária em queijos, sobre origem e histórico dos queijos, definição e classificação dos queijos, composição dos queijos ingredientes, requisitos microbiológicos dos queijos, fatores que afetam a fabricação de queijos, principais prováveis e possíveis causas de defeitos em queijos, e algumas medidas corretivas e preventivas para evitar possíveis defeitos em queijos, e formas de prevenção. Para isso foi elaborado o curso a fim de fornecer subsídios com a finalidade de evitar possíveis defeitos em queijos, durante seu processo de fabricação. Este curso possui 142 slides.

Sou Biológo Licenciado pela Universidade do Estado de Mato Grosso - Unemat, com Especialização em Processamento e Controle de Qualidade em Carnes, Leite e Ovos, pela Universidade Federal de Lavras - UFLA, com 17 (doze) anos de experiência em laticinios, nas mais diverdas aréas, como laboratório Fisico-quimico e Microbiológico,atuando no Controle e na garantia da Qualidade. De 2013 a 2015 trabalhei na area de processamento e no controle de qualidade em um Frigorifico (abatedouro) de Aves, e em uma fabrica de industrializados embutidos de derivados de aves, atuando como Supervisor nas áreas de Processamento Industrial na produção de Linguiças, Salsichas, Mortadelas, Presunto e Apresuntado de frango, e no Controle e Garantia da Qualidade. Em outubro de 2015 a abril de 2019, voltei novamente em laticínio, com produção de queijos: Mussarela, Prato, Provolone, Parmessão, Ricota, Minas Frescal, manteiga, doce de leite em pasta e barra, requeijão cremoso, creme de leite, nata, bebida láctea fermentada e não fermentada,iogurte,coalhada, etc. Atualmente estou trabalhando como supervisor do controle e qualidade em uma rede de supermercado. email para contato: jpdanibio@hotmail.com



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • INSPEÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA EM QUEIJOS

    1

    JOÃO PAULO DANI
    Biólogo CRB: 43.140/01
    Especialista em
    Controle de Qualidade

  • 2

    Olá!

    Sejam bem vindos.
    Neste cursos vamos estudar sobre:
    Inspeção industrial e sanitária em queijos.
    Origem e histórico dos queijos
    Definição e Classificação dos queijos.
    Composição dos queijos ingredientes
    Requisitos Microbiológicos dos queijos
    Fatores que afetam a fabricação de queijos
    As principais prováveis e possíveis causas de defeitos em queijos.
    Algumas medidas corretivas e preventivas para evitar possíveis defeitos em queijos.

    2

    2

    2

    2

  • DEFINIÇÃO DE QUEIJO

    DEFINIÇÃO DE QUEIJO

    3

  • 4

    Entende-se por queijo o produto fresco ou maturado que se obtém por separação parcial do soro do leite ou leite reconstituído (integral, parcial ou totalmente desnatado) ou de soros lácteos, coagulados pela ação física do coalho, enzimas especificas de bactérias específicas, de ácidos orgânicos, isolados ou combinados, todos de qualidade apta para uso alimentar, com ou sem agregação de substâncias alimentícias e/ou especiarias e/ou condimentos, aditivos especificamente indicados, substâncias aromatizantes e matérias corantes”
    (Art. 598 do RIISPOA).

    DEFINIÇÃO DE QUEIJO

  • 5

    DEFINIÇÃO DE QUEIJO

    Entende-se por queijo fresco, o produto obtido da coalhada do leite, e que está pronto para o consumo logo após o termino do seu processo de fabricação.

  • 6

    DEFINIÇÃO DE QUEIJO

    Entende-se por queijo maturado, o produto obtido da coalhada do leite, que logo após o termino do seu processo de fabricação e que sofreu as trocas bioquímicas e físicas necessárias, para a obtenção de suas características próprias da sua variedade de queijo.

  • 7

    DEFINIÇÃO DE QUEIJO

    A denominação de queijo, está reservada única e exclusivamente aos produtos em que a sua base láctea não contenha gordura e/ou proteínas de origem não láctea.

  • ORIGEM E HISTÓRICO DOS QUEIJOS

    ORIGEM E HISTÓRICO DOS QUEIJOS

    8

  • 9

    ORIGEM E HISTÓRICO DOS QUEIJOS

    Os registros mostram que o queijo é um dos alimentos mais antigos da humanidade
    O queijo é um dos alimentos mais antigos de que se tem registro.
    Não se sabe com precisão a data de sua origem, mas acredita-se que tenha surgido por volta de 11.000 a.C., antes mesmo da manteiga.

  • 10

    HISTÓRICO E ORIGEM DOS QUEIJOS

    Consta que os egípcios foram um dos primeiros povos que criaram gado para o uso do leite e do queijo em sua alimentação.
    Também há registros de que, nos banquetes greco-romanos, os queijos eram muito consumidos e, para haver variedade de sabor, começaram a produzi-lo com ervas aromáticas e sementes, entre outras especiarias.

  • 11

    HISTÓRICO E ORIGEM DOS QUEIJOS

    No reinado dos Césares, a fabricação de queijo floresceu e rapidamente se estendeu por toda a Europa.
    O Império Romano era um rico mercado para os queijos e, embora alguns deles fossem produzidos na Itália, era na Suíça que a produção tinha seu maior desenvolvimento, graças à vegetação e às pastagens abundantes dos Alpes.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 70,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • INSPEÇÃO INDUSTRIAL E SANITÁRIA EM QUEIJOS
  • DEFINIÇÃO DE QUEIJO
  • HISTÓRICO E ORIGEM DOS QUEIJOS
  • INTRODUÇÃO
  • CLASSIFICAÇÃO DOS QUEIJOS
  • CLASSIFICAÇÃO DOS QUEIJOS: MATÉRIA GORDA NO EXTRATO SECO
  • CLASSIFICAÇÃO DOS QUEIJOS: UMIDADE
  • COMPOSIÇÃO DOS QUEIJOS INGREDIENTES
  • INGREDIENTES OBRIGATÓRIOS
  • INGREDIENTES OPCIONAIS
  • REQUISITOS MICROBIOLÓGICOS DOS QUEIJOS
  • FATORES QUE AFETAM A FABRICAÇÃO DE QUEIJOS
  • TIPOS DE DEFEITOS EM QUEIJOS
  • QUEIJO “MOLE”
  • QUEIJO COM SABOR AMARGO
  • QUEIJO COM SABOR ÁCIDO DESAGRADÁVEL
  • QUEIJOS COM SABOR DESAGRADÁVEL
  • QUEIJOS COM DESENVOLVIMENTO DE FUNGOS
  • QUEIJOS COM DEFEITOS DE APARÊNCIA
  • QUEIJOS COM TRINCA NA CASCA
  • QUEIJOS COM ESTUFAMENTO TARDIO
  • QUEIJOS COM OLHADURAS GRANDES E IRREGULARES
  • QUEIJOS COM CASCA MELADA OU ESCORREGADIA
  • QUEIJOS COM CASCA DURA
  • QUEIJOS COM BORDA BRANCA
  • QUEIJOS COM EMBALAGEM PLÁSTICA ESTUFADA
  • QUEIJOS COM MANCHAS NA SUPERFÍCIE
  • QUEIJOS QUE DEFORMAM NA SALMOURA
  • QUEIJOS “QUEIMA” NA SALMOURA
  • QUEIJOS MUITO ACIDOS
  • QUEIJOS COM ESTUFAMENTO PRECOCE
  • QUEIJOS COM DEFEITOS DE COLORAÇÃO
  • QUEIJOS COM OLHADURAS MECANICAS
  • QUEIJOS COM PRESENÇA DE MOFOS
  • QUEIJOS COM PRESENÇA DE LEVEDURAS
  • QUEIJOS COM PRESENÇA DE LARVAS
  • QUEIJOS COM ODOR DESAGRADÁVEL
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS