Curso Online de PLANOS PARA  AMOSTRAGEM E  PARA COLETA DE AMOSTRAS DE  ALIMENTOS PARA ANALISES LABORATORIAIS MICROBIOLÓGICAS

Curso Online de PLANOS PARA AMOSTRAGEM E PARA COLETA DE AMOSTRAS DE ALIMENTOS PARA ANALISES LABORATORIAIS MICROBIOLÓGICAS

Este curso destina-se as profissionais de laboratórios nas mais diversas, áreas, tais como: áreas de ensino, de saúde, de laboratórios mi...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 14 horas

Por: R$ 80,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso destina-se as profissionais de laboratórios nas mais diversas, áreas, tais como: áreas de ensino, de saúde, de laboratórios microbiológicos das empresas produtoras de alimentos. Em ambos os casos, é de suma importância haver uma padronização dos planos de coleta de amostragens de alimentos para a realização de ensaios laboratoriais microbiológicos, para que os analistas possam exercer suas atividades com alto índice de confiabilidade em seus ensaios. Para isso foi elaborado este curso a fim de fornecer subsídios para a utilização correta de planos de amostragem para coleta de amostras de alimentos. Este curso possui 140 Slides.

Sou Biológo Licenciado pela Universidade do Estado de Mato Grosso - Unemat, com Especialização em Processamento e Controle de Qualidade em Carnes, Leite e Ovos, pela Universidade Federal de Lavras - UFLA, com 17 (doze) anos de experiência em laticinios, nas mais diverdas aréas, como laboratório Fisico-quimico e Microbiológico,atuando no Controle e na garantia da Qualidade. De 2013 a 2015 trabalhei na area de processamento e no controle de qualidade em um Frigorifico (abatedouro) de Aves, e em uma fabrica de industrializados embutidos de derivados de aves, atuando como Supervisor nas areas de Processamento Industrial na produção de Linguiças, Salsichas, Mortadelas, Presunto e Apresuntado de frango, e no Controle e Garantia da Qualidade. Em outubro de 2015 voltei a para no setor lacteo trabalhando novamente em laticínio, com produção de queijos: Mussarela, Prato, Provolone, Parmessão, Ricota, Minas Frescal, manteiga, doce de leite em pasta e barra, requeijão cremosso, creme de leite, nata, bebida láctea fermentada e não fermentada,iogurte,coalhada, etc. email para contato: jpdanibio@hotmail.com



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • 1

    1

    1

    1

    1

    1

    1

    1

    1

    JOÃO PAULO DANI
    Biólogo CRB: 43.140/01
    Especialista em
    Controle de Qualidade

    PLANOS PARA AMOSTRAGEM
    E PARA COLETA DE AMOSTRAS DE ALIMENTOS PARA
    ANALISES LABORATORIAIS MICROBIOLÓGICAS

    1

  • Olá!

    Sejam bem vindos.
    Neste cursos vamos estudar sobre:
    Planos de amostragem, para coleta de amostras de alimentos.

    2

    2

    2

    2

    2

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    3

  • 4

    4

    4

    4

    4

    4

    4

    4

    4

    1 - INTRODUÇÃO

    4

    Existem vários parâmetros que determinam a qualidade de um alimento, sendo os mais importantes são, sem duvida aqueles que definem as suas características físico-químicas e microbiológicas, merecem destaque.

  • 5

    5

    5

    5

    5

    5

    5

    5

    5

    1 - INTRODUÇÃO

    5

    A avaliação da qualidade microbiológica em alimentos, fornece as informações que permitem avaliar um produto quanto as suas condições de processamento, armazenamento e distribuição para o consumo humano, sua vida útil e quanto ao risco à saúde da população.

  • 6

    6

    6

    6

    6

    6

    6

    6

    6

    1 - INTRODUÇÃO

    6

    Para que uma análise microbiológica, seja conduzida de forma que os seus resultados obtidos permitam um julgamento correto do produto analisado, é necessário que critérios de avaliação sejam claramente estabelecidos.

  • 7

    7

    7

    7

    7

    7

    7

    7

    7

    1 - INTRODUÇÃO

    7

    Esses critérios devem ser definidos de modo a assegurar e permitir uma avaliação segura e válida, relacionada à segurança que o produto oferece para o consumidor e também para o fabricante.

  • 8

    8

    8

    8

    8

    8

    8

    8

    8

    1 - INTRODUÇÃO

    8

    Esses critérios são estabelecidos pela legislação interna de cada pais, e também em nível internacionais, por um conjunto de órgãos, através que formam a Comissão do Codex Alimentarius.

  • 9

    9

    9

    9

    9

    9

    9

    9

    9

    1 - INTRODUÇÃO

    9

    De acordo com o Codex Alimentarius, os seguintes critérios itens compõem um critério microbiológico:

    → O plano de amostragem, é o critério utilizado no qual se define o número de unidades a serem analisadas e o tamanho de cada unidade.

    → A definição dos microrganismos que devem ser pesquisados em cada produto analisado, ou seja microrganismos indicadores, microrganismos patogênicos, etc.).

  • 10

    10

    10

    10

    10

    10

    10

    10

    10

    1 - INTRODUÇÃO

    10

    → A definição da metodologia analítica, adotada a ser adotada para a realização das analises microbiológicas.

    → O estabelecimento dos procedimentos, padrões, técnicas, normas, e especificações que definirão se o produto analisado, dependendo dos resultados encontrados, será aprovado ou reprovado.

  • ALGUMAS CONSIDERAÇÕES

    ALGUMAS CONSIDERAÇÕES

    11


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 80,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • INTRODUÇÃO
  • ALGUMAS CONSIDERAÇÕES
  • ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE AMOSTRAGEM
  • LOTE
  • AMOSTRA DE UM LOTE
  • UNIDADE DE AMOSTRA
  • UNIDADE ANALÍTICA
  • ETPAS DE UM PLANO DE AMOSTRAGEM
  • AMOSTRAGEM
  • ETAPAS DO PLANO DE AMOSTRAGEM
  • TIPOS DE PLANOS DE AMOSTRAGEM
  • PLANOS DE AMOSTRAGEM REPRESENTATIVO
  • PLANOS DE AMOSTRAGEM INDICATIVO
  • TIPOS DE PLANOS DE AMOSTRAGEM
  • DEFINIÇÕES
  • TIPOS DE PLANOS DE AMOSTRAGEM MAIS UTILIZADOS
  • INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS DAS ANÁLISES
  • CONCLUSÃO DOS RESULTADOS DAS ANÁLISES
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
  • 33 - BIBLIOGRAFIA CONSULTADA