Curso Online de Assistência de enfermagem ao RN
5 estrelas 8 alunos avaliaram

Curso Online de Assistência de enfermagem ao RN

Sabemos o quanto é importante a capacitação profissional para quem busca uma oportunidade de trabalho ou pretende qualificação. O objetiv...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 60 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Sabemos o quanto é importante a capacitação profissional para quem busca uma oportunidade de trabalho ou pretende qualificação. O objetivo do curso Assistência de enfermagem ao RN é proporcionar conhecimento teórico-prático sobre o desenvolvimento infantil e possibilitar a qualificação necessária para cuidar da criança em todos os seus aspectos, contribuindo para um desenvolvimento saudável e atendendo suas necessidades particulares.

PROFESSORA E ENFERMEIRA..


- Karla Lorenna Tavares Da Cunha De Oliveira

- Leonice Fatima Weber

- Rafaela Maria De Faria Santos

- Rosimeyre Campos Pereira

- Washington Santana Gomes

- Rodrigo Haendchen

- Adriana Burin Haendchen

- Andréa Geordane Da Cunha Pereira Dos Santos

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • 60 HORAS

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RN

    ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RN

  • BEM VINDO !

    FIQUE ATENTO AS DICAS E BOM ESTUDO !

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

  • A taxa de mortalidade infantil (referente às crianças menores de um ano) caiu muito nas últimas décadas no Brasil.

    Graças às ações de diminuição da pobreza, ampliação da cobertura da Estratégia Saúde da Família e a outros fatores, os óbitos infantis diminuíram de 47,1 a cada mil nascidos vivos, em 1990, para 15,6 em 2010 (IBGE, 2010).

    Entretanto, a meta de garantir a toda criança brasileira o direito à vida e à saúde ainda não foi alcançada, pois persistem desigualdades regionais e sociais inaceitáveis.

    Além disso, 68,6% das mortes de crianças com menos de um ano acontecem no período neonatal (até 27 dias de vida), sendo a maioria no primeiro dia de vida.

  • Assim, um número expressivo de mortes por causas evitáveis por ações dos serviços de saúde – tais como a atenção pré-natal, ao parto e ao recém-nascido (RN) – faz parte da realidade social e sanitária de nosso País.

    Inúmeras ações (programas e políticas) foram criadas, desde a década de 1980, com o objetivo de intervir nesta realidade a partir da mudança do modelo tecnoassistencial, representada pela ampliação do acesso aos serviços de saúde, pela desfragmentação da assistência e pela mudança na forma como o cuidado às gestantes e aos recém-nascidos estava sendo realizado.

    Apesar da ênfase na gestante, tais iniciativas abrangiam o binômio materno-infantil.

  • Em 2004, o Ministério da Saúde elaborou o documento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher – Princípios e Diretrizes (PNAISM), que reflete o compromisso com a implementação de ações em saúde da mulher, garantindo seus direitos e reduzindo agravos por causas preveníveis e evitáveis.

    No contexto atual, diante dos desafios apresentados e reconhecendo as iniciativas e o acúmulo de experiências, o Ministério da Saúde organizou uma grande estratégia, a fim de qualificar as Redes de Atenção Materno-Infantil em todo o País com o objetivo de reduzir as taxas, ainda elevadas, de morbimortalidade materna e infantil no Brasil. Trata-se da Rede Cegonha.

  • A Rede Cegonha será implementada em parceria com estados e municípios, gradativamente, em todo o território nacional.

    Ela traz um conjunto de iniciativas que envolvem mudanças no modelo de cuidado à gravidez, ao parto/nascimento e à atenção integral à saúde da criança, com foco nos primeiros dois anos e em especial no período neonatal.

    Baseia-se na articulação dos pontos de atenção em rede e regulação obstétrica no momento do parto, qualificação técnica das equipes de atenção básica e no âmbito das maternidades, melhoria da ambiência dos serviços de saúde (UBS e maternidades) e ampliação de serviços e profissionais, para estimular a prática do parto fisiológico e a humanização do parto e do nascimento

  • Assim, de um ponto de vista prático, com a Rede Cegonha, o Ministério da Saúde se propõe a, por um lado, garantir a todos os recém-nascidos boas práticas de atenção, embasadas em evidências científicas e nos princípios de humanização, tais como: clampeamento tardio do cordão, permanência do RN ao lado da mãe durante todo o tempo de internação, desde os primeiros momentos de vida, com contato pele a pele e apoio à amamentação (se possível, ainda na primeira hora de vida), estímulo à participação do pai, tentativa de se evitar procedimentos iatrogênicos “de rotina”, sem embasamento científico, além de oferta de todas as triagens neonatais com o teste do pezinho, olhinho e orelhinha etc.

  • Por outro lado, para aqueles recém-nascidos de risco (como os de baixo peso, os prematuros e aqueles que possuem agravos que mais frequentemente acarretam a morte, como asfixia ao nascer, problemas respiratórios e infecções), a proposta é um grande investimento nas maternidades de referência do País, para atendimento às gestantes e aos recém-nascidos de risco, no sentido de garantir leitos de UTI, Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e leitos Canguru.

  • Para os recém-nascidos de risco, nascidos em maternidades que não sejam de referência para este tipo de atendimento, a proposta é a contratualização do processo de referência-contrarreferência entre todas as maternidades das regiões metropolitanas envolvidas, contando com o suporte de um transporte neonatal especializado para fazer a transferência de pacientes entre os referidos estabelecimentos hospitalares (“Samu Cegonha”).


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RN
  • ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA CRIANÇA
  • A FAMÍLIA
  • DEPRESSÃO
  • DESENVOLVIMENTO
  • PRIMEIRA CONSULTA
  • EXAME FÍSICO DO NEONATO
  • EXAME FÍSICO NA CONSULTA DE CD
  • REGISTRO NA CADERNETA DA CRIANÇA
  • SISTEMA RESPIRATÓRIO
  • ADAPTAÇÕES FISIOLÓGICAS DO RN
  • SISTEMA CARDIOVASCULAR
  • TERMORREGULAÇÃO
  • SISTEMA HEPÁTICO
  • SISTEMA GASTROINTESTINAL
  • SISTEMA RENAL
  • SISTEMA IMUNOLÓGICO
  • SISTEMA TEGUMENTAR
  • SISTEMA NEUROLÓGICO
  • REFLEXOS PRIMITIVOS
  • TRIAGEM NEONATAL
  • COLETA DE SANGUE
  • CURATI