Curso Online de Raiva Humana

Curso Online de Raiva Humana

Aprenda como a Raiva humana age no organismo, qual seu agente etiológico, como evitar e como é feito o tratamento e prevenção vacinal

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aprenda como a Raiva humana age no organismo, qual seu agente etiológico, como evitar e como é feito o tratamento e prevenção vacinal

Enfermeira Mestre em Enfermagem pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - SP, pós graduação em unidade Cardiológica e hemodinâmica, Enfermeira Clínica em UTI Geral, Neuro, Onco em Hospital de Base de São José do Rio Preto - SP.Enfermeira formada no ano de 2012 pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP, Aperfeiçoanda em Unidade de Terapia Intensiva na Instituição Hospital de Base de São José do Rio Preto - SP, Pós Graduanda em Unidade Cardiológica e Hemodinâmica pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP, Possui curso Técnico em Enfermagem concluído no ano de 2008 pelo Colégio Técnico de Limeira, COTIL/UNICAMP



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • RAIVA

    RAIVA

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Grande problema de saúde pública;
    Alta letalidade (100%);
    55.000 óbitos humanos/ano no mundo;
    A vacinação anti-rábica é a ação de maior eficiência para a eliminação;
    Alta prevenção.

  • RAIVA

    RAIVA

    É uma antropozoonose;
    Alto custo na assistência preventiva às pessoas expostas ao risco;
    Doença passível de eliminação no seu ciclo urbano, por se dispor de medidas eficientes de prevenção tanto em relação ao ser humano quanto à fonte de infecção;
    Vírus é é neurotrópico (SNC) - encefalomielite aguda (replicação viral nos neurônios).

  • AGENTE ETIOLÓGICO

    AGENTE ETIOLÓGICO

    Posição taxonómica
    Ordem: Mononegavirales
    Famlia: Rhabdoviridae
    Género: Lyssavirus
    Estirpe: vírus da raiva.

  • RESERVATÓRIO

    RESERVATÓRIO

    No ciclo urbano, a principal fonte de
    infecção é o cão e o gato.
    No Brasil,o morcego é o principal
    responsável pela manutenção da cadeia silvestre.
    Outros reservatórios silvestres: Raposa, coiote, chacal, gato do mato, jaritaca, guaxinim,mangusto e macacos.
    Na zona rural, a doença afeta animais de produção, como bovinos,eqüinos e outros.

  • MODO DE TRANSMISSÃO

    MODO DE TRANSMISSÃO

    Inoculação do vírus contido na
    saliva do animal infectado,
    principalmente pela mordedura e,
    mais raramente, pela arranhadura
    e/ou lambedura de mucosas;

    Interhumana - através de transplante de córnea e outros órgãos;
    Via respiratória, digestiva, sexual, e vertical (possibilidade remota).

  • MODO DE TRANSMISSÃO

    MODO DE TRANSMISSÃO

    Possuí dois ciclos principais de transmissão:

    Urbano
    Entre cães e gatos;

    Silvestre
    Entre morcegos,
    macacos e raposas.

  • PERÍODO DE TRANSMISSIBILIDADE

    PERÍODO DE TRANSMISSIBILIDADE

    Ocorre antes do aparecimento dos sintomas e durante o período da doença;
    Nos cães e gatos, a eliminação de vírus pela saliva se dá de 2 a 5 dias antes do aparecimento dos sinais clínicos, persistindo durante toda evolução da doença;
    A morte ocorre, em média, entre 5 a 7 dias após a apresentação dos sintomas.

  • PERÍODO DE INCUBAÇÃO

    PERÍODO DE INCUBAÇÃO

    É extremamente variável, desde dias até um ano, com uma média de 45 dias, no homem, e de 10 dias a 2 meses, no cão.
    Em crianças, existe uma tendência para um período de incubação menor que no indivíduo adulto.
    Está ligado a: localização e gravidade da
    mordedura,arranhadura ou lambedura
    de animais infectados, proximidade
    de troncos nervosos e quantidade
    de partículas virais inoculadas.

  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    Pode ser dividido em :

    Fase prodrômica,
    Fase neurológica aguda,
    Coma
    Morte.

  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    Início: os sintomas são inespecíficos
    Comprometimento do SNC;
    Hidrofobia/ Sialorréia;
    Espasmos podem ser desencadeados por estimulos como fluxo de ar (aerofobia) e a luz (fotofobia).
    Períodos de intensa agitação psicomotora e crises convulsivas alternados com períodos de torpor, podendo ocorrer paralisia ascendente.
    Coma, insuficiência respiratória e morte, em cerca de 5 a 7 dias.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • RAIVA
  • INTRODUÇÃO
  • RAIVA
  • AGENTE ETIOLÓGICO
  • RESERVATÓRIO
  • MODO DE TRANSMISSÃO
  • PERÍODO DE TRANSMISSIBILIDADE
  • PERÍODO DE INCUBAÇÃO
  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
  • DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
  • DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
  • EPIDEMIOLOGIA NO BRASIL
  • EPIDEMIOLOGIA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
  • MEDIDAS DE CONTROLE
  • NOTIFICAÇÃO
  • TRATAMENTO
  • OBSERVAÇÃO VÁLIDA PARA TODOS OS ANIMAIS DE RISCO
  • PROFILAXIA
  • IMUNOBIOLÓGICOS UTILIZADOS NO BRASIL
  • DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM:
  • CURIOSIDADE
  • OBRIGADA!!