Curso Online de Farmacologia Cardiovascular e Renal

Curso Online de Farmacologia Cardiovascular e Renal

Abordagem sobre a Farmacologia Cardiovascular e Renal

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Abordagem sobre a Farmacologia Cardiovascular e Renal

Enfermeiro Especialista em Saúde da Família e Mestrando em Farmacologia.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • FARMACOLOGIA
    CARDIOVASCULAR E RENAL

    Glaubert Aires de Sousa

  • ELETROFISIOLOGIA CARDÍACA
    E AÇÃO DOS ANTIARRÍTMICOS

  • INTRODUÇÃO

    Arritmias: um importante problema na prática clínica

    25% dos pacientes tratados com digitálicos

    50% dos pacientes submetidos a anestesia geral

    80% daqueles com infarto agudo do miocárdio

  • ELETROFISIOLOGIA DO RITMO CARDÍACO
    NORMAL E O CONCEITO DE ARRITMIAS

    O impulso acionador possui dominância de um único marcapasso

    A atividade de marcapasso: Tecidos nodais e de condução

  • ELETROFISIOLOGIA DO RITMO CARDÍACO
    NORMAL E O CONCEITO DE ARRITMIAS

    POTENCIAL AÇÃO DAS FIBRAS

    Fase 0 (despolarização rápida)

    Membrana atinge limiar crítico de 60 mV

    Fase 1 (repolarização parcial)

    Ocorre quando corrente sódio é inativada

    Fase 2 (platô)

    Decorre de uma corrente lenta de cálcio orientada para dentro

  • ELETROFISIOLOGIA DO RITMO CARDÍACO
    NORMAL E O CONCEITO DE ARRITMIAS

    POTENCIAL AÇÃO DAS FIBRAS

    Fase 3 (repolarização)

    Ocorre enquanto a corrente de cálcio é inativada

    Aumento da permeabilidade ao potássio

    Fase 4 (potencial de marcapasso)

    É uma despolarização gradual que ocorre durante a diástole

  • MECANISMO DE FORMAÇÃO DAS ARRITMIAS

    As arritmias se associam a desequilíbrio das vias P e S do SNA

    Isquemia, hipóxia, acidose ou alcalose, distúrbios eletrolíticos e exposição excessiva às catecolaminas

    Intoxicações medicamentosas (digitálicos ou drogas antiarrítmicas) excessiva às catecolaminas

    Superestiramento das fibras cardíacas e presença de tecido fibrosado, ICC e miocardite infecciosa

  • MECANISMO DE FORMAÇÃO DAS ARRITMIAS

    ARRITMIAS RESULTAM DE:

    Distúrbios na formação do impulso (automaticidade)

    Distúrbios na condução do impulso

    Distúrbios na formação e condução do impulso

  • MECANISMO DE FORMAÇÃO DAS ARRITMIAS

    DISTÚRBIOS NA AUTOMATICIDADE

    As células automáticas do NSA formam o marcapasso dominante

    Marcapassos latentes iniciam impulsos ectópicos

    DISTÚRBIOS CONDUÇÃO IMPULSO

    Condução deprimida (Bloqueio AV)

    Reentrada

  • FARMACOLOGIA BÁSICA E MECANISMO GERAL
    DE AÇÃO DOS FÁRMACOS ANTIARRÍTMICOS

    As drogas diminuem a automaticidade dos marcapassos ectópicos

    Reduzem a condução e excitabilidade e aumentam o PR em grau maior no tecido despolarizado que no tecido normal

    As drogas terapêuticamente úteis possuem grande afinidade pelos canais ativados (durante a fase 0) e menos pelos inativados (durante a fase 2)

  • FÁRMACOS ANTIARRÍTMICOS ESPECÍFICOS

    CLASSIFICAÇÃO PROPOSTA POR VAUGHAM-WILLIAMS EM 1970

    CLASSE DE EXEMPLOS DE DROGAS

    IA Quinidina e Procainamida

    IB Lidocaína

    IC Flecanida e Encainida

    II Propranolol

    III Amiodarona e Sotalol

    IV Verapamil e Diltiazem


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Eletrofisiologia cardíaca e ação dos antiarrítmicos
  • Conceito de arritmias
  • Mecanismo de formação das arritmias
  • Farmacologia básica
  • Mecanismo geral de ação dos fármacos antiarrítmicos
  • Fármacos antiarrítmicos específicos
  • Digitálicos
  • Formação da urina ao nível do néfron e ação dos diurétic