Curso Online de Como ser um bom gestor
4 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Como ser um bom gestor

É preciso avaliar se os princípios de gestão da sua empresa são adequados para o ambiente empresarial no qual você está trabalhando. Exis...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

É preciso avaliar se os princípios de gestão da sua empresa são adequados para o ambiente empresarial no qual você está trabalhando. Existem riscos associados com quaisquer princípios que sejam empregados, de modo que você precisa entender os prós e contras de cada um para que você fazer sua escolha sabiamente.

- Maria De Fátima Alves Bezerra

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • COMO SER UM BOM GESTOR

    COMO SER UM BOM GESTOR

    Curso com certificado

  • Introdução

    Introdução

    Quando perguntamos às crianças o que elas querem ser quando crescerem, quantos delas dizem que querem ser gestoras? Difícil encontrar alguém que tenha tais aspirações.

  • Mas também porque nós, os adultos, não costumamos falar e muito menos traçar elogios a esta profissão, acrescenta o professor, em reportagem publicada no site da CNN.
         Birkinshaw cita como exemplo uma pesquisa do Gallup sobre a honestidade e ética entre os trabalhadores em 21 profissões diferentes, que revelava que apenas 12% dos entrevistados achavam que os executivos tinham a integridade alta/muito alta. Já 37% afirmavam que esses profissionais tinham uma integridade baixa/muito baixa, ficando atrás de advogados, líderes sindicais, agentes imobiliários, construtores e banqueiros.

  • O que se pode ser feito em relação a isso? Alguns especialistas gostariam de se livrar da palavra gestor para sempre, favorecendo termos como coach , líder e empresário. Para Birkinshaw, no entanto, seria mais útil reinventar o conceito de gestão, voltando aos princípios originais, e recuperar o significado real da palavra. Segundo ele, é preciso ajudar os executivos a descobrir a melhor forma de administrar, e, ao mesmo tempo, contribuir para que os empregados tenham os gestores que realmente merecem.
         Gestão, na definição mais simples do termo, é o ato de reunir pessoas para cumprir metas e objetivos pré- definidos. Mas, diz Birkinshaw, vários aspectos são deixados de lado nesta definição: não há menção de planejamento, organização, recursos humanos, controladoria ou orçamento, nem menção de empresas ou corporações, e absolutamente nada sobre a hierarquia e burocracia.

  • Este é, precisamente, o ponto. A gestão é um esforço social, onde as pessoas se juntam para alcançar metas que não poderiam alcançar sozinhas — ressalta o professor.
         Ao longo do século passado, ressalta ele, a gestão se transformou em algo mais restrito e pejorativo. Os gerentes são muitas vezes vistos como burocratas de baixo nível que estão focados internamente, absortos em detalhes operacionais. Segundo ele, uma das razões para ter ocorrido uma mudança na percepção do termo é que nossa maneira de pensar e falar sobre a gestão é baseada na forma secular daquela praticada em grandes empresas industriais.
         Para abrir espaço para a liderança, especialistas se sentiram obrigados a diminuir o papel da gestão. John Kotter vê os gestores como sendo os que planejam, cuidam do orçamento, organização e controle, enquanto os líderes definem a direção, gerenciam mudanças e motivam as pessoas. Resumindo, liderança é um processo de influência social: ela está preocupada com os traços, estilos e comportamentos dos indivíduos que faz com que os outros a segui-los. Gestão é o ato de reunir pessoas para atingir os objetivos desejados.

  • Todos nós precisamos ser líderes e gestores. Precisamos ser capazes de influenciar os outros através de nossas ideias, palavras e ações.
         Para aqueles que pensam em se tornar gestores — ou líderes — algum dia, Birkinshaw sugere um olhar mais crítico e aponta os quatro principais passos a serem seguidos:
         — Entendimento — Você precisa ser explícito sobre os princípios de gestão que você está usando para administrar sua empresa. Estes princípios são invisíveis e, muitas vezes, entendidos apenas em um nível subconsciente. Mas são eles que dirigem os processos do dia a dia e as práticas de gestão através do qual o trabalho deve ser feito.
         —Avaliação — Você precisa avaliar se os princípios de gestão da sua empresa são adequados para o ambiente empresarial no qual você está trabalhando. Existem riscos associados com quaisquer princípios que sejam empregados, de modo que você precisa entender os prós e contras de cada um para que você fazer sua escolha sabiamente.

  • Previsão — É necessário buscar novas formas de trabalho, olhando para exemplos de diferentes empresas e de novos contextos.
         — Experimentação — Você precisa estar preparado para experimentar estas novas práticas de uma forma de baixo risco, para ver como eles funcionam.
         Infelizmente, afirma o professor da London Business School, ainda não há uma receita de bolo para que reinventemos o processo de gestão. Além dos passos sugeridos acima, há tantas outras coisas que podem ser aprendidas com os erros cometidos por empresas em dificuldades ou pelo sucesso de outras. A escolha certa depende inteiramente das circunstâncias específicas, das oportunidades que sua empresa enfrenta e da sua vontade de experimentar, de inovar.

  • Nos atuais modelos de gestão, os líderes não controlam tanto o trabalho, têm como responsabilidade definir metas e incentivar a equipe. O maior desafio para o gestor é fazer com que toda a equipe tenha o mesmo objetivo e que cada um entenda sua importância. Para ser considerado um bom líder, o profissional deve aprender a administrar conflitos, saber escutar, se colocar no lugar do outro, respeitar a individualidade de cada um, aceitar pontos de vista diferentes e, antes de tudo, zelar e auxiliar o colaborador na busca do seu crescimento.

  • O diálogo se mostra como a ferramenta mais eficaz para que os objetivos da empresa sejam atingidos. Manter um canal de comunicação aberto entre patrões e empregados torna o ambiente mais tranqüilo e útil na hora de resolver conflitos. Manter boas relações entre o líder e o subordinado é papel de ambos. Ao funcionário, a partir da autonomia que lhe é concedida, cabe colaborar para o alcance das metas, apontar problemas, trazer soluções e melhorias. Compete a ele também, sugerir uma avaliação sobre seu trabalho e sua postura, seus pontos fortes e o que precisa ser melhorado. Conversar e ser transparente, que na realidade é uma das regras básicas de convivência, é a forma mais eficaz de garantir que gestores e colaboradores tenham uma boa relação. Abaixo apontamos algumas dicas para melhorar a convivência no ambiente profissional

  • Se você é o funcionário
     
    Como sugerir projetos
     
    Faça antes um bom diagnóstico do problema que o projeto se propõe a resolver ou da oportunidade que pode ser aproveitada.
    Organize o cronograma, estruture as etapas, estime os custos, identifique os recursos necessários e disponíveis.
    Faça do gestor um parceiro, envolvendo-o no projeto. Dê todas as informações necessárias para que ele abrace a idéia.
     

  • Como dar e receber feedback
     
    Sempre peça retorno sobre as atividades, não espere avaliações formais, que normalmente são semestrais ou anuais.
    Seja claro sobre o que deseja saber e receptivo para ouvir críticas.
    Esteja disposto a mudar de comportamento. Caso o chefe não seja claro, peça exemplos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • COMO SER UM BOM GESTOR
  • Introdução
  • O que um bom gestor deve saber