Curso Online de Escolas e Teorias Administrativas

Curso Online de Escolas e Teorias Administrativas

O curso em questão traz as principais características das escolas e teorias administrativas de uma forma didática.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso em questão traz as principais características das escolas e teorias administrativas de uma forma didática.

Marcelo Beneti Estado Civil:Casado. Uma filha. Sou professor da rede pública de São Caetano do Sul, leciono na Escola Municipal de Ensino Professora "Alcina Dantas Feijão". Leciono também desde 2008 na Escola Técnica Estadual de Sapopemba - ETEC . Tenho experiência de 20 anos na docência, comecei em 1997, lecionando matemática para ensino fundamental em escolas estaduais, no decorrer da carreira devido minhas formações, passei lecionar também para a educação profissionalizante técnica, fui coordenador de curso na ETEC de Sapopemba em 2015 no Ensino Técnico Integrado ao Médio - ETIM Administração, coordeno os cursos técnicos em Administração, Contabilidade e Logística, na escola E.M.E Profa. "Alcina Dantas Feijão". Tenho quatro anos de experiência em coordenação de cursos, experiência em elaboração de material didático. Tenho formação em Administração de Empresas, Licenciatura Plena em Matemática, Geografia e Pedagogia; sou especialista em Educação Matemática, Docência do Ensino Superior, Supervisão e Inspeção Escolar, Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica; atualmente estou cursando o Mestrado em Formação de Gestores Educacionais na Universidade Cidade de São Paulo - UNICID, com previsão de conclusão para agosto de 2018. Maiores informações profissionais consultar: http://lattes.cnpq.br/8976769122196427



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Teorias Administrativas

    teorias administrativas

    prof. marcelo beneti

  • NATUREZA E EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO ADMINISTRATIVO

    teoria das organizações
    o mundo de hoje é uma sociedade composta de organizações. todas as atividades voltadas para a produção de bens (produtos) ou para a prestação de serviços (atividades especializadas) são planejadas, coordenadas, dirigidas e controladas dentro de organizações. todas as organizações são constituídas de pessoas e de recursos não-humanos (como recursos físicos e materiais, recursos financeiros, recursos tecnológicos, recursos mercadológicos etc.).

    natureza e evolução do conhecimento administrativo

  • a própria vida das pessoas depende das organizações, e estas dependem do trabalho daquelas. as pessoas nascem, crescem, aprendem, vivem, trabalham, divertem-se, são tratadas e morrem dentro de organizações. as organizações são extremamente heterogêneas e diversificadas, de tamanhos diferentes, de características diferentes, de estruturas diferentes, de objetivos diferentes. como compreendê-las, então?

  • talvez o principal ponto seja entender sua tipologia, visando estudá-las de forma estruturada. existem organizações lucrativas (chamadas empresas) e organizações não-lucrativas (como o exército, a igreja, os serviços públicos de natureza gratuita, as entidades filantrópicas etc.). é a teoria das organizações (to) o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo das organizações em geral, e de seus princípios que extrairemos a melhor forma de analisá-las.

  • pelo seu tamanho e pela complexidade de suas operações, as organizações quando atingem um certo porte precisam ser administradas, e a sua administração requer todo um aparato de pessoas estratificadas em diversos níveis hierárquicos que se ocupam de incumbências diferentes. assim, a administração nada mais é do que a condução racional das atividades de uma organização, seja ela lucrativa ou não-lucrativa.
    a administração trata do planejamento, da organização (estruturação), da direção e do controle de todas as atividades diferenciadas pela divisão de trabalho que ocorrem dentro de uma organização.

  • assim, a administração é algo imprescindível para a existência, sobrevivência e
    0 sucesso das organizações. sem a administração, as organizações jamais teriam condições de existir e de crescer. a teoria geral da administração (tga) é o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo da administração em geral, não se preocupando onde ela seja aplicada, se nas organizações lucrativas (empresas) ou se nas organizações não-lucrativas.

  • a administração revela-se, nos dias de hoje, como uma das áreas do conhecimento humano mais impregnadas de complexidades e de desafios. o profissional que utiliza a administração como meio de vida pode trabalhar nos mais variados papéis em uma organização: desde o nível hierárquico de supervisão elementar, até o nível de dirigente máximo da organização. pode trabalhar, também, nas diversas especializações da administração: seja a administração da produção (dos bens ou dos serviços prestados pela organização), ou a administração financeira, ou a administração de recursos humanos, ou a administração mercadológica, ou ainda a administração geral.

  • em cada nível e em cada especialização da administração, as situações são altamente diversificadas. não há duas organizações iguais, assim como não existem duas pessoas idênticas. cada organização tem seus objetivos, o seu ramo de atividade, os seus dirigentes e o seu pessoal, os seus problemas internos e externos, o seu mercado, a sua situação financeira, a sua tecnologia, os seus recursos básicos, a sua ideologia e política de negócios etc.

  • em cada organização, portanto, o administrador soluciona problemas, dimensiona recursos, planeja sua aplicação, desenvolve estratégias, efetua diagnósticos de situações etc., exclusivos daquela organização. um "aplicador" bem sucedido em uma organização pode não sê-lo em outra. toda vez que uma organização pretende admitir um executivo em seus quadros administrativos, os candidatos são submetidos a uma infinidade de testes e entrevistas que procuram investigar em profundidade seus conhecimentos, as suas características de personalidade, o seu passado profissional, a sua formação escolar, os seus antecedentes morais, o seu sucesso ou seu fracasso em determinadas atividades e em outras coisas mais (talvez até a sua situação conjugal ou sua estabilidade emocional...). isso porque o executivo dificilmente pode ser transferido de uma organização para outra sem que algum problema de adaptação deixe de ocorrer. mesmo que o executivo tenha profundos conhecimentos de administração e apresente um invejável currículo profissional, ele não é julgado pelo que sabe a respeito das funções que exerce em sua especialidade, mas sim pela maneira com que executa o seu trabalho e os resultados que consegue obter dos recursos disponíveis.

  • há pelo menos três tipos de habilidades necessárias para que o administrador possa executar eficazmente o processo administrativo: a habilidade técnica, a humana e a conceitual.
    a habilidade técnica — consiste em utilizar conhecimentos, métodos, técnicas e equipamentos necessários para a realização de suas tarefas específicas, através de sua instrução, experiência e educação;
    a habilidade humana — consiste na capacidade e discernimento, para trabalhar com pessoas, compreender suas atitudes e motivações e aplicar uma liderança eficaz;
    a habilidade conceitual — consiste na habilidade para compreender as complexidades da organização global e o ajustamento do comportamento da pessoa dentro da organização. essa habilidade permite que a pessoa se comporte de acordo com os objetivos da organização total e não apenas de acordo com os objetivos e as necessidades de seu grupo imediato.

  • a adequada combinação dessas habilidades varia à medida que um indivíduo sobe na escala hierárquica, de posições de supervisão a posições de alta direção.
    a palavra administração vem do latim ad (direção para, tendência para) e minister (subordinação ou obediência), e significa aquele que realiza uma função abaixo do comando de outrem, isto é, aquele que presta um serviço a outro. no entanto, a palavra administração sofreu uma radical transformação no seu significado original. a tarefa atual da administração é a de interpretar os objetivos propostos pela organização e transformá-los em ação organizacional através do planejamento, organização, direção e controle de todos os esforços realizados em todas as áreas em todos os níveis da organização, a fim de alcançar tais objetivos da maneira mais adequada à situação.
    hoje em dia, a tga (teoria geral da administração) estuda a atuação das empresas e demais tipos de organização do ponto de vista da interação e interdependência, contém cinco variáveis principais, cada qual objeto específico de estudo por parte de uma ou mais correntes da teoria administrativa. estas cinco variáveis básicas são:


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Teorias Administrativas
  • NATUREZA E EVOLUÇÃO DO CONHECIMENTO ADMINISTRATIVO