Curso Online de FORMAÇÃO DE INSTRUTOR EM BOMBEIRO CIVIL

Curso Online de FORMAÇÃO DE INSTRUTOR EM BOMBEIRO CIVIL

O bombeiro civil atua em situações emergenciais, com a necessidade de primeiros socorros. No curso você vai aprender a prevenir e combate...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas


Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O bombeiro civil atua em situações emergenciais, com a necessidade de primeiros socorros. No curso você vai aprender a prevenir e combater incêndios, visando preservar a vida, o patrimônio e o meio ambiente.

Equipe de professores especialistas, mestres e doutores nas disciplinas de administração, história, pedagogia, psicologia, sociologia, matemática, língua portuguesa,ciências biológicas, produção cultural, administração pública,engenheiros, advogados, cineastas, fotógrafos, jornalistas, profissionais e técnicos da saúde.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • ATIVIDADE OPERACIONAL DO BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVIL

  • ATIVIDADE OPERACIONAL DO BOMBEIRO CIVIL
    Combate ao fogo, salvamento em altura, atendimento pré-hospitalar, entrada em locais confinados, entre outras) expõem a equipe aos mais diversos tipos, quer sejam eles, acidentes típicos ou ainda doenças profissionais e o conhecimento dos principais riscos e a observação de alguns cuidados de segurança podem ser determinantes para que o bombeiro tenha uma atuação o mais seguro possível.

  • RISCOS NA ATIVIDADE OPERACIONAL
    Atividade de bombeiro se caracteriza, diferentemente das outras atividades, por tratar-se de um serviço onde o ambiente não é de conhecimento da equipe de socorro e os riscos, por tratar-se de uma atuação em situação de emergência, não são conhecidos na íntegra, podendo ser dos mais diversos. E sendo assim, o preparo da equipe é de fundamental importância para que se possa ter essa exposição relativa ao risco controlada da melhor forma possível. 

  • RISCOS NO COMBATE AO FOGO
    A atividade de Combate ao Fogo é a atividade clássica do Bombeiro e também é onde encontramos os mais variados riscos, tanto de acidentes, quanto de doenças ocupacionais.
    Dificuldade de respiração (devido aos gases tóxicos da combustão);
    Queda de objetos;
    Desmoronamentos;
    Queimaduras;
    Fraturas;
    Cortes; Perfurações;
    Explosões;
    Queda do Bombeiro (devido ao estado do piso);
    Choques elétricos;Fadiga;Temperaturas extremas (frio e calor);Levantamento incorreto de cargas.

  • PRINCIPAIS MEDIDAS DE SEGURANÇA NO COBATE AO FOGO
    Para a atividade de combate ao fogo o bombeiro deve sempre estar com o seu EPI completo: (botas, roupa, luvas, capacete e equipamento de respiração autônoma apropriados e em perfeito estado para o uso);o combate só deve iniciar-se após a realização do corte da energia elétrica; O bombeiro deve estar sempre atento ao que acontece ao seu redor (teto, paredes, piso, pilhas de matérias, objetos que possam causar explosões ou projeção de objetos)

  • PRINCIPAIS MEDIDAS DE SEGURANÇA NO COBATE AO FOGO
    A equipe de combate ao fogo deve manter uma comunicação constante, e esta deve ser de forma clara e objetiva; nenhum componente da equipe deve realizar ações isoladas, sem o conhecimento dos demais membros da equipe. O bombeiro deve estar seguro das suas ações e caso tenha algum problema, informar de imediato aos demais componentes da equipe.

  • PLANTA DE RISCO DE INCÊNDIO

  • RISCOS NO SALVAMENTO EM ALTURA

    Atividade de salvamento em altura requer uma série de medidas de segurança que devem ser sempre observadas para que as atividades não sofram falhas, pois na altura só se falha uma vez!
    Riscos no salvamento em altura queda do bombeiro; queda de materiais; queda da vítima; rompimento dos cabos; soltura dos nós; rompimento do ponto de ancoragem; choque do bombeiro/vítima em obstáculos; entrada de roupa, cabelo ou mão no freio oito, fadiga e choque elétrico.

  • MEDIDAS DE SEGURANÇA NO SALVAMENTO EM ALTURA

    Uso de EPI (capacete, luvas e óculos adequados e em perfeito estado) Perfeito conhecimento das técnicas de salvamento em domínio das técnicas das voltas e nós. Os cabos de salvamento em altura não devem ser utilizados para outras finalidades. Os cintos de salvamento em altura devem ser usados somente para este fim e devem também estar ajustados ao bombeiro que o usara a técnica dos seis olhos deve ser utilizada sempre, para que todos os procedimentos sejam realizados com a máxima segurança.

  • O procedimento: cabo no oito, mola engatada, mola travada, segurança pronta?, Pronta!! Deve ser realizado sempre o limite de carga dos materiais nunca deve ser ultrapassado (50% margem de segurança).
    MEDIDAS DE SEGURANÇA NO SALVAMENTO EM ALTURA

  • AÇÕES DE EMERGÊNCIA
    - Alertar os ocupantes da emergência;
    - Análise da situação;
    - Solicitar apoio externo quando necessário;
    - Realizar primeiros socorros nas vítimas;
    - Eliminar ou minimizar os riscos;
    - Abandono de área;
    - Isolamento de área;
    - Combate ao incêndio;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Prevenção e combate a incêndio;
  • Equipamentos de combate a incêndio;
  • Equipamento de proteção individual e coletiva;
  • Técnicas de escape e de abandono de área;
  • Atendimento pré-hospitalar;
  • Salvamento em espaço confinado;
  • Resgate em altura;
  • Emergência com produtos perigosos;
  • Conhecer soluções e medidas estruturais e não estruturais para a proteção do patrimônio;
  • Salvamento terrestre