Curso Online de ORATÓRIA 2
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de ORATÓRIA 2

Nesse curso vamos aprender sobre: TÉCNICAS DE ABORDAGEM E PERSUASÃO: COMO ABORDAR PERSUASIVAMENTE; OBJETIVO DA PERSUASÃO, TAMANHO, RE...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Nesse curso vamos aprender sobre:

TÉCNICAS DE ABORDAGEM E PERSUASÃO:
COMO ABORDAR PERSUASIVAMENTE;
OBJETIVO DA PERSUASÃO,
TAMANHO, RETÓRICA, SEMELHANÇAS,
HISTÓRICO DA PERSUASÃO,
MODALIDADES,
CERTO OU PREFERÍVEL,
ADESÃO,
CONVENCIMENTO,
UNIVERSO COMO SEU AUDITÓRIO.

TSS - Troubleshooting Strategist; Consultor em Pesquisa Institucional (E-mec/Inep); Educador e Professor; Palestrante, Autor e Advogado, OAB/MG 94.245. Consultor na área de TSS: Troubleshooting Strategy em Desenvolvimento Educacional, Incremento Profissional, Treinamentos Motivacionais, Recursos Humanos, Neurolinguística, Coaching e Mentoring para colaboradores, profissionais e estudantes, com sólida vivência como palestrante, elaborando e ministrando cursos diversos na formação de líderes, por uma busca constante pela excelência em resultados de curto, médio e longo prazos. http://2013ricardoaugusto.wix.com/svrge


- Mário Fernando Da Silva Rego

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • ORATÓRIA 2

  • Nesse curso vamos aprender sobre:

    TÉCNICAS DE ABORDAGEM E PERSUASÃO:
    COMO ABORDAR PERSUASIVAMENTE;
    OBJETIVO DA PERSUASÃO,
    TAMANHO, RETÓRICA, SEMELHANÇAS,
    HISTÓRICO DA PERSUASÃO,
    MODALIDADES,
    CERTO OU PREFERÍVEL,
    ADESÃO,
    CONVENCIMENTO,
    UNIVERSO COMO SEU AUDITÓRIO.

  • COMO ABORDAR PERSUAIVAMENTE

    Caberá argumentação frente a tudo que não puder ser efetivamente comprovado. Se estivermos confrontando evidências objetivas não teremos argumentação, mas tão somente apresentação de uma tese científica. Os indícios apresentados numa linha argumentativa não pretendem jamais levar à verdade absoluta dos fatos, mas sugerir uma interpretação em conformidade com os preceitos identificados no caso particular.

  • OBJETIVO DA PERSUASÃO:

    Pretende-se por meio de todos os meios válidos situar uma questão que está compreendida no limite entre a verdade formal e a intuição irracional. A forte carga de subjetividade, fundamentada em escolhas, opções e valores, é abordada de maneira coerente e razoável. Desta forma, a mera opinião dá lugar a uma opção embasada, ainda que não pretenda se tornar absoluta, posto que está sujeita a alterações futuras.

  • O termo persuasão vem de "persuadere", cujo prefixo "per" significa de modo completo, enquanto "suadere" remete a conselho. Como podemos perceber pela própria estrutura lógica do termo, não se trata de uma imposição de determinado ponto de vista, e sim do uso sistemático e racional de argumentos voltados para obtenção de adesão a quem se dirige o discurso.

  • A persuasão é o ato de influenciar uma pessoa, tendo como objetivo operar a transferência de um ponto de vista, de uma opinião, impondo-se através da razão, da imaginação ou da emoção.

    (...) A persuasão, além de influenciar, também informa. Informa não com uma opinião neutra, mas provocando uma adesão.

  • Partindo-se de uma meta, o locutor buscará atingi-la através de uma comunicação estrategicamente desenvolvida para a finalidade específica.

    Ocorre que esta fundamentação dependerá de uma série de fatores e condições, sobretudo em razão da figura do interlocutor.

    Logo, a linguagem acaba sendo a ferramenta com a qual o orador trabalhará, sempre com vias de se obter determinado resultado.

  • Tamanho
    A relação entre dois indivíduos em interação será sempre dinâmica, pois ambos atuarão reciprocamente na esfera cognitiva um do outro. E sempre que houver uma pretensão clara de influenciar o interlocutor, o discurso se revestirá de argumentos e métodos voltados para a persuasão. Deste embate, alguns elementos procedimentais irão corroborar a tese defendida, ou prejudicá-la.

  • Tamanho
    A persuasão extrapola o aspecto cognitivo para obter adesão não só pelo uso de argumentos, mas igualmente pelos sentimentos despertados. Aqui o orador não se preocupa apenas com a força de suas premissas, como também pela forma com que os mesmos serão recebidos pelo ouvinte. O processo gira em torno da figura do orador, e a forma com que o mesmo interage.

  • Retórica

    O termo advém da expressão grega "rhetor", que significa orador numa assembleia.

    O interlocutor, numa visão tradicional, é uma plateia ou auditório para os quais o orador buscará uma adesão às suas teses através de um discurso engajado e interessante.

    Igualmente, as variáveis de contexto demandarão do orador uma capacidade de adaptar-se ao cenário e cativar a atenção de seu público.

  • Importância prática da Retórica

    Muito se fala acerca dos riscos do uso inadequado das técnicas discursivas. Afinal, orador habilidoso será capaz de fomentar todo tipo de discussão e terá um arcabouço de recursos para obter o reconhecimento de teses nem sempre pertinentes. É o caso de um discurso político inflamado que tem o poder de seduzir os ouvintes e cativá-los, sendo que não necessariamente seu teor lhes seja favorável.
    Da mesma forma, o mercado de comunicação pode facilmente induzir uma opinião ou despertar desejos que não coadunam com aquilo que efetivamente o ouvinte precisa (publicidade), ou interpretaria segundo o valor axiomático presente no conteúdo da matéria (jornalismo).
    Porém, o bom uso das técnicas será fundamental para um pedagogo ensejar a reflexão acerca da importância dos estudos, por exemplo. Ou quem sabe um programa de governo de caráter social, que necessite de apoio institucional e que demande um alcance em determinados segmentos da população no sentido de lhes causar confiança de que aquele programa lhes trará benefícios. Um advogado cuja causa seja justa, saberá como atingir seu propósito com uma envergadura e capacidade de argumentação mais consistente.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • TÉCNICAS DE ABORDAGEM E PERSUASÃO:
  • COMO ABORDAR PERSUASIVAMENTE;
  • OBJETIVO DA PERSUASÃO,
  • TAMANHO, RETÓRICA, SEMELHANÇAS,
  • HISTÓRICO DA PERSUASÃO,
  • MODALIDADES,
  • CERTO OU PREFERÍVEL,
  • ADESÃO,
  • CONVENCIMENTO,
  • UNIVERSO COMO SEU AUDITÓRIO.