Curso Online de ltcat
4 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de ltcat

como elaborar um LTCAT

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

como elaborar um LTCAT

SÉRGIO LUIS TEIXEIRA MIRANDA Formação em Técnico de Segurança do Trabalho com experiência em Treinamentos, integrações, inspeções de máquinas e equipamentos de emergência, check-list, mapa de riscos, EPI, EPC, Realização de auditorias do SGI e SSMA, Fiscalizar as contratadas durante a execução dos serviços conforme programação de PT, Assegurar ordem, limpeza e organização nas áreas de trabalho, Emitir PT para os trabalhos considerados especiais, Monitoramento ambiental (PPRA) Manter os Extintores de incêndio em condições de uso, Conscientização Comportamental para um trabalho seguro, coordenador de cipa, Instrutor de curso de cipa, aplicação NR?s da Portaria 3.214 de 78, etc. "(...)Não desanimes. Eu nunca te deixarei. O meu Imaculado Coração será o teu refúgio, e o caminho que te conduzirá até Deus?.


"muito bom"

- Marcia Helena Silva

"O Curso LTCAT e muito proveitoso nas instruçoes, tem apenas um problema que talves seje tecno, ao imprimir o certificado o mesmo nao consta os assuntos ministrado."

- Marcos Vinicius Queiroz De Azevedo

"Ainda não terminei de fazer, mais pelo conteudo que li está bom!"

- Ivan Luis Ferreira Da Hora

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • INSTRUÇÃO NORMATIVA INSSDC No 84 DE 17/12/2002

    1

    instrução normativa inssdc no 84 de 17/12/2002.
    subseção iv – da aposentadoria especial
    das condições para concessão da aposentadoria especial

  • Art. 146

    2

    art. 146. a partir de 29/04/95, data da publicação da lei 9.032, a caracterização de atividade como especial depende de comprovação do tempo de trabalho permanente, não ocasional nem intermitente, durante quinze, vinte ou vinte e cinco anos em atividade com efetiva exposição a agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais á saúde ou á integridade física, observada a carência exigida.

  • 3

    § 1º considera-se para esse fim:
    i - trabalho permanente - aquele em que o segurado, no exercício de todas as suas funções, esteve efetivamente exposto à agentes nocivos físicos, químicos, biológicos ou associação de agentes;

  • Art. 149

    4

    ii - trabalho não ocasional nem intermitente - aquele em que, na jornada de trabalho, não houve interrupção ou suspensão do exercício de atividade com exposição aos agentes nocivos, ou seja, não foi exercida de forma alternada, atividade comum e especial.

  • 5

    § 2º entende-se por agentes nocivos aqueles que possam trazer ou ocasionar danos à saúde ou à integridade física do trabalhador nos ambientes de trabalho, em função de natureza, concentração, intensidade e fator de exposição, considerando-se:

  • Art. 153

    6

    i – físicos – os ruídos, as vibrações, o calor, o frio, a umidade, a eletricidade, as pressões anormais, as radiações ionizantes, as radiações não ionizantes; observado o período do dispositivo legal.

  • 7

    ii – químicos – os manifestados por: névoas, neblinas, poeiras, fumos, gases, vapores de substâncias nocivas presentes no ambiente de trabalho, absorvidos pela via respiratória, bem como aqueles que forem passíveis de absorção por meio de outras vias;
    iii – biológicos – os microorganismos como bactérias, fungos, parasitas, bacilos, vírus e ricketesias dentre outros.

  • Laudos Técnico-periciais

    8

    da comprovação do exercício de atividade especial
    art. 148. a comprovação de atividade especial será feita pelo ppp–perfil profissiográfico previdenciário, emitido pela empresa com base em laudo técnico de condições ambientais de trabalho (ltcat) expedido por médico do trabalho ou engenheiro de segurança, conforme anexo xv – ou alternativamente, até 30 de junho de 2003, pelo formulário,antigo sb-40,dieses be 5235, dss-8030, dirben 8030.

  • laudos emitidos pela FUNDACENTRO

    9

    § 1º fica instituído o ppp – perfil profissiográfico, que contemplará, inclusive, informações pertinentes aos formulários em epígrafe, os quais deixarão de ter eficácia a partir de 01 de julho de 2003, ressalvado o disposto no § 2º artigo.

  • laudos emitidos pelo Ministério do Trabalho

    10

    § 4º para os períodos posteriores a 28 de abril de 1995, véspera da publicação da lei nº 9032, exceto para ruído, o formulário a que se refere o caput deverá ser emitido pela empresa ou preposto, com base em laudo técnico de condições ambientais do trabalho (ltcat) expedido por médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho, para fins de comprovação da exposição a agentes nocivos, prejudiciais à saúde ou à integridade física.

  • Perícia médica

    11

    § 5º na situação prevista no parágrafo anterior, os agentes nocivos citados no formulário deverão ser os mesmos descritos no ltcat.
    § 6º para a comprovação da exposição ao agente nocivo ruído/nível de pressão sonora elevado (npse) ou outro não arrolado nos decretos regulamentares o formulário a que se refere o caput, deverá ser baseado em laudo técnico, mesmo para os períodos anteriores a 28 de abril de 1995;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • INSTRUÇÃO NORMATIVA INSSDC No 84 DE 17/12/2002
  • Art. 146
  • Art. 149
  • Art. 153
  • Laudos Técnico-periciais
  • laudos emitidos pela FUNDACENTRO
  • laudos emitidos pelo Ministério do Trabalho
  • Perícia médica
  • métodos
  • técnica
  • aparelhagens