Curso Online de NR.10 - PRIMEIROS SOCORROS

Curso Online de NR.10 - PRIMEIROS SOCORROS

Complementação de Primeiros Socorros para NR 10.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 50 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Complementação de Primeiros Socorros para NR 10.

Atuando no setor de treinamentos em Consultoria de QSMS. Padronização de material didático e treinamentos. NR 10. CIPA. Combate e prevenção a incêndio. Primeiros Socorros. Direção Defensiva. Uso Seguro de Ferramentas Manuais e Elétricas. Atuação como Professor Técnico de Segurança do Trabalho por 5 anos ministrando aulas de Tecnologia Industrial I e II, Desenho Técnico, Ergonomia e Curso de complementação em NR 10 para técnicos de segurança do trabalho (Apostila e apresentação próprias). Curso de Desenho Arquitetônico. INSTITUTO PADRE REUS. (1991). Curso de Instalações Elétricas Padrão Light 12kw. FUNCEFET, LIGHT E SEBRAE/RJ. (1997). Noções de Eletrotécnica Aplicada À Instalação Elétrica. FIRJAN - SENAI. (1999). Básico em Instalações Elétricas Prediais e Residenciais. FIRJAN - SENAI. (2000). Curso Técnico em Segurança do Trabalho Bombeiro Profissional Civil Habilitado pelo CBMERJ.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • 1

    primeiros socorros

  • 2

    conceito:

    são as ações iniciais aplicadas às vítimas em situação de emergência (acidentes, mal súbito), no local em que ocorrem ou se manifestam que tem por finalidade manter a vida, sem provocar novas lesões ou agravar as já existentes, até a chegada do socorro.

  • 3

    em algum momento da vida nos vemos obrigados a tomar decisão de ajudar ou não em uma emergência.

  • 4

    finalidade:

    transportar com segurança e rapidez para o hospital, quando for o caso.

    salvar uma vida;

    prevenir danos maiores;

    manter a segurança durante o atendimento das emergências para prevenir novo acidente;

  • 5

    aspectos legais:

    a legislação no brasil no código penal brasileiro, no artigo 135 aborda o “crime de omissão de socorro”.

    art. 135 – “deixar de prestar assistência, quando de fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e eminente perigo; ou não pedir nesses casos, o socorro da autoridade pública”.
    pena: detenção de 1 (um) ano e 6(seis) meses, ou multa.

    parágrafo único. “a pena é aumentada de metade, se da omissão resulta lesão corporal de natureza grave, e triplicada, se resulta a morte.“

  • 6

    conduta do socorrista:

    um socorrista, antes de tomar qualquer atitude, deve inicialmente atentar para os riscos e perigos do local, sobre a vítima e sobre si mesmo para em seguida proceder com o socorro.

  • 7

    sinais vitais:

    são reflexos e sinais que permitem concluir sobre o estado geral da vítima. se dividem em 8 (oito) sinais.

    movimentos respiratórios:

    1 - processo físico: consta dos movimentos de expiração e
    inspiração, com a participação dos músculos respiratórios;

    2 - processo químico: troca gasosa (hematose).

  • 8

    pulso;

    sinais vitais:

    distensão de uma artéria que se repete com regularidade segundo a sístole cardíaca (pressão do sangue nos vaso, quando o coração se contrai ou bombeia).

    padrão de normalidade:

  • 9

    pressão arterial;

    estado de dilatação e reatividade das pupilas;

    sinais vitais:

    é a pressão do sangue no sistema arterial que depende da força contrátil do coração e freqüência de contração da quantidade de sangue circulante no sistema arterial.

    é a abertura no centro da íris e sua função primordial corresponde à transmissão da luz. a pupila exposta à luz se contrai (miose) e quando no escuro se dilata (midríase).

  • 10

    temperatura corporal;

    cor e umidade da pele;

    estado de inconsciência;

    mobilidade e sensibilidade do corpo.

    sinais vitais:

    equilíbrio mantido entre ganho e perda de calor pelo organismo.

    a cor e umidade da pele devem ser observadas na face e nas extremidades dos membros, onde as alterações se manifestam primeiro. a cianose (pele arroxeada) ocorre por acúmulo de sangue venoso em exposição ao frio.

    uma pessoa pode estar inconsciente por desmaio, estado de choque, coma, convulsões, intoxicações por drogas e morte.

    incapacidade de uma pessoa consciente realizar certo movimento (paralisia). a perda de movimento voluntário de área lesada é acompanhada de perda de sensibilidade.

  • 11

    avaliação da vítima :

    avaliação primária

    avaliação secundária

    consiste na identificação e tratamento imediato de problemas que coloquem em risco a vida de uma pessoa.

    consiste na avaliação mais minuciosa da vítima, onde deve ser realizada posteriormente a primeira avaliação, desde que não exista nenhuma intercorrência mais séria que necessite interferência imediata para manter o suporte básico de vida.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: