Curso Online de NR.10 - PRIMEIROS SOCORROS

Curso Online de NR.10 - PRIMEIROS SOCORROS

Complementação de Primeiros Socorros para NR 10.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Complementação de Primeiros Socorros para NR 10.

Atuando no setor de treinamentos em Consultoria de QSMS. Padronização de material didático e treinamentos. NR 10. CIPA. Combate e prevenção a incêndio. Primeiros Socorros. Direção Defensiva. Uso Seguro de Ferramentas Manuais e Elétricas. Atuação como Professor Técnico de Segurança do Trabalho por 5 anos ministrando aulas de Tecnologia Industrial I e II, Desenho Técnico, Ergonomia e Curso de complementação em NR 10 para técnicos de segurança do trabalho (Apostila e apresentação próprias). Curso de Desenho Arquitetônico. INSTITUTO PADRE REUS. (1991). Curso de Instalações Elétricas Padrão Light 12kw. FUNCEFET, LIGHT E SEBRAE/RJ. (1997). Noções de Eletrotécnica Aplicada À Instalação Elétrica. FIRJAN - SENAI. (1999). Básico em Instalações Elétricas Prediais e Residenciais. FIRJAN - SENAI. (2000). Curso Técnico em Segurança do Trabalho Bombeiro Profissional Civil Habilitado pelo CBMERJ.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • 1

    primeiros socorros

  • 2

    conceito:

    são as ações iniciais aplicadas às vítimas em situação de emergência (acidentes, mal súbito), no local em que ocorrem ou se manifestam que tem por finalidade manter a vida, sem provocar novas lesões ou agravar as já existentes, até a chegada do socorro.

  • 3

    em algum momento da vida nos vemos obrigados a tomar decisão de ajudar ou não em uma emergência.

  • 4

    finalidade:

    transportar com segurança e rapidez para o hospital, quando for o caso.

    salvar uma vida;

    prevenir danos maiores;

    manter a segurança durante o atendimento das emergências para prevenir novo acidente;

  • 5

    aspectos legais:

    a legislação no brasil no código penal brasileiro, no artigo 135 aborda o “crime de omissão de socorro”.

    art. 135 – “deixar de prestar assistência, quando de fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e eminente perigo; ou não pedir nesses casos, o socorro da autoridade pública”.
    pena: detenção de 1 (um) ano e 6(seis) meses, ou multa.

    parágrafo único. “a pena é aumentada de metade, se da omissão resulta lesão corporal de natureza grave, e triplicada, se resulta a morte.“

  • 6

    conduta do socorrista:

    um socorrista, antes de tomar qualquer atitude, deve inicialmente atentar para os riscos e perigos do local, sobre a vítima e sobre si mesmo para em seguida proceder com o socorro.

  • 7

    sinais vitais:

    são reflexos e sinais que permitem concluir sobre o estado geral da vítima. se dividem em 8 (oito) sinais.

    movimentos respiratórios:

    1 - processo físico: consta dos movimentos de expiração e
    inspiração, com a participação dos músculos respiratórios;

    2 - processo químico: troca gasosa (hematose).

  • 8

    pulso;

    sinais vitais:

    distensão de uma artéria que se repete com regularidade segundo a sístole cardíaca (pressão do sangue nos vaso, quando o coração se contrai ou bombeia).

    padrão de normalidade:

  • 9

    pressão arterial;

    estado de dilatação e reatividade das pupilas;

    sinais vitais:

    é a pressão do sangue no sistema arterial que depende da força contrátil do coração e freqüência de contração da quantidade de sangue circulante no sistema arterial.

    é a abertura no centro da íris e sua função primordial corresponde à transmissão da luz. a pupila exposta à luz se contrai (miose) e quando no escuro se dilata (midríase).

  • 10

    temperatura corporal;

    cor e umidade da pele;

    estado de inconsciência;

    mobilidade e sensibilidade do corpo.

    sinais vitais:

    equilíbrio mantido entre ganho e perda de calor pelo organismo.

    a cor e umidade da pele devem ser observadas na face e nas extremidades dos membros, onde as alterações se manifestam primeiro. a cianose (pele arroxeada) ocorre por acúmulo de sangue venoso em exposição ao frio.

    uma pessoa pode estar inconsciente por desmaio, estado de choque, coma, convulsões, intoxicações por drogas e morte.

    incapacidade de uma pessoa consciente realizar certo movimento (paralisia). a perda de movimento voluntário de área lesada é acompanhada de perda de sensibilidade.

  • 11

    avaliação da vítima :

    avaliação primária

    avaliação secundária

    consiste na identificação e tratamento imediato de problemas que coloquem em risco a vida de uma pessoa.

    consiste na avaliação mais minuciosa da vítima, onde deve ser realizada posteriormente a primeira avaliação, desde que não exista nenhuma intercorrência mais séria que necessite interferência imediata para manter o suporte básico de vida.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.