Curso Online de PCA - Programa de Conservação Auditiva

Curso Online de PCA - Programa de Conservação Auditiva

Treinamento voltado para profissionais que estão expostos ao ruido, empresas e demais interessados ao aprimoramento no assunto.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Treinamento voltado para profissionais que estão expostos ao ruido, empresas e demais interessados ao aprimoramento no assunto.

Técnico em segurança do trabalho, bombeiro civil, ex militar temporário, motorista militar especializado no transporte de combustível de aviação com curso na marinha e diversas missões pelo pais, curso de brigadista com formação no Corpo de Bombeiro de SP. Supervisor e coordenador de equipes em diversas frentes de trabalho, consultor e assessor em segurança e saúde do trabalho. Experiência com inspeção e manutenção de equipamentos contra incêndio, manutenção industrial e controle integrado de pragas urbanas.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Treinamentos


    PPR – Programa de Conservação Auditiva

    Revisão : junho 2015

  • Separe um caderno para anotações importantes;
    Estipule um horário diário para seus estudos;
    Estude em local onde não seja incomodado.

    Bons estudos !

    Dicas importantes !

  • Introdução

    Assegurar a saúde auditiva dos colaboradores expostos a níveis elevados de pressão sonora.

  • RUÍDO E VIBRAÇÕES:

    RUÍDO E VIBRAÇÕES:

    Vibração:

    É, movimento, oscilação, balanço de objetos, de coisas. Facilmente detectável pelo tato e pala visão:

    Vibração Sonora:

    Detectável pelo sistema auditivo:

    Na Acústica, são estudadas as vibrações mecânicas que podem dar a sensação subjetiva de audição de se ouvir sons:

    Características Básicas e Definições

    Amplitude: Deslocamento, a velocidade, a aceleração

    Freqüência:. Hertz

    Pressão sonora: Vibração dinâmica

    Som: Energia transmitida por vibrações no ar

    Ruído: Fenômeno físico, mistura de sons

    Propagação do som através do ar:

  • O decibel, os Níveis de Pressão Sonora e os Níveis Sonoros

    O decibel, os Níveis de Pressão Sonora e os Níveis Sonoros

    Lei de Weber-Fechner

    Considerando que o aumento de pressão das partículas do meio - chamado pressão acústica - é um estímulo para os órgãos do sentido dos seres vivos, torna-se importante conhecer a relação entre o estímulo e a reação produzida no sistema nervoso do ser humano, chamada sensação. Constitui fato inegável a característica de que ao variar o estímulo variará a sensação.
    " Para que se verifique um aumento na sensação, é necessário que a intensidade do estímulo cresça na mesma medida"
    " A sensação cresce como o logarítmo do estímulo".

    Observe-se que o decibel NÃO É UMA UNIDADE, mas a relação entre duas grandezas variáveis.

  • O decibel, os Níveis de Pressão Sonora e os Níveis Sonoros

    O decibel, os Níveis de Pressão Sonora e os Níveis Sonoros

    Lei de Weber-Fechner

    unção dos números 10 - 100 - 1.000 - 10.000 - 100.000 - 1.000.000 a sensação humana cresce correspondentemente nos números: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6.
    Em outras palavras, quando o estímulo físico é multiplicado por 10, a sensação aumenta em apenas uma unidade. A relação é conhecida como NÍVEL DE PRESSÃO SONORA (NPS).
    A escala em dB não é linear, e, em conseqüência, os dB não podem ser adicionados ou subtraídos aritmeticamente. Por exemplo, a adição de 95 dB mais 95 dB dá 98 dB e não 190 dB, como daria numa escala linear.
    Essa é a razão pela qual diminuir o nível de pressão sonora em 10 dB é equivalente a reduzir a pressão sonora em 90%, diminuir em 20 dB é equivalente a reduzir a pressão sonora em 99%, etc.

  • Níveis Sonoros

    Níveis Sonoros

    A necessidade de considerar simultaneamente a variação da pressão sonora (através do NPS) e a freqüência da onda leva a representar ambos os fatores em gráficos chamados de espectros sonoros.
    Como exemplo, o espectro sonoro de uma buzina de carro.

  • A buzina é ouvida como um som, mas, na verdade, ela está composta por muitos sons de freqüências diferentes, o que fica evidenciado quando são feitas medições de NPS com um conjunto de filtros chamado de analisador de freqüências.
    Observe-se a maneira peculiar como, na figura, foi dividida a faixa total de audiofreqüências (onde foram omitidos os extremos 16 e 20.000 Hz). Essa forma de divisão é chamada de análise de oitava ou análise em bandas de oitava.
    Para o som da buzina da figura, temos uma certa sensação que não pode ser expressa separadamente por nenhum dos valores de NPS nas respectivas freqüências. Isto é, sendo a sensação sonora a de estarmos ouvindo apenas um som, não podemos dizer que a sensação é de 110, 65, 78 ou outro valor qualquer em dB.
    Para contornar o problema de dar um valor só (a um conjunto de sons) que reflita adequadamente a sensação humana e que permita avaliar o risco de desconforto ou de dano auditivo de uma forma simples, foram criados os “decibéis compensados”.

    Proteção Auditiva

  • A base para os “decibéis compensados deriva do fato de o sistema auditivo humano ter sensibilidade diferente para freqüências diferentes. Por exemplo, um som em 80 dB, emitido na freqüência de 1.000 Hz, é ouvido bem mais forte do que os mesmos 80 dB emitidos na freqüência de 63 Hz. Verifica-se, então que, para freqüências baixas, a sensibilidade do ouvido é baixa. O sistema auditivo é altamente sensível nas freqüências de 1.000 a 4.000 cps), sendo que para altas freqüências, a sensibilidade do ouvido volta a ser baixa.
    Para seguir, então, da maneira mais fiel possível a sensação humana real, os níveis de pressão sonora são alterados, compensando, para cada faixa de freqüência, através de filtros próprios, incluídos nos equipamentos de medição, para se obter apenas um valor, chamado de nível de pressão sonora compensado ou, simplesmente, Nível Sonoro - NS.

    Proteção Auditiva

  • Existem coisas que você não precisa perder.
    A audição é uma delas.
    Proteja – se!

    Proteção Auditiva

  • Conhecendo o Risco

    O som é uma vibração que se propaga pelo ar
    em forma de ondas e que é percebida
    pelo ouvido humano. É uma sensação agradável,
    em nível suportável e que não irrita.
    Ele pode ser mais ou menos perigoso
    dependendo da sua freqüência e intensidade.

    O SOM


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • RUÍDO E VIBRAÇÕES
  • DECIBEL
  • NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA
  • NÍVEIS SONOROS
  • PCA
  • REDUÇÃO DO RUÍDO NA TRANSMISSÃO:
  • EFEITOS NO ORGANISMO
  • EFEITOS NO TRABALHO
  • MEDIÇÃO DO RUÍDO
  • EPIs AUDITIVOS