Curso Online de ABC Musical para todos os Instrumentos... (Teoria e solfejos)

Curso Online de ABC Musical para todos os Instrumentos... (Teoria e solfejos)

1. INTRODUÇÃO À MÚSICA 2. TEORIA MUSICAL PARA TODOS OS NSTRUMENTOS 3. A GRAFIA MUSICAL 4. TEORIA E SOLFEJOS P. BONA 5. A ENERGIA SURREAL...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

1. INTRODUÇÃO À MÚSICA
2. TEORIA MUSICAL PARA TODOS OS NSTRUMENTOS
3. A GRAFIA MUSICAL
4. TEORIA E SOLFEJOS P. BONA
5. A ENERGIA SURREALISTA
6. AUTOBIOGRAFIA

José Vieira Cabral Nasceu no dia 25 de agosto de 1.960 em Xambrê, Paraná, viveu ali até os seus oito anos de idade e depois os seus pais se mudaram para Maringá no mesmo Estado. E aos 19 anos mudou-se para São Caetano do Sul, Região do Grande ABC, São Paulo, onde permanece até o presente momento. O Autor/produtor foi comerciante a maior parte de sua vida, mas também trabalhou como empregado em algumas Empresas: Foi Administrativo e Encarregado de obras Civis, tendo como formação (Mestria em Construção Civil) e, mais de 100 Cursos de diversas áreas. Como Escritor e pesquisador escreveu diversas Obras Literárias e Didáticas: É fundador da Livraria e Editora Virtual Cabral Veríssimo (seu nome artístico) e pertencente ao Clube de autores. O seu Site:(ciacabralverissimo.loja2.com.br), onde produz os seus Livros e Cursos online para a plataforma da (www.buzzero.com/autores/jose-cabral).



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • A música é uma arte notável que marca presença em todo o nosso universo, modificando o comportamento humano e expelindo as suas sensações mediante o som: Com ela, muitos louvam o mundo, com seus ídolos... Mas outros louvam a Deus pela sua benignidade!
    A música é um fenômeno vibrante e belo que locomove a mente e o coração das pessoas, pela sua riquíssima expressão sonora. E, mergulhada no sentimentalismo da pessoa, ela revira os confins da alma...
    E lá no íntimo, garimpam emoções, revigorando o sangue quase estagnado para devolver o ânimo de vida.

    Introdução a música

  • Segundo a medicina: A música ativa nossa alma e entrando na mente, mexe na energia muscular fazendo-a mudar de estado (ativando-a ou reduzindo-a). Ela faz crescer ou decrescer a frequência das batidas do coração. Por isso, é importantíssimo sabermos ouvir música quando se faz uma refeição ou se trabalha.
    Podemos concluir tamanha eficácia que tem a música em relação à vida: Ela é capaz de trazer à tona os segredos do coração, publicando suas intenções pelo comportamento, mediante o som.
    Esse comportamento se deve à energia surrealista, armazenada nas partituras musicais pelos compositores. E depois expelida pelas execuções instrumentais e novamente armazenada em CD, pen Driver e outros meios de gravações a inúmeros ouvintes.

  •  
    A Música é uma arte notável pela a sua capacidade de transposição de sensações humanas através do som: Cada compositor se organiza dentro de um tipo de ritmo que considera ser, de sua vocação, para a tal transposição de sua alma mediante o som. E para isso, ele precisa do conhecimento musical para grafar a sonoridade de sua composição e obviamente depois ser lida por qualquer tipo de instrumento musical – inclusive o seu, para que possa tocar sempre igual a sua criação e até mesmo ir aperfeiçoando a “partitura” até atingir o grau de sua perícia.

    Teoria Musical
    Para todos
    os instrumentos...

  • Tocador já se refere aquele músico que toca de ouvido, sem os conhecimentos musicais desejáveis. Todavia, há tocadores que tocam com bastante precisão quanto aos valores de tempos e alturas de intensidades das notas musicais. Só que nesse caso não dá para tocar numa Orquestra, pois não entenderia com exatidão o percurso de uma partitura e muito menos ainda, aquilo que o maestro ou um Regente de Orquestra lhe pediria numa regência musical. Por isso, a esses não se diz: Músico! E sim Tocador.
    Obs.: Logo abaixo, coloquei um exemplo de partitura da música “Titanic”: lindíssima e famosíssima, todavia facílima de tocar. A música não é nenhum Bicho-de-sete-cabeças para quem almeja aprender (Precisa apenas paciência e dedicação para chegar lá)... Mas, chegará com certeza!

  • A grafia musical

  • Figuras e pausas
    Valores de duração de notas e Pausas não são definidos absolutamente, mas são proporcionais à duração das demais notas e pausas. Para efeito de definição a duração de uma semibreve será tomada como uma "duração de referência" (R).

  •  
    Música  
    A música é uma arte notável que marca presença em todo o nosso universo, modificando o comportamento humano e expelindo as suas sensações mediante o som: Com ela, muitos louvam o mundo, com seus ídolos... Mas outros louvam a Deus pela sua benignidade!
    A música é um fenômeno vibrante e belo que locomove a mente e o coração das pessoas, pela sua riquíssima expressão sonora. E, mergulhada no sentimentalismo da pessoa, ela revira os confins da alma... E lá no íntimo, garimpam emoções, revigorando o sangue quase estagnado para devolver o ânimo de vida.

    A energia surrealista

  • Segundo a medicina: A música ativa nossa alma e entrando na mente, mexe na energia muscular fazendo-a mudar de estado (ativando-a ou reduzindo-a). Ela faz crescer ou decrescer a frequência das batidas do coração. Por isso, é importantíssimo sabermos ouvir música quando se faz uma refeição ou se trabalha.
    Podemos concluir tamanha eficácia que tem a música em relação à vida: Ela é capaz de trazer à tona os segredos do coração, publicando suas intenções pelo comportamento, mediante o som.
    Esse comportamento se deve à energia surrealista, armazenada nas partituras musicais pelos compositores. E depois expelida pelas execuções instrumentais e novamente armazenada em CD, pen Driver e outros meios de gravações a inúmeros ouvintes.

  • Compositor:
     
    _ Entre o compositor e sua composição há um segredo enorme! Porque ela é capaz de mergulhar no seu subconsciente e buscar uma inspiração oculta, materializando-a numa partitura, através das figuras musicais.
    Nessa vocação: a energia surrealista se manifesta com a matéria prima adequada, organizando seus sentimentos e emoções musicais, para serem aplicadas mediante o som.
    A partitura toma ai uma posição de lâmpada, representando o compositor; e a luz aparece através da execução do som pelos instrumentos musicais. Considera-se o silêncio como um interruptor para a tal luz sonora: uma vez acionada por tais execuções; os músicos estão ligando a energia das inspirações do compositor à lâmpada, para evidenciar a sua iluminação.
    Para os que conhecem estudos musicais; a música existe antes mesmo do som; porque a partitura traz no seu pentagrama, as figuras musicais com seus respectivos valores, dando a eles... Melodias, acordes com seus ritmos.

  • Música sacra:
     
    _ Essas têm funções especiais! Seus efeitos têm virtude de expulsar a inquietação da alma, pelos cuidados, pelos cuidados terrenos, ou pela perturbação de espíritos malignos; elevando-a numa comunhão em Deus pelas coisas celestiais.
    A música sacra é capaz de expulsar toda a fúria de uma alma irada, aplacando-a com carícias de Deus tão penetrante _ que sua anestesia cala a pulsação revolta e acorda a emoção do amor pela vida e paz!
     

  • Aceitação musical:
     
    _ Quando uma música revela sua magnífica luz; ela traz claridade diferente de outras composições. É ai que entra o teste de aceitação popular; ela é subjugada de acordo com ao gosto auditivo e não pelas qualidades intelectuais de músicos e compositores (porque buscam as próprias satisfações) e nesses grandes misturas de gostos, agregam: sensibilidade musical, de níveis altos, médios, baixos e baixíssimos (que são os leigos).
    A arte de compor para alcançar um bom espaço nesse mercado nunca foi fácil, justamente, por causa dessa dependência de aprovação popular de consumidores de gostos variáveis pelos estilos: Se classificarmos as idades em fases, cambaleia a preferência pelos estilos...
    _ É preciso penetrar no íntimo das pessoas, lhe acionando as sensibilidades para que eleja os valores musicais, e aí vemos todas essas injustiças que estão presentes no mundo das composições.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 1. INTRODUÇÃO À MÚSICA
  • 2. TEORIA MUSICAL PARA TODOS OS NSTRUMENTOS
  • 3. A GRAFIA MUSICAL
  • 4. TEORIA E SOLFEJOS P. BONA
  • 5. A ENERGIA SURREALISTA
  • 6. AUTOBIOGRAFIA