Curso Online de Curso de contra baixo para iniciante

Curso Online de Curso de contra baixo para iniciante

Sumário Sobre o autor, 3 Anatomia do Instrumento, 4 Aula 1 – Noções básicas, 5 Aula 2 – Figuras ou valores, 12 Aula 3, 16 Aula 4 – Exercí...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Sumário
Sobre o autor, 3
Anatomia do Instrumento, 4
Aula 1 – Noções básicas, 5
Aula 2 – Figuras ou valores, 12
Aula 3, 16
Aula 4 – Exercícios Psicomotores, 18
Aula 5, 20
Aula 6 – Formação de Escalas, 22
Aula 7, 25
Aula 8 – Intervalos simples e compostos, 27
Aula 9, 30
Aula 10, 32
Aula 11 – Tônica e quinta, 35
Aula 12, 37
Aula 13, 38


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Curso de contra baixo para iniciante

    Curso de contra baixo para iniciante

  • Sumário
    Sobre o autor, 3
    Anatomia do Instrumento, 4
    Aula 1 – Noções básicas, 5
    Aula 2 – Figuras ou valores, 12
    Aula 3, 16
    Aula 4 – Exercícios Psicomotores, 18
    Aula 5, 20
    Aula 6 – Formação de Escalas, 22
    Aula 7, 25
    Aula 8 – Intervalos simples e compostos, 27
    Aula 9, 30
    Aula 10, 32
    Aula 11 – Tônica e quinta, 35
    Aula 12, 37
    Aula 13, 38

  • Método Básico 1 – Contrabaixo
    Anatomia do Contra-Baixo

    PONTE - UMA PEÇA MUITO IMPORTANTE DO BAIXO. EMBORA
    PAREÇA QUE SEJA APENAS UM APOIO PARA AS CORDAS, É ELA
    QUEM FAZ A TRANSFERÊNCIA DAS VIBRAÇÕES DAS CORDAS
    PARA A MADEIRA DO CORPO. EM ALGUNS BAIXOS, AS CORDAS
    NÃO SÃO PRESAS NA PONTE, MAS SIM DIRETAMENTE NO
    CORPO, VISANDO UM MELHOR APROVEITAMENTO DOS GRAVES.
    CAPTADORES – TÊM A FUNÇÃO DE TRANSFORMAR A VIBRAÇÃO
    DAS CORDAS EM SOM. ATRAVÉS DE INDUÇÃO MAGNÉTICA, O
    SOM É CAPTADO E TRANSMITIDO PARA A SAÍDA. ENTRE OS
    VÁRIOS MODELOS DE CAPTADORES, OS MAIS COMUNS SÃO O
    JAZZ (PADRÃO JAZZ BASS), PRECISION E PIEZO.
    CORPO - RESPONSÁVEL DIRETO PELO TIMBRE DO
    INSTRUMENTO. ASSIM COMO NO VIOLÃO EXISTE A CAIXA
    ACÚSTICA, O CORPO DO BAIXO É QUEM VIBRA, DANDO SUSTAIN E GRAVE NECESSÁRIO
    AO BAIXO. É NO CORPO QUE SÃO FIXADAS AS CORDAS, O BRAÇO E A PARTE ELÉTRICA.
    O PESO DO CORPO INFLUI TAMBÉM NO EQUILÍBRIO DO BAIXO E NO CONFORTO DO
    INSTRUMENTO.
    MÃO - (PARTE ONDE SE PRENDEM AS CORDAS VIA TARRACHAS) - ALÉM DE SERVIR PARA
    FIXAÇÃO DAS TARRACHAS TEM MUITA INFLUÊNCIA NO EQUILÍBRIO DO INSTRUMENTO.
    EXPERIMENTE TOCAR NUM BAIXO COM MÃO E NUM SEM (COMO FACTOR, STEIBERG), E
    SINTA A DIFERENÇA!
    TARRACHAS - RESPONSÁVEL PELA AFINAÇÃO DO INSTRUMENTO, MERECE CUIDADOS
    ESPECIAIS QUANTO À MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO.
    BRAÇO - PARTE FUNDAMENTAL DO INSTRUMENTO, DEVE SER FIRME O SUFICIENTE E DE
    MADEIRA ESTÁVEL. REQUER CUIDADO QUANTO AO USO DO TIRANTE, QUE É INTERNO
    AO BRAÇO (CONFORME EXPLICAÇÃO ACIMA). SEMPRE QUE SE TROCAR AS CORDAS,
    CHECAR SE A CURVATURA DO BRAÇO É ACEITÁVEL, E SE NECESSÁRIO, ATUAR
    SUAVEMENTE O TIRANTE.
    TRASTES - SÃO AS PEQUENAS FAIXAS DE METAL QUE SE EXTENDEM AO LONGO DO
    BRAÇO, RESPONSÁVEIS PELA LIMITAÇÃO E LOCALIZAÇÃO DAS NOTAS. EM ALGUNS
    CASOS, É POSSÍVEL RETIRAR OS TRASTES PARA QUE SE TENHA UM BAIXO TIPO
    FRETLEES, QUE POSSUI UM SOM CONTINUAMENTE À BASE DE "LIGADOS"; E LOGO EM
    SEGUIDA RECOLOCÁ-LOS. DESDE QUE SEJA BEM FEITO ESSE TRABALHO, CLARO! É
    BASEADO TAMBÉM NESSE FATOR, ALÉM DE OUTROS JÁ CITADOS ACIMA, QUE SE OBTÉM
    AS VARIAÇÕES SONORAS QUE COMPÕE O INSTRUMENTO.

  • Aula 1 - Noções básicas
    Leitura de cifras

    Para começarmos esse curso, temos de aprender o uso das cifras, assim
    poderemos identificar o nome dos acordes. As cifras são os nomes que damos
    aos acordes, para isso precisamos saber os nomes das notas musicais que são:

  • Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si
    Para cada uma dessas notas damos o nome de uma letra, começando pela
    letra A que corresponde a nota Lá.
    A=lá ; B=si ; C=dó ; D=ré ; E=mi ; F=fá ; G=sol
    Portanto:
    A = Lá maior, a letra “A” corresponde a nota Lá, como ela está sozinha significa
    que o acorde é maior.
    Am = Lá menor, a letra “A” corresponde à nota Lá, e a letra “m” significa que o
    acorde é menor .
    A7=Lá com sétima, a letra “A” corresponde à nota Lá, e o nº 7 que o acorde é
    com sétima.
    Exercícios

  • Descubra o nome
    dos acordes:
    a) D7 – Ré com sétima
    b) C –
    c) Em -
    d) F –
    e) A7 -
    f) G4 –

  • Noções básicas
    Nome das cordas
    O nome das cordas soltas do contrabaixo, começando pela primeira corda,
    contando de baixo para cima são: 1º corda – sol, 2º corda – ré, 3º corda – lá, 4º
    corda – mi.

  • Leitura tablatura
    Para lermos uma tablatura é como se o braço do contrabaixo estivesse de
    frente para nós, portanto, tome cuidado nesse caso com a primeira corda, corda
    sol, ela está em cima. Os números que aparecem na tablatura são as casas.No
    exemplo abaixo a corda usada é a terceira corda presa na terceira casa.

  • Posição dos dedos mão esquerda

    Para mão esquerda usamos os seguintes dedos: polegar, indicador, médio e
    anular. Cada um deles recebe um número para designá-lo.

  • Polegar = 1 ; indicador = 2; médio = 3; anular = 4 .

  • Posição dos dedos mão esquerda

    O polegar serve de apoio suave, atrás do instrumento. O sentido do polegar
    deve ser em forma de positivo.Os dedos devem pressionar as cordas, bem
    próximo dos ferrinhos (trastes).
    Posição dos


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Curso de contra baixo para iniciante