Curso Online de CURSO DE FORMAÇÃO PARA PROFESSOR DE FILOSOFIA
5 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de CURSO DE FORMAÇÃO PARA PROFESSOR DE FILOSOFIA

O Curso de Formação para Professor de Filosofia é uma ferramenta muito interessante ao docente que lida diariamente com situações diversa...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 60 horas

Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O Curso de Formação para Professor de Filosofia é uma ferramenta muito interessante ao docente que lida diariamente com situações diversas em sala de aul: aplicação do conteúdo, o modo de aplicação do mesmo e o próprio conteúdo a ser ministrado para confecção do conhecimento. A Filosofia em si mesma levanta muita suspeita pela validade de seu conhecimento, por isso inviabiliza a aproximação dos educando a ela. O conteúdo pra ser ministrado bem precisa ser bem conhecido, articulado e dominado pra ser socializado. O que esse curso vem apresentar e oferecer é justamente isso: um conteúdo para sua formação profissional, uma base para sua atualização e manuseio do mesmo em sala de aula, com recursos simples para uma compreensão mais acurada e assimilição mais óbvia do mesmo. Seja bem vindo ao mundo da filosofia e alargue o horizonte de compreensão acerca da mesma e o partilhe a todos de forma compreensiva.

Me chamo Luiz Carlos Ferreira Nascimento. Tenho Licenciatura em Filosofia, Bacharelado em Teologia e Especialização em Docência do Ensino Superior. Sou professor de Filosofia, Sociologia na rede Estadual de ensino, de Filosofia e Ensino Religioso na rede particular e Professor de Filosofia da Educação na rede particular a nível Superior. Faço parte do grupo de estudos sobre a Fenomenologia e Existencialismo tendo em vista projeto de Mestrado.


- Maria Francisca Gomes De Sousa Silva

- Edson Eugeime Zuchetto

"Muito Bom! Bem elaborado, criativo o que novamente comprova a competência e o comprometimento deste instituto de formação."

- Deisi Cardoso De Oliveira Giacomelli

"Setor responsável, O curso de Formação para professores de Fiolosofia é realmente muito bom , apesar de não ter chegado ao final do mesmo posso garantir esta qualidade até o momento. Att, Paula do Nascimento Cavalcanti"

- Paula Do Nascimento Cavalcanti

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CURSO DE FILOSOFIA
    NO ENSINO MÉDIO

  • UNIDADE INTRODUTÓRIA

    UNIDADE INTRODUTÓRIA

    INTRODUÇÃO CONTEXTUAL EXPLICATIVA

  • MÓDULO I

    MÓDULO I

    A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA
    MODALIDADE DOS CURSOS BUZZERO

  • CAPÍTULO I

    CAPÍTULO I

    INTRODUÇÃO

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Educação a Distância ou Ensino a Distância (EaD) é a modalidade de educação mediada por tecnologias que permitem que o aprendiz e seus mestres estejam separados espacial e/ou temporalmente, ou seja, não estejam fisicamente presentes em um ambiente formal de ensino-aprendizagem.
    A EaD enfatiza o papel do aluno, que gerencia seu próprio aprendizado, deste modo desenvolvendo sua autonomia.

  • Transmissões via satélite - principal estímulo ao aumento do EaD

  • CAPÍTULO II

    CAPÍTULO II

    AS TECNOLOGIAS DO EAD

  • AS TECNOLOGIAS

    AS TECNOLOGIAS

    Na educação a distância, professores e alunos estão conectados, interligados, por tecnologias chamadas telemáticas, como a internet e em especial as hipermídias, mas também podem ser utilizados outros recursos de comunicação, tais como carta, rádio, televisão, vídeo, CD-ROM, telefone, fax, celular, iPod, notebook etc.
    Aqui no Buzzero.com usaremos prioritariamente e basicamente a internet como meio de comunicação para o curso que você acaba de matricular.

  • Antena parabólica domiciliar

    Material didático via correspondência

    Televisão portátil

    Televisor doméstico - tecnologia básica da EaD

  • Notebook - tecnologia atual para expandir o EaD

    Aparelho de Fax. Auxílio ao EaD

    Celulares modernos tornam-se aplicativos para EaD

    Aplicativos destinados ao EaD

  • Um primeiro marco da educação a distância foi o anúncio publicado na Gazeta de Boston, no dia 20 de março de 1728, pelo professor de taquigrafia Cauleb Phillips


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • UNIDADE INTRODUTÓRIA
  • MÓDULO I
  • CAPÍTULO I
  • INTRODUÇÃO
  • CAPÍTULO II
  • AS TECNOLOGIAS
  • CAPÍTULO II
  • CARACTERÍSTICAS DO EAD
  • CAPÍTULO III
  • SISTEMATIZAÇÃO
  • CAPÍTULO IV
  • METODOLOGIA DOS CURSOS EAD
  • CAPÍTULO V
  • AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM
  • CAPÍTULO VI
  • O PAPEL DO PROFESSOR
  • RELAÇÃO PROFESSOR/ALUNO
  • POSICIONAMENTO DO ALUNO
  • CAPÍTULO VII
  • INTRODUÇÃO AO CURSO
  • MODULO I
  • APRESENTAÇÃO DO MODULO
  • UNIDADE I
  • PROFESSOR OU FILÓSOFO?
  • FILOSOFIA, A PALAVRA
  • VISÃO SOCRÁTICA
  • NATUREZA DIALÓGICA
  • ASPECTOS LEGAIS
  • GOVERNO DE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
  • GOVERNO DE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
  • PARECER CEB/CNE
  • OBRIGATORIEDADE DOS DOCUMENTOS
  • ESPAÇOS TRADICIONAIS
  • ESCOLA E SOCIEDADE DISCILPLINAR
  • ALTERNATIVAS DIANTE DA REALIDADE
  • FILOSOFIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA
  • DESAFIOS DA FILOSOFIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA
  • CULTURA LETRADA VERSUS CULTURA DA IMAGEM
  • ALÉM DA PRÁTICA DISCIPLINAR
  • O QUE É ESTUDAR FILOSOFIA?
  • FORMAÇÃO DO PROFESSOR
  • HISTÓRIA DA FILOSOFIA
  • É importante para o professor de filosofia, além de ser historiador de filosofia, ser um bom leitor e realizar sua própria formação por meio da leitura dos textos e do mundo
  • FILOSOFAR, O QUE É?
  • PROFESSOR DE FILOSOFIA
  • PROCESSO EM ABERTO
  • RISCOS NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE FILOSOFIA
  • ABORDAGEM DA DISCIPLINA: COMO TRABALHAR COM OS ALUNOS
  • TRABALHO DO PROFESSOR DE FILOSOFIA
  • ABORDAGEM HISTÓRICA
  • RELEVÂNCIA CONTEMPORÂNEAS DAS QUESTÕES
  • IMPORTÂNCIA DOS RECORTES
  • ABORDAGEM TEMÁTICA
  • Pingos de filosofia
  • ABORDAGEM PROBLEMÁTICA
  • ABORDAGEM FILOSÓFICA
  • EXPERIÊNCIA DO PROFESSOR E DO ALUNO
  • RELAÇÃO DA FILOSOFIA COM OUTRAS DISCIPLINAS
  • FRAGMENTAÇÃO DISCIPLINAR
  • O que defendo é que a filosofia, não seja, no ensino médio uma andorinha solitária
  • PAPEL DA FILOSOFIA
  • ESTRATÉGIAS DE RELACIONAMENTO DA FILOSOFIA COM OUTRAS DISCIPLINAS
  • Não há fórmulas pré-estabelecidas, mas relações que se criam e só se efetivam a cada nova situação e espaço, com suas peculiaridades
  • FILOSOFIA E OUTRAS PRÁTICAS E DISCURSOS
  • ATUAÇÃO DO PROFESSOR
  • COMUNIDADE DE INVESTIGAÇÃO
  • CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO
  • INVESTIGAÇÃO
  • DIÁLOGO INVESTIGATIVO
  • PROCESSO INVESTIGATIVO
  • PRODUÇÃO ESCOLAR – DIVERSAS LINGUAGENS
  • FILOSOFIA E FORMA ESTÉTICA APLICADA
  • ESTRATÉGIAS DE APROXIMAÇÃO
  • AVALIAÇÃO AUTORAL
  • CONHECIMENTO
  • APRESENTAÇÃO DO MÓDULO
  • ORIGENS DO PENSAMENTO RACIONAL
  • RAZÃO, VERDADE E CONHECIMENTO
  • NATUREZA DA RAZÃO
  • CARÁTER DO CONHECIMENTO NO ENSINO MÉDIO
  • TEMAS SUBTERRÂNEOS
  • CAMINHO A SEGUIR
  • FILOSOFIA E MITO
  • PRÍNCIPIO DA FILOSOFIA
  • INFLUÊNCIA DE PLATÃO
  • MITO FILOSOFIA – CONVERGÊNCIA E DIVERGÊNCIA
  • ARTE COMO FORMA DE SABER
  • HISTÓRIA E FILOSOFIA
  • RAZÃO VERSUS PENSAMENTO MÍTICO RELIGIOSO
  • SENSO COMUM
  • PENSAMENTO DE TODOS E DE NINGUÉM
  • FILOSOFIA E SENSO COMUM
  • INVENÇÃO DA RAZÃO NA GRÉCIA ANTIGA
  • INÍCIO DE CONVERSA
  • INVENÇÃO DA RAZÃO
  • PALAVRA E VERDADE
  • LÓGICA DA CONTRADIÇÃO
  • HISTÓRIAS DAS ORIGENS DO PENSAMENTO GREGO
  • SOPHIA
  • O LOGOS
  • NOVOS SENTIDOS DE SOPHÓS E SOPHISTÊS
  • NOÇÃO PLATÔNICA DE SABEDORIA
  • PHILOSOFOS E SOFOS
  • Nota-se aqui uma característica importante do pensamento filosófico que buscaremos destacar a atenção a seus próprios limites
  • CONHECIMENTO NA FILOSOFIA GREGA CLÁSSICA
  • SÓCRATES
  • USO DE PERGUNTAS
  • LÓGICA
  • ANAMMÉSIS
  • A LÓGICA COMO INSTRUMENTO DA CIÊNCIA
  • ESTUDO DA LÓGICA
  • USO DA PALAVRA LÓGICA COMO JUSTIFICAÇÃO
  • ESTUDO DOS RACIOCINIOS
  • CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS DE UM RACIOCINIO
  • QUESTÃO CENTRAL DA LÓGICA
  • DISTINÇÃO ENTRE RACIOCINIO E ARGUMENTO
  • NECESSIDADE DAS ORAÇÕES DECLARATIVAS
  • VERDADE E VALIDADE
  • SILOGISMO OU RACIOCIONIO CIENTIFICO
  • CIÊNCIA E METAFÍSICA
  • JUSTIFICAÇÃO DA CIÊNCIA
  • SUBSTÂNCIA E ATRIBUTOS
  • CONHECIMENTO DA NATUREZA
  • EM DIREÇÃO À MODERNIDADE
  • IDADE MÉDIA: FÉ E RAZÃO
  • INFLUÊNCIA DO CRISTIANISMO
  • DISCUSÃO ENTRE FÉ E RAZÃO
  • HERANÇAS
  • CONHECIMENTO NA MODERNIDADE
  • PASSADO E PRESENTE
  • CIÊNCIA MODERNA
  • RELAÇÃO COM A HISTÓRIA
  • RELAÇÃO COM A GEOGRAFIA
  • CIÊNCIA CONTEMPLATIVA VERSUS OPERATIVA
  • QUALIDADES PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS
  • CONSIDERAÇÃO DAS PROPRIEDADES MATEMÁTICAS
  • EXPLICAÇÃO DAS CAUSAS
  • NATUREZA DO CONHECIMENTO
  • SUBSTÂNCIA PENSANTE
  • ESSE CONHECIMENTO É EXPRESSO NUMA FAMOSA FRASE DE DESCARTE
  • CONHECIMENTO FUNDAMENTADO NA SUBSTÂNCIA
  • ÉTICA E POLITICA
  • MORAL E ÉTICA
  • POLÍTICA E POLÍTICO
  • CONJUNTO DE VALORES E CULTURA
  • Portanto, nossas condutas, nossas ações e nossos comportamentos são determinados ou modelados, pelas condições em que vivemos – família, classe ou grupo social, religião, trabalho, escola...
  • ÉTICA TRADICIONAL E RELIGIOSA
  • VIRTUDE COMO SABER
  • ENSINO DA VIRTUDE
  • SABER DO BEM
  • FILOSOFIA E POLÍTICA
  • VONTADE
  • A VONTADE GOVERNADA PELA RAZÃO OU PELA PAIXÃO?
  • RAZÃO VERSUS PAIXÃO
  • ÉTICA E CIÊNCIA POLITICA
  • O FIM DO SABER PRÁTICO É AGIR BEM
  • FELICIDADE
  • FELICIDADE E VIRTUDE
  • ENSINO DA VIRTUDE
  • PRUDENCIA E MODERAÇÃO
  • AÇÕES VOLUNTÁRIAS E INVOLUNTARIAS
  • Nesse sentido uma ação pode ser voluntária e também involuntária
  • UNIDADE II
  • APRESENTAÇÃO
  • ESTADO MODERNO E PODER
  • PRIORIDADE DO ECONOMICO SOBRE O ÉTICO
  • REAÇÃO AO ESTADO
  • PRINCIPAIS AGENTES DE MUDANÇA
  • FOUCAULT E AS TRAMAS DO PODER
  • ACEITAÇÃO DO PODER REPRESSOR
  • IDEOLOGIA E PODER
  • NOVA VISÃO DO PODER
  • UNIDADE III
  • APRESENTAÇÃO DA UNIDADE
  • ÉTICA, POLÍTICA E EDUCAÇÃO
  • ÉTICA E POLITICA COMO TAREFAS EDUCATIVAS NA ANTIGUIDADE
  • Pensar, filosoficamente a educação, inclui, em Platão e Aristóteles, pensar uma educação filosófica de maneira bastante diferente
  • CRÍTICAS À SUBMISSÃO DA POLÍTICA À EDUCAÇÃO
  • BALANÇO DA QUESTÃO
  • EDUCAÇÃO COMO VIÉS POLITICO
  • INTELIGÊNCIA E VONTADE
  • CRÍTICA AO MODELO ABSOLUTO DA PEDAGOGIA DE SÓCRATES
  • UNIDADE IV
  • APRESENTANDO A UNIDADE
  • POLÍTICA NA EDUCAÇÃO
  • ARMADILHAS IDEOLÓGICAS
  • NEUTRALIDADE DO PROFESSOR
  • ALTERNATIVAS DO PROFESSOR
  • VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO COMO RECURSO DIDÁTICO
  • ENSINO E INVESTIGAÇÃO
  • TEATRO COMO RECURSO PEDAGÓGICO
  • MODULO IV
  • APRESENTANDO O MÓDULO
  • UNIDADE I
  • QUESTÕES FUNDAMENTAIS
  • Afinal, segundo o filosofo Maurice Merleau-Ponty, a verdadeira filosofia consiste em reaprender o mundo
  • OBJETIVOS DAS QUESTÕES
  • ESTÉTICA, O SIGNIFICADO DA PALAVRA
  • VISÃO ANTIGA E MODERNA
  • TECHNÉ, ARTE
  • NOCÃO DE TÉCNICA NA ATUALIDADE
  • INTER-RELAÇÃO ENTRE ARTE E TÉCNICA
  • ARTE E SOBREVIVÊNCIA
  • TÉCNICA ARTÍSTICA
  • RESTRIÇÕES AO CONCEITO ARTE
  • A POÉTICA
  • NOÇÃO PLATÔNICA DE BELEZA
  • RELAÇÃO ENTRE BELO, O AMOR E A RETÓRICA
  • A POESIA
  • A CENSURA
  • AUTONOMIA DA POESIA
  • O BELO
  • DIFERENTES PERSPECTIVAS
  • O SUBLIME
  • RAZÃO E LIBERDADE
  • O MITO
  • O VALOR DO MITO
  • A PALAVRA MITO, DO GREGO MYTHOS, SIGNIFICA NARRATIVA
  • EXPLICAÇÃO ESTÉTICO-POLÍTICO DO MUNDO
  • DIMENSÃO PRÉ-CONCEITUAL DO MITO
  • SUBORDINAÇÃO DO MITO À RAZÃO
  • ESCLARESCIMENTO VERSUS MITO
  • MITO E SOCIOLOGIA
  • UNIDADE II
  • APRESENTAÇÃO DA UNIDADE
  • PAPEL DA ARTE
  • ARTE COMO IMITAÇÃO DA NATUREZA
  • ARISTÓTELES – ARTE COMO REPRESENTAÇÃO
  • ARTE E POLÍTICA
  • FINALIDADE DA TRAGÉDIA
  • PROCEDIMENTOS DA TRAGÉDIA
  • ARTE COMO EXPRESSÃO
  • SABEDORIA METAFÍSICA
  • KANT E A ANÁLISE DO JUÍZO ESTÉTICO
  • CRÍTICA DA FACULDADE DE JULGAR
  • CRÍTICA PRÓPRIA À FACULDADE DE JULGAR
  • JUÍZO DETERMINANTE E FLEXIONANTE
  • AMPLITUDE DA FACULDADE DO JUÍZO
  • DISCUSSÃO DO GOSTO
  • CRÍTICA DA FACULDADE DO JUÍZO ESTÉTICO
  • UNIDADE III
  • APRESENTAÇÃO DA UNIDADE
  • ARTE, CULTURA E EDUCAÇÃO
  • ANTIGUIDADE CLÁSSICA E A PAIDÉIA
  • A FIGURA DE SOCRÁTES
  • A CONTRUIBUIÇÃO PLATÔNICA
  • BASE DA FORMAÇÃO DA JUVENTUDE
  • ARISTÓTELES
  • IDEAL ALEMÃO DA BILDUNG
  • GOETHE E O ROMANCE DE FORMAÇÃO
  • A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO
  • SCHILLER E A EDUCAÇÃO ESTÉTICA DO HOMEM
  • FOMENTO DA CAPACIDADE ARTÍSTICA
  • INTERFACES ENTRE FILOSOFIA E ARTE
  • NOVAS ESTRATÉGIAS
  • OLHARES DIFERENTES
  • UNIDADE IV
  • APRESENTAÇÃO DO MÓDULO
  • ADORNO E HOKHEIMER
  • ALIENAÇÃO
  • PREDOMINIO DA FORMA E DO VALOR DA MERCADORIA
  • TÉCNICA DA INDÚSTRIA CULTURAL
  • ADAPTAÇÃO AO MERCADO
  • PERDA DO VALOR DOS OBJETOS ARTÍSTICOS
  • PÓS MODERNO E A TELEVISÃO
  • ASCENSÃO DO CONSUMIDOR E DECLÍNIO DO CIDADÃO
  • CONCLUSÃO
  • BIBLIOGRAFIA
  • FILMES FILÓSOFICOS
  • AGRADECIMENTO