Curso Online de CONFLITOS NA PALESTINA

Curso Online de CONFLITOS NA PALESTINA

Característica do conflito: APARÊNCIA: diferença étnica- religiosa – disputa pela terra santa - Jerusalém: cidade sagrada para judeus, c...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Característica do conflito:
APARÊNCIA: diferença étnica- religiosa – disputa pela terra santa - Jerusalém: cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos;
ESSÊNCIA: questão espacial (“luta pela terra”) - mensagem de jornal árabe de Haifa (final do século XIX): “...dos judeus não comprem nada, exceto terras; aos judeus vendam tudo, exceto terras”;

Produziu cursos na área de Instrumentação Cirúrgica, onde é formado desde 2003. Autor de mais de 100 cursos na área da saúde onde atuou por mais de 10 anos na enfermagem onde é formado desde 2004. Também produziu aproximadamente 200 cursos na área da educação (Geografia e História principalmente) onde cursou Licenciatura em História de 2009 a 2013. Autor também de alguns cursos de Administração onde cursa atualmente o 3º semestre em Administração e Gestão pela IERGS em Porto Alegre - RS. Pós-Graduado em História do Brasil pela PROMINAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CONFLITOS NA PALESTINA

  • AS RELIGIÕES NO MUNDO.

  • A RETOMADA DE CANAÃ (1400 a.C)

    A RETOMADA DE CANAÃ (1400 a.C)

  • A TERRA DE CANAÃ (2000 a. C)

    A TERRA DE CANAÃ (2000 a. C)

  • MAR MORTO – Fronteira entre a Palestina (Israel) e a Jordânia. Depressão absoluta alimentada até a alguns anos pelo rio Jordão. Perde aproximadamente 1 metro de área por ano.

  • Característica do conflito:

    APARÊNCIA: diferença étnica- religiosa – disputa pela terra santa - Jerusalém: cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos;

    ESSÊNCIA: questão espacial (“luta pela terra”) - mensagem de jornal árabe de Haifa (final do século XIX): “...dos judeus não comprem nada, exceto terras; aos judeus vendam tudo, exceto terras”;

  • JERUSALÉM – A TERRA SANTA. SANTA!!!

    JERUSALÉM – A TERRA SANTA. SANTA!!!

  • As ruínas do Muro das Lamentações - segundo Templo de Jerusalém, de cerca de 200 A.C., destruído pelos romanos em 70 d.C.

    As ruínas do Muro das Lamentações - segundo Templo de Jerusalém, de cerca de 200 A.C., destruído pelos romanos em 70 d.C.

  • PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS GEOPOLÍTICOS DA PALESTINA DESDE O FINAL DO SÉCULO XIX.

  • Final do século XIX - início do movimento sionista internacional - defendia a criação de um Estado judeu na Palestina - Canaã ou Terra Prometida - fato que poria um fim na diaspora do povo judeu
     Declaração Balfour - 1917 (chanceler britânico) - a Grã-Bretanha é favorável a criação do Estado Judeu na Palestina - resultou em uma significativa migração de judeus à região (compraram as melhores terras) - descontentamento árabe;
    1947 - Assembléia da ONU - Partilha Palestina - criação de um Estado Judeu (Israel - 56.4% do território) e de um Muçulmano (Palestina - 43.6%) - influência do Holocausto (mais de 6 milhões de judeus mortos);

  • 1948 - Declaração de Independência de Israel - primeiro conflito Árabe (Síria, Egito, Iraque, Arábia Saudita, Jordânia) x Israel  Israel expande território para 2/3 da Palestina;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • A RETOMADA DE CANAÃ (1400 a.C)
  • A TERRA DE CANAÃ (2000 a. C)
  • JERUSALÉM – A TERRA SANTA. SANTA!!!
  • As ruínas do Muro das Lamentações - segundo Templo de Jerusalém, de cerca de 200 A.C., destruído pelos romanos em 70 d.C.
  • HOMEM-BOMBA!
  • H A M AS
  • JIHAD ISLÂ MICA
  • BRIGADA AL AQSA
  • HEZBOLAH
  • 2003 - Assinatura de um novo Acordo de Paz, com os seguinte pontos: 1ª Fase – Implantação Imediata   Medidas Adotadas pelos Israelenses   ? Compromisso com a criação de um Estado palestino soberano; ? Fim das ações militares contra palestinos; ? Desocupação de áreas sob autoridade palestina reocupadas na Intifada; ? Operações de segurança conjunta;
  • ? Desmantelamento de assentamentos construídos a partir de março de 2001; ? Congelamento da construção de novos assentamentos na Cisjordânia e na faixa de Gaza; ? Relaxamento das restrições ao tráfego entre cidades palestinas; ? Autorização da entrada de trabalhadores palestinos no país; ? Libertação de prisioneiros; ? Fim das demolições de casas de militantes palestinos.
  • 2ª Fase - Transição   ? Avaliação de progresso por EUA, União Européia, ONU e Rússia; ? Criação de um Estado palestino com fronteiras provisórias; ? Restabelecimento de relações entre Estados árabes e Israel; ? Ação israelense para garantir "o máximo de contiguidade territorial" aos palestinos; ? Ratificação da Constituição palestina.
  • 3ª Fase - Acordo permanente em 2005   ? Conferência de paz (2004) para determinar formalmente como será o fim do conflito israelo-palestino; ? Discussão do status final de Jerusalém e outros temas complexos; ? Criação do Estado palestino com fronteiras definitivas; ? Discussão do acordo entre Israel, Líbano e Síria.
  • Membros da guarda pessoal de Arafat inspecionam os danos causados pelos bombardeios israelenses que mataram 2 e feriram 74
  • Palestinos socorrem homem ferido durante conflito com exército israelense, na colônia de Netzarin, em Gaza
  • Soldados israelenses cercam ônibus que foi usado em um atentado contra posto do Exército israelense por um palestino. O atentado causou 8 mortes, em Tel Aviv
  • Corpo das vítimas do atentado contra posto do Exército israelense, em Tel Aviv
  • A mulher do turista brasileiro que foi morto no atentado a bomba ocorrido em um restaurante em Jerusalém atentado a bomba que matou pelo menos 15 pessoas e feriu outras 92 em Jerusalém
  • FIM