Curso Online de História da Arte - Parte II
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de História da Arte - Parte II

É a continuação da aula de História da arte, com esta aula temos tambem História da Arte introdução e História da Arte Parte I. uma aula ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 29,99
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

É a continuação da aula de História da arte, com esta aula temos tambem História da Arte introdução e História da Arte Parte I. uma aula bastante legal com videos, fotos, falas, etc!!

- Essa aula é narrada
- Essa aula possui videos do Youtube.

Estudante de História da Universidade Gama Filho no Rio de Janeiro, pesquisa Egiptologia há 10 anos. Para entrar em contato comigo mande seu email através do contato do curso...eu entratei em contato, mas não se esqueça de mandar seu email!


"Estou gostando muito. A linguagem é clara e estimula a vontade de pesquisar e se aprofundar mais. Estou terminando um projeto este mes, depois do que terei mais tempo, e pretendo fazer novos cursos c/voces. ATT Leila"

- Leila SabiÃo Vitorino

"Maravilhoso! Pedagogicamente elaborado! Parabéns ao autor e toda a equipe de cursos Buzzero"

- Jane AyrÃo Lopes

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • História da Arte

    história da arte

    parte ii

  • A arte Românica

    a arte românica

  • The Book of Kells

    the book of kells

  • A arte gótica 

    a arte gótica 

  • Gótica X Neogotica

    gótica x neogotica

  • Renascimento

    renascimento

  • Características 

    características 

    1) antropocentrismo (o homem no centro): é a valorização do homem como ser racional. para os renascentistas o homem era visto como a mais bela e perfeita obra da natureza. tem capacidade criadora e pode explicar os fenômenos à sua volta.

    não se tratava de opor o homem a deus e medir suas forças. deus continuou sendo soberano diante do ser humano. tratava-se na verdade de valorizar as pessoas em si, encontrar nelas as qualidades e as virtudes negadas pelo pensamento católico medieval. nesse sentido, o “homem tornou-se a medida de todas as coisas”, ou seja. aquilo que servia ao ser humano passou a ser visto como bom, o que não servia, como não bom. essa idéia de que o homem é a medi¬da de tudo foi criada pelos gregos e, como tudo o que é oriundo daquela cultura, aplicava-se à elite. na europa renascentista, a situação era a mesma.

  • 2) humanismo: tem por base o neoplatonismo, que exalta os valores humanos e tenta dar nova dimensão ao homem. o humanismo se expande a partir de 1460, com a fundação de academias, bibliotecas e teatros em roma, florença, nápoles, paris e londres. o humanista era o indivíduo que traduzia e estudava os textos antigos, principalmente gregos e romanos. foi dessa inspiração clássica que nasceu a valorização do ser humano. a escultura e a pintura redescobrem o corpo humano. a arquitetura retoma as linhas clássicas e os palácios substituem os castelos. a música instrumental e vocal polifônica se sobrepõe ao cantochão (monótico). expandem-se a prosa e a poesia literárias, a dramaturgia, a filosofia e a literatura política. uma das características desses humanistas era a não especialização. seus conhecimentos eram abrangentes. 

  • 3) racionalismo: implica na convicção de que tudo pode ser explicado pela razão do homem, pela ciência, e na recusa em acreditar em algo que não tenha sido provado. através deste, tentava-se descobrir as leis que governam o mundo pela observação e pela experiência, contrapondo-se o conhecimento baseado na autoridade, na tradição e na inspiração de origem divina, características da cultura medieval. essa característica do renascimento fez com que o experimentalismo e a ciência se desenvolvessem bastante.

  • 4) experimentalismo: para os renascentistas, tudo poderia ser explicado pela razão e pela ciência e tudo poderia ser provado por experiências científicas.

  • 5) individualismo: não consistia no isolamento do homem, mas refletia a possibilidade que cada um tinha de fazer opções, de manifestar-se sob diversos assuntos, de ser responsável pela condução da própria vida.é também a afirmação do artista como criador individual da obra de arte que se deu no renascimento. o artista renascentista assinava suas obras, tornando-se famoso.
     


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • História da Arte
  • A arte Românica
  • The Book of Kells
  • A arte gótica 
  • Gótica X Neogotica
  • Renascimento
  • Características 
  • Leonardo da Vinci
  • Michelângelo
  • Rafael
  • Botticelli
  • Barroco
  • Neoclassicismo
  • principais características
  • Romantismo
  • Realismo
  • Art Nouveau
  • Igrejas Incomuns Pelo Mundo
  • Impressionismo
  • Pós-Impressionismo
  • Expressionismo
  • O Cubismo 
  • Futurismo
  • Dadaísmo
  • Art Pop
  • Arte Contemporânea
  • Dicas de Leituras
  • Obrigado