Curso Online de Regimes Totalitarios na Europa

Curso Online de Regimes Totalitarios na Europa

Este curso visa capacitar o educando/vestibulando a identificar e caracterizar as causas determinantes para o surgimento dos Regimes Tota...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 70,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso visa capacitar o educando/vestibulando a identificar e caracterizar as causas determinantes para o surgimento dos Regimes Totalitaros pós I Guerra Mundial na Europa do século XX com textos, imagens e exercícios.

ESCOLARIDADE Licenciatura Plena em História pela PUC-RS; Período: Março de 1996 a Julho de 2001. Cursando pós - graduação em Docência no Ensino Superior pelo IESB - DF. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Docência no DF e no RS 2002/2010 Colégio Rogacionista; 2004/2010 - Colégio INEI - COC; 2006/2009 - Edusesc - EJA; 2002/2003 Colégio Pio XII (professor substituto: ensino fundamental e médio); 1999/2001 Professor contratado do Sistema Estadual de Ensino /RS Docência nas seguintes escolas: a) Escola Estadual de Ensino Fundamental Adonis dos Santos, Viamão; b) Escola Estadual de Educação Básica Barão de Lucena, Viamão; c) Escola Estadual de Educação Básica Alcebíades Azeredo dos Santos, Viamão; d) Escola Estadual de Ensino Fundamental Barbosa, Viamão. e) 1999 - Professor de História (estágio no Serviço de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos e Apoio ao Ensino - Programa de Ensino Supletivo - Hospital de Clínicas de Porto Alegre -(228h)). 1997/2000 Sub-Coordenador de Comissão de Fiscalização de Concursos Públicos, pela AVEMA - Produções e Serviços Técnicos Educacionais Ltda. -ME. FORMAÇÃO EM SERVIÇO E ATUALIZAÇÃO PROFISSIONAL Fórum Permanente de Professores, promovido pela UNB / CESPE - Curso: Brasil, sociedade e política, 1964 - 1986; IV ENCONTRO DE EDUCADORES ROGACIONISTAS. Realizado no Instituto Rogacionista Aníbal Di Francia, em São Paulo, no período de 15 a 18 de outubro de 2003; Seminário Regional "Construindo a escola Democrática e Popular", promovida pela 28ª Coordenadoria Regional de Educação, Gravataí / RS - 2001. (04 h); Ciclo de Palestras ALCA - Livre Mercado ou Colonização? Promovido pelo Clube de Cultura, Porto Alegre/ RS - 2001. (08h); Seminários de formação, promovidos pela Secretaria Estadual de Educação - SEC / RS-2000/2001; Seminário Internacional "Brasil 500Anos" - Descobertas e Redescobertas, promovido pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, PUC / RS - 2000. (30h); Participação em escavação arqueológica no sítio histórico RS. JA-17, em Porto Alegre, realizado pelo Museu Joaquim José Felizardo / Secretaria Municipal de Cultura, Porto Alegre/ RS - 1999. (20h); 51ª Reunião Anual da SBPC, promovida pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - 1999. (40h); V Encontro de Pesquisadores de História, promovido pelo Departamento de História da Faculdade de Filosofia Ciências Humanas PUC / RS - 1999. (30h); II Jornada de Iniciação Científica da PUC / RS, Arqueologia no município de São Pedro do Sul / RS, promovida pela Pró-Reitoria e Pós-Graduação, PUC / RS - 1998. (16h); II Seminário sobre Eleições 1998- O Velho e o Novo no Final do Século, promovido pelos Departamentos de Ciências Sociais e História, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1998. (06h); III Congresso de Estudos Ibero-Americanos, promovido pela Pós-Graduação em História, PUC/RS - 1998. (30h); Estágio de Laboratório do projeto: Pesquisas Arqueológicas no Município de São Pedro do Sul, promovido pelo Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1997/98. (300h); Ciclo de Palestras sobre Mitologia promovida pelo Departamento de História, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1997. (20h); Curso A Era Vargas em Debate, promovido pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1997. (20h); III Jornada de Estudos do Oriente Antigo: Origens da Escrita, promovida pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1997. (40h); Curso de Microinformática - Iniciação à Área, promovido pelo SENAC / RS - 1997. (15h); Palestra sobre Qualidade de vida - trabalhando a Criatividade, promovido pelo SENAC / RS - 1997. (01h); Curso de MS - DOS promovido pelo SENAC / RS - 1997. (15h); II Jornada de Estudos do Oriente, promovida pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1996. (20 h); III Encontro de Pesquisa, promovido pelo Departamento de História, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, PUC / RS - 1996. (30h); Curso de Datilografia, promovido pela Escola Nacional de Datilografia, Porto Alegre / (RS) - (115h). TRABALHOS PUBLICADOS Cerâmica guarani - um pouco da história In: Índio brasileiro: como combater o preconceito e a discriminação existentes. Revista do Professor, n. 57, p. 31-33, jan. /mar. 1999. IDIOMAS Espanhol.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Período Entre – Guerras: Os Regimes Totalitários

    período entre – guerras: os regimes totalitários

  • Fascismo

    fascismo

    a europa viveu a década de 30 sob a ameaça do fascismo, ideologia totalitária e expansionista que se estendeu por boa parte do continente. as causas foram: a profunda crise econômica iniciada nos estados unidos em 1929, que gerou recessão mundial e proletarização das camadas médias; o abuso dos vencedores da primeira guerra mundial sobre a alemanha derrotada (tratado de versalhes); o medo do "perigo vermelho" após a formação da união soviética; e a perda de confiança de parte da sociedade nas instituições liberais e democráticas.

    a itália no começo do século xx
    as conseqüências da primeira guerra mundial foram desastrosas para a itália, que perdeu mais de 700 mil soldados e contraiu altas dívidas com os estados unidos e a grã-bretanha. esse custo elevadíssimo não foi compensado pelos tratados de paz, criticados pela burguesia nacionalista. falava-se em "vitória mutilada", com poucos territórios concedidos à itália. o fim da guerra provocou o aumento do desemprego e uma sucessão de conflitos sociais.

  • mussolini chegou ao poder em outubro de 1922, após a marcha sobre roma. um mês depois, o parlamento concedeu plenos poderes ao governo fascista. mussolini, animado pela vitória nas eleições de 1924, criou um estado fascista baseado no corporativismo, no intervencionismo estatal na economia e no expansionismo militarista (ações armadas na etiópia e na guerra civil espanhola).

    “nada deve haver acima do estado, nada fora do estado, nada contra o estado.

  • ao mesmo tempo, acabou com a questão romana (formação do estado do vaticano), recuperou a economia, organizou uma legislação trabalhista, proibiu a emigração, reforçou a censura e passou a perseguir a oposição política por meio da milícia fascista, os camisas negras. o duce, como era chamado mussolini, tornou-se presidente do conselho, respondendo apenas ao rei e governando por decretos de forma autoritária.

    não deixe de assistir ao complemento dos estudos a seguir:

    aula de regimes totalitários, parte ½

  • Nazismo na Alemanha

    nazismo na alemanha

    antecedentes:
    a alemanha foi derrotada na primeira guerra mundial e humilhada pelo tratado de versalhes (1919-1920). a república alemã, instaurada em 1918 após a abdicação de guilherme ii, teve de enfrentar a tentativa de golpe dos comunistas alemães da liga espartaquista (1919), a hostilidade da burguesia nacionalista – que criticava as reformas econômicas e trabalhistas – e a desvalorização de sua moeda, o marco. em 1919, foi aprovada a constituição de weimar, que estabelecia a organização federal da república.

  • a maioria dos alemães era contrária ao cumprimento do tratado de versalhes, considerando-o injusto para a alemanha. o tratado exigia custosas reparações de guerra e tomava as colônias e parte do

    território dos alemães,
    além de impor limitações
    militares. o sentimento de
    injustiça foi agravado com
    a ocupação da bacia do
    ruhr pela frança e a
    bélgica, como garantia
    dos créditos concedidos à
    alemanha.

  •     em 1923, hitler tentou tomar o poder com um golpe de estado em munique (putsch de munique), que fracassou após a intervenção do exército e da polícia da república de weimar. no entanto, com a crise

    econômica iniciada em 1929, o
    partido nacional-socialista (ou
    nazista) conseguiu aumentar
    suas cadeiras no parlamento a
    partir de 1931. dois anos mais
    tarde, hitler foi nomeado
    chanceler com a aprovação do
    presidente hindenburg. em 30
    de janeiro de 1933, assumiu o
    cargo de chanceler, nomeando
    um governo de coalizão.

  • Adolf Hitler, líder do Partido Nacional – Socialista dos Trabalhadores Alemães

    adolf hitler, líder do partido nacional – socialista dos trabalhadores alemães

  • o partido operário alemão, fundado em 1919, transformou-se um ano depois no partido nacional-socialista alemão.
    em 1921, hitler foi nomeado chefe do partido nazista com poderes de ditador.

  • hitler nasceu na áustria. depois de tentar, sem êxito, entrar na escola de belas-artes, alistou-se no exército alemão na primeira guerra mundial.
    terminada a guerra, instalou-se em munique, onde entrou em contato com o partido operário alemão.

  •     já no poder, hitler adotou uma série de medidas destinadas a consolidar a superioridade do partido nazista e instaurar um estado totalitário e policial. em maio de 1933, foi proibido o exercício de partidos políticos e sindicatos. ao mesmo tempo, entraram em vigor as primeiras leis racistas, contra os não-arianos. a doutrinação era feita por um ministério específico, que cuidava da propaganda no rádio, cinema e imprensa; a juventude começou a ser "educada" e organizada pelo partido nazista. na economia, iniciou-se uma época de autarquia e rearmamento acelerado.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 70,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Período Entre – Guerras: Os Regimes Totalitários
  • Fascismo
  • Nazismo na Alemanha
  • Adolf Hitler, líder do Partido Nacional – Socialista dos Trabalhadores Alemães
  • O salazarismo
  • A ditadura na Espanha
  • Antes das atividades assista ao filme: Aula de Regimes Totalitários, Parte 1/2