Curso Online de Metodologia Científica

Curso Online de Metodologia Científica

Este curso de 'Metodologia Científica' oferece bases para a compreensão da estrutura do conhecimento científico, seu desenvolvimento hist...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso de 'Metodologia Científica' oferece bases para a compreensão da estrutura do conhecimento científico, seu desenvolvimento histórico e o método experimental. Inclusive descreve como proceder para desenvolver um projeto de pesquisa científica e toda estrutura de monografias, com citações, referências e apresentações de trabalhos científicos.

Conteúdo:
1. História da Ciência
2. Formas de Conhecimento
3. Classificação das Ciências
4. Método Científico
5. Pesquisa Bibliográfica
6. Pesquisa Experimental
7. Projeto de Pesquisa
8. Estrutura de Monografias
9. Citações e Referências
10. Apresentação de Trabalhos
11. Questionando a Ciência

Bruno Carrasco, psicoterapeuta existencial e professor. Graduado em Psicologia, licenciado em Filosofia e Pedagogia, pós-graduado em Ensino de Filosofia e especializado em Psicoterapia Fenomenológico-Existencial, possui formação em Educação Participativa e Arteterapia. Possui interesse em diversas áreas, tais como a psicologia, a filosofia, as artes e a pedagogia. Busca somar conhecimentos e experiências de modo a compreender cada ser humano de maneira aprofundada, reconhecendo suas particularidades e seus distintos modos de ser e de se pronunciar.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • CURSO DE METODOLOGIA CIENTÍFICA

  • Sobre

    Sobre

    Este curso de 'Metodologia Científica' oferece bases para a compreensão da estrutura do conhecimento científico, seu desenvolvimento histórico e o método experimental. Inclusive descreve como proceder para desenvolver um projeto de pesquisa científica e toda estrutura de monografias, com citações, referências e apresentações de trabalhos científicos.

  • Conteúdo

    Conteúdo

    1. História da Ciência 2. Formas de Conhecimento 3. Classificação das Ciências 4. Método Científico 5. Pesquisa Bibliográfica 6. Pesquisa Experimental 7. Projeto de Pesquisa 8. Estrutura de Monografias 9. Citações e Referências 10. Apresentação de Trabalhos 11. Questionando a Ciência

  • História da Ciência

    História da Ciência

  • Surgimento da Ciência

    Surgimento da Ciência

    Diante de um mundo caótico e desordenado, o ser humano procurou, desde a Grécia antiga, buscar um ordem e um entendimento, tanto sobre o funcionamento da natureza, como sobre o funcionamento dos seres.
    Atravessando desafios que colocavam em risco sua própria sobrevivência, surgiu uma necessidade de encontrar respostas aos problemas. Essa evolução intelectual culminou numa busca sistemática de conhecimento.
    No período da Grécia Antiga, por volta dos séculos VI e II a.C., a compreensão da natureza ainda não era tão sistemática como nos dias de hoje, mas muito mais poética, plural e interpretativa.

  • Idade Antiga

    Idade Antiga

    Uma das primeiras formas que os seres humanos encontraram para entender as transformações da natureza e os seres vivos, foram os mitos, que consistiam em narrativas orais transmitidas de pais para filhos com histórias sobre a criação e a transformação do mundo e dos seres.
    Foram os filósofos Pré-Socráticos que começaram a olhar para a natureza de uma maneira mais racional e reflexiva, buscando compreender suas constâncias e transformações, entre eles se destacam Tales, Anaximandro, Parmênides, Heráclito e Demócrito. Aristóteles (384-322 a.C.) foi um dos primeiros filósofos a propor a classificação de animais e espécies de plantas, com intuito de estudar sobre o modo como funcionam.

  • “No mundo antigo, o conhecimento era visto como bios theoretikos ou vita contemplativa. Os saberes visavam à contemplação da realidade, naquilo que esta tem de permanente, e ao desvelamento da verdade. Não nutriam a pretensão de transformar os ‘objetos’ investigados.” (Alberto Oliva, em ‘Filosofia da Ciência’, 2003)

    “No mundo antigo, o conhecimento era visto como bios theoretikos ou vita contemplativa. Os saberes visavam à contemplação da realidade, naquilo que esta tem de permanente, e ao desvelamento da verdade. Não nutriam a pretensão de transformar os ‘objetos’ investigados.”
    (Alberto Oliva, em ‘Filosofia da Ciência’, 2003)

  • Idade Média

    Idade Média

    Durante a Idade Média, há pouco desenvolvimento do conhecimento científico, investigativo e sistemático, na Europa, pois a crença na fé passa a ser entendida como caminho para alcançar a verdade.
    Neste período, o conhecimento passa a se tornar subordinado ao catolicismo, de modo que nenhum saber pode contrariar os preceitos da Igreja. Além disso é caracterizado pela supremacia do espírito em detrimento do corpo, que é desprezado como portador do pecado.
    Era preciso crer para compreender, a fé exercia um grande peso sobre a razão, deste modo não era possível questionamento sobre os saberes da fé.

  • Idade Moderna

    A ciência moderna surge durante o período do Renascimento na Europa. Entre os séculos XVI e XVIII, a Idade Moderna teve como representantes Francis Bacon (1561-1626), Galileu Galilei (1564-1642), Nicolau Copérnico (1473-1543), Johannes Kepler (1571-1630) e René Descartes (1596-1650).
    Neste período, ciência passa a ser vista como motor de progresso da sociedade, como meio de resolver problemas dos seres humanos, controlar o mundo e as pessoas. Acredita-se que ela é precisa e seus métodos são realmente eficazes, adotando unidades padrão de medida e estudo.
    A ciência moderna passa a buscar a explicação e a dominação da natureza.

    Idade Moderna

  • “Para que se penetre nos estatutos mais profundos da natureza, é preciso um método mais adequado e seguro de abstração, que permita recolher os axiomas dos dados dos sentidos e particularidades, ascendendo contínua e gradativamente, até alcançar, em último lugar, os princípios de máxima generalidade.” (Francis Bacon, 1561-1626)

    “Para que se penetre nos estatutos mais profundos da natureza, é preciso um método mais adequado e seguro de abstração, que permita recolher os axiomas dos dados dos sentidos e particularidades, ascendendo contínua e gradativamente, até alcançar, em último lugar, os princípios de máxima generalidade.”

    (Francis Bacon, 1561-1626)

  • Ciência Moderna

    Ciência Moderna


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 1. História da Ciência
  • Idade Antiga
  • Idade Média
  • Idade Moderna
  • Ciência Moderna
  • Características
  • 2. Formas de Conhecimento
  • Conhecimento do Senso Comum
  • Conhecimento Teológico
  • Conhecimento Científico
  • Conhecimento Científico
  • Conhecimento Filosófico
  • Conhecimento Artístico
  • 3. Classificação das Ciências
  • Classificações do CNPq
  • Tipos de Ciências
  • Ciências Formais
  • Ciências Empíricas
  • Ciências Naturais
  • Ciências Humanas
  • 4. Método Científico
  • O que é Ciência?
  • O que é Método Científico?
  • Método Experimental
  • Leis e Teorias Científicas
  • Exemplos
  • 5. Pesquisa Bibliográfica
  • Escolha do Tema
  • Levantamento bibliográfico
  • Formulação do problema
  • Busca de fontes
  • Leitura do material
  • Anotações e apontamentos
  • Redação do texto
  • 6. Pesquisa Experimental
  • Formulação do Problema
  • Construção das Hipóteses
  • Operacionalização das variáveis
  • Definição do Plano Experimental
  • Definição de escala para avaliação
  • Análise e interpretação dos dados
  • Apresentação das conclusões
  • 7. Projeto de Pesquisa
  • Metodologia
  • Cronograma de execução
  • Equipamentos
  • Custos do projeto
  • Estilo do texto
  • Aspectos gráficos do texto
  • Disposição do texto
  • 8. Estrutura de Monografias
  • O que é uma monografia?
  • Tipos de monografia
  • Estrutura da monografia
  • Elementos da monografia
  • 9. Citações e Referências
  • Citação indireta
  • Citações diretas de até 3 linhas
  • Citações diretas com mais de três linhas
  • Citação de citação
  • Referências bibliográficas
  • Referências de livros
  • Capítulo ou parte de livro
  • Dissertação, teses e monografias
  • Revista científica
  • Referências de Sites
  • Texto ou matéria de jornal
  • 10. Apresentação de trabalhos acadêmicos
  • Formato do papel
  • Fonte e letra
  • Margens
  • Espaçamento e alinhamento
  • Títulos e subtítulos
  • Numeração
  • Regras de apresentação
  • Notas de Rodapé
  • Referências em forma abreviada (rodapé)
  • Numeração de ilustrações
  • Figuras
  • Gráficos estatísticos
  • Tabelas
  • Anexos e apêndices
  • 10. Questionando a ciência
  • A ciência
  • A verdade
  • Repensar o otimismo cientificista
  • Produção do conhecimento
  • A ciência não é um fenômeno natur