Curso Online de PREGÃO
5 estrelas 5 alunos avaliaram

Curso Online de PREGÃO

DIREITO ADMINISTRATIVO - PREGÃO

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

DIREITO ADMINISTRATIVO - PREGÃO

Pedro Ricardo Camargo da Rosa Licenciado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2008). atuando principalmente no seguinte tema: Educação - Política - Estado. Pós-Graduado no Curso de Gestão em Administração Pública, pela Universidade Castelo Branco em parceria com o Exército Brasileiro e Pós-Graduado no Curso de Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Pampa e Professor de História do Estado do Rio Grande do Sul. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5290866705095477


- Fernando Jorge Dos Santos Pedrosa

- Daiane Dias De Jesus

- Nancy Duarte Orrico

"ÓTIMO PARABÉNS OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE DO APRENDIZADO"

- Adenilton Cruz Tavares Santos

- Dalmo Costa Beber

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • PREGÃO

    Pedro Ricardo Camargo da Rosa

    PREGÃO

  • LEI Nº 10.520

    LEI Nº 10.520

    Institui, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências.

  • PREGÃO

    PREGÃO

    Art. 1º Para aquisição de bens e serviços comuns, poderá ser adotada a licitação na modalidade de pregão, que será regida por esta Lei.

  • DEFINIÇÕES

    DEFINIÇÕES

    Parágrafo único. Consideram-se bens e serviços comuns, para os fins e efeitos deste artigo, aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado.

  • PREGÃO ELETRÔNICO

    PREGÃO ELETRÔNICO

    § 1º Poderá ser realizado o pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, nos termos de regulamentação específica.

  • PREGÃO ELETRÔNICO

    PREGÃO ELETRÔNICO

    § 2º Será facultado, nos termos de regulamentos próprios da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, a participação de bolsas de mercadorias no apoio técnico e operacional aos órgãos e entidades promotores da modalidade de pregão, utilizando-se de recursos de tecnologia da informação.

  • PREGÃO ELETRÔNICO

    PREGÃO ELETRÔNICO

    § 3º As bolsas a que se referem o § 2º deverão estar organizadas sob a forma de sociedades civis sem fins lucrativos e com a participação plural de corretoras que operem sistemas eletrônicos unificados de pregões.

  • FASE PREPARTÓRIA

    FASE PREPARTÓRIA

    Art. 3º A fase preparatória do pregão observará o seguinte:
    I - a autoridade competente justificará a necessidade de contratação e definirá o objeto do certame, as exigências de habilitação, os critérios de aceitação das propostas, as sanções por inadimplemento e as cláusulas do contrato, inclusive com fixação dos prazos para fornecimento;

  • FASE PREPARTÓRIA

    FASE PREPARTÓRIA

    II - a definição do objeto deverá ser precisa, suficiente e clara, vedadas especificações que, por excessivas, irrelevantes ou desnecessárias, limitem a competição;

  • FASE PREPARTÓRIA

    FASE PREPARTÓRIA

    III - dos autos do procedimento constarão a justificativa das definições referidas no inciso I deste artigo e os indispensáveis elementos técnicos sobre os quais estiverem apoiados, bem como o orçamento, elaborado pelo órgão ou entidade promotora da licitação, dos bens ou serviços a serem licitados; e

  • FASE PREPARTÓRIA

    FASE PREPARTÓRIA

    IV - a autoridade competente designará, dentre os servidores do órgão ou entidade promotora da licitação, o pregoeiro e respectiva equipe de apoio, cuja atribuição inclui, dentre outras, o recebimento das propostas e lances, a análise de sua aceitabilidade e sua classificação, bem como a habilitação e a adjudicação do objeto do certame ao licitante vencedor.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • PREGÃO
  • LEI Nº 10.520
  • PREGÃO
  • DEFINIÇÕES
  • PREGÃO ELETRÔNICO
  • FASE PREPARTÓRIA
  • EQUIPE DE APOIO
  • FASE EXTERNA
  • PROIBIÇÕES
  • VALIDADE DA PROPOSTA
  • PROCESSO
  • LEGISLAÇÃO SUBSIDIÁRIA
  • REGISTRO DE PREÇOS
  • VIGÊNCIA
  • REFERÊNCIA