Curso Online de Aprimoramento na Cozinha para Empregadas Domésticas

Curso Online de Aprimoramento na Cozinha para Empregadas Domésticas

Um passo importante para ter acesso ao mercado de trabalho é por meio do aprimoramento profissional.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 24,90
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Um passo importante para ter acesso ao mercado de trabalho é por meio do aprimoramento profissional.

Trabalho a 10 anos na área de Informática Formação ? TI Técnico em Redes e Manutenção Administrador de Redes Certificações ? Cisco RS e CCNA Security



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Atenção para melhor visualização amplie a pagina do seu navegador para 150.

  • Conteúdo programático:

    Quem é a empregada doméstica?

    Boas práticas de manipulação de alimentos

    Como comprar alimentos de qualidade?

    Como armazenar corretamente os Alimentos?

    Como pesar e medir os alimentos?

    Conceitos básicos de cortes e cocção em frutas, verduras e legumes

    Grãos

    Massas e molhos

    Cardápios completos 01 - Carnes Bovina e Suína

    Cardápios completos 02 - Pescados

    Cardápios completos 03 - Aves

    Café da Manhã e Lanche da Tarde - Confeitaria e Panificação

    Festas

  • QUEM É A EMPREGADA DOMÉSTICA?

    Introdução

    De  acordo  com  a  Cartilha  do  Trabalho  Doméstico,  do  Ministério  do

    Trabalho  (2007),  "considera-se  empregado(a)  doméstico(a)  aquele(a)

    maior  de  16  anos  que  presta  serviços  de  natureza  contínua  (frequente,

    constante) e de finalidade não-lucrativa à pessoa ou à família, no âmbito

    residencial destas".

    Sendo assim, uma das características principais do trabalho feito em casa

    é  seu  caráter  não-econômico,  podendo  estender-se  para  todas  as

    atividades  domésticas,  tais  como  - cozinheiro(a),  governanta,  babá,

    lavadeira,    faxineiro(a),    vigia,    motorista    particular,    jardineiro(a),

    acompanhante  de  idosos(as),  entre  outras.  O(a)  caseiro(a)  também  é

    considerado(a) empregado(a) doméstico(a), quando o sítio ou local onde

    exerce a sua atividade não possui finalidade lucrativa.

    Histórico

    A origem do serviço doméstico se confunde com a origem dos lares, da

    ocupação  do  homem  na  terra  e  da  necessidade  de  organização  e

    arrumação desses lares. Não podemos dizer ao certo quando esse serviço

    começou a ser feito, mas a primeira forma dele está diretamente ligada ao

    sistema escravocrata de trabalho. Desde os tempos da Grécia antiga e dos

    faraós  egípcios,  o  trabalho  doméstico  vem  sendo  feito  por  escravos  ou

    empregados no mundo todo.

    No  Brasil,  historicamente,  essa  relação  é  demonstrada  primeiro  através

    das kunhãs (mulheres indígenas que no início da colonização auxiliavam

    os europeus - novos moradores da terra - nos cuidados domésticos e no

    entendimento  da  terra  e  seu  cultivo)  e  logo  depois,  com  as  africanas

    trazidas  pela  escravidão,  melhor  adaptadas ao  serviço  (comparadas  à

    rebeldia do povo indígena), chamadas mucamas.

  • Panorama

    Hoje, o serviço da empregada doméstica não mais se compara aos tempos

    escravocratas.  Sua  presença  é  fundamental  para  o  bom  funcionamento

    dos  lares  e,  através  dos  tempos, essa  relação  passou  até  dos  moldes

    empregatícios   tradicionais   - muitas   assistentes   domésticas   são

    consideradas   como   membros   das   famílias   que   elas   cuidam   e

    acompanham ano após ano.

    Além  disso,  o  status  da  categoria  atingiu  também  elevação  econômica:

    muitas  das  empregadas  domésticas  hoje  recebem  salários  altíssimos,

    falam mais de uma língua e têm condições de escolha em sua profissão -

    trabalhar  durante  o  dia  ou  à  noite,  em  apenas  um  setor  (cozinha  ou

    arrumação  ou  lavanderia...),  no  Brasil  ou  no  exterior  e  etc.  Portanto,

    atualizar-se  através  de  cursos  específicos  aumenta  a  possibilidade  de

    sucesso na profissão, trazendo maiores probabilidades de crescimento no

    caminho do profissionalismo doméstico.

    Um dos diferenciais da empregada doméstica pode ser dentro da cozinha,

    com a especialização em forno e fogão. Atualmente, um bom profissional

    de cozinha recebe destaque na concorrência com outros profissionais. Ter

    condições de assessorar as refeições diárias de uma família engrandece

    a   importância   da   empregada   doméstica,   trazendo   o   crescimento

    progressivo desse profissional.

    Portanto, lembre-se: o trabalho da cozinheira doméstica é

    crucial  para  o  bom  funcionamento  dos  lares,  sendo  que  

    sua  função  é  fundamental  e  importantíssima  para  a

    sociedade. Tenha orgulho do seu papel!

  • BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS

    Alimento seguro é aquele que além de apresentar as propriedades nutricionais

    esperadas  pelo  consumidor,  não  lhe  causa  danos  à  saúde  e  nem  lhe  tira  o

    prazer e a alegria de alimentar-se correta e seguramente.

    Todas   as   pessoas   que   trabalham   com   alimentação   são   consideradas

    “Manipuladores de Alimentos”, ou seja, quem produz, vende, transporta, recebe,

    prepara e serve o alimento. Sendo assim, os cozinheiros dos lares também são

    considerados manipuladores de alimentos, e com isso, são responsáveis diretos

    pela  qualidade  do  alimento  que  as  pessoas  irão  consumir.  O  consumo  de

    alimentos  preparados  sem  os  devidos  cuidados  de  higiene  propiciam  a

    ocorrência  de  doenças  transmitidas  por  alimentos  (DTAs)  e  estas  ocorrem

    quando micro-organismos prejudiciais  à  saúde  ou  substâncias  tóxicas  são

    transmitidos ao homem através do alimento.

    Para  evitar  essas  doenças,  é  fundamental  que  regras  de  boas  práticas  de

    higiene durante a manipulação dos alimentos sejam seguidas, desde a escolha

    e compra dos produtos a serem utilizados no preparo do alimento até o momento

    de servir a refeição.

    TIPOS DE CONTAMINAÇÃO

    Os alimentos podem sofrer 03 tipos de contaminação:

    QUÍMICA

    BIOLÓGICA

    FÍSICA

  • FÍSICA: ocorre  quando  qualquer  tipo  de  material  ou  partícula  cai  no

    alimento, e com isso torna-se possível visualizar ou sentir algum objeto

    estranho no alimento. Ex.: fio de cabelo, cacos de vidro, pedrinhas e etc.

    QUÍMICA: ocorre  quando  há  contato  entre  produtos  químicos  e  os

    alimentos,  acidentalmente  ou  por  falta  de  organização.  Ex.:  quando

    colocados em uma mesma sacola de supermercado ou armazenados em

    um mesmo armário alimentos e produtos de limpeza, uso indiscriminado

    de inseticidas, produtos tóxicos sem identificação e etc.

    BIOLÓGICA: ocasionada  pela  contaminação  do  alimento  por  micro-

    organismos. (vírus, fungos, bactérias, protozoários) ou parasitas.

    Sendo que a maioria das DTAs é causada pelas bactérias.

    O MUNDO INVISÍVEL

    Os micro-organismos são  seres  vivos  tão  pequenos  que  não  conseguimos

    enxergá-los a olha nu.

    Eles estão presentes em todos os lugares, como na terra, na água, nos utensílios

    de cozinha, no nosso corpo e até mesmo no ar!

    Os micro-organismos deteriorantes  alteram  as  características  dos  alimentos,

    causando-lhes  mau  cheiro  e  gosto  ruim.  Já  os  micro-organismos patogênicos

    Por incrível que pareça, a

    maioria dos microorganismos
    não são prejudiciais à nossa saúde, e são úteis a nós!

    Estes microorganismos são chamados de benéficos e são
    usados na fermentação da cerveja, no crescimento da
    massa de pães e nos antibióticos.

  • são  aqueles  que  causam  doenças  nas  pessoas,  porém  não  necessariamente

    estragam o alimento.

    Para causar uma doença, as bactérias patogênicas precisam se multiplicar em

    um grande  número  e  para  isso,  necessitam  de tempo,  temperatura  adequada,

    água e nutrientes

    Eles  se  multiplicam  muito  rapidamente  em  temperaturas  entre  5  e  60º  C

    (conhecida como zona de perigo) e, os alimentos perecíveis (carnes, leite, ovos,

    sobremesas  prontas,  pratos  preparados  e  etc.)  são  ótimas  fontes  de  água  e

    nutrientes!

    Sendo assim, se um alimento perecível for mantido fora da geladeira, certamente

    ocorrerá à multiplicação dessas bactérias.

    Alimentos não perecíveis (como arroz cru, macarrão e farinhas) não possuem

    umidade suficiente (água) para a multiplicação dos micro-organismos, por isso,

    podem ser conservados na temperatura ambiente.

    O primeiro passo para preparar uma refeição com qualidade é saber escolher o

    melhor local de compra dos alimentos e saber armazená-los da maneira correta,

    nos próximos capítulos vocês terão maiores informações sobre esses assuntos.

    As bactérias não se

    multiplicam!

    PERIGO!

    As bactérias morrem!

  • A  seguir  veremos  algumas  dicas  importantes  para  evitar  que  as  bactérias  se

    multipliquem. Com isso garantimos a saúde de quem for comer o seu alimento

    e evitamos desperdícios!

    Quem  cozinha  precisa  ter  um  cuidado  muito  especial  com  a  higiene  e  o  asseio

    pessoal. Na tabela abaixo vai algumas dicas!

    O que fazer

    Por que fazer

    Esteja sempre asseado, tome banho
    diariamente.

    micróbios

    espalhados

    por

    todo

    nosso
    corpo. A maior quantidade está no nariz,
    na boca, nos cabelos, nas mãos (inclusive
    unhas), nas fezes, no suor e no sapato.

    Mantenha as unhas sempre muito curtas
    e limpas.

    De preferência na use esmaltes ou base.

    As unhas acumulam muita sujeira e o
    esmalte pode soltar lascas e contaminar

    os alimentos.

    Use cabelos presos e cobertos com redes
    ou toucas e não use barba.

    Os

    cabelos

    devem ser

    mantidos
    para evitar que caiam sobre os
    alimentos.

    presos

    Você sabia que 01 mm de cabelo pode
    conter até 50.000 micróbios?

    Troque seu uniforme diariamente, pois
    ele deve estar sempre limpo e
    conservado.
    Retire brincos, pulseiras, anéis, aliança,
    colares, relógio e maquiagem.

    A roupa pode servir de transporte de
    micróbios patogênicos para a cozinha
    contaminando os alimentos. Os adornos
    pessoais acumulam sujeira e micróbios,
    além de poderem cair nos alimentos.

    Não manipule alimentos se estiver
    doente ou com algum tipo de ferimento
    nas mãos.

    Os ferimentos

    são

    fontes

    de
    contaminação para os alimentos!

    Lavar as mãos frequentemente é um hábito de higiene que remove a sujeira e

    os  microrganismos  das  nossas  mãos  e  com  isso  eles  não  passam  para  os

    alimentos. Veja na figura abaixo a maneira correta de lavar as mãos:

  • 1. Molhe as mãos com água coloque uma quantidade pequena de detergente
    neutro.

    2. Esfregue o dorso e as palmas das mãos,

    3. Esfregue a dorso e o braço.

    4. Esfregue  entre  os  dedos  e  enxágue com  água  corrente  para  retirar  toda
    espuma.

    5. Enxugue as mãos em papel toalha ou pano de uso exclusivo para as mãos.

    6. Passe alguma solução antisséptica (ex: álcool diluído com água em 70%)

    DILUIÇÂO ÁLCOOL 70%: 07 PARTES DE ÁLCOOL PARA 03 DE ÁGUA

  • Os utensílios utilizados usados na cozinha para o apoio e armazenamento de

    alimentos deve sempre ser de materiais fáceis de lavar e higienizar, como por

    exemplo, plástico ou inox. A madeira não é um material apropriado para uso em

    cozinha,  pois  com  o  desgaste  acaba  criando  vincos  que  impossibilitam  uma

    correta limpeza, sendo assim propiciam o acúmulo de sujeira e

    micro-organismos em sua superfície.

    QUANDO DEVO LAVAR AS MÃOS?

    Sempre antes de

    mexer em qualquer

    alimento

    .

    Após usar o banheiro

    .

    Após espirrar ou tossir

    .

    Após tocar em alimentos podres ou

    estragados

    .

    Após mexer no lixo

    .

    E sempre que você achar necessário!

    CERTO

    ERRADO

    Utensílios de plástico ou inox

    Utensílios de madeira ou isopor

  • Os  panos  de  algodão  são  feitos  de  fibras  naturais  e  acumulam  muita  sujeira

    estão   quase   sempre   úmidos,   dando   as   condições   adequadas   para   a

    multiplicação de bactérias.

    E LEMBRE-SE: AS LOUÇAS DEVEM SECAR NATURALMENTE!

    As  esponjas  de  lavar  louça  podem  ser  um  ótimo  local  para  as  bactérias  se

    multiplicarem,  pois  ficam  úmidas  e  com  restos  de  alimentos  entre  as  fibras.

    Essas esponjas devem ser substituídas toda semana e devem ser desinfetadas

    todas as noites.

    Ao final do uso, lave e enxague a esponja muito bem. Mergulhe-a por

    05 minutos em uma solução de duas colheres de sopa de água

    sanitária por um litro de água. Torça bem e deixe-a em local seco,

    nunca sobre o sabão.

    Mantenha os panos
    sempre limpos!

    Lave os sempre

    -

    com água sanitária!

    Dê preferência a panos

    micro-perfurados

    (Tipo perfex)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Quem é a empregada doméstica?
  • Boas práticas de manipulação de alimentos
  • Como comprar alimentos de qualidade?
  • Como armazenar corretamente os Alimentos?
  • Como pesar e medir os alimentos?
  • Conceitos básicos de cortes e cocção em frutas, verduras e legumes
  • Grãos
  • Massas e molhos
  • Cardápios completos 01 - Carnes Bovina e Suína
  • Cardápios completos 02 - Pescados
  • Cardápios completos 03 - Aves
  • Café da Manhã e Lanche da Tarde - Confeitaria e Panificação
  • Festa