Curso Online de A Psicanálise de Freud
4 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de A Psicanálise de Freud

Este curso está voltado para a formação de psicologos, psicopedagogos, psiquiatras, psicanalistas e demais profissionais da área da educa...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 11 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso está voltado para a formação de psicologos, psicopedagogos, psiquiatras, psicanalistas e demais profissionais da área da educação. Destina-se também aos profissionais e estudante que tenham interesse em compreender as teorias e conceitos da Psicanalise de Freud.

Graduada em Psicologia e Letras, pós-graduada em Psicopedagogia Institucional/Clinica e Mídias da Educação.


- Tânia Mara Hann

"Gostei bastante, conteúdo interessante."

- Mônica Andriely Dantas

- Melquisedeque Silva

- AÉcio Alves Dos Santos

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Psicanálise De Freud

    Psicanálise De Freud

    Cristiane Tamara Belotto

  • Sigmund Freud

    Sigmund Freud

    Sigmund Freud nasceu no dia 06 de maio de 1856  e faleceu em 23 de setembro de 1939. Freud foi um médico neurologista judeu-austríaco, fundador da psicanálise. Nasceu em Freiberg, Morava, quando esta pertencia ao Império Austríaco.
    Interessou-se inicialmente por pessoas que apresentavam histeria, usando como método terapêutico a hipnose. Mais tarde, com interesses pelo inconsciente e pulsões, entre outros, abandonou a hipnose em favor da associação livre e da interpretação dos sonhos.

  • Estes elementos tornaram-se as bases da psicanálise. Freud, além de ter sido um grande cientista e escritor (Prémio Goethe, 1930), recebeu o título, assim como Darwin e Copérnico, de ter realizado uma revolução no âmbito humano: a idéia de que somos movidos pelo inconsciente.

  • As teorias de Freud e o seu tipo de tratamento com seus pacientes foram controversos na Viena do século XIX, e continuam a ser muito debatidos hoje. Suas idéias são freqüentemente discutidas e analisadas como obras de literatura e cultura geral em adição ao contínuo debate ao redor delas no uso como tratamento científico e psicológico.

  • Sobre a vida de Freud

    Sobre a vida de Freud

    Recebeu o nome de Sigismund Schlomo Freud (mas em 1877 abreviou seu nome para Sigmund Freud), aos quatro anos de idade sua família transferiu-se para Viena por problemas financeiros. Morou em Viena até 1938, quando, com a vinda do nazismo, a família fugiu para a Inglaterra. Era um excelente aluno, porém, por ser judeu, só poderia escolher entre os cursos de Direito ou Medicina, optando por este último.

  • Sigmund Freud é filho de Jacob Freud e de sua terceira mulher Amalie Nathanson (1835-1930). Jacob, um judeu proveniente da Galiza e comerciante de lã, mudou-se para  Viena em 1860.
    Os primeiros anos de Freud são pouco conhecidos, já que ele destruiu seus escritos pessoais em duas ocasiões: a primeira em 1885 e novamente em 1907.

  • Nos tempos do nazismo, Freud perdeu quatro irmãs (Rosa, Dolfi, Paula, e Marie Freud). Embora Marie Bonaparte tenha tentado retirá-las do país, elas foram impedidas de sair de Viena pelas autoridades nazistas e morreram nos campos de concentração de Auschwitz e de Theresienstadt.
    Freud inicia os estudos na universidade aos 17 anos, os quais tomam-lhe inesperadamente bastante tempo até a graduação, em 1881. Registros de amigos que o conheciam naquela época, assim como informações nas próprias cartas escritas por Freud, sugerem que ele foi menos diligente nos estudos de medicina do que devia ter sido.

  • Em lugar dos estudos, ele atinha-se à pesquisa científica, inicialmente pelos estudos dos órgãos sexuais de enguias. De acordo com os registros, Freud completa tal estudo satisfatoriamente, mas sem distinção especial. Em 1877, desapontado com os resultados e talvez menos excitado em enfrentar mais dissecações de enguias, Freud vai ao laboratório de Ernst Brücke, que torna-se seu principal modelo de ciência.
    Com Brücke, Freud entra em contato com a linha fisicalista da Fisiologia. O interesse de Brücke não era apenas descobrir as estruturas de órgãos ou células particulares, mas sim, suas funções. Dentre as atribuições de Freud, nesta época, estavam o estudo da anatomia e da histologia do cérebro humano. Durante os estudos, identifica várias semelhanças entre a estrutura cerebral humana e a de répteis, o que o remete ao então recente estudo de Charles Darwin sobre a evolução das espécies e à discussão da "superioridade" dos seres humanos sobre outras espécies.

  • Freud, então, conhece Martha Bernays, o seu desejo de desposar Martha, o baixo salário e as poucas perspectivas de carreira na pesquisa científica - fazem-no abandonar o laboratório e a começar a trabalhar no Hospital Geral, o principal hospital de Viena, passando por vários departamentos do mesmo. O próprio Brücke aconselha-o a mudar, apesar de seu bom desempenho e com razão, já que Freud precisava ganhar dinheiro.

  • No Hospital Geral fica entusiasmado pelos estudos de Charcot, e Freud passa a atender, jovens senhoras judias que sofriam de um conjunto de sintomas aparentemente neurológicos que compreendiam paralisia, cegueira parcial, alucinações, perda de controle motor e que não podiam ser diagnosticados com exames. O tratamento mais eficaz para tal doença incluía, na época, massagem, terapia de repouso e hipnose.
    Em Setembro de 1886 Freud casa-se com Martha Bernays, com a ajuda financeira de alguns amigos mais abastados, dentre eles Josef Breuer, um colega mais velho da faculdade de medicina. Foi com as discussões de casos clínicos com Breuer que surgiram as idéias que culminaram com a publicação dos primeiros artigos sobre a psicanálise.

  • O primeiro caso clínico relatado deve-se a Breuer e descreve o tratamento dado a uma paciente (Bertha Pappenheim, chamada de "Anna O." no livro), que demonstrava vários sintomas clássicos de histeria. O método de tratamento consistia na chamada "cura pela fala" ou "cura catártica", na qual o ou a paciente discute sobre as suas associações com cada sintoma e, com isso, os faz desaparecer.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Psicanálise De Freud
  • Sigmund Freud
  • Sobre a vida de Freud
  • Principais Obras
  • A Psicanálise
  • Influências de Freud na educação
  • Desenvolvimento afetivo
  • Motivação Inconsciente
  • Fases do Desenvolvimento
  • Sobre as três primeiras fases:
  • Níveis de consciência
  • Consciência  
  • Pré-consciente
  • Inconsciente
  • Id, ego, superego
  • Pulsão de vida e de morte
  • Sonhos
  • Mecanismos de Defesa
  • REPRESSÃO
  • RACIONALIZAÇÃO
  • PROJEÇÃO
  • DESLOCAMENTO
  • IDENTIFICAÇÃO
  • REGRESSÃO
  • ISOLAMENTO
  • FORMAÇÃO REATIVA
  • SUBSTITUIÇÃO
  • FANTASIA
  • COMPENSAÇÃO
  • INTROJEÇÃO
  • Criatividade