Curso Online de Alfabetização e Hipósete de Escrita Modulo I
1 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Alfabetização e Hipósete de Escrita Modulo I

Alfabetização a princípio significa o domínio da leitura e da escrita, mas esse domínio é na verdade a conclusão de um longo processo. Pa...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Alfabetização a princípio significa o domínio da leitura e da escrita, mas esse domínio é na verdade a conclusão de um longo processo. Para que uma criança seja alfabetizada, é preciso que ela passe antes por uma série de etapas em seu desenvolvimento, tornando-se então preparada para a aquisição da leitura e da escrita.

Graduação em Pedagogia, História e Pós- Graduada em Alfabetização e Letramento na Infância e autora de diversos cursos e obras.


"Muito fraco"

- Valdriane Ap. Silva De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Alfabetização
    e
    Hipótese de Escrita

    Modulo I

  • Diante das dificuldades apresentadas pelos nossos alunos nas áreas de leitura e escrita, foi que elaboramos esse curso, em dois módulos "Alfabetização e Hipótese de Escrita” e o segundo “Letramento", visando atacar tais dificuldades com o objetivo de minimizá-las.

    PENSANDO NISSO

  • É o grande desafio atual da escola, visto que muitos dos nossos alunos chegam ao final do Ensino Fundamental sem o domínio dessa habilidade.
    Esse resultado insatisfatório do domínio da leitura pelos alunos se deve muito a concepção predominante de nossas escolas nos dias atuais, pois a maneira como o educador compreende o ato de ler, determina o ato de ensinar, ou seja, sua modalidade de aprendizagem determina sua modalidade de "ensinagem". Praticamente todo trabalho de alfabetização em nossas escolas parte do pressuposto de que o importante é ensinar o mecanismo de decodificação, porque depois a compreensão virá automaticamente. Como disse Carvalho (2007, p.62).

    PRODUZIR BONS LEITORES

  • Significa o domínio da leitura e da escrita, mas esse domínio é na verdade a conclusão de um longo processo. Para que uma criança seja alfabetizada, é preciso que ela passe antes por uma série de etapas em seu desenvolvimento, tornando-se então preparada para a aquisição da leitura e da escrita, por isso é imprescindível qualificação do educador como mediador do processo de aprendizagem e o uso de técnicas para lidar com as dificuldades e transtornos de aprendizagem.

    ALFABETIZAÇÃO A PRINCÍPIO

  • “Antes mesmo de ensinar a decodificar as letras e sons é preciso mostrar aos alunos o que se ganha, o que se aprende com a leitura: mas isso só será possível por meio de atividades que façam sentido, que vise á compreensão de leitura desde as etapas iniciais de alfabetização".

    O PRESSUPOSTO ESTÁ ERRADO

  • Alfabetizar é ir além de ler e escrever

    É de pequena que a criança desenvolve a curiosidade em saber ler e escrever, tornando a pergunta: “lê pra mim?” famosa.
    E é com alegria que pais e professores acompanham os primeiros passos à escrita – reconhecendo letras, palavras e formação de frases. O processo de alfabetização da criança começa exatamente neste período e tem sua continuidade com a chegada do ano escolar.

  • Alfabetizar vai muito além da decodificação de letras, ou seja, do usual aprender a ler e escrever. É função do professor usar a metodologia da Língua Portuguesa no processo da alfabetização, orientando o aluno ao uso da escrita e leitura de modo interpretativo, para que seja possível à criança não só ler e escrever, mas compreender o que foi lido e saber fazer uso da palavra.

    ALFABETIZAR

  • Descubra o que cada aluno pensa sobre como funciona o sistema de escrita. Para isso é necessário em primeiro lugar que o professor estude sobre as hipóteses, as ideias que as crianças — e também os adultos — constroem em seu esforço para aprender a ler e a escrever.

    No caso da alfabetização:
    é
    essencial que o professor

  • SONDAGEM

    A sondagem diagnóstica é um dos recursos que o educador dispõe para detectar a hipótese que o aluno está sobre o processo de alfabetização (pré-silábica, silábica sem valor sonoro, silábica com valor sonoro, silábica alfabética e alfabética).

  • O professor deve realizar a primeira sondagem no início do período letivo e, depois, ao fim de cada bimestre, mantendo um registro criterioso do processo de evolução das hipóteses de escrita das crianças. Ao mesmo tempo, é fundamental uma observação cotidiana e atenta do percurso dos alunos. "A atividade de sondagem representa uma espécie de retrato do processo naquele momento.
    E como esse processo é dinâmico e na maioria das vezes evolui muito rapidamente, pode acontecer de, apenas alguns dias depois da sondagem, um ou vários alunos terem dado um salto", ressalta Regina. "As sondagens bimestrais são importantes também por representarem dispositivos de acompanhamento das aprendizagens para os pais, bem como um retrato da qualidade do ensino para as redes, que podem ajustar seus programas de formação continuada de professores em regiões onde os resultados mostram que os estudantes não estão evoluindo da maneira desejada.

    É MUITO IMPORTANTE QUE:

  • COMO O PROFESSOR DEVE FAZER A SONDAGEM?

    É interessante que o educador observe um aluno de cada vez realizando a tarefa, e que ele peça para o aluno que está sendo observado ler o que escreveu.
    Escolher 4 palavras na ordem: 1 polissílaba,1 trissílaba, 1 dissílaba e 1 monossílaba.
    As palavras da lista a ser ditada não devem ser sílabas contíguas onde não se repitam as mesmas vogais. Por exemplo, para “vaca”, AA ou para “bolo”, OO, o que para uma criança que pensa dessa forma seria ilógico e incoerente.
    Devem ser do mesmo campo semântico.
    Ex.: RINOCERONTE
    CACHORRO
    TIGRE

    Criar uma frase com uma das palavras pertencentes ao rol para observar se há estabilidade na escrita.
    Ex.: O CACHORRO ESTÁ LATINDO.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: