Curso Online de Alfabetização na Educação Infantil
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Alfabetização na Educação Infantil

Tudo sobre Alfabetização. A polêmica sobre ensinar ou não as crianças a ler e a escrever já na Educação Infantil. A alfabetização na ed...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Tudo sobre Alfabetização. A polêmica sobre ensinar ou não as crianças a ler e a escrever já na Educação Infantil.

A alfabetização na educação infantil é assunto que a muitos anos vem sendo discutido em toda a América Latina e alguns países da Europa.

Mas afinal, a pré-escola deve ou não alfabetizar?

Lecionando em turmas agrupadas, trabalhando com a metodologia Montessoriana , no Centro Educacional Montessoriano.


- Fabiola Dos Passos Damaceno

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Devemos alfabetizar na Educação Infantil?

  • Objetivos da Educação Infantil

    Objetivos da Educação Infantil

    A longo prazo e dentro de uma perspectiva de desenvolvimento da criança:
    Em relação aos professores: estimular nas crianças o desenvolvimento sua autonomia através de relacionamentos seguros no qual o poder do adulto seja reduzido o máximo possível.
    Em relação aos companheiros: estimular as crianças a desenvolverem sua habilidade de descentrar e coordenar diferentes pontos de vista.

  • Em relação ao aprendizado: estimular as crianças a ficarem alertas, curiosas, criticas e confiantes na sua capacidade de imaginar coisas e dizer o que realmente pensam.

    Desenvolver a sua iniciativa, elaboração de idéias, perguntas e problemas e relaciona-las umas às outras. (KAMII, 1991, p. 15.)

  • “O que as crianças precisam para serem felizes?”

  • Referencial Curricular para Educação Infantil

    É imprescindível que haja riqueza e diversidade nas experiências que lhes são oferecidas nas instituições;
    A brincadeira é uma linguagem infantil;
    Ao brincar as crianças recriam e repensam os acontecimentos que lhes deram origem, sabendo que estão brincando
    O principal indicador da brincadeira, entre as crianças, é o papel que assumem enquanto brincam.

  • Nas brincadeiras, as crianças transformam os conhecimentos que já possuíam anteriormente em conceitos gerais com os quais brinca.
    O brincar contribui, assim, para a interiorização de determinados modelos de adulto.
    É no ato de brincar que a criança estabelece os diferentes vínculos entre as características do papel assumido, suas competências e as relações que possuem com outros papéis, tomando consciência disto e generalizando para outras situações.
    Os conhecimentos da criança provêm da imitação de alguém ou de algo conhecido, de uma experiência vivida.

  • APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

    APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

    A aprendizagem da linguagem oral e escrita é um dos elementos importantes para as crianças ampliarem suas possibilidades de inserção e participação nas diversas práticas sociais.
    Esta participação está relacionada ao desenvolvimento gradativo das capacidades associadas às quatro competências lingüísticas básicas: falar, escutar, ler e escrever.

  • Desenvolvimento da linguagem oral

    Desenvolvimento da linguagem oral

    A fala desempenha o papel comunicativo, expressivo e social.
    Os bebês emitem sons articulados que lhe dão prazer e que revelam seu esforço para comunicar e, ao interagirem com os adultos ou crianças mais velhas interpretam essa linguagem peculiar, dando sentido à comunicação dos bebês. Portanto, a construção da linguagem oral implica na verbalização e negociação de sentidos estabelecidos entre pessoas que buscam comunicar-se.

  • Quando os adultos falam com bebês utilizando linguagem simples, breve e repetitiva e, quando falam com os bebês ou perto deles de forma natural, os expõe a linguagem oral em toda a sua complexidade. Nesses processos, as crianças se apropriam, gradativamente, das características da linguagem oral, utilizando-as em suas vocalizações e tentativas de comunicação.
    Além da linguagem falada, a comunicação acontece por meios de gestos, sinais e da linguagem corporal, que dão significado e apóiam a linguagem oral dos bebês.

  • Portanto, a criança aprende a verbalizar por meio da apropriação da fala do outro.
    Situações de comunicação são utilizada pelas crianças antes mesmo que saibam falar. Isso significa que muito antes de se expressarem pela linguagem oral as crianças podem se fazer compreender e compreender os outros, pois a competência lingüística abrange tanto a capacidade de compreenderem a linguagem quanto sua capacidade de se fazerem entender. As crianças vão testando essa compreensão, modificando-a e estabelecendo novas associações na busca do seu significado.

  • As crianças tem ritmos próprios e a conquista de suas capacidades lingüísticas se dá em tempos diferenciados, sendo que a condição de falar com fluência, de produzir frases completas e inteiras provém de participação em atos de linguagem.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Objetivos da Educação Infantil
  • APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
  • Desenvolvimento da linguagem oral
  • O desenvolvimento da linguagem escrita