Curso Online de Educação para o consumo

Curso Online de Educação para o consumo

O consumo cumpre implica múltiplas referências como construção social, nos padrões atuais, e é ainda insustentável, tanto na perspectiva ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O consumo cumpre implica múltiplas referências como construção social, nos padrões atuais, e é ainda insustentável, tanto na perspectiva ambiental quanto da construção de direitos e da cidadania.
O consumo consciente é uma possibilidade de tratamento dos impactos do consumismo, e envolve mudanças de atitude aliadas à necessidade de transformação do sistema e dos valores dos cidadãos.
Esse esforço sugere articulações entre diferentes grupos, do governo, da sociedade civil, do mercado, para atender a população e adotar boas práticas de produção e consumo sustentáveis.


Índice do curso

INTRODUÇÃO
Conceito de consumo
Consumo privado
Consumo público
A Publicidade
O desejo do consumo
A ideologia
A importância do consumo
O consumismo
CONSUMO X CONSUMISMO
Educação e planejamento financeiro
Orçamento e gastos mensais
Lei da oferta e da procura
Sustentabilidade
O consumo consciente
Critérios de confiança
O CONSUMO CONSCIENTE NA SOCIEDADE DE HIPERCONSUMO

Formação Acadêmica:Pedagogia Especialização em: Psicologia e Saúde Mental Educação à Distância Metodologia da Pesquisa



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Educação para o consumo

    Educação para o consumo

    Raquel Sampaio

  • RESUMO

    O consumo cumpre implica múltiplas referências como construção social, nos padrões atuais, e é ainda insustentável, tanto na perspectiva ambiental quanto da construção de direitos e da cidadania.

    O consumo consciente é uma possibilidade de tratamento dos impactos do consumismo, e envolve mudanças de atitude aliadas à necessidade de transformação do sistema e dos valores dos cidadãos.

    Esse esforço sugere articulações entre diferentes grupos, do governo, da sociedade civil, do mercado, para atender a população e adotar boas práticas de produção e consumo sustentáveis.

    RESUMO

  • O objetivo deste curso é demonstrar que o desenvolvimento sustentável não é percebido na prática organizacional ainda como deveria.

    Nesse contexto, a cidadania pode dar novo sentido às lutas ambientais no campo do consumo, encobrir as armadilhas de um discurso ambientalmente correto, mas politicamente frágil.

  • INTRODUÇÃO

    O ato do consumo pertence à vida humana, baliza as relações sociais e faz parte da dinâmica da economia. O padrão consumista da sociedade estaria conduzido a um consumo desnecessário, excessivo, com decisivos impactos sobre a sustentabilidade ambiental.

    Entretanto, nos dias atuais, as identidades dos cidadãos se configuram pelo consumo, e o status, muitas vezes, pode ser medido pelo que se consome.

    Os objetos não seriam adquiridos por sua utilidade, mas pelo prestígio simbolizado por sua posse.

    INTRODUÇÃO

  • A questão seria como se consome, seus impactos na vida social, os limites que permeariam o ato de consumir e as atitudes que os cidadãos precisam desenvolver, sobretudo em suas interações com o mercado, para tornar o consumo mais consciente.

    Nesse cenário, uma das soluções é a transformação do modo de consumir, permitindo que os cidadãos tomem as decisões acertadas, adquirindo com mais consciência do impacto coletivo, ambiental e social em suas opções individuais de consumo para a promoção da qualidade de vida e do desenvolvimento local.

  • As discussões sobre consumo sustentável e consciente se caracterizam por grandes dificuldades de iniciativas que visem padrões de desenvolvimento politicamente corretos, tais como consumo verde, responsável, ético, solidário e consciente, entre outros, desafios e dilemas.

    O presente curso se propõe a problematizar o consumo consciente, a responsabilidade social das empresas e a partir da concepção de meio ambiente como um dos elementos centrais entendida como espaço de articulações dos cidadãos na vida política, e na organizacional, base econômica da contemporaneidade, em direção ao desenvolvimento sustentável.

  • Constata-se um impasse entre meio ambiente e desenvolvimento, patamares sustentáveis de produção e consumo que colocam à prova o modelo de desenvolvimento que gerou dano ecológico e desigualdade social, alienado e eticamente repulsivo, suscitando mudanças na qualidade de vida das pessoas, o que englobaria aspectos sociais, culturais e espirituais.

  • No entanto, o que deveria ser analisado não é somente o consumo, fundamental ao ser humano, mas o consumo desenfreado, que faz do mundo um recipiente de mercadorias.

    O ecodesenvolvimento concilia os sistemas econômicos com a proteção ambiental, garantindo maior qualidade de vida para a população, aborda cinco pilares da sustentabilidade: social, econômico, ecológico, espacial e cultural.

  • Enfatiza que é preciso afastar a dependência técnica e cultural e valorizar a cultura local e seus recursos. Propõe uma alternativa que englobaria a democracia participativa, com desenvolvimento endógeno e equidade social, na busca por melhorias de condições da sociedade.

    O consumidor pode ser incentivado a fazer com que seu ato de consumo seja também um ato de cidadania.

  • No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor, em vigor desde 1991, tem o objetivo de preservar a vida, a saúde, a segurança e a dignidade do consumidor, responsabilizando o fornecedor pela qualidade do que oferece ao mercado e permitindo exigir da cadeia produtiva as informações sobre os produtos e serviços.

    A divulgação dos direitos do consumidor é um dos pilares que contribui para que produção e consumo sejam apreendidos como questões de interesse coletivo.

  • O consumo responsável é aquele que seria corresponsável pelo cuidado do mundo, a partir da ótica do consumo individual. A escolha por determinado produto teria reflexos sociais e ambientais.

    É a capacidade de cada pessoa, instituição pública ou privada de escolher serviços e produtos que contribuam de forma ética, de fato, para a melhoria da vida individual, da sociedade e da preservação ambiental.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Educação para o consumo
  • RESUMO
  • INTRODUÇÃO
  • Conceito de consumo
  • Consumo privado
  • Consumo público
  • A Publicidade
  • O desejo do consumo
  • A ideologia
  • A importância do consumo
  • O consumismo
  • CONSUMO X CONSUMISMO
  • Educação e planejamento financeiro
  • Orçamento e gastos mensais
  • Lei da oferta e da procura
  • Sustentabilidade
  • O consumo consciente
  • Critérios de confiança
  • O CONSUMO CONSCIENTE NA SOCIEDADE DE HIPERCONSUMO