Curso Online de Formação Continuada para Professores: Educação Infantil e Eja
4 estrelas 12 alunos avaliaram

Curso Online de Formação Continuada para Professores: Educação Infantil e Eja

CURSO VOLTADO PARA ESTUDANTES DE PEDAGOGIA E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO VOLTADO PARA ESTUDANTES DE PEDAGOGIA E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

Sou Autora e Tutora da EaD;Pós graduada em Ed. Infantil pela UNICID-SP e Pós graduada em Educação pela Faculdade Metodista ES;Pós graduanda em Psicopedagogia e Pedagogia Empresarial pela Faculdade Candido Mendes Graduada em Pedagogia pela Faculdade Metodista ES; Técnica em Contabilidade; Formação Cristã em Missiologia; Extensão Acadêmica em Educação Especial, Ead, Secretariado Escolar, Recursos Humanos, Jogos e Brincadeiras, Diagnóstico/Intervenção Psicopedagógico, Elaboração de Projetos,Saúde Bucal e Modle para Criadores de Cursos. Mais cursos na página www. http://www.buzzero.com/autores/simone


- Isabel Neves Da Silva

"Este curso foi muito interessante, e ofereceu bons esclarescimentos sobre o EJA. Voltarei a ecessá-lo. Pois não tenho como arquivá-lo creio."

- Carmen Beatriz Rodrigues Furtado

- Lamara Gomes Brito

"ADOREI O CURSO! AINDA ESTOU FAZENDO, MUITO BOM ME DEU UMA BASE MARAVILHOSA, POIS ESTAVA FORA DO MERCADO FAZIA UNS 5 ANOS E PUDE APROVEITAR BASTANTE ESTE CURSO DE FORMAÇÃO.EXCELENTE!!! QUERO FAZER OUTROS PELO BUZZERO PARA QUE 2013 VENHO LECIONAR EM UMA TURMA."

- Elizete Fernandes Do Couto

- Ursula Martinez Calderon

"Gostaria que houvesse mais interação e uma avaliação sobre o que estamos estudando."

- Alessandra Neves Silva

- Lucimeire Aparecida Scuissato Brunhera

"Socialize e o conteúdo do curso com o meu grupo de trabalho na Secretaria Municipal de Educa- ção e obtive bons resultados. O conteúdo programático do curso amplia o conhecimento sobre os temas abordados"

- Maria Da Glória Ferreira De Almeida Pina Rustom

"eu achei muito relevante para minha formação pessoal e academica pois tem conteúdos bem estruturados que me permitem um otimo aproveitamento. Gostei e pretendo fazer ouitros assim que possivel, inclusive ja recomendei para varias colçegas da faculdade."

- Isabela Maria Pereira De Oliveira

- Antonia Milhomem Da Silva

"Eles são bons e nos ajudam a ter um pouco mais de conhecimento. Eu tenho uma reclamação quanto ao outro que eu fiz, o EDUCAÇÃO ESPECIAL,esse está faltando um depoimento sobre a síndrome de down."

- Alieta Ramos De Vasconcelos Neta

- Gisele De Oliveira Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES

    formação continuada para professores

    educação infantil

    eja 1º segmento

    profª simone g. themoteo

  • APRESENTAÇÃO

    apresentação

    profª simone gonçalves themoteo
    pós graduada em educação pela faculdade metodista es
    graduada em pedagogia pela faculdade metodista es

    conheça outros cursos da mesma autoria:

    comunicação oral
    secretariado escolar
    gestão escolar
    pedagogia de projetos na educação infantil
    o lúdico e o risco (gratuito)
    educação especial

    o nosso compromisso e propagar seus conhecimentos!

  • HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL

    história da educação infantil

    entende-se criança como um ser diferente do adulto, diferenciando na idade, na maturidade, além de ter certos comportamentos típicos. porém, tirando a idade, o limite entre criança e adulto é complexo, pois este limite está associado à cultura, ao momento histórico e aos papéis determinados pela sociedade. estes papéis dependem da classe social-econômica em que está inserida a criança e sua família.

  • não tem como tratar a criança analisando somente sua ‘natureza infantil’, desvinculando-a das relações sociais de produção existente na realidade a valorização e o sentimento atribuídos à infância nem sempre existiram da forma como hoje são concebidas e difundidas, tendo sido modificadas a partir de mudanças econômicas e políticas da estrutura social. percebe-se essas transformações em pinturas, diários de família, testamentos, igrejas e túmulos, o que demonstram que família e escola nem sempre existiram da mesma forma.

  • EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL

    educação infantil no brasil

     
    no brasil escravista, a criança escrava entre 6 e 12 anos já começa a fazer pequenas atividades como auxiliares. a partir dos 12 anos eram vistos como adultos tanto para o trabalho quanto para a vida sexual. a criança branca, aos 6 anos, era iniciada nos primeiros estudos de língua, gramática, matemática e boas maneiras. vestia os mesmos trajes dos adultos.
    as primeiras iniciativas voltadas à criança tiveram um caráter higienista, cujo trabalho era realizado por médicos e damas beneficentes, e se dirigiram contra o alto índice de mortalidade infantil, que era atribuídas aos nascimentos ilegítimos da união entre escravas e senhores e a falta de educação física, moral e intelectual das mães.

  • com a abolição e a proclamação da república, a sociedade abre portas para uma nova sociedade, impregnada com idéias capitalista e urbano-industrial.
    neste período, o país era dominado pela intenção de determinados grupos de diminuir a apatia que dominava as esferas governamentais quanto ao problema da criança.

  • no brasil, o surgimento das creches foi um pouco diferente do restante do mundo. enquanto no mundo a creche servia para as mulheres terem condição de trabalhar nas indústrias, no brasil, as creches populares serviam para atender não somente os filhos das mães que trabalhavam na indústria, mas também os filhos das empregadas domésticas. as creches populares atendiam somente o que se referia à alimentação, higiene e segurança física. eram chamadas de casa dos expostos ou roda.

  • TEÓRICOS

    teóricos

    principais teóricos da educação infantil que são fundamentais: freinet, piaget e vygotsky.
    tanto freinet, quanto piaget e vygotsky nascem no ano de 1986, ou seja, vão vivenciar, portanto, os mesmos contextos de 1ª guerra mundial, processo imperialista, fordismo, etc. 

  • A CRIANÇA NA CONSTITUIÇÃO

    a criança na constituição

    a constituição de 1988 faz referência a direitos específicos das crianças e define como direito da criança de 0 a 6 anos de idade e dever do estado o “atendimento em creche e pré-escola”. a nova carta nomeia formas concretas de garantir, não só amparo, mas principalmente a educação das crianças.

  • LEI DE DIRETRIZES E BASES

    lei de diretrizes e bases

    a educação infantil foi conceituada, no art. 29 da l.d.b., como sendo destinada às crianças de até 6 anos de idade, com a finalidade de complementar a ação da família e da comunidade, objetivando o desenvolvimento integral da criança nos aspectos físicos, psicológicos, intelectuais e sócias.

  • DIREITOS DA CRIANÇA

    direitos da criança

    o art. 227 define, mais abrangentemente, os direitos da infância brasileira: “é dever da família, da sociedade e do estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e a convivência familiar comunitária”.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES
  • APRESENTAÇÃO
  • HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL
  • EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL
  • TEÓRICOS
  • A CRIANÇA NA CONSTITUIÇÃO
  • LEI DE DIRETRIZES E BASES
  • DIREITOS DA CRIANÇA
  • SEGURIDADE SOCIAL
  • DIREITOS SOCIAIS
  • EDUCAÇÃO
  • PERÍODO SENSÓRIO-MOTOR (0-24 meses)
  • PERÍODO PRÉ-OPERACIONAL (2-7 anos)
  • PERÍODO DAS OPERAÇÕES CONCRETAS (7-11,12 anos)
  • PERÍODO DAS OPERAÇÕES FORMAIS (12 anos em diante)
  • O REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL
  • RAZÃO ADULTO/CRIANÇA
  • PRINCÍPIOS
  • PRINCÍPIOS ÉTICOS
  • PRINCÍPIOS POLÍTICOS
  • PRINCÍPIOS ESTÉTICOS
  • EDUCAÇÃO E CUIDADO
  • BIBLIOGRAFIA
  • BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO BRASIL
  • ALFABETIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO
  • 0 MOBRAL E A EDUCAÇÃO POPULAR
  • CONSOLIDANDO PRÁTICAS
  • NOVAS PERSPECTIVAS NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA
  • NOVOS SIGNIFICADOS PARA AS APRENDIZAGENS ESCOLARES
  • 0 CONTEXTO SOCIAL
  • A DIMENSÃO ECONÔMICA
  • A DIMENSÃO POLÍTICA
  • A DIMENSÃO CULTURAL
  • DIVERSIDADE CULTURAL E CULTURA LETRADA
  • OS JOVENS E ADULTOS E A ESCOLA
  • O OLHAR DO EDUCANDO
  • 0 EDUCADOR DE JOVENS E ADULTOS
  • OBJETIVOS GERAIS
  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • LINGUAGEM ORAL
  • LINGUAGEM ESCRITA
  • A ANÁLISE LINGÜÍSTICA
  • MATEMÁTICA
  • ESTUDOS DA SOCIEDADE E DA NATUREZA
  • OBJETIVOS DA ÁREA DE ESTUDOS DA SOCIEDADE E DA NATUREZA
  • O PAPEL DO PLANO DIDÁTICO
  • MATERIAIS NECESSÁRIOS
  • ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO
  • A AVALIAÇÃO E O AJUSTE DO PLANO DIDÁTICO
  • OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO FINAL
  • BIBLIOGRAFIA