Curso Online de Leitura na Educação Infantil

Curso Online de Leitura na Educação Infantil

Este curso está dividido da seguinte forma:   Primeiro Módulo A literatura infantil O mundo da escrita   Segundo Módulo O desenvolvimen...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 9 horas

Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso está dividido da seguinte forma:
 
Primeiro Módulo
A literatura infantil
O mundo da escrita
 
Segundo Módulo
O desenvolvimento da escrita no processo de Alfabetização
Projetos de leitura e sua importância

Terceiro Módulo ? Modelos de Projetos
Olimpíada de Alfabetização Matemática
Conto,Reconto e Encanto
Água ? Cuidar para não faltar
 Caixa Mágica

Conclusão

Mestranda em Psicanálise - FAES,Pós - graduada em Psicopedagogia Clinica e Institucional - UCAM,em Educação Especial com ênfase em Atendimento Educacional Especializado(AEE) - UFC, em Gestão Educacional - ISEC, Graduada em Pedagogia - UESPI. Professora de Educação Básica com mais de 10 anos de experiência. Desenvolve projetos e cursos de formação continuada de professores da educação infantil e ensino fundamental de 1° ao 5° ano.Experiência também em Gestão Educacional, Coordenação Pedagógica e Atendimento Educacional Especializado.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Leitura na Educação Infantil

    Leitura na Educação Infantil

    Prof.Esp. Rochelli Milanez

  • Introdução

    Introdução

    Este curso está dividido da seguinte forma:
     
    Primeiro Módulo
    A literatura infantil
    O mundo da escrita
     
    Segundo Módulo
    O desenvolvimento da escrita no processo de Alfabetização
    Projetos de leitura e sua importância

    Terceiro Módulo Modelos de Projetos
    Olimpíada de Alfabetização Matemática
    Conto,Reconto e Encanto
    Água Cuidar para não faltar
     Caixa Mágica

  • A Literatura Infantil

    A Literatura Infantil

    A literatura infantil é sem dúvida encantadora. É a partir da fantasia criada a partir do contato com os contos infantis que a crianças vai desenvolvendo a sua criatividade e adquirindo características que farão parte de sua personalidade na vida adulta.
    Os contos infantis além de promover uma aprendizagem cognitiva, permitem o desenvolvimento de habilidades psicossociais e afetivas. Propomos à partir deste entendimento, um trabalho desenvolvido à partir de contos infantis.
    A aquisição dos mecanismos de leitura e escrita constitui-se ainda um grande desafio para os educadores das séries iniciais da educação básica. Principalmente para os educadores que atuam na escola pública, os quais além dos desafios no que tange ao desenvolvimento do aluno em si, como também ao contexto de sucateamento e desmotivação da educação pública em todo Brasil.

  • Porem nosso objetivo aqui não é discutir sobre as mazelas da educação brasileira e sim oportunizar subsídios teórico-práticos que possam auxiliar educadores e educadoras no desenvolvimento de uma prática pedagógica eficiente e dinâmica.
    Prática educativa pautada na organização de situações de aprendizagem voltadas para o letramento e alfabetização dos alunos, permitindo ainda intervenções junto àqueles que possuem dificuldades de acompanhar o processo, ou dificuldades de aprendizagem.
    Devido à necessidade apontada por vários professores de uma formação continuada que seja mais voltada para a prática, organizamos algumas sequencias didáticas que podem ser aplicadas facilmente em sala de aula, essas sequências já foram executadas com sucesso pela autora do curso bem como por outros educadores.

  • O Mundo da Escrita

    O Mundo da Escrita

  • A iniciação da criança ao mundo da escrita é cheio de expectativas, os educadores por sua vez precisam atentar para essas expectativas para que este indivíduo não venha frustrar-se diante desse processo de iniciação a língua escrita.
    Processo esse que ao nosso olhar adulto, como conhecedores da escrita é algo simples e familiar, pois para o aluno, ou para as crianças que estão adquirindo a língua escrita ou o indivíduo que não sabe ler e escrever é um mundo cheio de mistérios, portanto faz se necessário fazermos essa reflexão relacionada à pessoa que não lê ou à pessoa que está no processo de aquisição da língua escrita, talvez se fizermos essa reflexão tenhamos uma observação diferente ou mais minuciosa sobre à pessoa que desconhece o mundo da escrita, ou que está adquirindo os mecanismos de escrita, conforme Cagliari (1997).
    Ainda falando da visão de Cagliari (1997), é possível perceber que o mesmo analisa criticamente a atuação dos professores de Língua Portuguesa, pelo o fato de ser algo costumeiro destes professores muitas vezes saberem muito pouco sobre a escrita, de como esta de fato funciona e como a mesma deve ser usada em situações diferente, pois, este professor deverá considerar que a escrita é uma atividade relativamente nova para a criança, devendo assim, ser realizadas atividades diferenciadas e uma atenção especial à criança nessa fase de aquisição da língua escrita, evitando também nesse primeiro momento fazer exigências de que a criança apresente uma escrita ortograficamente correta, sem erros após apenas um ano de alfabetização.

  • Sabemos que existem no nosso sistema alfabético, formas diferentes de fazer representações gráficas, ou seja, diversos tipos de alfabeto. O que implica dizer que é de fundamental importância que as crianças sejam orientadas e esclarecidas quanto a esse fato, quando da aquisição da língua escrita, podendo se esclarecer como, por exemplo, que existem letras de forma, letras cursivas e etc. Pois isso tornaria mais fácil para que elas entendessem esse mundo que é complexo e cheio de mistério tanto para quem estar na fase de aprendizagem da escrita e quem desconhece o mundo da escrita, pois se não esclarecermos esse fato para nossas crianças as mesmas ficaram confusas em entender esse mistério (Cagliari, 1997).
    De acordo com Oliveira (1997), na concepção de Vygotsky, o processo de aquisição da língua escrita na criança, inicia-se bem antes dessa entrar na escola e se estende por muitos anos.
    A autora destaca que a criança tem contato com a escrita, em vários momentos da vida, na verdade, ela afirma que em todos os momentos de sua vida a criança tem contato com a escrita. A escrita faz parte e está presente em vários ambientes frequentados por ela, em meios de comunicação de seu cotidiano, como por exemplo: em jornais, nomes de ruas, outdoors, placas, listas e etc.

  • Cagliari (1997) afirma que a escrita tem como objetivo primordial permitir a leitura, a leitura por sua vez é uma interpretação da escrita e a mesma é uma forma de tradução dos símbolos escritos em fala.
    Para o autor escrita e leitura são processos e andam juntos, ou seja, são processos interdependentes e que se complementam, chegando no processo de comunicação a ser indissociáveis. A escrita é uma forma de representação da linguagem falada, mas na verdade, não é totalmente fiel a ela, pois enquanto que a linguagem falada permite inúmeras possibilidades usuais na comunicação, a escrita representa um número apenas aproximado de usos na comunicação, e no universo de representações.
    Para Ferreiro (2001) algumas posturas são de suma importância para atingir bons resultados através das práticas pedagógicas de alfabetização, conforme vemos a seguir:

  • É necessário mudar a própria concepção do objeto, para que se entenda por que a alfabetização implica em um trabalho conceitual, que em certo sentido é similar ao caso da matemática. A criança pode recitar o abecedário, tanto como recitar a série dos números. Contudo, isso não basta para chegar à noção de número, nem basta para entender o que está escrito e qual a sua relação com a língua oral. A modificação do objeto conceitual é imprescindível. (FERREIRO, 2001,P.22).

  • Entre os processos de aprendizagem mais complexos na escola, destaca-se o processo de aprendizagem da leitura e escrita, pois são duas atividades que envolvem várias habilidades, sendo imprescindíveis para que a criança possa adquirir vários outros conhecimentos e esteja inserido na cultura de sua sociedade.
    De acordo com Cagliari (1997), nem sempre nos damos conta da realidade que cerca o indivíduo que não sabe ler e escrever, a representação de mundo desse indivíduo é objetivamente diferente da representação de um indivíduo que já adquiriu essas mecanismos de leitura e escrita e por meio deles está inserido em uma determinada cultura, fazendo uso também dos mesmos para produzir conhecimento e difundir a cultura na qual encontra-se inserido.
    A possibilidade de participação social, por meio da qual nos tornamos seres participantes e atuantes no mundo, advém da própria condição de aquisição da língua oral e escrita, pois esses são elementos essenciais e inerentes à condição humana, por meio desses elementos podemos interagir com os outros e estabelecer as mais variadas formas de comunicação. Sendo assim, afirmamos ainda que a aquisição da leitura e da escrita, torna-se uma questão de cidadania, revelando-se entre outras coisas, como uma forma de inclusão social, estimulando as possibilidades e capacidades criadoras, o posicionamento critico e a própria participação e atuação no mundo no qual estamos inseridos.

  • Assim, o domínio da língua oral e escrita permite que tenhamos acesso à informação, à produção de conhecimento, cultura e interação social. No entanto, vale ressaltar que o ato de ler e escrever não é natural, mas um processo que decorre das interações sociais estabelecidas, permitindo a assimilação de conhecimentos produzidos historicamente, possibilitando a sua reelaboração, bem como a produção de novos conhecimentos.
    A escola desempenha um papel fundamental no processo de aquisição da língua escrita, pois enquanto agência por excelência de produção de conhecimentos, a mesma desenvolve de forma sistematizada esse processo, conferindo ao aprendizado da leitura e da escrita um sentido diferenciado, por meio das interações que se estabelecem em seu contexto. Percebemos, no entanto que há uma situação educacional preocupante com relação ao desenvolvimento da escrita e da leitura em toda a América Latina.
     


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Leitura na Educação Infantil
  • Introdução
  • A Literatura Infantil
  • O Mundo da Escrita
  • O desenvolvimento da escrita no processo de alfabetização
  • Projetos de leitura e sua importância
  • Modelos de Projetos
  • Conto,encanto e reconto
  • Poesia leitura,escrita e fantasia
  • Olimpíada de alfabetização matemática
  • Água cuidar para não faltar
  • Caixa mágica
  • Conclusão