Curso Online de CFTV OS PRIMEIROS PASSOS
1 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de CFTV OS PRIMEIROS PASSOS

CURSO PRA PROFISSIONAIS E PESSOAS QUE QUEIRAM GANHAR DINHEIRO COM CFTV E/OU ABRIR UMA EMPRESA

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

CURSO PRA PROFISSIONAIS E PESSOAS QUE QUEIRAM GANHAR DINHEIRO COM CFTV E/OU ABRIR UMA EMPRESA

NOME MARCELLO FELIX PROFISSÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SEGURANÇA ELETRÔNICA ATUAÇÃO SEGURANÇA ELETRÔNICA PROFISSIONAL E EXCELENCIA EM DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS COM PROGRAMAS DE AUTO CAD E OUTROS APLICATIVOS PROGRAMADOR EM VISUAL BÁSIC CONSERTOS DE COMPUTADORES MONTADOR DE REDES DE COMPUTADORES


- Raul Castillo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Rocha conexões o primeiro passo para acabar com a impunidade dos assaltos e homicídios

    Rocha conexões o primeiro passo para acabar com a impunidade dos assaltos e homicídios

    Câmeras de Segurança a solução que você pode pagar e deve ter nos tempos atuais instale hoje mesmo sua câmera de segurança ip e veja de qualquer lugar o que acontece em sua residência ou com alguém que você ama.!

  • Telefone agora mesmo para 9972-3032 3208-1057 e agende a sua implantação também trabalhamos com instalações de segurança eletrônica veicular edifícios comerciais e residenciais, hospitais comércios em geral como implantação de rede sem fio wi-fi (((((()))))))) de alta capacidade Fidelizando assim seus clientes falar com Marcello

    Telefone agora mesmo para 9972-3032 3208-1057 e agende a sua implantação também trabalhamos com instalações de segurança eletrônica veicular edifícios comerciais e residenciais, hospitais comércios em geral como implantação de rede sem fio wi-fi (((((()))))))) de alta capacidade Fidelizando assim seus clientes falar com Marcello

    Com a evolução da sociedade, o crime também vai evoluindo e a polícia precisa se valer de novas tecnologias, que antigamente eram mais caras e ruins, comparadas com as de hoje. Mas as câmeras são hoje o primeiro passo para solução dos crimes. Em Londres, por exemplo, o policial acompanha as ações pelas câmeras e faz até cidadão pegar a bituca de cigarro que ele jogou no chão.  
    Para Carneiro, as câmeras têm duas funções na segurança: inibir o crime e ajudar a identificar o bandido. ”Recentemente, vários criminosos foram identificados com a ajuda destes equipamentos. Nesses casos que aconteceram há pouco tempo, de roubos a restaurantes em São Paulo, vários bandidos foram identificados, inclusive pelas roupas usadas no dia do crime.”
    Além dos estabelecimentos comerciais, como bancos, restaurantes e bares, as câmeras instaladas em áreas de uso privativo – como condomínios e residências – têm cada vez mais ajudado a polícia a esclarecer crimes. De acordo com Carneiro, a difusão da tecnologia permite que qualquer cidadão passe a registrar “crime, desastre e acidente” e contribua, de forma direta, com as investigações policiais.
    Tentativa de defesa
    De acordo com o professor de Direito Criminal da PUC-SP (Pontifícia Universidade de São Paulo), Christiano Jorge Santos, o uso das câmeras de segurança deve crescer ainda mais nos próximos anos porque esses equipamentos são a forma que o cidadão encontrou para se “defender” dos crimes mais comuns (furtos e roubos). Porém, segundo ele, para que essas câmeras ajudem efetivamente, elas precisam “ser adequadas”.
    Se um bandido estiver em frente a um condomínio, claro que ele tenderá a procurar um lugar que esteja menos protegido. A mera colocação da câmera para controle já é alguma coisa. Mas para ajudar nas soluções [investigações da polícia] é preciso considerar a resolução da imagem, se [a câmera] é de boa qualidade, e também se ela grava e envia [as imagens] para um arquivo remoto.
    Luiz Landini, diretor da empresa de segurança eletrônica G-Eletro, diz que atualmente existem “de câmeras simples de monitoramento” até “cercas virtuais” para casas e condomínios.
    - A empresa tira uma fotografia do local e o software que usamos desenha uma cerca virtual. Então, quando tem qualquer cruzamento térmico [variação de calor provocada pela passagem de alguém], as câmeras instaladas acompanham toda a ação. Essa tecnologia é geralmente usada em locais de grande extensão.
    O professor da PUC ressalta que como a popularização de dispositivos de monitoramento por imagem acompanha o aumento da violência, cada vez mais a população do país passará a se sentir monitorada.
    - Hoje em dia não pode fazer uma careta dentro do elevador porque está sendo filmado. Mas se é para ajudar na segurança, se releva. Tudo deve ser ponderado. O direito a segurança e a privacidade são garantidos pela constituição.
    Para Santos, porém, a principal discussão relacionada as câmeras de segurança não é a perda da privacidade que elas podem vir a causar, mas sim o fato de esses dispositivos não serem a “chave” para solucionar a criminalidade. Segundo ele, é preciso seriedade na segurança pública para melhorar as condições em que vive asociedade brasileira.
    - É preciso mudar a legislação, ter maiores investimentos na área, melhorar a qualidade do policiamento, dar mais liberdade de ação para policiais honestos e limpar os corruptos.

  • integrando Soluções Estratégicas de Segurança e Conectividade.
    Consultoria, Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Integradas em Redes, Cabeamento Estruturado, Sistemas de Segurança, Instalação, Treinamento, Administração e Suporte Técnico. CFTV é uma empresa dedicada ao projeto, desenvolvimento e integração de sistemas eletrônicos de segurança, redes digitais, sistemas industriais, cabeamento estruturado, radio enlaces, automação e tecnologias de conectividade.
     
    Possuímos ampla experiência e know-how em aplicações industriais e de missão crítica, envolvendo a solução de problemas e otimização de aplicações.

  • ista de Senhas e Endereços Padrões de Câmeras IP

    Câmeras IP
    Publicado por Rocha conexões 17-06-2013 14756 leituras)
    A lista está organizada em ordem alfabética pelo nome do fabricante, seguido pelo usuário / senha padrão e finalmente é indicado o endereço IP definido como padrão de fábrica.
    Assim como a maioria dos equipamentos de informática e TIC, as configurações padrões de fábrica seguem definições de acordo com as políticas próprias de cada fabricante. Apesar disso, grande parte dos equipamentos apresentam senhas, usuários e endereços padrões comuns para o acesso inicial, inclusive com padrões populares como admin/adm

  • Câmeras ips x câmeras analogicas

    Câmeras ips x câmeras analogicas

    Camera IP x Cameras Analógicas (CFTV)
    Se voce está procurando instalar um sistema de vigilância de segurança em sua casa ou empresa, uma das decisões que você tem que fazer é saber qual a melhor opção, camera IP ou circuito analógico e camera, o conhecido CFTV. Essa decisão de câmeras IP versus câmeras analógicas não é necessariamente uma decisão simples, pois há vantagens e desvantagens para cada estilo de câmera. Vamos explorar algumas dessas diferenças mais aprofundadas para que você possa determinar qual opção é ideal para você.
    A principal diferença entre os dois tipos de câmara é a maneira pela qual o sinal de vídeo é entregue. As câmeras analógicas, transformam o sinal de vídeo em um formato que pode ser capturado por um ou outro receptor de televisão como um videocassete ou monitor. Uma câmera baseada em IP, também conhecida como IP câmera, digitaliza o sinal de vídeo usando um codificador especializados acoplado com seu servidor web embutido nelas. Isto permite que a câmera IP passe a agir como um dispositivo de rede, permitindo assim que a captura das imagens de vídeo passam a serem vistos não só através de uma rede já existente, mas também através de um navegador web que possam ser acessados através da Internet
    Ambos sistemas de câmeras, tanto analógico como baseado em IP podem transmitir sinais através de fios ou conexões sem fio (wireless). As câmeras IP possuem o benefício adicional de ser capaz de usar switches, hubs, roteadores, permitindo assim que esse sistema seja expandido facilmente. Com o objetivo de determinar qual estilo de sistema de câmera é mais adequado às suas necessidades, vamos ter um olhar mais atento a alguns dos prós e contras de cada estilo:

  • Contra - Câmeras Analógicas
    Poucas características - As câmeras analógicas vem com poucos recursos basicos como por exemplo zoom digital
    Grandes problemas de interferência - As câmeras analógicas podem ter problemas de interferência, se instalarmos em conjunto com sistema sem fio. O mais importante ainda, as cameras analógicas nao suportam criptografia, ou seja sua rede sem fio tem que ficar aberta, no que resulta uma grave falha de segurança.
    Problemas com longa distância - Se o seu sistema tiver que abranger uma grande área, câmeras analógicas não será sua melhor escolha. As câmeras analógicas nao suportam grandes distâncias, e se for necessário trabalhar com elas, a visualização das imagens ficarão comprometidas.
    Prós - Câmeras IP
    Melhor recepção wireless - As câmeras IP conseguem trabalhar com criptografia wireless, como WEP, WPA, WPA+PSK, fornecendo assim, uma grande segurança para sua rede. Também não sofrem nenhum tipo de interferência nas imagens via rede sem fio
    Pode utilizar a rede existente - Devido as câmeras IP trabalharem como um dispositivo de rede, você pode utilizar sua instalação de rede existente para colocá-las em funcionamento, facilitando assim o seu custo de instalação
    Acesso remoto mais fácil - As câmeras IP são as mais adequadas para visualização remota.
    Contra - Câmeras IP
    Alto custo - Devido a todas tecnologias adicionais embutidas em cada camera IP, o custo delas é maior em comparativo das câmeras analógicas.
    Requer banda larga - As câmeras IP tem um consumo de banda maior que as câmeras analógicas

  • Prós - Câmeras Analógicas
    Baixo custo - Câmeras analógicas geralmente custam tem um preço mais barato que as Câmeras IP
    Maior Variedade - Câmeras analógicas muitas vezes tem uma variedade muito maior de modelos, por exemplo minicâmaras para se adaptar a suportes de PTZ. Se você tem necessidade exclusiva de vigilância, será mais fácil encontrar o estilo de câmera que você precisa num modelo analógico.
    Compatibilidade - Se você já possui um sistema de vigilância e deseja incorporar novos equipamentos, esse sistema tem total compatibilidade entre os diferentes fabricantes das câmeras.

  • Câmeras IP – CFTV IP
    Câmeras IP são equipamentos que unem a flexibilidade e gerenciamento de equipamentos de TI com elementos de captação de imagens (óticos e eletrônicos) de alta qualidade .
    Elas são utilizadas em conjunto com câmeras analógicas (em projetos híbridos) ou em substituição às mesmas, aonde qualidade de imagens e gerenciamento sejam essenciais.
    Monitoramento de Segurança, processos industriais, monitoramento remoto de obras ou processos de atendimento ao público são algumas das aplicações principais das câmeras IP.
    E a Ipset já desenvolveu projetos de sucesso de transmissão online de eventos: desfiles de moda, sessões de câmeras municipais, eventos do SEBRAE, etc.
    As imagens das câmeras IP são gravadas e armazenadas para consulta em softwares especiais, que organizam as imagens por horários e datas, além de poder inserir marcações de eventos especiais (abertura de portas, passagem em locais não autorizados, etc).
    Estas imagens podem também ser transmitidas através da Internet, de forma pública ou privada, e acessadas através de computadores, Tabletes e Smartphones.
    Abaixo demonstramos alguns exemplos de câmeras IP conectadas através do software Ipsetlive, desenvolvido pela Ipset.
    Ele permite dezenas ou centenas de acessos simultâneos às câmeras IP, sem nenhuma perda de performance, além de controlar automaticamente a banda de transmissão internet de acordo com a velocidade de conexão do visitante.

  • Identificar Objetivos
    Uma Solução de Imagens não é um conjunto de câmeras e softwares: é o resultado de gestão que ela proporciona, seja de Segurança ou de Monitoramento de Processos ou ainda de Marketing. Nesta fase são mapeados, descritos e validados os objetivos do sistema de imagens:  Segurança Patrimonial, Segurança Operacional, Suporte a Negócios, Marketing, Treinamento, Monitoramento de Processos Industriais, Monitoramento de Processos Logísticos, Projetos Especiais, etc
    Desenvolvimento de Cenários de Solução
    Nesta fase são analisadas e desenvolvidas alternativas para as restrições da solução, levando em conta oportunidades do ambiente do Cliente (Utilizar as imagens de segurança para monitorar processos também, por exemplo, ou vice-versa):  Qualidade, Armazenamento, Infraestrutura, Segurança, Orçamento, Tempo de Implantação, Sinergias, Telecom, etc
    Testes de Implementação
    Nesta fase são efetuados testes e gravações de imagem no site do Cliente ou testes com dispositivos de acesso e alarmes, para certificação de resultados futuros:  opções de fabricantes de câmeras, dispositivos e softwares, análise de luminosidade, resolução de imagem, tipos de lentes, etc
    Contratação
    Fase de formalização do acordado: o Cliente já tem certeza dos resultados e das alternativas de solução para o seu problema. Os riscos foram minimizados ao máximo
    Implantação
    Câmeras, Softwares, Servidores, infraestrutura de dados e elétrica, tudo é fornecido, configurado e instalado de acordo com o projeto aprovado pelo Cliente, sem nenhum trabalho de gestão adicional.
     

  • Além das câmeras, o software é um componente muito importante de uma solução de imagem.
    A Ipset desenvolveu ao longo de 5 anos de trabalho um Project Score, que auxilia os Clientes a determinar qual a melhor solução de software para seu caso.
    São analisados fatores como:
    Especificações técnicas das câmeras
    Facilidade de operação
    Velocidade
    Segurança de acesso
    Facilidade de exportação de gravações
    Backups automáticos
    Redundância e alta disponibilidade
    Acesso remoto seguro
    Integração com alarmes
    Integração com controle de acesso
    Integração com processos industriais
    Hoje trabalhamos com os melhores softwares de mercado: Digifort, NUUO, Vivotek, Sony, Seventh e BSS.
    Cada um tem características próprias, que os tornam mais adequados a cada caso.

  • Projeto se tem inicio pelo programa de desenho como programa auto cad. Project realizando cálculos de proporcionalidade como impedância dos cabos utilizados recomenda-se o uso de cabo 4 mm para micro câmeras pode-se ligar as câmeras de segurança com cabos de redes mais isto é apenas para os mais experientes em redes pois eles sabem exatamente como ligar os plugs sem danificar o equipamento


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Rocha conexões o primeiro passo para acabar com a impunidade dos assaltos e homicídios
  • Telefone agora mesmo para 9972-3032 3208-1057 e agende a sua implantação também trabalhamos com instalações de segurança eletrônica veicular edifícios comerciais e residenciais, hospitais comércios em geral como implantação de rede sem fio wi-fi (((((()))))))) de alta capacidade Fidelizando assim seus clientes falar com Marcello
  • Câmeras ips x câmeras analogicas
  • LEI DA CÂMERA DE SEGURANÇA
  • Parágrafo único – O valor da multa de que trata este artigo será atualizado anualmente pela variação do Índice de Preço ao Consumidor Amplo – IPCA, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Acumulada no exercício anterior, sendo que, no caso de extinção deste índice, será adotado outro, criado por legislação federal e que reflita a perda do poder aquisitivo da moeda. Art. 3º - O Poder Executivo regulamentará a presente lei no prazo de 90 (noventa) dias, contados a partir da sua publicação. Art. 4º - AS despesas decorrentes da execução desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário. Art. 5º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Prefeitura Do Município De São Paulo, aos 24 de Março de 2003, 450º da fundação de São Paulo.
  • TELEFONIA CABEAMENTO
  • Modo de montagem do cabo
  • Equipamentos estand alone
  • Posições e disposições da câmera
  • Expansor de BNC
  • ARMÁRIO PARA CFTV