Curso Online de Como lidar com Classes Difíceis?

Curso Online de Como lidar com Classes Difíceis?

O objetivo desse breve curso, é o de auxiliar professores bem como a equipe docente, no manejo de situações problemáticas tão comuns em s...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 70,00 Por: R$ 45,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O objetivo desse breve curso, é o de auxiliar professores bem como a equipe docente, no manejo de situações problemáticas tão comuns em sala de aula, em especial as perturbações vividas na maioria das classes, quais sejam:


AGITAÇÃO
RECUSA ESCOLAR
BAGUNÇA
INDISCIPLINA
HUMILHAÇÃO
AUTORITARISMO
ABSENTEÍSMO
ATITUDES DESRESPEITOSAS
INCIVILIDADE
ASSÉDIO
BULLYING

Psicólogo e Professor Universitário com 32 anos de experiência profissional; Supervisor de "Processos Educativos" - UBC; Mestre em Psicologia da Educação pela PUC/SP; Doutorando em Saúde Coletiva - UNIFESP; Aperfeiçoamento clínico pelo Harlen's Alchool & Drugs Rehabilitation Center/NYC/US; Membro do Centro Britânico de Prevenção e Combate às vítimas de bullying, Horogate, Reino Unido; Formação clínica e pedagógica com Carl R. Rogers.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • COMO LIDAR COM
    CLASSES DIFÍCEIS ?

  • PROGRAMA DE
    ENRIQUECIMENTO
    PEDAGÓGICO - PEP™

  • PROGRAMA DE ENRIQUECIMENTO PEDAGÓGICO - PEP™

    METODOLOGIA
    TÉCNICAS
    TÁTICAS

  • APRESENTAÇÃO

    APRESENTAÇÃO

    O objetivo dessa ferramenta é auxiliar a equipe docente, no manejo de situações
    comuns em sala de aula, em especial o cotidiano das perturbações vividas na
    maioria das classes, quais sejam:

    AGITAÇÃO
    RECUSA ESCOLAR
    BAGUNÇA
    HUMILHAÇÃO
    AUTORITARISMO
    ABSENTEÍSMO
    ATITUDES DESRESPEITOSAS
    INCIVILIDADE
    ASSÉDIO
    BULLYING

  • Em toda a parte, as perturbações do cotidiano escolar são sensíveis e denunciadas, mesmo que se mostrem de intensidade variável e de natureza diferente conforme os contextos e os envolvidos no processos de ensinar e aprender. No ensino básico (infantil, fundamental e médio), as formas de degradações menores constituem o dia a dia das situações escolares e o acúmulo cotidiano dos sintomas de pouco barulho tais como passividade, agitação, bagunça, desvios de linguagem, humilhações, provocações, atos de incivilidade e bullying, criam as condições propícias para o surgimento de tensões e estresse profissional.

    Em toda a parte, as perturbações do cotidiano escolar são sensíveis e denunciadas, mesmo que se mostrem de intensidade variável e de natureza diferente conforme os contextos e os envolvidos no processos de ensinar e aprender. No ensino básico (infantil, fundamental e médio), as formas de degradações menores constituem o dia a dia das situações escolares e o acúmulo cotidiano dos sintomas de pouco barulho tais como passividade, agitação, bagunça, desvios de linguagem, humilhações, provocações, atos de incivilidade e bullying, criam as condições propícias para o surgimento de tensões e estresse profissional.

  • Esses problemas rotineiros são vividos de maneira dolorosa por muitas crianças e adolescentes, traduzindo-se em sentimentos de insegurança para inúmeros professores.

    Esses problemas rotineiros são vividos de maneira dolorosa por muitas crianças e adolescentes, traduzindo-se em sentimentos de insegurança para inúmeros professores.

  • Assim sendo, apresentamos um roteiro de ações e intervenções pontuais que podem auxiliar o professor no manejo destas questões em sala de aula. É claro que não existe solução universal para todas as demandas, mas frequentemente representam o resultado de uma repetição de perturbações menores e de conflitos endêmicos e sem perspectiva de resolução.

    Assim sendo, apresentamos um roteiro de ações e intervenções pontuais que podem auxiliar o professor no manejo destas questões em sala de aula. É claro que não existe solução universal para todas as demandas, mas frequentemente representam o resultado de uma repetição de perturbações menores e de conflitos endêmicos e sem perspectiva de resolução.

  • Cada professor tem em seu repertório didático-pedagógico, vários recursos para condução de suas aulas. Esta nova ferramenta PEP™ tem por objetivo auxiliar nos aspectos ligados aos problemas em sala de aula que se articulam com comportamentos e/ou atitudes com as quais o professor tem dificuldade em lidar. Não se pretende assim, introduzir novas metodologias ou técnicas de ensino-aprendizagem, mas e tão somente aprimorar as que já usamos. Se assim for o desejo de cada um.

    Cada professor tem em seu repertório didático-pedagógico, vários recursos para condução de suas aulas. Esta nova ferramenta PEP™ tem por objetivo auxiliar nos aspectos ligados aos problemas em sala de aula que se articulam com comportamentos e/ou atitudes com as quais o professor tem dificuldade em lidar. Não se pretende assim, introduzir novas metodologias ou técnicas de ensino-aprendizagem, mas e tão somente aprimorar as que já usamos. Se assim for o desejo de cada um.

  • O presente Programa foi desenvolvido a partir das pesquisas realizadas em escolas de ensino Fundamental e Médio da região de Midi-Pyrénées França e adaptado por David Sergio Hornblas

    O presente Programa foi desenvolvido a partir das pesquisas realizadas em escolas de ensino Fundamental e Médio da região de Midi-Pyrénées França e adaptado por David Sergio Hornblas

  • FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA

    FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA

  • Cada módulo é composto por slides com informações sobre as mais diferentes questões em sala de aula, para ser consultado sempre que necessário. A cada módulo, o professor poderá enviar dúvidas ou situações específicas para ser orientado via e-mail. Encaminhar dúvidas e perguntas para: dshornblas@gmail.com Tempo médio para resposta: 24 horas.

    Cada módulo é composto por slides com informações sobre as mais diferentes questões em sala de aula, para ser consultado sempre que necessário. A cada módulo, o professor poderá enviar dúvidas ou situações específicas para ser orientado via e-mail. Encaminhar dúvidas e perguntas para: dshornblas@gmail.com Tempo médio para resposta: 24 horas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 45,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • APRESENTAÇÃO
  • Em toda a parte, as perturbações do cotidiano escolar são sensíveis e denunciadas, mesmo que se mostrem de intensidade variável e de natureza diferente conforme os contextos e os envolvidos no processos de ensinar e aprender. No ensino básico (infantil, fundamental e médio), as formas de degradações menores constituem o dia a dia das situações escolares e o acúmulo cotidiano dos sintomas de pouco barulho tais como passividade, agitação, bagunça, desvios de linguagem, humilhações, provocações, atos de incivilidade e bullying, criam as condições propícias para o surgimento de tensões e estresse profissional.
  • Esses problemas rotineiros são vividos de maneira dolorosa por muitas crianças e adolescentes, traduzindo-se em sentimentos de insegurança para inúmeros professores.
  • Assim sendo, apresentamos um roteiro de ações e intervenções pontuais que podem auxiliar o professor no manejo destas questões em sala de aula. É claro que não existe solução universal para todas as demandas, mas frequentemente representam o resultado de uma repetição de perturbações menores e de conflitos endêmicos e sem perspectiva de resolução.
  • Cada professor tem em seu repertório didático-pedagógico, vários recursos para condução de suas aulas. Esta nova ferramenta PEP™ tem por objetivo auxiliar nos aspectos ligados aos problemas em sala de aula que se articulam com comportamentos e/ou atitudes com as quais o professor tem dificuldade em lidar. Não se pretende assim, introduzir novas metodologias ou técnicas de ensino-aprendizagem, mas e tão somente aprimorar as que já usamos. Se assim for o desejo de cada um.
  • O presente Programa foi desenvolvido a partir das pesquisas realizadas em escolas de ensino Fundamental e Médio da região de Midi-Pyrénées França e adaptado por David Sergio Hornblas
  • FUNCIONAMENTO DO PROGRAMA
  • Cada módulo é composto por slides com informações sobre as mais diferentes questões em sala de aula, para ser consultado sempre que necessário. A cada módulo, o professor poderá enviar dúvidas ou situações específicas para ser orientado via e-mail. Encaminhar dúvidas e perguntas para: dshornblas@gmail.com Tempo médio para resposta: 24 horas.
  • Vamos começar?
  • MÓDULO I A CONDUTA EM SALA DE AULA
  • INICIANDO UMA AULA...
  • A CONDUTA DA SALA
  • MODULO II Por que problemas comportamentais aparecem em sala de aula?
  • O aluno não sabe o que fazer Descubra o(s) porquê(s) O aluno não sabe como fazer Entenda os motivos O aluno não sabe porque fazer o que lhe é proposto Descubra o(s) porquê(s) O aluno não tem nada para fazer Descubra o(s) porquê(s) A atividade de aprendizagem é difícil demais Descubra o(s) porquê(s) A atividade de aprendizagem é fácil demais Descubra o(s) porquê(s) Ele não entende e a matéria é passada do mesmo jeito Descubra o(s) porquê(s) A atividade não lhe interessa e não tem significado para ele Entenda os motivos O professor é muito impulsivo em relação a ele - Descubra o(s) porquê(s) O aluno está muito atento ao que seus colegas fazem Descubra os motivos As intervenções do professor são sempre punitivas Pense em alternativas
  • INTERVENÇÕES DE BASE
  • SUPERVISÃO SEM TENSÃO O professor deve estar atento ao que se passa em todos os cantos da sala e o tempo todo, sem tensão. Mas para que essa supervisão seja eficaz no controle da turma, é preciso que os alunos estejam convencidos de que o professor está atendo e pronto a ajudar. Este deve portanto, mostrar com atitudes (gestuais ou verbais) que está a par do que está acontecendo e que intervirá se assim continuar. CRIE LAÇOS AFETIVOS COM SEUS ALUNOS!
  • TOLERÂNCIA Se as exigências comportamentais em relação aos alunos são diferentes conforme o professor e seu estado de fadiga, sabe-se que a intolerância ao menor problema cria um clima de tensão na aula propício às provocações. Alguns comportamentos não atrapalham tanto e não merecem reações, uma vez que os alunos dificilmente conseguem se manter concentrados em silêncio e sem se mover durante a aula inteira.
  • RESPEITO Qualquer intervenção que vise interromper um comportamento desapropriado só pode ser eficaz se o respeito pelo aluno for mantido. Evitar desprestigiá-lo diante dos colegas. É preferível intervir com discrição, sem parar o andamento da atividade, pois a reprimenda pública interrompe o trabalho, gera desconforto e humilhação, podendo reforçar o comportamento inadequado. Observações irônicas, sarcásticas e depreciativas também devem ser evitadas. O poder do professor restringe-se ao âmbito escolar.
  • MODULO III A presunção de que sempre conseguimos nossos objetivos enquanto educadores.
  • Uma senhora foi, certo dia, visitar uma amiga que não via há muito tempo. Esta havia comprado um papagaio que chamou a atenção da visitante. A anfitriã explicou-lhe que tinha ensinado a ave em questão a falar; mas, com o tempo passava e o bichinho não falava nada, a senhora que foi fazer a visita cobrou sua amiga, como se duvidasse do que ela havia lhe explicado, ao que a amiga respondeu: “Disse a você que tinha lhe ensinado a falar, mas nunca afirmei que ele havia aprendido a fazê-lo.”
  • Alguns alunos não relatam suas dificuldades: sentem vergonha. Alguns alunos têm efetivamente, dificuldades em algumas áreas do conhecimento: elas podem ter origem emocional ou cognitiva. A “preguiça” pode estar associada a estas dificuldades. É desmotivador e muito ouvir e não entender. Converse com seu aluno no âmbito privado. Não o exponha publicamente.
  • CALMA Tomado pela raiva, é difícil reagir de maneira apropriada a um problema em sala de aula. Antes de aplicar uma sanção, recupere a tranquilidade sem gritar, mas com gestos e atitudes firmes. Evite entrar em discussões que podem aumentar o conflito tais como ameaças de todas as naturezas, punições excessivas, solicitação da presença de terceiros (diretores, coordenadores, etc.). Faça contato visual com CADA aluno e seja assertivo, mantendo uma postura ereta, firme e que sinalize estar o professor com o controle da sala.
  • MODULO IV A didática como prevenção das perturbações em sala de aula
  • As perturbações escolares são atribuídas, por muitos professores, especialmente às atitudes negativas dos alunos, às dificuldades familiares ou sociais e aos problemas de maior amplitude da sociedade.
  • OU SEJA: ALGUÉM É CULPADO, EXCETO EU !!!
  • MODULO V Esse aluno me tira do sério!
  • As manifestações que perturbam a classe podem ser divididas em duas categorias dos chamados alunos problemáticos: O aluno que perturba por meio da agitação, provocação, contestação e violência; O aluno que se recusa a trabalhar.
  • É difícil, muitas vezes, distinguir claramente os alunos que apresentam dificuldades comportamentais, cuja solução é de natureza educativa, daqueles que manifestam distúrbios de conduta e precisam de ajuda de outra natureza. Para determinar o tipo de intervenção a ser feita (em parceria com a equipe pedagógica) é preciso cruzar várias observações sobre os comportamentos problemáticos: tipo de problema, intensidade, duração e frequência.
  • Algumas explicações para as dificuldades comportamentais
  • O aluno é um adolescente Singularidade de cada aluno O aluno está num contexto escolar que repete situações de fracasso pessoal O aluno não sabe o que fazer O aluno não sabe como fazer O aluno não sabe por que deve fazer o que é proposto O aluno não tem nada para fazer A atividade é fácil demais A atividade é difícil demais O aluno não entende a matéria que é passada mesmo assim A atividade não interessa e não tem significado O professor é muito impulsivo em relação a ele O aluno está muito atento ao que seus colegas fazem As intervenções dos professores são sempre punitivas O professor grita demais O professor perde a paciência com facilidade
  • TOLERÂNCIA VIGILÂNCIA RESPEITO CALMA
  • TOLERÂNCIA
  • VIGILÂNCIA
  • RESPEITO
  • CALMA