Curso Online de COMO LIDAR COM UM AUTISTA
5 estrelas 76 alunos avaliaram

Curso Online de COMO LIDAR COM UM AUTISTA

Para lidar com um Autista o primeiro passo é, saber oque é Autismo e conhecer suas Características. 1- Oque é Autismo 2- Características ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Curso Grátis

Certificado digital Com certificado digital incluído

Para lidar com um Autista o primeiro passo é, saber oque é Autismo e conhecer suas Características.
1- Oque é Autismo
2- Características do Autismo
3- Cinco Tópicos que podem ser trabalhado por Profissionais e Principalmente por Pais de Autistas.

Gestora Social e Coordenadora Técnica da PCE Projeto Criança Especial


- Elisabete Sírtoli Gripa Ruy

- Emylli Serpa Garcia

- Miriam Santana

- Aine Danielle Serra Domingos

- Elinda Alves Correia

- Rodrigo D'alexandre Cavallari

- Claiton Montanha Da Silva

- Talita Ananias Ferreira

- Evelyn Tatiâne De Almeida Izabel

- Fátima Dos Santos

- Isis Fernanda Pedroso Lorscheiter

- Ismara De Oliveira Carvalho

- Tayná Bruna Da Silva

- Angelica Burgel

- Jucelma Brito Dos Santos

- Renata Faria Ronquigali

- Vania Rosalina Hirata Romeiro

- Amanda Bárbara Maciel Felfili

- Elisângela Freitas Da Silva

- Leandra Pereira De Melo

- Silvéria Luiza Chaves Pereira

- Ana Sara Vicentine

- Renaly Andrea Da Silva Rodrigues

- Maria Aparecida Soares De Moraes

- Luana Gorete Nicolau Vieira Cassimiro

- Gn94j

- Andressa Fernandes De Souza Brandão

- Luciana Góis Martins

- Sergio Ricardo Marques Pessoa

- Jacksonia Pereira Oliveira Costa

- Claudinele Maria Gonzaga Do Carmo

- Thais Caroline De Pinho Alvarenga

- Gilmara Euladina Queiroz Dos Reis Fernandes

- Raquel Ferreira Dos Santos

- Sérgio Antonio Gason Junior

- Michele Barboza

- Etiane Souza Dos Santos

- Nahara Cristiane Machado

- Sandra Mara Tomasini Josende

- Marcela Beatriz De Oliveira.

- Rosana Aparecida Barcelos

- Cristiane Lopes Ribeiro De Lima De Lima

- Stella Abreu Bizarro

- Karoline Pitan

- Cleonice Alves Dos Santos

- Mariana Da Rocha

- Hernania Pereira Domingos Martins Serca

- Gildete Aparecida Pereira Do Nascimento

- Alfredo Eduardo Batista

- Richelle De Castro Bessa

- Lêda Malaquias De Lima Queiroz

- Elizangela Elayne Augusta Baleeiro

- Jarana De Souza Silva

- Miriam Soares Gonsalves

- Nadia Silva Costa De Carvalho

- Rodrigo Amélio

- Ana Paula Da Silva De Oliveira

- Jaqueline De Jesus Silva

- Katiucia Q. Q. D. Marquezin

- Alana Rosa Dos Anjos

- Maria Geralda Coimbra Fernandes

- Patrícia Pereira Dourado

- Adriana Da Silva Santos

- Paulo Jorge Escoval Cunha

- Lucilene Moura De Azevêdo

- Flávia Moreira Soares Viana

- Tamires Maria Moreira Dias

- Daiane Kely Da Silva Maueski

- Maria Aparecida Rodrigues Pinto

- Eliette Cardoso Siqueira

- Aline Steinmetz Dos Santos

- Berenice Barreto Lopes Da Silva

- Luciana Caroline Biason

- Cristina Stanley Ferreira Santos

- Danubia Anastacia Dos Santos

- António Pedro Araújo Dos Santos

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • COMO LIDAR COM UM AUTISTA

    COMO LIDAR COM UM AUTISTA

  • Para lidar com um Autista o primeiro passo é, saber oque é Autismo e conhecer suas Características.

    Para lidar com um Autista o primeiro passo é, saber oque é Autismo e conhecer suas Características.

  • Oque é AUTISMO?

  • O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo, de socialização (estabelecer relacionamentos) e de comportamento. Esta desordem faz parte de um grupo de síndromes chamado transtorno global do desenvolvimento (TGD), também conhecido como transtorno invasivo do desenvolvimento. 

    O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo, de socialização (estabelecer relacionamentos) e de comportamento. Esta desordem faz parte de um grupo de síndromes chamado transtorno global do desenvolvimento (TGD), também conhecido como transtorno invasivo do desenvolvimento. 

  • Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios problemas no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes, outros presos a rígidos e restritos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo.

    Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios problemas no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes, outros presos a rígidos e restritos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo.

  • Atualmente já há a possibilidade de detectar a síndrome antes dos dois anos de idade em muitos casos. Certos adultos com autismo são capazes de ter sucesso na carreira profissional. Porém, os problemas de comunicação e socialização causam, frequentemente, dificuldades em muitas áreas da vida. 

    Atualmente já há a possibilidade de detectar a síndrome antes dos dois anos de idade em muitos casos. Certos adultos com autismo são capazes de ter sucesso na carreira profissional. Porém, os problemas de comunicação e socialização causam, frequentemente, dificuldades em muitas áreas da vida. 

    Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Autismo

  • Essa lista nos mostra que ser “Autista”, não significa “Não ser Capaz”.

    Essa lista nos mostra que ser “Autista”, não significa “Não ser Capaz”.

  • CARACTERÍSTICAS DO AUTISMO

    CARACTERÍSTICAS DO AUTISMO

  • Alguns tópicos que podem ser trabalhado por Profissionais e Principalmente por Pais de Autistas:

    Alguns tópicos que podem ser trabalhado por Profissionais e Principalmente por Pais de Autistas:

  • 1)- EXIJA MENOS DELE

    1)- EXIJA MENOS DELE

  • Entenda que muitas vezes ele não faz algo, não é porque não quer, mas por que muitas vezes não se sente capacitado, ou não consegue se controlar. Quantos Professores e Familiares de Autistas veem usando de “Técnicas de Castigo” afim de que, ele venha agir de maneira mais adequada. Recentemente presenciei um familiar de um Autista dizendo: -Não quero falar com você, porque você me agrediu! Então observei a atitude da criança que ouviu isso, e enquanto as lágrimas desciam de seus olhos começou a dizer: -Ele não gosta mais de mim, ele nunca mais vai ser meu amigo, ele nunca mais vai falar comigo!

    Entenda que muitas vezes ele não faz algo, não é porque não quer, mas por que muitas vezes não se sente capacitado, ou não consegue se controlar. Quantos Professores e Familiares de Autistas veem usando de “Técnicas de Castigo” afim de que, ele venha agir de maneira mais adequada. Recentemente presenciei um familiar de um Autista dizendo: -Não quero falar com você, porque você me agrediu! Então observei a atitude da criança que ouviu isso, e enquanto as lágrimas desciam de seus olhos começou a dizer: -Ele não gosta mais de mim, ele nunca mais vai ser meu amigo, ele nunca mais vai falar comigo!


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
Curso Grátis
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • COMO LÍDAR COM UM AUTISTA
  • Para lidar com um Autista o primeiro passo é, saber oque é Autismo e conhecer suas Características.
  • O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo, de socialização (estabelecer relacionamentos) e de comportamento. Esta desordem faz parte de um grupo de síndromes chamado transtorno global do desenvolvimento (TGD), também conhecido como transtorno invasivo do desenvolvimento.  Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios problemas no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes, outros presos a rígidos e restritos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo.
  • Atualmente já há a possibilidade de detectar a síndrome antes dos dois anos de idade em muitos casos. Certos adultos com autismo são capazes de ter sucesso na carreira profissional. Porém, os problemas de comunicação e socialização causam, frequentemente, dificuldades em muitas áreas da vida. 
  • Essa lista nos mostra que ser “Autista”, não significa “Não ser Capaz”.
  • CARACTERÍSTICAS DO AUTISMO
  • Alguns tópicos que podem ser trabalhado por Profissionais e Principalmente por Pais de Autistas:
  • 1)- EXIJA MENOS DELE Entenda que muitas vezes ele não faz algo, não é porque não quer, mas por que muitas vezes não se sente capacitado, ou não consegue se controlar. Quantos Professores e Familiares de Autistas veem usando de “Técnicas de Castigo” afim de que, ele venha agir de maneira mais adequada. Recentemente presenciei um familiar de um Autista dizendo: -Não quero falar com você, porque você me agrediu! Então observei a atitude da criança que ouviu isso, e enquanto as lágrimas desciam de seus olhos começou a dizer: -Ele não gosta mais de mim, ele nunca mais vai ser meu amigo, ele nunca mais vai falar comigo!
  • O autista vê e interpreta as coisas de maneira mais intensas do que as outras pessoas, observe novamente a frase dita pelo familiar: -Não quero falar com você, porque você me agrediu! Agora observe o Exagero da interpretação de um Autista; -Ele não gosta mais de mim, ele nunca mais vai ser meu amigo, ele nunca mais vai falar comigo! Nunca chantageei um autista, entenda que Ele vê o mundo de uma maneira diferente, e não é o castigando que irá trazê-lo para o seu mundo, mas em todo o tempo conversando, acolhendo e compreendendo suas reações.
  • 2)- MOSTRE A ELE O QUANTO ELE É CAPAZ; Aqui vai um pequeno trecho de um depoimento de uma mãe sobre seu filho Autista:
  • “Hoje pela manhã peguei o caderninho do meu filho e o chamei para fazermos juntos suas tarefinhas , quando ele viu o caderno já começou a ficar nervoso e dizer: -Eu não consigo! Disse pra ele que ele é muito inteligente e, que ele iria conseguir sim, ou seja, tentei o estimular de várias maneiras,  e ha única frase que saia da sua boca era:  -Eu não consigo! Então me lembrei que alguns dias atrás ele chegou em casa dizendo que a Professora dele é  muito brava, que grita muito com ele e, que seus amiguinhos não gostam dele, vivem chamando ele de bobo. Sem contar um episódio em que ele como bom hiperativo que é, derrubou o armário da Professora, e então ela começou a gritar com ele dizendo para se afastar, chamou outra criança e disse:  -Arrume essa bagunça, pois, você é mais esperta do que ele para fazer isso.”
  • Essa criança não se acha capacitada para aprender nada referente a escola, pois, se acha inferior as outras crianças, até porque isso é oque vem sendo implantado em seu “psicológico”, pois, a Professora que ao invés de o estimular dizendo, “vamos lá, você consegue”, fala em público que a outra criança é mais esperta que ele para uma simples ação de colocar os livros de volta para dentro do armário. Observe que ai entra duas questões, a falta de estimulo e, ao mesmo tempo a humilhação de em público alguém dizer ou insinuar que ele é menos esperto que o outro.
  • Até porque já vimos alguns capítulos atrás que “ser Autista, não significa Não ser Capaz”.
  • 3)- SUBMETA-SE AO SEU MUNDO Interação sensorial pode ser o aspecto mais difícil para se compreender o autismo. Quer dizer que sentidos ordinários como audição, olfato, paladar, toque, sensações que passam desapercebidas no seu dia-a-dia podem ser dolorosas para ele. O ambiente em que ele vive pode parecer hostil. As vezes ele pode parecer distraído ou em outro planeta, mas na verdade ele só esta tentando se defender. Vou explicar o porquê uma simples ida ao mercado pode ser um inferno para ele: A sua audição pode ser muito sensível. Muitas pessoas podem estar falando ao mesmo tempo, música, anúncios, barulho da caixa registradora, tele móveis tocando, crianças chorando, pessoas tossindo, luzes fluorescentes. Seu cérebro não pode assimilar todas estas informações, provocando então uma perda de controle. Seu olfato pode ser muito sensível. O peixe que está à venda na peixaria não está fresco; a pessoa que está perto pode não ter tomado banho hoje; o bebê ao lado pode estar com uma fralda suja; o chão pode ter sido limpo com água sanitária, ele não consegue separar os cheiros e começa a passar mal. Ou talvez o seu sentido principal é o visual. A luz fluorescente não é somente muito brilhante, ela pisca e pode fazer um barulho. O quarto parece pulsar e isso machuca seus olhos. Esta pulsação da luz cobre tudo e distorce o que ele esta vendo. O espaço parece estar sempre mudando. Ele enxerga um brilho na janela, são muitas coisas para que consiga se concentrar. O ventilador, as pessoas andando de um lado para o outro... Tudo isso pode afetar seus sentidos e então se sentir perdido.
  • Coloque-se no lugar de um autista, imagine se todas esses sentimentos fossem seus, como reagiria? Imagine quantas vezes você dormiu mal, e por isso ficou de mal humor o dia inteiro? Ou quando você fica gripado, se senti indisposto e não consegue trabalhar, tudo e qualquer som te irrita e te dá dor de cabeça, o cheiro da comida te enoja, seus ouvidos parecem que vão explodir, pois, a infecção toma conta do seu corpo, agora imagine um autista tendo todos os seus sentidos aguçados ao mesmo tempo, o tempo todo. Chega a ser quase impossível administra-los.
  • 4)- INVISTA, NUNCA DESISTA!
  • Um dos Exemplos que podemos citar é, um filme muito antigo por nome de “Meu filho, Meu Mundo”. (baseado em uma historia real) Onde os Pais desesperados procuram instituições para seu filho Autista, e não encontram apoio algum, e dentro desse desespero surge a ideia de promover técnicas Lúdicas para o desenvolvimento de seu filho. A própria mãe passa a ser a terapeuta e psicóloga, utilizando técnicas caseiras, tendo assim a alegria de ver o desenvolvimento daquela criança.
  • Professores, Médicos, Psicólogos e principalmente Pais de Autista, nunca devem perder a esperança de uma melhora em um quadro autista, até porque quando desistimos automaticamente não os estimulamos, e isso prejudica ainda mais o quadro desse ser.
  • 5)- AJUDE-O, MAS NÃO O MIME!
  • Se um autista tiver o tempo todo alguém para o vestir, ele jamais se irá se esforçar para fazer isso sozinho, ou um simples ato de abrir uma tampa de um refrigerante, abra apenas até a metade para que ele se esforce para conseguir abrir o restante, quando ele consegue fazer algo sozinho sua auto estima o estimula a continuar tentando, até um dia possuir pelo menos independência em algumas situações.
  • Não é fácil ouvir da boca de um médico que seu filho tem alguma deficiência, seja ela qual for, todos queremos que nossos filhos cresçam, estudem, sejam alguém na vida, casem e nos deem netos. Mas quem disse que isso tudo não pode acontecer na vida deles independente de suas necessidades especiais? Quem disse que ser diferente, é sinônimo de infelicidade? Afinal, todos vivemos oque Deus preparou para nós, tendo limitações ou não, até porque ninguém neste mundo é auto suficiente. Para lidar de uma maneira SUAVE com um autista, além de saber qual é a sua condição, também temos que entendê-lo e aceitá-lo, afinal não existe nada de errado com um Autista, ele é apenas diferente.
  • Entenda que um Autista é capaz de muito mais do que podemos imaginar. Nisso me baseei nessa frase que sempre carrego comigo:
  • Apostila baseada em depoimentos e experiências. Por Priscila Domingos Gestora da PCE Projeto Criança Especial, e mãe de um Autista.