Curso Online de Curso de Extensão: Fundamentos teóricos e Metodológicos do Ensino de Cultura Afro brasileira

Curso Online de Curso de Extensão: Fundamentos teóricos e Metodológicos do Ensino de Cultura Afro brasileira

A Cultura afro brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no Brasil e inclui as influências recebidas das culturas ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A Cultura afro brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no Brasil e inclui as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se manifestam em diversas expressões, como a música, a religião e a culinária.
O entrecruzamento de africanos, portugueses e índios, entre os séculos XVI e XVIII, consolidou a genética da população brasileira.
Toda a construção da economia litorânea no Brasil, o desenvolvimento de sua vida urbana, se deve ao mulato, mestiço de negro e ao branco.
No ano de 2008, foi sancionada a Lei 11.645/2008, que torna obrigatório no ensino fundamental e médio,nas escolas brasileiras, públicas e particulares, o estudo da História e Cultura Afro brasileira e Indígena.
A nova legislação (que veio a alterar a Lei 9.394/96) estabelece que o conteúdo programático incluirá diversos aspectos da história e da cultura que formaram a população brasileira, levando em consideração os Índios e Africanos.
A escola é uma instituição que complementa a família e juntas tornam-se lugares agradáveis para a convivência de nossos filhos e alunos. A escola não deveria viver sem a família e nem a família deveria viver sem a escola.
Uma depende da outra na tentativa de alcançar o maior objetivo, qual seja, o melhor futuro para o filho e educando e, automaticamente, para toda a sociedade. 



INTRODUÇÃO
RELAÇÃO FAMÍLIA/ESCOLA
O QUE É CULTURA AFROBRASILEIRA
AS PRIMEIRAS EXPRESSÕES NO CONTEXTO HISTÓRICO
DAS HERANÇAS
A INFLUÊNCIA DO NEGRO NA CULTURA BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DO NEGRO NA RELIGIÃO BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DO NEGRO NA MÚSICA E NA DANÇA
A INFLUÊNCIA DO NEGRO NA CULINÁRIA BRASILEIRA
LEI 11.645/2008
RECONHECIMENTO DE DIREITOS
EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO RACIAIS
A Relação da Sociologia da Educação com a Cultura Afro Brasileira
ÉMILE DURKHEIM – CRIADOR DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO
ENSINO PÚBLICO E LAICO
EDUCAÇÃO COMO PROCESSO SOCIAL
EDUCAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
CONTRADIÇÕES NA ESCOLA
SOCIALIZAÇÃO E HUMANIZAÇÃO EDUCATIVA
CONCEPÇÃO DA SOCIEDADE
CAPITAL CULTURAL INCORPORADO
RELAÇÃO FAMÍLIA/ESCOLA
O PAPEL SOCIAL DO PROFESSOR
EDUCAÇÃO PARA O PENSAR

Formação Acadêmica:Pedagogia Especialização em: Psicologia e Saúde Mental Educação à Distância Metodologia da Pesquisa



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Curso de Extensão Fundamentos teóricos e Metodológicos do Ensino de Cultura Afrobrasileira

    Curso de Extensão Fundamentos teóricos e Metodológicos do Ensino de Cultura Afrobrasileira

    Raquel Sampaio

  • INTRODUÇÃO

    Para Bourdieu, em uma sociedade hierarquizada e injusta não são todas as famílias que possuem a bagagem culta e letrada para se apropriar dos ensinamentos escolares. Alguns, os de origem social superior, terão mais facilidade do que outros, pois já adquiriram parte desses ensinamentos em casa.

  • Existiria uma aproximação e uma similaridade entre a cultura escolar e a cultura dos grupos sociais dominantes, pois estes há muitas gerações acumulam conhecimentos disponibilizados pela escola.

    Nesse sentido, o sistema de ensino que trata a todos igualmente não leva em consideração as diferenças de base determinadas pelas desigualdades de origem social.

  • Bourdieu detecta um descompasso entre a competência cultural exigida e promovida pela escola e a competência cultural apreendida nas famílias mais populares.
    Em síntese, para Bourdieu o sistema escolar, em vez de oferecer acesso democrático de uma competência cultural específica para todos, tende a reforçar as distinções de capital cultural de seu público.

  • Agindo dessa forma, o sistema escolar limitaria o pleno aproveitamento dos indivíduos pertencentes as famílias menos escolarizadas, pois cobraria deles um conhecimento cultural anterior, necessário para se realizar o processo de transmissão de uma cultura culta, e que estes não possuem.

  • Essa cobrança escolar foi denominada como uma violência simbólica, impondo o reconhecimento de uma única forma de cultura, desconsiderando e inferiorizando a cultura dos segmentos populares.
    Assim, convertendo as desigualdades sociais, as diferenças de aprendizado anterior, o sistema de ensino tende a perpetuar a distribuição do capital cultural, contribuindo para reproduzir as diferenças de gosto entre os grupos sociais.

  • Então, Bourdieu põe em discussão um dos maiores consensos do século, qual seja, gosto não se discute. Ao contrário, gosto é resultado de um feixe de condições materiais e simbólicas acumuladas no percurso de nossa trajetória educativa.

    O gosto cultural se adquire; mais do que isso, é resultado de diferenças de origem e de oportunidades sociais e deve ser denunciado enquanto tal.

  • Nesse sentido, as distinções do gosto cultural revelam uma ordem social injusta, em que as diferenças de cultura de origem podem ser transubstanciadas em diferenças entre o bom e o mau gosto numa permanente estratégia de classificar hierarquicamente a cultura dos segmentos sociais.

  • Pierre Bourdieu é ainda respeitado como um dos fundadores do paradigma teórico acerca das práticas de cultura. Podemos destacar o poder das mídias ou, no caso dos jovens, seus grupos de pares.

    Nas sociedades modernas, uma gama complexa de referências de cultura partilharia com a escola e a família a formação do gosto de todos os segmentos sociais.

  • A escola é uma instituição que complementa a família e juntas tornam-se lugares agradáveis para a convivência de nossos filhos e alunos. A escola não deveria viver sem a família e nem a família deveria viver sem a escola.

    Uma depende da outra na tentativa de alcançar o maior objetivo, qual seja, o melhor futuro para o filho e educando e, automaticamente, para toda a sociedade. 

  • O QUE É CULTURA AFROBRASILEIRA

    O QUE É CULTURA AFROBRASILEIRA

    A Cultura afro brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no Brasil e inclui as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se manifestam em diversas expressões, como a música, a religião e a culinária.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Curso de Extensão Fundamentos teóricos e Metodológicos do Ensino de Cultura Afrobrasileira
  • O QUE É CULTURA AFROBRASILEIRA
  • AS PRIMEIRAS EXPRESSÕES NO CONTEXTO HISTÓRICO
  • DAS HERANÇAS
  • A INFLUÊNCIA DO NEGRO NA CULTURA BRASILEIRA
  • CONTRIBUIÇÃO DO NEGRO NA RELIGIÃO BRASILEIRA
  • CONTRIBUIÇÃO DO NEGRO NA MÚSICA E NA DANÇA
  • A INFLUÊNCIA DO NEGRO NA CULINÁRIA BRASILEIRA
  • LEI 11.645/2008
  • RECONHECIMENTO DE DIREITOS
  • EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO RACIAIS
  • A Relação da Sociologia da Educação com a Cultura Afro Brasileira
  • ÉMILE DURKHEIM CRIADOR DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO
  • ENSINO PÚBLICO E LAICO
  • EDUCAÇÃO COMO PROCESSO SOCIAL
  • EDUCAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
  • CONTRADIÇÕES NA ESCOLA
  • SOCIALIZAÇÃO E HUMANIZAÇÃO EDUCATIVA
  • CONCEPÇÃO DA SOCIEDADE
  • CAPITAL CULTURAL INCORPORADO
  • RELAÇÃO FAMÍLIA/ESCOLA
  • O PAPEL SOCIAL DO PROFESSOR
  • EDUCAÇÃO PARA O PENSAR
  • Obrigada por sua participação no curso! Visite a página da autora Raquel Sampaio e conheça outros cursos que podem ser de seu interesse na área.