Curso Online de Deficiência Visual
2 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Deficiência Visual

Curso trata da deficiência, falando do uso de materiais para agilidade no meio de pessoas com deficiência visual.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso trata da deficiência, falando do uso de materiais para agilidade no meio de pessoas com deficiência visual.

Educadora com experiência em Ensino Fundamental e Educação Infantil, pretendo trabalhar com pessoas com deficiência visual.


"Fraco."

- Amanda Camila Soares

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • DEFICIÊNCIA VISUAL

    DEFICIÊNCIA VISUAL

  • O verdadeiro cego é o preconceituoso, este só enxerga até os limites do seu próprio preconceito. Do que adianta enxergar perfeitamente se não consegues ver?
    ( Edgar Leite dos Santos Junior)

  • 1- Deficiência Visual

    1- Deficiência Visual

    A deficiência Visual refere-se a uma ausência total da visão ou parte dela, ou seja, diminuição da resposta visual. O termo deficiência visual não significa total incapacidade de ver. Trata- se de uma situação irreversível da diminuição da visão, podendo ser por causas congênitas, hereditárias, acidentes, ferimentos, mesmo passando por procedimentos cirúrgicos ou tratamento clínico.

  • Existem na medicina duas escalas oftalmológicas que definem dois grupos de deficientes visuais. Um deles engloba os indivíduos que tenham uma redução considerável da capacidade de enxergar, porém podem ler e escrever de forma habitual. Já o segundo, engloba os cegos, pessoas que não têm nenhum resíduo visual ou se tem, apenas possibilita se orientar com a percepção da luz, cores, volumes, mas não permite o uso habitual da leitura e a escrita.
    OMS (Organização Mundial da Saúde) segue alguns critérios para definir uma pessoa com deficiente Visual, o que veremos no decorrer deste, porém podemos nos orientar que a diminuição da resposta visual pode ser leve, moderada, severa ou profunda.

  • Este projeto tem como objetivo ter conhecimento da história da deficiência visual no Brasil, de como foram consideradas por terem algum tipo de deficiência, qual terminologia adequada a ser dirigido a uma pessoa com deficiência visual, o grau de deficiência que uma pessoa apresenta para saber se há necessidade de instrução em Braille, os critérios que as OMS segue para definir a deficiência visual de uma pessoa e quais materiais de apoio uma pessoa com deficiência visual necessita para acompanhar a sociedade.
    O CEFAI ( Centro de Formação e Acompanhamento á Inclusão) tem como trabalho, preparar e incluir docentes e estagiários na rede pública. Estão implantando vagarosamente a SAAI ( Salas de Apoio e Acompanhamento á Inclusão), a função dos estagiários é de ajudar a professora em sala de aula com a inclusão do aluno, a mesma tem uma preparação mensal em reuniões nas subprefeituras, aprendendo assim algumas técnicas materiais etc. As salas de SAAI tem por si uma docente preparada para atender os alunos de inclusão, cada sala tem uma deficiência especifica a ser tratada.

  • 2 – BPC (Benefício de Prestação Continuada)

    2 – BPC (Benefício de Prestação Continuada)

    A portaria Normativa Interministerial nº 18 cria o Programa de Acompanhamento e Monitoramento do Acesso e Permanência na Escola das Pessoas com Deficiência.
    Agora, além de garantir renda mensal as pessoas idosas ( a partir de 65 anos) e pessoas com deficiência ( de qualquer idade), que comprovem não possuir meios de prover a própria subsistência ou pela família, o Benefício de Prestação Continuada ( BPC) amplia o acesso a políticas sociais com o BPC na escola. O Programa passa a ser sinônimo de educação para beneficiários com deficiência de até 18 anos de idade.

  • Como participar:

    Como participar:

    A Pessoa com deficiência deve procurar a agência do INSS mais próxima de sua residência e solicitar o benefício. No caso da pessoa com deficiência, na condição de incapacidade para o trabalho e para a vida independente deve ser atestada pela perícia médica do INSS.
    Aos beneficiários é pago um salário mínimo mensal, caso atendam aos critérios estabelecidos. Uma das exigências é que a renda per capita familiar seja inferior a ¼ do salário mínimo.

  • 3- Cegueira

    3- Cegueira

    A cegueira é a falta do sentido da visão. A cegueira pode ser total ou parcial , existem vários tipos de cegueira dependendo do grau e tipo de perda de visão, como a visão reduzida, a cegueira parcial ( de um olho) ou o daltonismo.
    O daltonismo ( também chamado de discromatopsia ) é uma pertubação visual caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores.
    Os portadores do gene anômalo apresentam dificuldade na percepção de determinadas cores primárias, como o verde e o vermelho, o que se repercute na percepção das restantes cores do espectro. Esta pertubação é causada por ausência ou menor número de alguns tipos de cones ou por uma perda de função parcial ou total destes, normalmente associada á diminuição de pigmento nos fotorreceptores que deixam de ser capazes de processar diferencialmente a informação luminosa de cor.

  • Tanto uma ferida como uma doença no olho podem afetar a visão. A clareza da visão denomina-se acuidade visual, que oscila entre a visão completa e a falta de visão. À medida que a acuidade diminui, a visão torna-se cada vez mais imprecisa.
    Em termos gerais, a cegueira pode ser proveniente de quatro causas:

    Doenças infecciosas ( tracomas, sífilis);
    Doenças sistêmicas ( diabetes, arteriosclerose, nefrite, moléstias do sistema nervoso central, deficiências nutricionais graves);
    Traumas oculares ( pancadas e ação de ácidos);
    Causas congênitas e outras ( catarata, glaucoma, miopia).

  • Causas Frequentes de Cegueira

    Causas Frequentes de Cegueira

    1- CATARATA

    A causa mais frequente, pode ser curada com cirurgia.

    2- INFECÇÃO

    A causa mais comum e evitável.

    3- DIABETES

    Uma das causas mais frequentes.
    Evitável atreves do controle da doença.
    O tratamento com laser atrasa a perda de visão.

  • 4- DEGENERESCÊNCIA MACULAR

    g- Afeta a visão central, não a periférica.
    h- Evitável e tratável em menos de 10% das pessoas.

    5- GLAUCOMA.

    i- Pode- se tratar muito bem

    Se for tratado a tempo , não deve conduzir à cegueira.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • DEFICIÊNCIA VISUAL
  • 1- Deficiência Visual
  • 2 – BPC (Benefício de Prestação Continuada)
  • Como participar:
  • 3- Cegueira
  • Causas Frequentes de Cegueira
  • 4- Visão Subnormal
  • Aparelhos que ajudam a visão:
  • 5- Materiais de Apoio
  • Outros Cursos:
  • Dúvidas:
  • BIBLIOGRAFIA :