Curso Online de Didática para o ensino de Filosofia nas escolas

Curso Online de Didática para o ensino de Filosofia nas escolas

Através das diretrizes para a formação de professores (PCNs) nota-se algumas concepções éticas emaranhadas com um apanhado de teorias fra...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Através das diretrizes para a formação de professores (PCNs) nota-se algumas concepções éticas emaranhadas com um apanhado de teorias fragmentadas, em parte descontextualizadas, repetidas, mecânicas, superficiais em toda a sua organização, implementação e avaliação no que se refere tanto ao processo de formação do cidadão quanto na atuação docente.
falar de ensino de Filosofia faz surgir o questionamento da existência ou não de uma didática especifica para essa disciplina dentro do contexto do processo de ensino-aprendizagem, mas do ponto de vista filosófico.

Formação Acadêmica:Pedagogia Especialização em: Psicologia e Saúde Mental Educação à Distância Metodologia da Pesquisa



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Didática para o ensino de Filosofia nas escolas

    Didática para o ensino de Filosofia nas escolas

    Raquel Sampaio

  • Através das diretrizes para a formação de professores (PCNs) nota-se algumas concepções éticas emaranhadas com um apanhado de teorias fragmentadas, em parte descontextualizadas, repetidas, mecânicas, superficiais em toda a sua organização, implementação e avaliação no que se refere tanto ao processo de formação do cidadão quanto na atuação docente.

  • Tais referenciais não oferecem, assim, alterações significativas para a prática dos professores, limitando- se a uma teoria que dá voltas e mais voltas e não fica bem definida.

    É aí que falar de ensino de Filosofia faz surgir o questionamento da existência ou não de uma didática especifica para essa disciplina dentro do contexto do processo de ensino-aprendizagem, mas do ponto de vista filosófico.

  • É notório que o docente se depara o tempo todo com contradições ao seu grau de autonomia, a sua posse de um saber, a delimitação de seu campo de atuação, que podem ser traduzidos como condicionantes de toda essa fragilidade no magistério, sem bases mais objetivas, estruturadas, definidas pela lógica da funcionalidade.

  • Cabe ao docente se perguntar como transformar esses referenciais ético filosóficos algo que produza um significado para a formação para a cidadania, a autonomia, a reflexão crítica em tempos de educação para o pensar.

  • Isso porque a orientação, a postura pedagógica do professor de Filosofia, deve se encontrar voltada para a compreensão da natureza desse processo de aprendizagem em Filosofia, na busca de uma utilidade social para a disciplina, e esse torna-se o grande desafio para o professor de Filosofia.

  • Historicamente, o ensino de Filosofia no Brasil ignorou as necessidades sociais e culturais da maioria da população, dotada de uma didática voltada à reprodução de apenas alguns conteúdos filosóficos.

    Isso ocorreu desde a dependência de recorrer a problemas peculiares aos brasileiros até um distanciamento social, não situando o sujeito na aprendizagem, fazendo com que os alunos perdessem o respeito e o interesse pela Filosofia aos poucos.

  • Cabe ao docente se perguntar como transformar esses referenciais ético filosóficos algo que produza um significado para a formação para a cidadania, a autonomia, a reflexão crítica em tempos de educação par ao pensar.

  • Explicar ao aluno:
    Por que ele precisa aprender aquilo, que utilidade terá em sua vida social, profissional, acadêmica?
    Como poderá utilizar aquele conhecimento no cotidiano?
    Como essas reflexões o ajudarão a evoluir?

  • Vejo constantemente os alunos reclamarem:
    Eu não vou ser artista... Por quê tenho eu saber sobre todos esses pintores, escultores?
    Não me interessa o passado... Eu olho para o futuro...
    Para que me servirão essas fórmulas de Química?
    O que “decorar’ o Feudalismo para fazer uma prova e passar de ano vai me acrescentar?

  • Nessa concepção, o ensino de filosofia no Brasil sempre deixou evidente que o papel do professor era ser o locutor que carregava em sua bagagem o mundo dos sábios, sem adequar o processo de filosofar às necessidades e realidade dos alunos.

    Na prática do ensino de filosofia, deve-se ressaltar algumas questões sobre:

    O conhecimento filosófico, o processo filosofar e o ensino da filosofia.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Didática para o ensino de Filosofia nas escolas
  • Os três importantes eixos para construir um currículo de Filosofia:
  • Obrigada por sua participação no curso!