Curso Online de Educando para a igualdade

Curso Online de Educando para a igualdade

Este curso é destinado a educadores, pessoas que atuam em comunidades, pesquisadores sobre o assunto e público em geral. É preciso que...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso é destinado a educadores, pessoas que atuam em comunidades, pesquisadores sobre o assunto e público em geral.
É preciso que as diferenças sejam o motor da ação pedagógica, devemos pensar em produzir diferenças e não apenas tolerá-las ou aceitá-las. Este curso insere-se no âmbito das lutas, que são travadas incansavelmente e diariamente por aqueles que desejam, efetivamente incorporar os outros, os diferentes.
Este trabalho de realizar a inclusão não é uma tarefa apenas dos educadores do ensino formal, também é da família e de toda a sociedade.
Neste curso a nossa tarefa será de contextualizar sobre as diferenças, apresentar caminhos para que seja possível trazer com êxito o diferente para dentro da escola, o acolher e ensinar para que ele possa encantar-se.
Desta forma, poderemos fazer com que as pessoas possam mudar seus caminhos de vida positivamente.

IBEANE CAMPOS MOREIRA , PEDAGOGA , ESPECIALISTA EM SERVIÇO SOCIAL NA SAUDE E ASSISTENCIA SOCIAL, E POETISA.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • educando pra igualdade

    educando pra igualdade

    pedagoga ibeane campos moreira

  • INTRODUÇÃO

    introdução

    este curso é destinado a educadores, pessoas que atuam em comunidades, pesquisadores sobre o assunto e público em geral.
    é preciso que as diferenças sejam o motor da ação pedagógica, devemos pensar em produzir diferenças e não apenas tolerá-las ou aceitá-las. este curso insere-se no âmbito das lutas, que são travadas incansavelmente e diariamente por aqueles que desejam, efetivamente incorporar os outros, os diferentes.

  • este trabalho de realizar a inclusão não é uma tarefa apenas dos educadores do ensino formal, também é da família e de toda a sociedade.
    neste curso a nossa tarefa será de contextualizar sobre as diferenças, apresentar caminhos para que seja possível trazer com êxito o diferente para dentro da escola, o acolher e ensinar para que ele possa encantar-se.

  • AS ORIGENS DAS DESIGUALDADES

    as origens das desigualdades

    até o final da idade média, o preconceito e a discriminação baseavam-se em fatores religiosos, políticos, nacionalidade e na linguagem e não em diferenças biológicas ou raciais como acontece hoje. assim havia o cristão contra o não cristão, as cidades guerreavam entre si em função de prestigio e poder. os moradores de cada cidade eram obrigados a usar o nome da cidade em seu próprio nome, por exemplo: são francisco de assis, leonardo da vinci. onde assis e vinci são cidades.

  • erroneamente aprendemos que os índios eram pessoas preguiçosas, porém isto não é verdade. a cultura indígena vivia em harmonia com o meio ambiente bem antes de chegarem os colonizadores no brasil. assim, eram ensinados a tirarem da natureza apenas o seu sustento, o que era necessário, sem a preocupação de acumularem algum tipo de riqueza.

  • assim, podemos compreender que as primeiras desigualdades que ocorreram no brasil foram relacionadas com o trabalho e a cor da pele das pessoas.
    sabemos que todas as profissões honestas são dignas e necessárias para a sociedade, porém não é difícil presenciar desigualdades e ações de desrespeito relacionadas com profissões como a de porteiro, servente, da empregada doméstica, de varredor de rua, etc.

  • certamente são profissionais que realizam o seu trabalho com competência e cuidado. devemos lembrar que todas as pessoas dependem do trabalho destes profissionais, que muitas vezes passam despercebidos.

  • Atividade

    atividade

    na próxima oportunidade, peça aos alunos para observar estes profissionais trabalhando e veja o quanto devem ser valorizados e respeitados.

  • AS DIFERENÇAS

    as diferenças

    no brasil atual, a discriminação não atinge somente os povos afro-descendentes e os índios, mas afeta também os descendentes de asiáticos,os portadores de deficiências, os homossexuais, as mulheres e outros grupos que não são respeitados como merecedores de direitos e oportunidades iguais.
     

  • Racismo

    racismo

    racismo - palavra para designar um comportamento hostil e de menosprezo, em relação a pessoas de grupos humanos cujas características intelectuais ou morais são consideradas “inferiores” por outros grupos que se consideram “superiores”, sendo esta afirmação diretamente relacionadas a características “raciais” ou seja, físicas ou biológicas.

  • Intolerância

    intolerância

    intolerância – é a falta de respeito em relação às práticas e crenças alheias
    que, por serem diferentes das nossas, são tidas como “erradas” e sem direito de
    existir. a intolerância pode ocorrer pela rejeição ou exclusão de pessoas por causa de sua crença religiosa, opção sexual ou mesmo por seu tipo de vestimenta ou corte de cabelo


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • educando pra igualdade
  • INTRODUÇÃO
  • AS ORIGENS DAS DESIGUALDADES
  • Atividade
  • AS DIFERENÇAS
  • Racismo
  • Intolerância
  • Xenofobia
  • Preconceito
  • Estereótipos
  • Discriminação
  • Lei nº 10639
  • Idéias preconceituosas
  • Interferência do educador
  • IDENTIDADE NEGRA
  • O COMPORTAMENTO DO ALUNO:
  • O FEIO COMO DIFERENTE
  • DISCRIMINAÇÃO NO EMPREGO
  • DISCRIMINAÇÃO NA ESCOLA
  • A inclusão
  • A MULHER
  • Direito ao voto
  • DATAS IMPORTANTES NA LUTA PELA Desigualdade de GÊNERO
  • Mulheres importantes na consquista do voto
  • 8 de março – Dia Internacional da Mulher
  • 21 de março – Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial
  • 17 de maio – Dia Internacional contra a Homofobia
  • 18 de maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
  • 28 de maio – Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia Nacional de Redução da Morte Materna
  • 23 de setembro – Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças
  • 20 de novembro – Dia Nacional da Consciência Negra
  • 1º de dezembro – Dia Mundial de Combate à Aids
  • 6 de dezembro – Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres
  • INSERÇÃO POLÍTICA DA MULHER
  • 1ª PrEsidentA mulher do Brasil
  • AÇÕES DE MUDANÇA
  • Vídeo
  • Poesia
  • agradecimento
  • Contato
  • REFERÊNCIAS