Curso Online de Enfrentar o bullyng na escola com o Sherek

Curso Online de Enfrentar o bullyng na escola com o Sherek

Como enfrentar o bullyng na escola e situações de discriminação com o Sherek para o Ensino Fundamental a partir de fundamentação teórica ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Como enfrentar o bullyng na escola e situações de discriminação com o Sherek para o Ensino Fundamental a partir de fundamentação teórica e atividades sistemátizadas.

Professora Cibelle Santos, possuo 12 anos de experiência na Educação, sou efetiva e ministro aulas de Geografia para o Governo do Estado de SP, prof. efetiva Polivalente na Prefeitura do Municipio de Diadema na Ed. Infantil e Fundamental e prof. do curso de Pedagogia na Uniesp-Diadema. Formação Graduação em Pedagogia em Séries Iniciais, Orientação Pedagógica, Administração e Supervisão Escolar. Graduação em Geografia Licenciatura Plena. Pós Graduação em Docência do Ensino Superior e Pós Graduação em Ed. Infantil.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Enfrentar o bullyng na escola com o Sherek

    (práticas em sala de aula)

    enfrentar o bullyng na escola com o sherek

  • brincar com a criança não é perder tempo, é ganhá-lo. se é triste ver meninos sem escola, mas triste ainda é vê-los enfileirados em salas sem ar, com atividades estéreis sem importância alguma para a formação humana.
    drumonnd

  • plano de aula
    público alvo – alunos do 2.o ano do ens. fundamental
    tema: diversidades sociais
    subtemas:
    bullyng na escola
    preconceito
    respeito
    aparência
    objetivos: subsidiar e implementar a noção de respeito ao próximo.
    analisar situações de forma reflexiva.
    perceber as diferenças sociais e o modo de vida.
    interpretação do filme shrek 3, imagens, figuras e abordagem do tema de formas variadas.

  • estratégia: atividades elaboradas pela professora anteriormente de forma sistematizada. (vide anexos)
    atividade individual e discussão com o grupo sobre o tema.
    registro da oralidade e suas experiências topológicas.
     
    conteúdo:
    língua portuguesa – interpretação, analise, reflexão e registro.
    artes visuais – assistir o filme shrek 3 , pintura dirigida e percepção visual
    histórico comparativo – sua família e o filme abordagem reflexiva.
    ciências- modo de viver, alimentação e pesquisa tema : “ o que é um ogro”
    matemática – montagem de um quebra-cabeça do shrek
    geografia – localização espacial de onde é narrada a história e qual o aspecto se tem um pântano e a terra do palácio de tão tão distante.

  • atividades desenvolvidas:
    roda de conversa
    assistir o filme
    pintura de desenho das atividades do trimestre
    definição do bullyng
    atividade de observação sobre o filme sherek 3
    interpretação reflexiva sobre o filme e temática abordada
    produção de texto
    reescrita da história
    confecção de quebra cabeça
    pintura dirigida
    jogo da memória
    definição de ogro
    confecção de combinados da turma e fechamento do tema.
     

  •  
    avaliação
    processual e continua no decorrer das atividades propostas. considerando participação, interesse, tentativa de produção e evolução durante o processo.
    a avaliação formativa não tem como pressuposto a punição ou premiação. ela prevê que as crianças possuem ritmos e processos de aprendizagem diferentes. no desenvolvimento da criança, envolve as habilidades de ordem física, afetivo, sexual, cognitiva, ética, estética, de relação intra e interpessoal. constitui ainda suporte fundamental para que a criança possa fazer a ''leitura do mundo'', ressaltando a expressão corporal como uma forma de interação social.

  • é uma valorização de todas as etapas, todo o processo de busca, indagação, elaboração de hipóteses na resolução das situações-problema apresentadas. com isso é possível perceber em que nível do processo o aluno se encontra, ao mesmo tempo em que permite ao professor ressignificar continuamente sua prática pedagógica.
     
    duração
    aproximadamente 15 dias.
    plano de aula escrito e realizado pela professora: cibelle dirce dos santos.

  •  
    a concepção de avaliação e o papel do aluno nessa proposta de sugestão didática sistematizada:
     
    partindo do pressuposto, que o trabalho educativo deve estar voltado para o desenvolvimento integral dos indivíduos, mediante a melhoria da compreensão do meio em que vivem, maiores percepções de si mesmo, elevação sócio cultural das suas condições de vida e desenvolvimento de valores próprios de uma sociedade em mudança, enfocaremos a avaliação formativa como instrumento mediador da ação pedagógico-educativo podendo-se através desta, diagnosticar, investigar informações que viabilizam o rendimento desta ação.

  • na medida em que tudo que avaliamos não é visível a olho nu, isto quer dizer, que avaliar vai além de olharmos para crianças como seres meramente observados, ou seja, a intenção pedagógica avaliativa dará condições para o professor ou professora criar objetivos e planejar atividades adequadas, dando assim um real ponto de partida para esta observação, torna-se claro a necessidade de se construir conhecimentos e reflexão por parte de professores educadores acerca do processo avaliativo formal na educação infantil.
    esta reflexão está fundamentada nas contribuições de hoffmann (2002), kramer (1989) e no documento oficial do ministério da educação: o referencial curricular nacional para educação infantil (1998). a abordagem teórica baseia-se na perspectiva construtivista de avaliação, na medida em que a ação avaliativa exerce uma função dialógica e interativa, promovendo os seres no aspecto moral e intelectual.

  • de acordo com as leituras realizadas, a avaliação se destina a obter informações e subsídios capazes de favorecer o desenvolvimento das crianças e ampliação de seus conhecimentos. nesse sentido, avaliar não é apenas medir, comparar ou julgar. muito mais do que isso, a avaliação apresenta uma importância social e política fundamental no fazer educativo. as investigações de hoffmann (1998), sobre avaliação sugerem fortemente que a contribuição entre o discurso e a prática de alguns educadores e educadoras, principalmente - a ação classificatória e autoria - exercida pela maioria, encontra explicação na concepção de avaliação do educador/a, reflexo de sua estória de vida como aluno/a e professor/a. para kramer (1989), comumente, não só na educação infantil, mas também nos demais níveis do sistema escolar, os avaliados são única e exclusivamente os alunos e alunas. mas é preciso analisar criticamente essa prática, pois o fato de os alunos/as serem o único "objeto" da avaliação revela a estrutura de poder e autoridade da grande maioria das instituições escolares.

  • é necessário que a "clássica" forma de avaliar, buscando os ''erros'' e os "culpados", seja substituída por uma dinâmica de avaliação capaz de trazer elementos de crítica e transformação ativa para o trabalho. nesse sentido, todos são objetos e sujeitos de avaliação: professores/as, equipe de orientação, supervisão e direção, crianças e pais. ainda nesta linha, o documento oficial do mec, preconiza no referencial curricular de educação infantil, que a diversidade de práticas pedagógicas que caracterizam o universo da educação infantil reflete diferentes concepções quanto ao sentido e funções atribuídas ao movimento no cotidiano das creches, pré-escolas, instituições afins. conforme a lei de diretrizes e bases da educação, na seção ii, referente à educação infantil, artigo 31, preconiza que: "(...) a avaliação far-se-á mediante o acompanhamento e registro do seu desenvolvimento, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental"


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Enfrentar o bullyng na escola com o Sherek
  • Definição de Ogro
  • VEJA COMO ESTA SUA OBSERVAÇÃO SOBRE A HISTÓRIA
  • REFLEXÃO SOBRE A HISTÓRIA E REGISTRO:
  • VERIFICAÇÃO DE APRENDIZAGEM PRODUÇÃO DE TEXTO FOTO DA FAMILIA SHREK
  • VERIFICAÇÃO DE APRENDIZAGEM REESCRITA DA HISTÓRIA