Curso Online de Pedagogia da Alternância
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Pedagogia da Alternância

Aborda a origem da pedagogia da alternância. Também trata do seu funcionamento, além de alguns exemplos de escolas que trabalham nesse âm...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 20 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aborda a origem da pedagogia da alternância. Também trata do seu funcionamento, além de alguns exemplos de escolas que trabalham nesse âmbito.

Bacharel em Arquivologia. Licenciatura em Geografia. Mestrado em Geografia na Universidade Federal de Santa Maria.


"Muito superficial as informações. E não podemos fazer o download do material para estudar depois. Mas valeu a pena. Rômulo"

- Rômulo Lima Meira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Pedagogia da Alternância

    Pedagogia da Alternância

  • Origem

    Origem

    A ideia da pedagogia da alternância nasce na França, em 1935, a partir de uma situação problema, o filho de um agricultor não queria ir para a cidade estudar, gostaria de continuar trabalhando na propriedade familiar.

  • O diálogo entre pai e filho evolui para uma experiência reunindo três famílias e um padre, assim, os filhos permaneceriam trabalhando nas suas propriedades durante três semanas e durante uma semana ficariam estudando na casa paroquial.

  • Então, em novembro de 1937, na França, nasce oficialmente a primeira Maison Familiale, denominada “A Casa Familiar de Lauzun”, os estudos eram fundamentados na realidade local e a pretensão era a formação integral do jovem do campo, com visão crítica de sua realidade (SOUZA, 2011).

  • Assim, nasce a Pedagogia da Alternância, onde se alternam tempos/lugares de aprendizado, sendo uma formação geral e técnica em regime de internato, em um centro de formação, e um trabalho prático na propriedade familiar do aluno e/ou na sua comunidade.

  • No início dos anos 60, foram criadas na Itália, as Escolas Famílias Agrícolas. Sendo que diferiam da experiência francesa no que se refere ao relacionamento com o poder público, que neste caso se evidenciava mais, ou seja, a experiência italiana nasce diretamente pela ação dos homens políticos (Ribeiro, 2007).

  • A experiência italiana influenciou a criação de EFA’s no Brasil, no estado do Espírito Santo, em 1968, pelo Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo.

  • As CFR’s têm início no Nordeste, mas se consolidam na região Sul, inicialmente no Paraná. No Rio Grande do Sul, elas são organizadas com o apoio da Federação dos Trabalhadores da Agricultura/RS (FETAG).

  • Princípios da Pedagogia da Alternância

    Princípios da Pedagogia da Alternância

    Para Gimonet (2005) a pedagogia da alternância é um processo de práticas pedagógicas e aprendizagens em continuidade na descontinuidade das atividades educativas, que permite aprender, não apenas entre as paredes da escola, mas através da vida cotidiana, graças à alternância de espaços educativos entre o meio sócio-profissional e a escola.

  • Esse método também aproxima-se da práxis marxista, quando prevê a união da educação com a produção material superando a dicotomia “da educação escolar e extra-escolar”, conforme Gadotti (2001), baseado na alternância de trabalho e educação. Essa integração, Marx considerava como a saída para a alienação crescente. A ideia básica seria a conciliação dos estudos com o trabalho na propriedade rural da família.

  • Gimonet (2005) considera que a pedagogia da alternância, difere da pedagogia tradicional, centrada no programa e no docente e da pedagogia ativa, centrada no aluno, ela se inscreve na pedagogia centrada na realidade, cujos constituintes heterogêneos estão inseparavelmente associados.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Pedagogia da Alternância
  • Origem
  • Princípios da Pedagogia da Alternância
  • Experiências atuais
  • Alguns dados:
  • Experiências atuais
  • A experiência do Instituto Educar, Pontão/RS
  • Tempo Escola
  • Tempo Comunidade
  • Referências Bibliográficas: