Curso Online de PEDAGOGIA TRADICIONAL

Curso Online de PEDAGOGIA TRADICIONAL

A pedagogia tradicional teve seu inicio no século XIX, passou com grande força para o século XX e ainda perduram raízes dela pelo século ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

A pedagogia tradicional teve seu inicio no século XIX, passou com grande força para o século XX e ainda perduram raízes dela pelo século XXI. Reconhecida como tendência liberal, esta chegou como pioneira e sem muitas mudanças ela fora sempre muito bruta, pois faltaram modificações drásticas, já que esta foi substituída pelo paradigma posterior tempos mais tarde. A pedagogia tradicional deixou muitas marcas em função de ser a primeira a ser aplicada, contudo sua queda era questão de tempo á que não fora analisada com o contexto psicológico, visto que esta ciência surgiria anos mais tarde, até hoje se sabe de características dessa pedagogia porque ela fora implantada e de certa forma foi muito efetiva no seu ideal.

VAGNER FERREIRA SILVA É FORMADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS PELA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL(ULBRA)E PÓS GRADUADO(ESPECIALIZAÇÃO) EM SEGURANÇA PUBLICA E INTELIGENCIA ESTRATÉGICA E CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NO USO INDEVIDO DE DROGAS E MEDIAÇÃO DE CONFLITOS E CURSO DE EXTENSÃO DE DIREITOS HUMANOS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Pedagogia tradicional

    Pedagogia tradicional

    ontem e hoje

  • Palavras Chave: Pedagogia Tradicional; Educação; Sociedade.

    Palavras Chave: Pedagogia Tradicional; Educação; Sociedade.

    A pedagogia tradicional teve seu inicio no século XIX, passou com grande força para o século XX e ainda perduram raízes dela pelo século XXI. Reconhecida como tendência liberal, esta chegou como pioneira e sem muitas mudanças ela fora sempre muito bruta, pois faltaram modificações drásticas, já que esta foi substituída pelo paradigma posterior tempos mais tarde. A pedagogia tradicional deixou muitas marcas em função de ser a primeira a ser aplicada, contudo sua queda era questão de tempo á que não fora analisada com o contexto psicológico, visto que esta ciência surgiria anos mais tarde, até hoje se sabe de características dessa pedagogia porque ela fora implantada e de certa forma foi muito efetiva no seu ideal.

  • .

    .

    No inicio do século IX surgem os sistemas nacionais de ensino e se embasavam no que dizia que a educação é direito de todos e dever do estado, nisto a educação é visada diretamente no orientador e com sabe em fazer os indivíduos venceram a barreira da ignorância, ou seja, a questão era fazer com os esses indivíduos pensassem por si só, como diz Saviani, “o objetivo é transformar os súditos em cidadãos”, fazer com eles se libertem dessas grilhetas através do esclarecimento e do esforço próprio, fato este que só poderia ser feito pela escola já que alienação era muito grande em vários sentidos.

  • .

    .

    Então o papel da escola tradicional é justamente fazer com que o aluno cresça pelo próprio mérito a partir do professor que repassa a eles todo o conhecimento obtido pela humanidade, de uma forma extremamente mecânica, fria e crua, e de uma forma generalizadora na qual as particularidades são eram respeitadas, alunos sempre seriam alunos independente das especificidades, e o professor seria o dono do saber e do conhecimento, deixando assim vigente a posição do professor como sujeito ativo, e o aluno como sujeito passivo, sujeito este que deveria apenas receber o conhecimento e por si só desenvolver suas características sociais, políticas e humanas em geral de uma forma que os menos capazes ficariam para trás nessa escala de desenvolvimento.

  • .

    .

    “O caminho cultural em direção ao saber é o mesmo para todos os alunos, desde que se esforcem. Assim, os menos capazes devem lutar para superar as dificuldades e conquistar um lugar junto aos mais capazes. Caso não consigam, devem procurar um ensina mais profissionalizante.” (GÔNGORA. 1985, p. 23).

  • .

    .

    Com isso podemos notar que a educação vinha direta de um professor que não se preocupava com aluno e sim com o conhecimento repassado, os alunos menos capazes, deveriam procurar um curso que seria mais profissionalizante, ou seja, um curso de puro ensino sem desenvolvimento humano. Vemos então que o professor é o centro do processo educativo e sendo o responsável pela transmissão dos conteúdos ele deve ser muito bem preparado e desta forma é visto como um “Mestre todo poderoso”, o doutor de toda a sapiência e incontestável.

  • .

    .

    A experiência relevante que o aluno deve vivenciar é a de ter acesso democrático às informações, conhecimento e idéias, podendo assim conhecer o mundo físico e social. Enfatiza-se a disciplina intelectual para o que se necessita de atenção e concentração, silêncio e esforço. A escola é o lugar por excelência onde se raciocina e o ambiente deve ser convenientemente austero para o aluno não se dispersar, de tal forma que o interesse seja dos alunos em geral, o ensino aberto para eles e para eles irem atrás e demonstrarem essa vontade de aprender.

  • .

    .

    A pedagogia tradicional é marcada por um ensino baseado em verdades impostas, os conteúdos repassados eram basicamente os valores sociais acumulados com o passar dos tempos com o intuito de prepará-los para a vida, e esses conteúdos são determinados pela sociedade e ordenados na legislação independente da experiência do aluno e das realidades sociais, fazendo com que a pedagogia tradicional seja vista como enciclopedista.

  • .

    .

    O ensino independia do aluno, pois este não tinha o poder de contestar e nem de dar a sua opinião, neste caso cabia ao aluno a função da aprendizagem crua e decorativa, e ao professor a função do ensino direto e sem delongas.        

  • .

    .

    As grandes realizações da humanidade também tinham uma ênfase muito grande ente a esses conteúdos, sendo este ensino considerado enciclopedista, os conhecimento da humanidade eram todos repassados de uma forma decorativa e repetitiva para que o conhecimento se firmasse na cabeça.

  • .

    .

    Os conteúdos realmente eram bem aplicados aos alunos, a capacidade cognoscitiva deles era muito apurada, pois eles decoravam todo o conteúdo, porém a parte da inteligência em si era muito fraca, o desenvolvimento dos alunos dependia da vontade própria deles.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Pedagogia tradicional
  • Palavras Chave: Pedagogia Tradicional; Educação; Sociedade.
  • .
  • A tendência Tradicional
  • .
  • A Escola e as classes sociais
  • Brandão diz que:
  • .
  • A escola também transmite a ideologia dominante, que está em todo lugar.