Curso Online de Altas Habilidades X Deficiência Intelectual - como atender em Sala de Recursos?A depressão infantil e Síndromes Infantis diversas.

Curso Online de Altas Habilidades X Deficiência Intelectual - como atender em Sala de Recursos?A depressão infantil e Síndromes Infantis diversas.

Atendendo a pedidos de alunos,criei um curso que abordasse varios temas,sendo assim mais completo.Possui 15 horas,podendo servir como car...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 15 horas

De: R$ 360,00 Por: R$ 250,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Atendendo a pedidos de alunos,criei um curso que abordasse varios temas,sendo assim mais completo.Possui 15 horas,podendo servir como carga horária complementar,inclusive para efeito de evolução funcional dependendo da instituição.Trabalhar com alunos com altas habilidades requer, antes de tudo, derrubar alguns mitos.Qual é o objetivo da Sala de Recursos que serve tanto quanto complementação,como suplementação de conteúdo? A Sala de recursos tem por objetivo melhorar a qualidade na oferta da educação especial.Este curso,ainda aborda a depressão infantil e algumas síndromes infantis tais como Síndrome de Algeman e Rett.

Currículo da autora: PRISCILLA AMARAL Pedagoga com habilitação em séries iniciais, Administração Escolar e com Pós-Graduação em Deficiência Intelectual. Experiência de 12 anos entre Instituições e Escolas. Vários artigos publicados. Participação em programa de televisão on-line, sendo entrevistada por Célia Coev sobre o tema: Deficiência intelectual e programa de rádio AM chamado Espaço Alternativo, sendo entrevistada por Edson Natale sobre o tema: Autismo e deficiência Intelectual. Palestrante convidada pela Câmara Municipal do Estado de São Paulo para versar sobre o tema: Transtornos diversos. Autora do livro Transtornos de conduta - Síndromes diversas e Autismo no Tempo da Delicadeza. Professora convidada de Pós-Graduação no Centro-Sul de pesquisa, extensão e graduação (Censupeg), lecionando temas relacionados à saúde mental e à inclusão social e educacional. Professora de Sala de Recursos em Escola Estadual e professora itinerante de Educação Especial. Cursos de especialização realizados: Processo de Inclusão; Introdução ao Autismo e Psicose Infantil; Estimulação Precoce; Prontidão para alfabetização; Estimulação para pessoas com Necessidades Especiais; Curso de Dislexia; Atitudes que favorecem o sucesso Escolar; Síndromes diversas; Educação Especial: Condutas típicas; Introdução ao Estudo das Neurociências; Curso básico de libras e alfabetização para pessoas com deficiência visual. Neuropsicopedagoga e psicomotricista clínica e relacional em formação pela UCM. Autora de mais de 70 cursos on-line da área de Educação Especial pelo Buzzero.com e uma das fundadoras da plataforma de cursos NeuroPsicopedagogiar. Contato: E-mail: priscamaral@uol.com.br wathsapp: (11)95239-5049 Site: professora-priscilla.webnode.com



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Altas Habilidades

    Altas Habilidades

  • Mitos

    Mitos

    Trabalhar com alunos com altas habilidades requer, antes de tudo, derrubar dois mitos. Primeiro: esses estudantes, também chamados de superdotados, não são gênios com capacidades raras em tudo - só apresentam mais facilidade do que a maioria em determinadas áreas. Segundo: o fato de eles terem raciocínio rápido não diminui o trabalho do professor. Ao contrário, eles precisam de mais estímulo para manter o interesse pela escola e desenvolver seu talento - se não, podem até se evadir.

  • Organização Mundial de Saúde

    Organização Mundial de Saúde

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) calcula que pelo menos 5% da população tem algum tipo de alta habilidade. No Brasil, até o ano passado, haviam sido identificados 2,5 mil jovens e crianças assim. Para dar um atendimento mais qualificado a esse público, o Ministério da Educação (MEC) criou em 2005 Núcleos de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação em todos os estados. Apesar de ainda pouco estruturados, esses órgãos que têm o papel de auxiliar as escolas quando elas reconhecem alunos com esse perfil em suas salas de aula .

  • Atendimento Educacional Especializado

    Atendimento Educacional Especializado

    Assim como os estudantes diagnosticados com algum tipo de deficiência, os que têm altas habilidades precisam de uma flexibilização da aula para que suas necessidades particulares sejam atendidas, o que os coloca como parte do grupo que tem de ser incluído na rede regular de ensino.

  • Características – Capacidade Intelectual Geral

    Características – Capacidade Intelectual Geral

    Capacidade Intelectual Geral Crianças e jovens assim têm grande rapidez no pensamento, compreensão e memória elevadas, alta capacidade de desenvolver o pensamento abstrato, muita curiosidade intelectual e um excepcional poder de observação.

  • Aptidão Acadêmica Específica

    Aptidão Acadêmica Específica

    Aptidão Acadêmica Específica Nesse caso, a diferença está em: concentração e motivação por uma ou mais disciplinas, capacidade de produção acadêmica, alta pontuação em testes e desempenho excepcional na escola.

  • Pensamento Criativo

    Pensamento Criativo

    Pensamento Criativo Aqui se destacam originalidade de pensamento, imaginação, capacidade de resolver problemas ou perceber tópicos de forma diferente e inovadora.

  • Capacidade de Liderança

    Capacidade de Liderança

    Capacidade de Liderança Alunos com sensibilidade interpessoal, atitude cooperativa, capacidade de resolver situações sociais complexas, poder de persuasão e de influência no grupo.

  • Talento Especial para Artes

    Talento Especial para Artes

    Talento Especial para Artes Alto desempenho em artes plásticas, musicais, dramáticas, literárias ou cênicas, facilidade para expressar ideias visualmente, sensibilidade ao ritmo musical.

  • Capacidade Psicomotora

    Capacidade Psicomotora

    Capacidade Psicomotora A marca desses estudantes é o desempenho superior em esportes e atividades físicas, velocidade, agilidade de movimentos, força, resistência, controle e coordenação motora fina e grossa.

  • Como identificar a superdotação

    Como identificar a superdotação

    1 Aprende fácil e rapidamente. 2 É original, imaginativo, criativo, não convencional. 3 Está sempre bem informado, inclusive em áreas não comuns. 4 Pensa de forma incomum para resolver problemas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 250,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Altas Habilidades
  • Mitos
  • Organização Mundial de Saúde
  • Atendimento Educacional Especializado
  • Características – Capacidade Intelectual Geral
  • Aptidão Acadêmica Específica
  • Pensamento Criativo
  • Capacidade de Liderança
  • Talento Especial para Artes
  • Capacidade Psicomotora
  • Como identificar a superdotação
  • Persistência e Independência
  • Fácil Adaptação
  • Vocabulário Excepcional
  • Flexibilidade e Sensibilidade
  • Excelente Senso de humor
  • Onde buscar ajuda
  • Reconhecendo seus alunos
  • Núcleos de Atendimento
  • Mau comportamento pode ser sinal
  • Continuação
  • Interesse grande por uma determinada disciplina
  • Muitos alunos preferem trabalhar sozinhos
  • Sites Interessantes
  • Objetivo
  • Resolução SE 11, de 31Jan-2008
  • Classes comuns da rede regular de ensino
  • Alunos com deficiência física, mental, sensorial e múltipla
  • Encaminhamento para SAPEs
  • Atendimento
  • Conselhos de Classe/Ciclo/Série/Termo, ao final de cada ano letivo
  • Alunos com severo grau de comprometimento
  • Alunos com significativa defasagem idade/série e severa deficiência mental ou grave deficiência múltipla
  • Participação e anuência da família
  • Articulação da escola com órgãos oficiais
  • Serviços de Apoio Pedagógico Especializado (SAPEs)
  • Sala de Recursos
  • Atendimento a alunos de uma única área de necessidade educacional especial
  • Professor Educação Especial
  • Orientação a Equipe Escolar
  • Apoio técnico pedagógico
  • Relatório Pedagógico do professor da sala comum
  • Vivenciando todos os momentos da escola
  • Dever dos Professores das salas comuns com apoio da Sala de Recursos
  • AVALIAÇÃO
  • Relacionamento do aluno na escola
  • SUGESTÃO DE AVALIAÇÃO
  • Organização do material pessoal
  • Linguagem e comunicação oral
  • A importância da Avaliação
  • Verdadeira finalidade da avaliação
  • Aprender não é um ato linear
  • Processo vivido pelos alunos
  • Portfólio
  • Analisando a eficiência das práticas pedagógicas
  • Recursos de acessibilidade
  • Auxilio do professor especialista
  • melhorando a dinâmica da sala de aula
  • Incorporando o sentido ético e inclusivo na avaliação
  • Cada aluno tem o seu método próprio
  • Escola de qualidade para todos
  • A importância do acolhimento
  • Vídeos interessantes
  • Depressão Infantil
  • Principal doença psiquiátrica do século
  • A importância do reconhecimento precoce
  • A importância do diagnóstico
  • Sintomas clássicos de depressão
  • Verdadeiros sentimentos depressivos sob uma máscara
  • O primeiro sintoma
  • Outros sintomas importantes
  • Incidência
  • Dados de prevalência do Transtorno depressivo
  • Incidência entre os pré-escolares;Escolares e adolescentes
  • Quadros depressivos são muito mais frequentes na adolescência
  • Artigo sobre a incidência
  • Diferença entre tristeza e depressão
  • Sofrimento moral,Inibição psíquica global e estreitamento do campo vivencial
  • Depressão acompanhada de sintomas físicos
  • Sintomas mais frequentes da depressão na infância e adolescência
  • Distúrbios de comportamento
  • Tabelas para diagnóstico
  • SINAIS E SINTOMAS SUGESTIVOS DE DEPRESSÃO
  • Continuação
  • Não é obrigatório completar todos os itens citados para o diagnóstico
  • Relação entre diferentes quadros
  • Diagnóstico
  • Os sintomas e seu estado emocional interno
  • Violação de regras sociais
  • Disforias x depressão
  • Evolução benígna das disforias
  • Presença da baixa autoestima
  • Diminuição ou aumento do apetite
  • Fase pré-verbal
  • 2-3 anos até a idade escolar
  • Condutas de apego e na elaboração dos vínculos
  • A afetividade normal
  • Hospitalização precoce ou um abandono
  • Suicídio
  • Friedrich (1989) – Dificuldades de atendimento
  • A maioria das depressões em adolescentes pode ser controlada
  • Crise depressiva aguda
  • Trecho do artigo de  Cristina Montone publicado no Jornal Aprender:
  • Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro
  • Depressão e hiperatividade
  • Bibliografia
  • Livros interessantes
  • Síndromes Infantis
  • Definição
  • Cromossomo 21
  • SINDROME DE TURNER
  • SINDROME DE "X" FRAGIL
  • Cromossomo X
  • Continuação
  • Estimativas atuais
  • Continuação
  • SINDROME DE WEST
  • Espasmos
  • Síndrome de Algeman
  • Diagnóstico Clinico
  • SINDROME DE APERT
  • Causas
  • SINDROME DE STRAUSS
  • Bibliografia
  • Síndrome de Tourette
  • A Síndrome – Desordem Neurológica
  • Médico Francês
  • O início da Síndrome
  • Cura para a Tourette
  • Os Tiques
  • Comportamentos Obsessivo-compulsivos
  • Aspectos Psicodinâmicos
  • Sintomas
  • Continuação
  • A Coprolalia
  • Critérios Diagnósticos
  • Período em que ocorrem os tiques
  • Início – idade