Curso Online de HIDROLIPODISTROFIA GENÓIDE - "CELULITE"

Curso Online de HIDROLIPODISTROFIA GENÓIDE - "CELULITE"

Este curso tem como objetivo esclarecer de forma simples e atualizada, todos os profissionais da área estética e cosmetologia, sobre as p...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Mais de 20 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso tem como objetivo esclarecer de forma simples e atualizada, todos os profissionais da área estética e cosmetologia, sobre as peculiaridades da "Celulite",, tais como: nomenclaturas, fisiopatologia, estágios e graus, fatores desencadeantes, formas de avaliação, tratamentos mais utilizados na estética e alimentos que auxiliam no combate desta enfermidade.

Graduada em Fisioterapia pela Universidade UniSant'Anna em São Paulo - SP. Docente a 17 anos de Cursos Técnicos e Livres de Estética e outras disciplinas relacionadas a área da saúde. Especialista em diversas técnicas de massagens tanto orientais como ocidentais. Coordenadora Didática de Técnico Esteticista. Consultora de clínicas estéticas e de fisioterapia com especialização em Dermato Funcional.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • HIDROLIPODISTROFIA GINÓIDE SUBCUTÂNEA
    “CELULITE”

    Dra. Maria de Lourdes S. Ferreira Lima

    APOSTILADO

  • A Hidrolipodistrofia Ginóide (HLDG), vulgarmente denominada “Celulite”, é uma enfermidade que não surgiu como consequência da civilização atual, como muitas pessoas pensam. Alguns historiadores encontraram testemunhos desta afecção na antiguidade. O que se sabe realmente é que com o passar dos anos o conceito estético de beleza corporal passou das ardentes exaltações de imagens opulentas, que podem se observadas nos quadros renascentistas, para um corpo mais esbelto.

  • Desde então são propostas várias nomenclaturas para designar esta patologia, como: lipodistrofia ginóde, esteatomeria, paniculopatia edemato degenerativa esclerótica, fibroedema gelóide e outros. Porem o termo que ficou definido cientificamente é “Hidrolipodistrofia Ginóide” uma vez que explica melhor as características do problema.

    Hidro = relativo a água e outros líquidos
    Lipo = relativo a gordura
    Distrofia = desordem nas trocas metabólicas do tecido
    Ginóide = designativo de mulher

  • DEFINIÇÃO
    A celulite é uma alteração histológica que se manifesta-se ao nível das células do tecido subcutâneo, onde a microcirculação dos capilares no tecido adiposo encontra-se deficiente.
    É uma infiltração edematosa do tecido conjuntivo, não inflamatório, seguido de hiperpolimerização da substância fundamental amorfa que, infiltrando-se nas tramas deste tecido, produz uma reação fibrótica consecutiva, afetando não só as células gordurosas, mas também o tecido intersticial e os pequenos vasos sanguíneos e terminações nervosas.

  • O curso desta enfermidade é extremamente lento. Em geral, inicia-se (1) estase linfática causada por uma hiperpolimerização da substância fundamental amorfa; (2) edema intersticial devido ao aumento da permeabilidade dos capilares; (3) infiltração edematosa no tecido adiposo, com consequente aumento de seu volume, caracterizando uma hipertrofia tecidual; (4) espessamento, proliferação e frouxidão do tecido conjuntivo com aumento na espessura das fibras reticulares que envolvem cada célula de gordura, formando uma massa de células, originando os micronódulos rodeados por uma cápsula de fibras entrelaçadas; (5) com o aumento do volume das células ocorre uma compressão dos vasos sanguíneos e linfáticos, dificultando as trocas metabólicas e eliminação de líquidos, minerais, restos metabólicos e proteínas do espaço intersticial para os capilares linfáticos e venosos; (6) compressão dos filetes nervosos, causando dor na região afetada e (7) a união de vários micronódulos formando macronódulos, os quais
    podem ser palpados, sendo muito dolorosos na palpação.

  • TECIDO ADIPOSO NORMAL

    Em condições normais, o tecido adiposo é bem irrigado.

  • ESTÁGIO I - CONGESTIVO

    Aumento da permeabilidade capilar com extravasamento de líquido para o espaço intersticial. Estase veno-linfática com hipóxia e acumulo de líquidos nos espaços intersticiais e dentro das células. Neste estágio não há sinais visíveis na pele nem dor, as ondulações e furinhos aparecem somente quando se comprime a região.

  • ESTÁGIO EXSUDATIVO INFILTRATIVO

    Desestruturação das fibras que sustentam estes tecidos iniciando mudanças na arquitetura do tecido. Neste estágio a celulite caracteriza-se por uma alteração circulatória por compressão dos capilares e vasos linfáticos. O sangue e a linfa, ficam represados e, consequentemente, ocorre um edema intercelular. Também há, um endurecimento do tecido de sustentação e as irregularidades na pele ficam aparentes, os “furinhos” e ondulações são visíveis sem pressionar a região afetada mas ainda não existe dor.

  • ESTÁGIO III MICRONÓDULO FIBROSO-ORGANIZACIONAL

    Os adipócitos são circundados e isolados do contexto dos tecidos por meio de uma verdadeira e apropriada cápsula constituída de fibrilas colágenas escleróticas e privadas de vasos. A pele adquire um aspecto acolchoado parecido com “casca de laranja”. Ocorre sensação de peso e cansaço nas pernas e a região fica dolorida.

  • ESTÁGIO IV MACRONÓDULO FIBROSO - CICATRICIAL

    A fusão de vários micronódulos da lugar a formação de macronódulo. Neste estágio a celulite é dura e a pele fica “lustrosa”, cheias de depressões, com aspecto acolchoado, as pernas ficam pesadas, inchadas e doloridas e a sensação de cansaço é frequente, mesmo sem esforço.

  • CELULITE GRAU I


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CLASSIFICAÇÃO POR CONSISTÊNCIA
  • “Celulite” x gordura
  • FATORES DESENCADEANTES (Multifatorial)
  • Por que a Celulite é uma enfermidade feminina?
  • ANAMNESE ESTÉTICA
  • TRATAMENTOS ESTÉTICOS PARA “CELULITE”
  • TRATAMENTOS para “celulite” mais utilizados na estética
  • TRATAMENTOS X GRAU
  • ALIMENTOS QUE AUXILIAM NO COMBATE Á CELULITE
  • CURIOSIDADES SOBRE A CELULITE