Curso Online de POLÍCIA COMUNITÁRIA
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de POLÍCIA COMUNITÁRIA

1. POLÍCIA COMUNITÁRIA a) Ação pró-ativa b) Ação preventiva c) Integração dos sistemas de defesa pública e defesa social d) Transparênci...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

1. POLÍCIA COMUNITÁRIA

a) Ação pró-ativa
b) Ação preventiva
c) Integração dos sistemas de defesa pública e defesa social
d) Transparência

2. FERRAMENTAS DA QUALIDADE

Ciclo PDCA,
Planejar (PLAN),
Executar (DO),
Verificar,
checar (CHECK)
Agir corretivamente (ACTION),
Brainstorming,
Estruturado, Não estruturado,
Um Brainstorming
(é realizado em 6 etapas básicas),
Definir foco e enfoque,
Geração de ideias,
Crítica, Agrupamento,
Conclusão,
Matriz GUT,
Gravidade,
Urgência,
Tendência,
Diagrama de Ishikawa,
Descrição do método,
Máquina, Método,
Plano de Ação,
Desenvolvimento da solução,
Cronograma,
Implantação das soluções e Avaliação,
Indicadores, Níveis de Indicadores,
Estratégico (alta direção), Gerencial,
Operacional,
Classificação de Indicadores,
Resultantes ,
Direcionadores (Drivers ou Item de Verificação),
Emagrecer ou engordar,
Seletividade ou importância,
Simplicidade e clareza,
Baixo custo de obtenção.
e) Cidadania
f) Ação Educativa
g) Ação Educativa
h) O conceito de polícia comunitária

3. Tipos de patrulhamento

a) Patrulhamento a pé
b) Viaturas 
c) Motocicletas 
d) Bicicletas 
e) Cães 
f) Carrinhos elétricos
g) Microônibus (Thunder Bus)
h) Torre de Vigilância
i) Unidade Móvel de Comando

José Vieira Cabral Nasceu no dia 25 de agosto de 1.960 em Xambrê, Paraná, viveu ali até os seus oito anos de idade e depois os seus pais se mudaram para Maringá no mesmo Estado. E aos 19 anos mudou-se para São Caetano do Sul, Região do Grande ABC, São Paulo, onde permanece até o presente momento. O Autor/produtor foi comerciante a maior parte de sua vida, mas também trabalhou como empregado em algumas Empresas: Foi Administrativo e Encarregado de obras Civis, tendo como formação (Mestria em Construção Civil) e, mais de 100 Cursos de diversas áreas. Como Escritor e pesquisador escreveu diversas Obras Literárias e Didáticas: É fundador da Livraria e Editora Virtual Cabral Veríssimo (seu nome artístico) e pertencente ao Clube de autores. O seu Site:(ciacabralverissimo.loja2.com.br), onde produz os seus Livros e Cursos online para a plataforma da (www.buzzero.com/autores/jose-cabral).


- João Augusto Sena De Souza

- Hugo Leonardode Souza Lourenço Da Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • DESCRIÇÃO

    1. POLÍCIA COMUNITÁRIA
    a) Ação pró-ativa
    b) Ação preventiva
    c) Integração dos sistemas de defesa pública e defesa social
    d) Transparência
    e) Cidadania
    f) Ação Educativa
    g) Ação Educativa
    h) O conceito de polícia comunitária

  • 2. FERRAMENTAS DA QUALIDADE

    Ciclo PDCA,
    Planejar (PLAN),
    Executar (DO),
    Verificar,
    checar (CHECK)
    Agir corretivamente (ACTION),
    Brainstorming,
    Estruturado, Não estruturado,
    Um Brainstorming
    (é realizado em 6 etapas básicas),
    Definir foco e enfoque,
    Geração de ideias,
    Crítica, Agrupamento,
    Conclusão,
    Matriz GUT,
    Gravidade,
    Urgência,

    Tendência,
    Diagrama de Ishikawa,
    Descrição do método,
    Máquina, Método,
    Plano de Ação,
    Desenvolvimento da solução,
    Cronograma,
    Implantação das soluções e Avaliação,
    Indicadores, Níveis de Indicadores,
    Estratégico (alta direção), Gerencial,
    Operacional,
    Classificação de Indicadores,
    Resultantes ,
    Direcionadores (Drivers ou Item de Verificação),
    Emagrecer ou engordar,
    Seletividade ou importância,
    Simplicidade e clareza,
    Baixo custo de obtenção.

  • 3. Tipos de patrulhamento

    a) Patrulhamento a pé
    b) Viaturas 
    c) Motocicletas 
    d) Bicicletas 
    e) Cães 
    f) Carrinhos elétricos
    g) Microônibus (Thunder Bus)
    h) Torre de Vigilância
    i) Unidade Móvel de Comando

  • Polícia comunitária

    a) Polícia comunitária é uma filosofia e uma estratégia organizacional que proporciona uma parceria entre a população e a polícia, baseada na premissa de que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas contemporâneos, como crimes, drogas, medos, desordens físicas, morais e até mesmo a decadência dos bairros, com o objetivo de melhorar a qualidade geral de vida na área. [1] O policiamento comunitário baseia-se na crença de que os problemas sociais terão soluções cada vez mais efetivas, na medida em que haja a participação de todos na sua identificação, análise e discussão.
    Como pressupostos básicos do policiamento comunitário, ressaltam-se:

    b) Ação pró-ativa

    O policiamento pró-ativo age preventivamente para evitar que os delitos aconteçam. Para isso é essencial serem identificados os locais, horários, pessoas ou circunstâncias propícias à ocorrência delituosa.

    < Inicializando o Curso

  • c) Ação preventiva
    A presença ostensiva, correta e vigilante do policial estabelece um clima de confiança no seio da comunidade, e inibe a ação da delinquência.

    d) Integração dos sistemas de defesa pública e defesa social

    A parceria e a cooperação entre a polícia e a comunidade potencializam os efeitos positivos. A busca compartilhada de soluções conjuntas evita a dispersão dos esforços, e auxilia a identificação dos problemas que afetam a todos.

    e)Transparência

    A promoção de reuniões para a exposição das atividades desempenhadas pela polícia, e a troca de informações com a comunidade para a análise dos seus efeitos; estimulando a participação e o envolvimento do cidadão na busca conjunta da melhoria da qualidade da segurança.

    f) Cidadania

    O policial deve ser propagador da noção de cidadania; solicitando a participação de todos nos problemas que atingem a comunidade.

  • g) Ação Educativa

    A orientação, o aconselhamento e a advertência devem sempre anteceder as ações repressivas. As ações educativas não podem ocorrer apenas no momento das infrações, mas através dos organismos comunitários encarregados de promoverem a defesa social da comunidade, principalmente junto às escolas e associações; promovendo-se palestras, campanhas e outras formas de divulgação e orientação.

    h) O conceito de polícia comunitária

    O conceito de polícia comunitária não deve ser confundido com as modalidades de policiamento; as quais são as ações desenvolvidas pelas polícias desde a década de 1980. Essas modalidades são designadas de diferentes maneiras em cada corporação, tais como:
    PMPR - Policiamento Modular, Patrulha Escolar Comunitária, Policiamento Ostensivo Volante, Bombeiro Mirim, etc..
    PMERJ - Unidade de Polícia Pacificadora, etc..
    Dentre outras.

  • 2. FERRAMENTAS DA QUALIDADE

    Ciclo PDCA,
    Planejar (PLAN),
    Executar (DO),
    Verificar,
    checar (CHECK)
    Agir corretivamente (ACTION),
    Brainstorming,
    Estruturado, Não estruturado,
    Um Brainstorming
    (é realizado em 6 etapas básicas),
    Definir foco e enfoque,
    Geração de ideias,
    Crítica, Agrupamento,
    Conclusão,
    Matriz GUT,
    Gravidade,
    Urgência,

    Tendência,
    Diagrama de Ishikawa,
    Descrição do método,
    Máquina, Método,
    Plano de Ação,
    Desenvolvimento da solução,
    Cronograma,
    Implantação das soluções e Avaliação,
    Indicadores, Níveis de Indicadores,
    Estratégico (alta direção), Gerencial,
    Operacional,
    Classificação de Indicadores,
    Resultantes ,
    Direcionadores (Drivers ou Item de Verificação),
    Emagrecer ou engordar,
    Seletividade ou importância,
    Simplicidade e clareza,
    Baixo custo de obtenção.

  • 2. FERRAMENTAS DA QUALIDADE

    Ciclo PDCA

    É um ciclo de análise e melhoria, criado por Walter Shewhart, em meados da década de 20 e disseminado para o mundo por Deming. Esta ferramenta é de fundamental importância para a análise e melhoria dos processos organizacionais e para a eficácia do trabalho em equipe.
    O Ciclo PDCA (em inglês Plan, Do, Chico e Action) é uma ferramenta gerencial de tomada de decisões para garantir o alcance das metas necessárias à sobrevivência de uma organização, sendo composto das seguintes etapas:

  • Planejar (PLAN)
    Definir as metas a serem alcançadas;
    Definir o método para alcançar as metas propostas.
    Executar (DO)
    Executar as tarefas exatamente como foi previsto na etapa de planejamento;
    Coletar dados que serão utilizados na próxima etapa de verificação do processo;
    Nesta etapa são essenciais à educação e o treinamento no trabalho.
    Verificar, checar (CHECK)
    Verificar se o executado está conforme o planejado, ou seja, se a meta foi alcançada, dentro do método definido;
    Identificar os desvios na meta ou no método.
    Agir corretivamente (ACTION)
    Caso sejam identificados desvios, é necessário definir e implementar soluções que eliminem as suas causas;
    Caso não sejam identificados desvios, é possível realizar um trabalho preventivo, identificando quais os desvios são passíveis de ocorrer no futuro, suas causas, soluções etc.

  • O PDCA pode ser utilizado na realização de toda e qualquer atividade da organização. Sendo ideal que todos da organização utilizem esta ferramenta de gestão no dia-a-dia de suas atividades.
    Desta forma, elimina-se a cultura “Tarefeira” que muitas organizações insistem em perpetuar e que incentiva a se realizar o trabalho sem antes planejar, desprezando o autocontrole, o uso de dados gerados pelas medições por indicadores e a atitude preventiva, para que os problemas dos processos nunca ocorram.

    O PDCA pode ser utilizado na realização de toda e qualquer atividade da organização. Sendo ideal que todos da organização utilizem esta ferramenta de gestão no dia-a-dia de suas atividades.
    Desta forma, elimina-se a cultura “Tarefeira” que muitas organizações insistem em perpetuar e que incentiva a se realizar o trabalho sem antes planejar, desprezando o autocontrole, o uso de dados gerados pelas medições por indicadores e a atitude preventiva, para que os problemas dos processos nunca ocorram.

  • Brainstorming
    O Brainstorming é uma ferramenta associada à criatividade e é, por isso, preponderantemente usada na fase de Planejamento (na busca de soluções). Este método foi inventado por Alex F. Osbom em 1939, quando ele presidia, à época, uma importante agência de propaganda.
    Ele é usado para que um grupo de pessoas crie o maior número de ideias acerca de um tema previamente selecionado. O seu nome deriva de Brain = mente e Storming = tempestade, que se pode traduzir como: Tempestade Cerebral. É também usada para identificar problemas no questionamento de causas ou para se fazer à análise da relação causa-efeito.
    O Brainstorming pode ser de dois tipos:
    Estruturado: todos os integrantes devem dar uma ideia quando chegar a sua vez na rodada, ou passar a vez até a próxima rodada. Isso evita a preponderância dos integrantes mais falantes, dá a todos uma oportunidade igual para contribuir com ideias e promovem um envolvimento maior de todos os integrantes, mesmo os mais tímidos. O Brainstorming termina quando nenhum dos integrantes tem mais ideias e todos “passam a vez” numa mesma rodada;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 1. POLÍCIA COMUNITÁRIA
  • a) Ação pró-ativa
  • b) Ação preventiva
  • c) Integração dos sistemas de defesa pública e defesa social
  • d) Transparência
  • 2. FERRAMENTAS DA QUALIDADE
  • Ciclo PDCA,
  • Planejar (PLAN),
  • Executar (DO),
  • Verificar,
  • checar (CHECK)
  • Agir corretivamente (ACTION),
  • Brainstorming,
  • Estruturado, Não estruturado,
  • Um Brainstorming
  • (é realizado em 6 etapas básicas),
  • Definir foco e enfoque,
  • Geração de ideias,
  • Crítica, Agrupamento,
  • Conclusão,
  • Matriz GUT,
  • Gravidade,
  • Urgência,
  • Tendência,
  • Diagrama de Ishikawa,
  • Descrição do método,
  • Máquina, Método,
  • Plano de Ação,
  • Desenvolvimento da solução,
  • Cronograma,
  • Implantação das soluções e Avaliação,
  • Indicadores, Níveis de Indicadores,
  • Estratégico (alta direção), Gerencial,
  • Operacional,
  • Classificação de Indicadores,
  • Resultantes ,
  • Direcionadores (Drivers ou Item de Verificação),
  • Emagrecer ou engordar,
  • Seletividade ou importância,
  • Simplicidade e clareza,
  • Baixo custo de obtenção.
  • e) Cidadania
  • f) Ação Educativa
  • g) Ação Educativa
  • h) O conceito de polícia comunitária
  • 3. Tipos de patrulhamento
  • a) Patrulhamento a pé
  • b) Viaturas
  • c) Motocicletas
  • d) Bicicletas
  • e) Cães
  • f) Carrinhos elétricos
  • g) Microônibus (Thunder Bus)
  • h) Torre de Vigilância
  • i) Unidade Móvel de Coman