Curso Online de GRATIFICAÇÃO NATALINA o 13º salário

Curso Online de GRATIFICAÇÃO NATALINA o 13º salário

Neste curso aprenderemos sobre: Gratificação Natalina; Pagamento da 1ª parcela; Pagamento da 2ª parcela; Pagamento em parcela única; Afas...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste curso aprenderemos sobre:
Gratificação Natalina;
Pagamento da 1ª parcela;
Pagamento da 2ª parcela;
Pagamento em parcela única;
Afastamento durante o ano por auxílio-doença;
Afastamento durante o ano por acidente do trabalho;
Faltas injustificadas ? redução do direito;
Afastamento por licença-maternidade;
Prestação de serviço militar obrigatório;
Parcelas integrantes na base de cálculo;
Parcelas suprimidas ou extintas durante o ano-base;
Parcelas Variáveis;
Rescisão do contrato de trabalho e o 13º salário;
Encargos sociais;
FGTS.

TSS - Troubleshooting Strategist; Consultor em Pesquisa Institucional (E-mec/Inep); Educador e Professor; Palestrante, Autor e Advogado, OAB/MG 94.245. Consultor na área de TSS: Troubleshooting Strategy em Desenvolvimento Educacional, Incremento Profissional, Treinamentos Motivacionais, Recursos Humanos, Neurolinguística, Coaching e Mentoring para colaboradores, profissionais e estudantes, com sólida vivência como palestrante, elaborando e ministrando cursos diversos na formação de líderes, por uma busca constante pela excelência em resultados de curto, médio e longo prazos. http://2013ricardoaugusto.wix.com/svrge



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • GRATIFICAÇÃO

    NATALINA

    "13º salário"

  • Neste curso aprenderemos sobre:
    Gratificação Natalina;
    Pagamento da 1ª parcela;
    Pagamento da 2ª parcela;
    Pagamento em parcela única;
    Afastamento durante o ano por auxílio-doença;
    Afastamento durante o ano por acidente do trabalho;
    Faltas injustificadas – redução do direito;
    Afastamento por licença-maternidade;
    Prestação de serviço militar obrigatório;
    Parcelas integrantes na base de cálculo;
    Parcelas suprimidas ou extintas durante o ano-base;
    Parcelas Variáveis;
    Rescisão do contrato de trabalho e o 13º salário;
    Encargos sociais;
    FGTS.

  • GRATIFICAÇÃO NATALINA

    Vulgarmente conhecida como décimo-terceiro salário, a Gratificação Natalina (GF) é a importância devida a todo empregado urbano ou rural, ainda ao doméstico e ao avulso, independentemente da remuneração percebida.
    Corresponde a fração de um-doze-avos (1/12) da remuneração devida em dezembro, por mês de serviço, do ano em questão.
    Considera-se um mês, para o cômputo proporcional, todo aquele que tenha 15 ou mais dias trabalhados. Deverá a gratificação natalina ser paga em duas parcelas, sendo a primeira entre os meses de fevereiro e novembro (geralmente em novembro) e a segunda até o dia 20 de dezembro.

  • DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO - 1ª PARCELA

    QUEM TEM DIREITO

    Ao pagamento do 13º salário faz jus o trabalhador urbano ou rural, o trabalhador avulso e o doméstico.

    VALOR A SER PAGO

    O valor do adiantamento do 13o. salário corresponderá á metade do salário recebido pelo empregado no mês anterior, sendo pago proporcionalmente ao tempo de serviço do prestado ao empregador, considerando-se a fração de 15 dias de trabalho como mês integral.

  • DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO - 1ª PARCELA


    Desta forma, se a primeira parcela for paga no mês de novembro, o valor do adiantamento será calculado com base no salário do mês de outubro.

    Quando na composição do salário do empregado envolver parte variável, deverá ser calculada a sua média.

    Quanto aos empregados vendedores, a empresa deverá verificar, junto ao sindicato da categoria, qual a forma de cálculo das médias e se os valores das comissões deverão ser atualizados e por qual índice.

  • DATA DE PAGAMENTO

    A primeira parcela do 13º salário deve ser paga de:

    - 1º de fevereiro a 30 de novembro de cada ano; ou
    - por ocasião das férias (se solicitado pelo empregado).

    A importância paga ao empregado a título de primeira parcela será deduzida do valor da segunda parcela do 13o a ser pago até dia 20 de dezembro.

  • FÉRIAS – ADIANTAMENTO DO 13o SALÁRIO

    Para que o empregado faça jus ao adiantamento da primeira parcela do 13o salário por ocasião das férias, deverá requerer no mês de janeiro do correspondente ano ao empregador, por escrito.

    Após este período é facultado ao empregador a liberação do referido pagamento ao empregado.

    RESCISÃO CONTRATUAL

    Havendo rescisão contratual, o valor adiantado da primeira parcela (se houver), será compensada com o valor da gratificação devida na rescisão.

  • HORAS EXTRAS E NOTURNAS

    As horas extras integram o 13º salário, conforme se depreende do Enunciado TST 45:

    "A remuneração do serviço suplementar, habitualmente prestado, integra o cálculo da gratificação natalina, prevista na Lei 4.090, de 1962."

    O adicional noturno também integra o 13º salário por força do Enunciado I da Súmula TST 60:

    "O adicional noturno, pago com habitualidade, integra o salário do empregado para todos os efeitos.”

  • HORAS EXTRAS E NOTURNAS

    Quando o empregado realizar números variados de horas noturnas ou extras durante o ano, o empregador deverá fazer a média das horas, o qual serve tanto para horas extras quanto para horas noturnas.

    Quando o empregado realizar um determinado número de horas extras ou horas noturnas, sem haver variação, não precisará fazer a média, apenas deverá incluir-se os valores.

  • ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E DE PERICULOSIDADE

    Os adicionais de insalubridade e de periculosidade integram o pagamento do 13º salário, uma vez que fazem parte da remuneração do empregado.

    Estes adicionais, embora sejam percentuais aplicados sobre valores determinados (salário básico ou salário-normativo, se mais vantajoso), não precisa ser feito média, ou seja, há que se verificar a proporcionalidade em relação ao período em que o empregado realmente exerceu atividade insalubre ou periculosa.

  • SALÁRIO FIXO – CÁLCULOS

    Admitidos Até 17 de Janeiro

    Para os empregados admitidos até 17 de janeiro, inclusive, o valor da primeira parcela será de 50% do salário do mês anterior ao do seu pagamento.

    Porquê 17 de janeiro?

    Conforme a Lei 4.090/62, art. 1º, §2º e Decreto 57.155/65, art. 1º, parágrafo único, a fração igual ou superior a 15 dias será havida como mês integral, correspondendo a 1/12 avos. Então do dia 17 ao dia 31 de janeiro, temos 15 dias.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Neste curso aprenderemos sobre:
  • Gratificação Natalina;
  • Pagamento da 1ª parcela;
  • Pagamento da 2ª parcela;
  • Pagamento em parcela única;
  • Afastamento durante o ano por auxílio-doença;
  • Afastamento durante o ano por acidente do trabalho;
  • Faltas injustificadas ? redução do direito;
  • Afastamento por licença-maternidade;
  • Prestação de serviço militar obrigatório;
  • Parcelas integrantes na base de cálculo;
  • Parcelas suprimidas ou extintas durante o ano-base;
  • Parcelas Variáveis;
  • Rescisão do contrato de trabalho e o 13º salário;
  • Encargos sociais;
  • FGT